Conforto das Escrituras para a Quinta-Feira

“O mesmo Senhor da paz vos dê sempre paz de toda a maneira” [1]

Deus deseja que os corações de Seu povo redimido sejam cheios com Sua própria “paz [sempre] de toda a maneira” [1]. Ele é “o Deus de paz, que pelo sangue da aliança eterna tornou a trazer dos mortos a nosso Senhor Jesus Cristo, grande pastor das ovelhas” [2]. Na noite anterior à cruz, nosso Senhor disse aos Seus: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize” [3]. Paz é exatamente o oposto da agitação e do medo. Deus não quer que nós estejamos continuamente agitados e preocupados com nossos problemas ou nossas circunstâncias. Eles quer que tenhamos Sua paz em nossos corações, independentemente de nossas circunstâncias. Ele nos disse: “Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus” [4]. Assim, “a paz de Deus… domine em vossos corações; e sede agradecidos” [5]. “Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti” [6].

Paz quando há problemas?
Paz quando o coração está dolorido?
Sim, Sua própria paz para guardar-nos,
Quando em Jesus permanecemos.

[1] 2 Tessalonicenses 3:16; [2] Hebreus 13:20; [3] João 14:27; [4] Filipenses 4:6‑7; [5] Colossenses 3:15; [6] Isaías 26:3

Compartilhe...