Diário do Cristão para a Terça-Feira

Sabedoria

“Adquire sabedoria, adquire inteligência, e não te esqueças nem te apartes das palavras da minha boca… A sabedoria é a coisa principal; adquire pois a sabedoria, emprega tudo o que possuis na aquisição de entendimento… O temor do Senhor é a instrução da sabedoria… O que adquire entendimento ama a sua alma… Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus… Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo?… Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus… Se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada… A sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia… Que ele fez abundar para conosco em toda a sabedoria e prudência… Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação” (Provérbios 4:5; 4:7; 15:33; 19:8; Romanos 11:33; 1 Coríntios 1:20; 3:19; Tiago 1:5; 3:17; Efésios 1:8; 1:17).

Conforto das Escrituras para a Terça-Feira

“Tu és o lugar em que me escondo; tu me preservas da angústia; tu me cinges de alegres cantos de livramento” [1]

Quão gracioso é o Senhor em esconder, cobrir e proteger os Seus dos perigos visíveis e invisíveis. “Bondoso (gracioso) e compassivo (cheio de compaixão) é o Senhor, tardio em irar-se, e de grande benignidade (misericórdia). O Senhor é bom para todos, e as suas misericórdias estão sobre todas as suas obras” [2]. “E será aquele homem [o Deus e Homem, nosso Senhor Jesus Cristo] como um esconderijo contra o vento, e um refúgio contra a tempestade, como ribeiros de águas em lugares secos, e como a sombra de uma grande rocha em terra sedenta” [3]. Assim Ele nos esconde e nos protege, e apesar de “em tudo sermos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos” [4]. “Porque no dia da adversidade me esconderá no seu pavilhão; no oculto do seu tabernáculo me esconderá; pôr-me-á sobre uma rocha” [5]. “Oh! quão grande é a tua bondade, que guardaste para os que te temem, a qual operaste para aqueles que em ti confiam na presença dos filhos dos homens! Tu os esconderás, no secreto da tua presença, dos desaforos dos homens; encobri-los-ás em um pavilhão, da contenda das línguas” [6]. “Fujo para ti, para me esconder” [7].

Ele esconde os Seus das adversidades,
Dos perigos que não conhecemos,
Das iniquidades de Satanás,
Tudo porque Ele tanto nos ama.

[1] Salmos 32:7; [2] Salmos 145:8-9; [3] Isaías 32:2; [4] 2 Coríntios 4:8-9; [5] Salmos 27:5; [6] Salmos 31:19-20; [7] Salmo 143:9

Diário do Cristão para a Segunda-Feira

Caro Cristão:

Todos nós precisamos de encorajamento, e lembre-se de que nosso maior encorajamento vem do próprio Senhor por meio de Sua Palavra, a Bíblia. Quando Davi estava com problemas, ele sabia a quem recorrer. Em certa ocasião, lemos: “E Davi muito se angustiou… todavia Davi se fortaleceu no Senhor seu Deus” (1 Samuel 30:6).

Você está começando esta semana com medo e trepidação? Você teve um fim de semana desanimador? Pegue sua Bíblia e leia alguns versículos. Passe alguns momentos em oração. Você descobrirá que fará maravilhas para elevar o seu espírito e dar-lhe coragem para enfrentar o dia, não importa o que aconteça.

A vida é dura! Eu não deixo de acredito nisso por um momento sequer! Mas sei que temos Alguém que é maior do que qualquer problema e maior do que nosso inimigo, o Diabo. Não se esqueça, “maior é o que está em vós do que o que está no mundo” (1 João 4:4). Não fique desencorajado, encontre sua força e encorajamento no Senhor.

Seu amigo cristão,

Jim Hyland

Conforto das Escrituras para a Segunda-Feira

“O receio do homem lhe arma laços; mas o que confia no Senhor está seguro” [1]

“Deixai-vos pois do homem cujo fôlego está no seu nariz; porque em que se deve ele estimar?” [2] Quão fácil é deixar que “o receio do homem” influencie nossa vida e nossas ações. “Pois busco eu agora o favor dos homens, ou o favor de Deus? ou procuro agradar aos homens? se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo” [3]. Somos chamados como crentes a “falar, não para agradar aos homens, mas a Deus, que prova os nossos corações. Pois, nunca usamos de palavras lisonjeiras… nem buscamos glória de homens” [4]. “É melhor refugiar-se no Senhor do que confiar no homem” [5]. “Dá-nos auxílio contra o adversário, pois vão é o socorro da parte do homem” [6], e “quando o Senhor estender a sua mão, tanto tropeçará quem dá auxílio, como cairá quem recebe auxílio, e todos juntamente serão consumidos (juntamente cairão)” [7]. “Não confieis em príncipes, nem em filho de homem, em quem não há auxílio. Sai-lhe o espírito, e ele volta para a terra; naquele mesmo dia perecem os seus pensamentos. Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, e cuja esperança está no Senhor seu Deus” [8]. “Assim diz o Senhor: Maldito o varão que confia no homem, e faz da carne o seu braço… Bendito o varão que confia no Senhor, e cuja esperança é o Senhor” [9, 10].

A força do homem não pode prevalecer por nós;
Somente o Senhor pode ajudar;
Seu auxílio é para o coração que confia,
Para aquele que a Ele clama.

[1] Provérbios 29:25 ~ [2] Isaías 2:22 ~ [3] Gálatas 1:10 ~ [4] 1 Tessalonicenses 2:4-6 ~ [5] Salmos 118:8 ~ [6] Salmos 108:12 ~ [7] Isaías 31:3 ~ [8] Salmos 146:3-5 ~ [9] Jeremias 17:5 ~ [10] Jeremias 17:7

Diário do Cristão para o Domingo

Ele Tomou Nosso Lugar

“Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos” (João 15:13).

Pedro e Francisco eram irmãos na Bolívia. Francisco conheceu o Senhor Jesus como seu Salvador em uma escola missionária que frequentou. Pedro e Francisco eram muito parecidos; mas, ao contrário de Francisco, Pedro não conhecia o Senhor como Salvador. Ele não quis ouvir o Evangelho. Quando estourou a Guerra do Chaco (1932-1935) entre a Bolívia e o Paraguai, Pedro, que era mais velho que Francisco, foi convocado para o serviço. Francisco, sabendo que o irmão não estava pronto para morrer, temia que ele fosse morto. Um dia, vestiu seus melhores trajes típicos da região e foi visitar Pedro no quartel. Encontrando-o sozinho, Francisco disse: “Pedro, você está indo para a guerra. Você pode ser morto e não está salvo; você não está pronto para morrer! Rápido! Tire a roupa, troque comigo e saia. Quando o guarda perguntar seu nome, não se esqueça de dizer ‘Francisco Gira’”. Eles trocaram de roupa. Pedro agradeceu e abraçou-o.

Esta história é uma vaga ilustração do amor do Senhor em tomar nosso lugar e dar Sua vida por nós. “Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos” (1 João 3:16). Não se esqueça de agradecer-Lhe hoje!

Jim Hyland

Conforto das Escrituras para o Domingo

“Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade” [1]

Quão confortante para o cristão é o conhecimento de que nosso Deus é soberano e “faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade” [1], “que diz: O meu conselho será firme, e farei toda a minha vontade” [2]. Pois “não há sabedoria, nem inteligência, nem conselho contra o Senhor” [3], “porque o Senhor dos Exércitos o determinou; quem o invalidará? E a sua mão está estendida; quem pois a fará voltar atrás?” [4] Ele diz que “ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá?” [5] “Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?” [6] “O Senhor está comigo; não temerei o que me pode fazer o homem” [7]. “Tomai juntamente conselho, e ele será frustrado; dizei uma palavra, e ela não subsistirá, porque Deus é conosco” [8]. Juntamente com Jeosafá, podemos dizer: “Porventura não és tu Deus nos céus? Não és tu que dominas sobre todos os reinos das nações? Na tua mão há força e potência, e não há quem te possa resistir” [9]. “O conselho do Senhor permanece para sempre; os intentos do seu coração de geração em geração” [10]. E “este Deus é o nosso Deus para sempre” [11].

Os caminhos de Deus são sempre perfeitos,
E Sua Palavra, ela permanecerá;
Ele guarda os Seus que estão em dificuldades,
Enquanto Satanás ainda resiste.

[1] Efésios 1:11; [2] Isaías 46:10; [3] Provérbios 21:30; [4] Isaías 14:27; [5] Isaías 43:13; [6] Romanos 8:31; [7] Salmo 118:6; [8] Isaías 8:10; [9] 2 Crônicas 20:6; [10] Salmo 33:11; [11] Salmo 48:14

Diário do Cristão para o Sábado

Três Perguntas

Aqui estão três boas perguntas para fazermos a nós mesmos, todas respondidas na Palavra de Deus.

Pergunta: De onde eu vim?
Resposta: “Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe”(Salmo 51:5).

Pergunta: Por que estou aqui?
Resposta: “Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo” (Filipenses 2:15).

Pergunta: Para onde vou?
Resposta: “Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem” (Mateus 7: 13-14).

Espero que todos os meus leitores estejam salvos e a caminho do céu, e que, enquanto isso, estejam brilhando como uma luz para Jesus.

Jim Hyland

Conforto das Escrituras para o Sábado

“[Jesus] nada respondeu… E nem uma palavra lhe respondeu” [1, 2]

Estas palavras, ditas sobre nosso bendito Senhor quando foi falsamente acusado em um julgamento perante Pilatos, deveriam significar muito para nós que fomos redimidos “com o precioso sangue de Cristo” [3]. Isaías havia escrito na profecia sobre Aquele que “foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca” [4], “deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas” [5]. Tantas vezes falamos quando deveríamos ficar em silêncio, para nossa própria dor e para desonra de nosso Senhor, pois “na multidão de palavras não falta pecado, mas o que modera os seus lábios é sábio” [6]. “A voz do tolo [vem] da multidão das palavras” [7], “e o homem falador será justificado?” [8] “Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal é perfeito, e poderoso para também refrear todo o corpo” [9]. Pois “o que possui o conhecimento guarda as suas palavras, e o homem de entendimento é de precioso (excelente) espírito” [10]. “Porque Quem quer amar a vida, e ver os dias bons, refreie a sua língua do mal, e os seus lábios não falem engano” [11].

Quietos quando falsamente acusados,
Deixando nossa defesa para Ele,
Ele “é minha Rocha… a minha Fortaleza,
Meu Libertador” dos homens.

[1] Mateus 27:12 ~ [2] Mateus 27:14 ~ [3] 1 Pedro 1:19 ~ [4] Isaías 53:7 ~ [5] 1 Pedro 2:21 ~ [6] Provérbios 10:19 ~ [7] Eclesiastes 5:3 ~ [8] Jó 11:2 ~ [9] Tiago 3:2 ~ [10] Provérbios 17:27 ~ [11] 1 Pedro 3:10

Diário do Cristão para a Sexta-Feira

A Proteção do Senhor

“Clamou este pobre, e o Senhor o ouviu, e o salvou de todas as suas angústias. O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra” (Salmo 34:6-7).

Francisco morava na Bolívia e era um verdadeiro crente que amava o Senhor. Ele, assim como muitas centenas de outros jovens, foi enviado para a Guerra do Chaco (1932-1935) entre a Bolívia e o Paraguai. Uma noite, ele estava sozinho como vigia. Era uma noite muito escura, mas ele havia aprendido a orar, entregando tudo ao Senhor. De repente, ele ouviu algo se movendo atrás dele. Ele se virou rapidamente, mas não conseguiu ver nada. Então ele ouviu o barulho atrás dele do outro lado. Rapidamente, ele se virou novamente, mas não viu nada. Ele estava com medo de que pudesse ser um dos soldados inimigos, mas não ousou atirar porque, se não fosse, e todo o exército se levantasse, ele seria levado à corte marcial. Ele podia até ser baleado por causar um “alarme falso”! Novamente, ele ouviu o som — desta vez ainda mais perto. Só então, a lua apareceu brilhando. Lá estava uma grande onça na frente dele! A onça apenas olhou para ele e correu para a selva o mais rápido que pôde. Francisco pensou: “Certamente o Senhor está comigo!” Ele abaixou a cabeça e agradeceu ao Senhor por Sua bondade.

Jim Hyland

Conforto das Escrituras para a Sexta-Feira

“Guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome” [1]

A Palavra de Deus para Seus redimidos, aqueles “cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto” [2], diz: “Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos” [3]. Pois “o Senhor te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares áridos, e fortificará os teus ossos; e serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca faltam” [4]. Então “não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas” [5]. “Faze-me saber os teus caminhos, Senhor; ensina-me as tuas veredas. Guia-me na tua verdade, e ensina-me, pois tu és o Deus da minha salvação; por ti estou esperando todo o dia” [6]. “Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho” [7]. “E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos” [8]. “Guiar-me-ás com o teu conselho, e depois me receberás na glória” [9]. “Guiará os mansos em justiça e aos mansos ensinará o seu caminho” [10]. “Ensina-me, Senhor, o teu caminho, e guia-me pela vereda direita, por causa dos meus inimigos” [11]. “Se alguém quiser fazer a vontade dele, pela mesma doutrina conhecerá se ela é de Deus” [12]. “E não sabemos o que faremos; porém os nossos olhos estão postos em ti” [13].

Se quisermos fazer a vontade de Deus
Ele então a fará saber;
É Sua alegria guiar Seus santos;
Seu amor é para os que são Seus.

[1] Salmo 23:3; [2] Salmos 32:1; [3] Salmos 32:8; [4] Isaías 58:11; [5] Provérbios 3:5-6; [6] Salmos 25:4-5; [7] Salmos 119:105; [8] Tiago 1:22; [9] Salmo 73:24; [10] Salmo 25:9; [11] Salmo 27:11; [12] João 7:17; [13] 2 Crônicas 20:12