Quatro sacrifícios

“Cristo também nos amou, e se entregou a si mesmo por nós, em oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave” (Efésios 5:2).

“Portanto, por Ele, ofereçamos continuamente a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome” (Hebreus 13:15).

“Mas não vos esqueçais de fazer o bem e repartir com os outros: pois com tais sacrifícios Deus se agrada”
(Hebreus 13:16).

“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional” (Romanos 12: 1).

Ao considerarmos o supremo sacrifício do Senhor Jesus no Calvário, essa apreciação criará o sacrifício de louvor em nossos corações e em nossos lábios, e nos motivará a sacrificar nossos meios temporais e a nos entregarmos como sacrifício vivo para a glória do Senhor e pela benção de outros.

Baseado nos textos de Jim Hyland

Compartilhe...