Apreciação

“Então, Maria, tomando uma libra de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento” (João 12:3)

Ao lermos este versículo não temos a impressão de que Jesus significou muito para Maria?
A apreciação por Ele encheu seu coração, assim como aquele doce odor encheu a casa. Se conhecemos o Senhor pessoalmente e fomos perdoados por nossos pecados, se isso é verdade, então sabemos que Ele nos deu muito. Adoração e amor é o que podemos dar de volta em resposta a Ele. O presente – unguento de nardo puro, de muito preço – de Maria era caro – mas para ela, Ele valia a pena e a maneira como ela entregou, ungindo Seus pés com seus cabelos, mostra que, para ela, Ele era totalmente digno disso.

Até as críticas de Judas e de todos os outros discípulos não desencorajaram ou fizeram Maria “mudar de ideia”. Seu coração estava cheio, transbordando e seu único objetivo era a pessoa de Cristo.

O Senhor valorizou isso e disse: “Ela me fez uma boa obra… Ela fez o que pode; ungiu o meu corpo antecipadamente para a sepultura. Em verdade vos digo que onde quer que for pregado em todo o mundo o Evangelho, será também contado para memória sua o que ela fez” (Marcos 14:6, 8-9).

Baseado nos escritos de Jim Hyland

Compartilhe...