Diário do Jovem Cristão para a Quarta-Feira

A palavra final

“Responderam Labão e Betuel e disseram: Do SENHOR procedeu este negócio; não podemos falar-te mal ou bem ” (Gênesis 24:50).

No Antigo Testamento, Salomão nos diz que há “tempo de calar e tempo para falar” (Eclesiastes 3:7). No versículo acima, o Senhor falou a Labão e a Betuel e eles reconheceram que Sua palavra era final. Mais diálogo ou conversa sobre o assunto seria inadequado… o negócio procedeu do Senhor, e foi isso! Não há necessidade de qualquer discussão ou argumentação sobre o assunto.

É muito importante que também reconheçamos este princípio em nossas próprias vidas, e que uma vez que Deus tenha falado, nos abstenhamos de mais argumentos e nos inclinemos em aceitação, reconhecendo Sua boa, perfeita e soberana vontade. Que mudanças poderiam acontecer em nossas vidas se a Sua Palavra e Sua vontade fossem o tribunal final de apelação, e se fôssemos “praticantes da Palavra, e não somente ouvintes” (Tiago 1:22)!

Obediência e aceitação são a fonte da verdadeira felicidade na vida cristã.

Baseado nos escritos de Jim Hyland

Compartilhe...