CHAPTER A DAY

Categoria: Tag:
Índice ocultar

GÊNESIS 1

Repare nas quatro primeiras palavras da Bíblia. Deus criou maravilhosos céus e a terra. Na história da criação Deus conta ao homem (e a nós) tudo o que precisamos saber, nada mais.

Gn 1:1 Não é difícil de entender o que Deus está nos dizendo sobre a maneira como Ele criou todas as coisas. Em contraste, a teoria (é apenas uma teoria – uma idéia) da evolução é terrivelmente complicada. Pela fé (crendo) entendemos (Hb 11:3). Este versículo descreve a criação original, e que pode ter ocorrido tremendos juízos que caíram sobre esta terra. Se assim foi, então poderia haver milhares ou milhões de anos entre o primeiro e o segundo versículos. E isto explicaria muito daquilo que o homem tem descoberto… carvão, petróleo, minerais, etc. Todavia, poderia ter acontecido de Deus haver criado estas coisas e as colocado ali, por assim dizer. Mas Ele não nos disse.

Gn 1:3-31 Foram gastos seis dias literais para fazer essa obra (veja isto confirmado em Êxodo 20:11 e Hebreus 11:3).

Gn 1:26 É naquele paraíso (jardim) que Deus introduz o primeiro homem… Adão. Os pensamentos de Deus sempre foram centralizados no homem (Pv 8:22-31). Adão e Eva não sabiam a diferença entre o bem e o mal… eles eram inocentes, e podiam desfrutar de Deus quando Ele descia para falar com eles.

#002

Nunca necessitamos mais do sustento de Deus e da obediência à Sua Palavra do que quando O adoramos.

GÊNESIS 2

Gn 2:1-3 Deus terminou Seu trabalho. Agora ele tinha descanso. O Sabbath é o descanso de Deus. Todavia, Deus nunca disse que a primeira criação era “perfeita”. Ele disse que era “bom” e “muito bom” – 1:31. Repare que até aqui só a palavra “Deus” é usada. Ele é o Deus-Criador.

Gn 2:4-7 Um novo título… “Senhor Deus”. Isto O coloca um pouco mais perto das pessoas.

Gn 2:8-14 O maravilhoso jardim no Éden (paraíso de delícias) é plantado pelo “Senhor Deus”. Um rio (figura de bênção) corria desse jardim e se dividia em quatro rios. “Quatro” é o número nas Escrituras que significa “universal”, ou, como os quatro cantos da terra. Quatro rios para abençoarem a terra. Mas isso não ia durar muito.

Gn 2:18-25 O primeiro matrimônio. Uma linda figura do último matrimônio que irá acontecer… Cristo e Sua noiva… cada verdadeiro crente nEle. Ap 19:7. O homem precisa de uma companhia, adequada a ele… à sua semelhança. Vejamos o significado profundo disso. Cerca de 4000 anos se passariam antes que soubéssemos o que Deus tinha em Seu coração. Seu Filho, o Senhor Jesus iria se tornar Homem. Ele é Deus e Homem em uma só Pessoa. Ele deveria ter uma esposa. Nós crentes no Senhor Jesus somos Sua esposa. Ef 5:23,32. Adão é posto a dormir… Cristo foi até a morte. A mulher é tirada do homem… a esposa de Cristo vem a existir saindo dEle próprio. Deus dá a esposa para Seu Filho como um prêmio pelo que Seu Filho fez por Ele, Cristo glorificou a Deus na terra. João 17:4. Há um só corpo… o corpo é a única igreja que existe – Ef 1:22-23. A igreja não é um edifício ou um grupo particular de crentes. A igreja é composta por cada verdadeiro crente no Senhor Jesus Cristo.

#003

Quando estou crendo que só Ele é perfeito em Seus caminhos, então não faço coisa alguma sem primeiro falar com Ele.

GÊNESIS 3

Uma das passagens mais tristes em toda a Palavra de Deus… a queda do homem, sua separação do Deus santo que o criou e o amou. Então vem o anúncio daquilo que Deus iria graciosamente prover num futuro distante, para atender a necessidade do pecador caído e separado. Maravilhosa, maravilhosa verdade. Aprendamos isso no profundo de nosso coração!

Gn 3:1-7 Encontramos a serpente pela primeira vez, apresentada sem qualquer palavra de explicação: Eva comete vários erros. (1) Ela não devia ter escutado a serpente quando esta lhe falou. (2) Ela não devia ter falado com a serpente. (3) Ela devia ter ficado perto de seu marido. (4) Ela começou a raciocinar… o fruto era (A) bom para comer; (B) agradável aos olhos, (C) capaz de fazê-la sábia. (5) Ela desobedeceu a Deus, pois comeu o fruto. (6) Ela o deu a seu marido para ele comer. Desde então Satanás tem tido sucesso em trocar a verdade de Deus pelo engano e mentiras. Ele levou a raça humana ao pecado, miséria, violência, corrupção e morte; e para o perdido, o lago de fogo para sempre! E ainda assim as pessoas culpam a Deus pela condição atual do mundo.

Gn 3:7-10 Imediatamente após haverem desobedecido a Deus (pois a desobediência a Deus é pecado) eles viram que estavam nus… eles tinha recebido uma consciência… uma má consciência, pois se esconderam de Deus. Uma má consciência sempre nos faz ter medo de Deus.

Gn 3:11-24 O resultado de um ato de desobediência. O pecado sempre separa de Deus (Is 59:2). O pecado sai caro! A condição do mundo hoje é o resultado de um pecado.

Gn 3:15 Isto aponta diretamente para Cristo na cruz, destruindo Satanás (Hb 2:14).

Gn 3:16-17 Que contraste maravilhoso a esta tristeza é o gozo e a paz com Deus que o crente tem por meio da morte e ressurreição do Senhor Jesus Cristo (Rm 15:13).

Gn 3:21 Um animal deve morrer antes que as peles pudessem prover uma cobertura para Adão e Eva. Outra figura de Cristo como o Cordeiro de Deus, que morreu para nos limpar de nossos pecados e nos dar uma posição perfeita diante de Deus (Hb 10:14).

Gn 3:22 A árvore da vida tinha um propósito a ser cumprido no futuro. Vá até Ap 22:2. Nós crentes iremos comer do fruto daquela árvore, pois vamos viver para sempre!

Gn 3:23-24 A espada de juízo (castigo) os manteve fora do jardim. Mas a espada de juízo caiu sobre o Senhor Jesus (Zc 13:7) e através da morte do bom Pastor (Jo 10:11) a porta para o céu, para o paraíso de Deus, está aberta.

#004

Somos mais inclinados a falar a Deus da fraqueza que existe em nós do que permitir que Ele nos fale do que somos em Cristo.

GÊNESIS 4

O pecado, espalhando-se por intermédio da família de Adão afetou cada pessoa nascida desde então (exceto o Senhor Jesus). No capítulo 3 foi o pecado contra Deus, aqui é o assassinato de outro ser humano. Há diversos “primeiros” neste capítulo, (1) o primeiro filho, (2) a primeira oferta, (3) o primeiro assassinato, (4) a primeira civilização, e (5) a primeira pessoa que está na linhagem espiritual de Cristo (Sete).

Na primeira vez que lemos de adoração, descobrimos que foi isto o que levou ao primeiro assassinato. Isto demonstra que hoje nenhuma pessoa que não esteja salva pode adorar a Deus. Pense em todo o sangue que foi derramado neste mundo como resultado do primeiro pecado.

Gn 4:1-17 A oferta de Caim foi fruto da terra que Deus havia amaldiçoado em Gn 3:17. Foi oferta sem sangue. A oferta de Abel agradou a Deus. Era uma figura da morte de Cristo na cruz por nós (Hb 11:4). Os altares de Caim e Abel (em tipo) ainda continuam ao nosso redor hoje. Você enxerga a diferença?

#005

Aquilo que está mais próximo do coração de Deus é sempre aquilo contra o que Satanás se opõe, com todas as suas forças e sutileza, por ser algo ligado a Cristo e à Sua glória; por isso ele se opõe, confunde, obscurece toda verdade que esteja associada a isso.

GÊNESIS 5

Gn 5:1 Compare este versículo com Mt 1:1. Gênesis 5 é um registro dos descendentes caídos do primeiro Adão, enquanto Mateus nos apresenta o livro das gerações de Jesus Cristo. Adão e Cristo são as duas cabeças. Nascemos na descendência da primeira; mas precisamos nascer de novo (Jo 3:7) na segunda. Por intermédio de Adão nós morremos, por intermédio de Cristo somos trazidos à vida (Rm 5:21). A que família você pertence? Por oito vezes neste capítulo lemos, “e morreu”. Mas há um homem que nunca morreu. O que é falado a seu respeito? Um dia destes o Senhor Jesus voltará nos ares, e chamará cada crente para fora deste mundo. Todo aquele que não crê será deixado aqui. Enoque é uma figura de todos os crentes que serão arrebatados para encontrar o Senhor nos ares sem terem morrido (1Ts 4:16-18).

#006

Não é conhecendo Satanás que nos tornamos capazes de discernir seus “estratagemas” e aptos a denunciá-la, mas em nos conservarmos na presença de Deus. Foi assim que sempre ocorreu com Cristo.

GÊNESIS 6

Gn 6:1-6 O pecado já naquele tempo tinha se espalhado por muitas partes da terra! E havia corrompido de tal forma a todos que Deus descreve isso da maneira como Ele vê no versículo 5. Cada lágrima de tristeza, separação, desapontamento, doença, morte, é resultado do pecado.

Gn 6:7 O pecado só pode trazer castigo. Não pode haver qualquer outro resultado. Ele deve ser pago com a morte (Hb 9:22), “remissão” significando pagamento.

Gn 6:8-22 Mas Deus tem um homem pronto. Noé é uma figura de Cristo. Ele era um homem “justo” (correto e honesto) e perfeito (direito) e ele andou com Deus. Que contraste aquele com todas as pessoas ao redor dele! Noé permaneceu só. No meio de infiéis, só ele era fiel. É difícil permanecer só. Lembre-se de Noé. Deus enxerga você e Ele lhe usará se você for fiel à Sua Palavra.

Gn 6:13 O castigo de Deus. As pessoas dizem, “Sorria, Deus ama você”, mas se esquecem deste versículo. É necessário arrependimento para com Deus e fé em nosso Senhor Jesus Cristo. Depois vem o sorriso.

Gn 6:14 A graça traz libertação. Deus sempre Se compraz em agir em graça (Rm 5:20). Mas deve haver um pagamento pelo derramamento de sangue.

Gn 6:14-22 Quando o pecado chega ao ápice, então vem o juízo. Mas Deus providencia um modo de escape. Somente na arca estava o meio de se escapar às águas da morte… Hoje, somente em Cristo há salvação. Cada exemplo de castigo tirado do castigo pelo pecado no Antigo Testamento é uma figura (um tipo) da cruz de Cristo. Às vezes a água é uma figura de juízo (Sl 69:2,14 e 15 e também Sl 42:7). Noé na arca, passando pelas águas, é uma destas figuras. Veja também Mt 12:40 e Mt 24:37-39. Isto demonstra que os acontecimentos do Antigo Testamento são figuras da salvação por meio de Cristo. Hoje o mundo está maduro (pronto) para o juízo. Desta vez será para sempre!

#007

Em graça soberana, Deus dá a Sua própria natureza àqueles que são nascidos de novo.

GÊNESIS 7

Deus disse a Noé o que fazer, e ele o fez (6:22 e 7:5,9). A arca proporcionava um abrigo perfeito contra o temporal da ira de Deus. Obedecer a Deus sempre traz livramento, bênção e felicidade, por toda a vida do crente.

Gn 7:1 “Entra” (8:16, “Sai”). Temos que entrar (Mt 11:28) antes de podermos sair (Mc 16:15). Devemos também nos separar do mundo (Hb 13:13; Tg 4:4). Separação não significa isolamento. Misturar-se com o mundo (socializar) estraga nosso testemunho. Mas falar de Cristo a outros nos conserva cristãos saudáveis.

Gn 7:2-5,8 Os animais dividiam-se em duas classes – limpos e impuros.

Gn 7:10 Após fechar a porta, Deus ainda espera, para o caso de haver alguém se voltar a Ele. (Jesus foi visto em pé, esperando caso Israel resolvesse voltar-se a Ele, mesmo depois de ter voltado para o céu – At 7:56). Nós crentes estamos neste período de tempo. A porta continua aberta. Deus está esperando pelos últimos que serão salvos antes de agir. A vinda do Senhor Jesus para nós (crentes) será o fim do dia da graça. Então a porta será fechada.

Gn 7:11-24 Noé esteve na arca um ano e dez dias (7:11 e 8:14).

Gn 7:23 O juízo caiu sobre cada pessoa viva, cada animal e pássaro fora da arca. E assim é hoje, nenhuma pessoa que já tenha escutado o evangelho da graça de Deus terá uma segunda chance após o Senhor Jesus voltar.

#008

“Visto como o seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude.” (2 Pd 1:3)

GÊNESIS 8

Gn 8:1-14 Deus não se esquece de Sua família na arca, e cuidadosamente nos conta vários detalhes interessantes. Deus faz um novo começo com a raça humana.

Gn 8:15-22 Mais uma vez, é um belo começo. Noé edifica um altar para Deus e oferece ofertas queimadas. Repare que isso é com os animais limpos… outra figura de Cristo, o Cordeiro de Deus. Veja Ap 5:6.

Gn 8:21 Milhares de anos iriam passar antes que Jesus viesse à terra para morrer, todavia o sacrifício de Noé foi um aroma agradável a Deus da morte de Seu Filho.

Gn 8:22 A promessa de Deus. Nunca falhou. Nunca falhará. 1 Rs 8:56 é algo belo.

#009

Você nunca sai da presença de Deus do modo como entra nela!

GÊNESIS 9

Gn 9:1-17 Deus faz um novo acordo (chamado de aliança) com os homens. Começa no vigésimo versículo do capítulo 8, e vai até o final do versículo 17 neste capítulo.

Gn 9:4 Um assunto muito importante. Pela primeira vez Deus dá permissão às pessoas para comerem a carne dos animais. Repare nesta afirmação… a vida da carne está no sangue. (Veja Lv 17:10-14). Eles NÃO deveriam comer o sangue. O corpo é feito de carne e sangue… a vida natural. Mas necessitamos de uma nova vida, uma vida espiritual. Quando Jesus morreu, Seu sangue foi vertido – derramado. Quando Ele ressuscitou de entre os mortos, Ele estava diferente. Ele estava sem sangue. Lc 24:39; 1 Co 15:43-50 e 2 Co 5:17. Se ler com atenção Romanos 6:2 a 12 irá aprender a nossa parte (a parte do crente) em tudo isso. Nós crentes estamos agora em uma nova vida espiritual. É a vida dEle; é vida eterna.

Gn 9:11-12 Sempre que você vê o arco-íris, você pode recordar que Deus o colocou ali como Sua indicação (lembrete) de que nunca mais haveria um dilúvio para destruir a terra. Mas você pode também ser lembrado de que o próximo juízo é pior… Deus vai queimar a terra (2 Pd 3:6-7,10,12).

Gn 9:19-29 As pessoas não melhoraram. Noé cai agora em pecado. A raça humana começa a descambar mais uma vez pelo caminho da corrupção global.

#010

Ninguém pode estar tão intimamente perto de nós como Deus, pois Ele está em nós.

GÊNESIS 10

A história dos três filhos de Noé. Realmente, o mundo todo está hoje dividido a partir destes três filhos. Jafé… o povo Europeu é descendente dele (Também alguns dos povos do Norte da África vieram deste homem). Cão… dele vieram aqueles que agora habitam na África, e alguns do povo conhecido como Árabes. Sem… muitas das nações que vivem no continente da Ásia vieram dele. Os Israelitas estão neste grupo. Às vezes você escuta de pessoas que são contra os Judeus como sendo “anti-Semitas”. A palavra “Semita” vem de “Semita”… descendentes de Sem.

Gn 10:8-10 Repare em Ninrod. Seu nome significa “nos rebelaremos”. Seu reino era Babel (Babilônia). Ninrod era um caçador. Os dois métodos de Satanás são os que um caçador usa, engano e violência. Ele é uma figura do anticristo que irá liderar a rebelião contra o Senhor depois que os crentes tiverem sido arrebatados para o céu.

Em Apocalipse 17 você pode ler do “mistério, Babilônia”, representando a última tentativa do homem de organizar um governo mundial.

#011

Deus nunca permite que Satanás atue em algo além da carne.

GÊNESIS 11

Gn 11:1-9 Ligue estes versículos ao parágrafo acima. A palavra “Babilônia” nas Escrituras é também uma figura da corrupção idólatra. Israel foi levado cativo para a Babilônia porque desobedeceu a Deus e se tornou idólatra. O crente que brinca com o mundo perderá seu poder e se tornará cativo de Satanás. No dia da tribulação haverá uma corrupção idólatra que se manifestará até ao máximo logo antes do Senhor vir em poder e destruir tudo. A torre de Babel levou à dispersão do povo. Uma maneira de lembrar o que Babilônia representa é esta – “Egito” é o mundo de onde a “igreja” foi chamada para fora, e “Babilônia” é uma figura do mundo para dentro do qual a “igreja professa” acabou entrando.

Gn 11:10-26 Repare como caiu a idade das pessoas. Matusalém viveu 969 anos (5:27), depois Arfaxade após o dilúvio (filho de Sem) – vers. 12-13, viveu 438 anos. Éber (versículos 16-17) viveu 464 anos, a maior idade após o dilúvio.

Gn 11:20 Após a dispersão de Babel, Reú viveu 239 anos. A vida foi mais uma vez encurtada nos dias de Abraão, pois ele viveu 175 anos (25:7). No Salmo 90:10 Deus determinou 70 anos, e isso não mudou muito desde então. Mas o Senhor Jesus era para ser cortado na metade de Seus dias (Sl 102:24) ou cerca de 33 anos de idade.

Gn 11:27-32 Abrão (mais tarde seu nome foi trocado para Abraão 17:5) nos é apresentado.

#012

O amor de Deus foi demonstrado ao dar o que Ele tinha de mais próximo de Si, por aquele que estava mais longe de Si.

GÊNESIS 12

Gn 12:1-5 O chamado de Abraão por Deus foi um chamado bem claro para que se separasse de tudo aquilo que o homem poderia considerar valioso – seu país – seu povo e sua família. Abraão pode ser uma figura do crente cuja cidadania está no céu (Fp 3:20, a onde a palavra “cidade” pode ser traduzida também como “cidadania”) embora vivendo nesta terra. Abraão foi chamado a andar por fé, e a viver como um estrangeiro e peregrino na terra. Grandes eram as promessas que lhe foram feitas – versículo 2.

Gn 12:7 Há duas coisas para se notar. O Senhor apareceu a ee quando chegou à terra de Canaã. Você também irá saber quando se encontra no lugar certo para adorar o Senhor. Em segundo lugar, ele edificou um altar ali, onde adorou a Deus. Houve uma resposta em seu coração.

Gn 12:10-20 Lembre-se sempre de que as pessoas na Bíblia que são tipos (figuras) do Senhor e de outras coisas importantes, eram apenas seres humanos que às vezes falhavam. Aqui lemos da segunda falha de Abraão. (A primeira foi quando ele parou em Harã, 11:31, ao invés de seguir todo o caminho até a terra de Canaã). Desta vez ele vai ainda mais longe, e o encontramos agora rumando para Egito (versículo 19), instruindo sua esposa a dizer uma mentira (nós crentes às vezes “empacamos” e às vezes vamos longe demais!). O Egito é uma figura do mundo com todos os seus atrativos e sua cultura. Como crentes, estamos constantemente sendo tentados a voltarmos ao mundo. Abrão perdeu tempo ali, e sofreu, em certas coisas, o resto de sua vida por sua falha. Deus foi misericordioso para com ele e permitiu que enriquecesse. Que isto possa servir de aviso para nós.

#013

A justiça de Deus que poderia condenar o pecador é a mesma coisa que, em Cristo, justifica o pecador.

GÊNESIS 13

Gn 13:1-4 Em 12:10 Abraão “desceu” ao Egito. Aqui ele “subiu” ao seu altar. A completa restauração de Abraão (Sl 23:3). Deus nos restaura, caso contrário simplesmente ficaríamos à deriva. Não havia altar (nem adoração a Deus) enquanto ele estava no Egito!

Gn 13:5-13 A grande riqueza que ele recebeu no Egito lhe traz mais problemas. Desta vez com seu sobrinho Ló. Todavia vemos um belo contraste, entre Abrão, o homem que andava por fé, e Ló que andava por vista. O que Abrão tinha de generoso Ló tinha de ganancioso. Ló era guiado por seus olhos, e que desastre isso lhe trouxe, pois foi morar em Sodoma. Os passos de Ló em sua descida são graduais, mas constantes. Versículo 10 “E levantou Ló os seus olhos, e viu”. No versículo 11 ele escolheu toda a planície do Jordão. Versículo 12, habitou nas cidades da planície, e armou sua tenda indo em direção de Sodoma (14:12), habitou em Sodoma, (19:1) e sentou-se à porta (lugar de autoridade) de Sodoma. Leremos mais tarde do resultado dessa descida.

Gn 13:14-18 Quão diferentes foram os resultados para Abrão! Que herança gloriosa e duradoura era a sua! Colocando Deus em primeiro lugar, ele foi ricamente abençoado por Deus. Possamos colocar Deus em primeiro lugar, e desfrutar das bênçãos que temos! Notamos no versículo 10 que Ló usou seus olhos para fazer sua escolha. Mas no versículo 14, Deus estava para recompensar Abrão por haver esperado nEle, e Ele diz a Abrão para usar seus olhos para ver o que Deus iria lhe dar. Leia Is 64:4.

#014

Amar e dar é o que cabe a Deus; crer e receber é o que cabe a nós.

GÊNESIS 14

A primeira guerra que é registrada na Bíblia. Abrão poderia ter dito – “bem isto serve de exemplo para Ló. Ele que cuide de si mesmo”. Mas não.

Gn 14:14 Embora Ló fosse sobrinho de Abrão, ele é chamado de “seu irmão”. Quão humilhado deve ter ficado Ló quando pensou no amor de seu tio. Mas ele ainda tinha Sodoma em seu coração pois quando foi resgatado voltou direto para viver lá! Que alvo é o mundo para nós quando tiramos os olhos do Senhor!

Gn 14:18-24 Melquisedeque é um belo tipo de Cristo como Sacerdote e Rei. Leia sobre ele em Hb 6:20 e 7:23-24. Cristo no milênio será igualmente Sacerdote e Rei.

#015

Antes de esperar receber, Deus dá.

GÊNESIS 15

Gn 15:1 “Depois destas coisas”. Depois de Abrão haver vencido aqueles reis, ele deve ter temido um contra-ataque. Por isso Deus o confortou com esta maravilhosa promessa, “Eu sou o teu escudo”. Abrão também não quis tomar qualquer recompensa do rei (14:23), e agora Deus Diz a ele “Sou… o teu grandíssimo galardão”. Proteção e recompensa. Veja Quem era o seu galardão!

Gn 15:2-16 Abrão queria um filho e um herdeiro. Será que seria ir longe demais ele falar disso a Deus? O versículo 6 nos mostra o quão próximo ele estava do Senhor. Deus gosta de nos ouvir pedir a Ele coisas que sejam para a Sua glória e nosso bem.

#016

O que quer que produza cuidado em nós, produz o cuidado de Deus por nós.

GÊNESIS 16

Abraão falha outra vez. Israel hoje, com todos seus problemas, derramamentos de sangue e guerras com os Árabes, é o resultado de Abraão haver usado Hagar. Os Muçulmanos hoje consideram os Árabes como descendentes de Ismael (37:27). Hagar foi trazida do Egito! A amizade com o mundo nos levará a passar por muita tristeza.

Gn 16:4-6 Miséria, orgulho, inveja, discórdia e injustiça entraram em sua família.

Gn 16:7-16 Mesmo assim, como Deus foi misericordioso com aquela pobre mulher!

Gn 16:14 Ela chega ao poço de “Beer-Laai-Rói”, que significa “o poço dAquele que vive e me vê”. Quando pecamos, só existe Um a Quem podemos ir e confessar… Deus. (1 Jo 1:9). Mas podemos ter que carregar os resultados de nossa insensatez até o dia de nossa partida deste mundo.

#017

A prova do amor de Deus é que Ele entregou Seu Filho… a perfeição do Seu amor é que Ele nos introduziu na Sua presença. (1 Jo 4:9,17).

GÊNESIS 17

Gn 17:1-4 Esta é a sexta vez que Deus aparece ou dá uma promessa a Abraão. Houve um espaço em branco na história de Abraão que durou muitos anos. Agora ele está com 99 anos. Quando nos afastamos do Senhor, também perdemos nossos anos. Esta promessa e revelação posteriores apresentam o assunto da circuncisão. É uma figura da morte para a carne, separação e pureza; um completo abandono, uma rendição a Deus. Para desfrutarmos de nossas bênçãos cristãs, devemos aprender o significado de nos rendermos ao Senhor.

Gn 17:21 A aliança (acordo) de bênção iria ser por intermédio de Isaque, não Ismael. Abraão era impaciente. Ele não podia esperar que Deus lhe desse um filho por meio de Sara sua esposa. Assim ele quis resolver a questão sozinho, e tristeza foi o resultado disso. Mas Deus agora vai agir em graça.

#018

Ao invés de nossos pecados, Deus tem aquele sangue precioso diante de Si.

GÊNESIS 18

Aqui vemos Abraão na sua melhor forma – amável, hospitaleiro, consciencioso, generoso, entendendo que estava conversando com o Senhor.

Gn 18:2 Ele correu em direção aos homens com confiança, mas rapidamente se curvou diante do Senhor em reverência.

Gn 18:9-15 Sara recebe as primeiras notícias do filho (Isaque) que ela deveria ter com quase 100 anos de idade!

Gn 18:16-33 Deus não iria esconder de Abraão o que Ele estava para fazer a Sodoma. Deus Se agrada em mostrar-nos o que Ele tem intenção de fazer. Aí está o problema. Com frequência somos descuidados em nossa vida, e por conseguinte deixamos de lado a comunhão com Ele. E então perdemos a confiança que antes tínhamos no Senhor. E finalmente perdemos nosso discernimento.

Gn 18:20-33 Abraão fala a Deus e roga pela cidade de Sodoma. Ele sabia que seu infiel sobrinho Ló morava lá. Que amor tinha Abraão! Que confiança no Senhor! Quando andamos com o Senhor podemos falar com Ele em completa confiança.

#019

Se posso chegar ao fundo do coração de Deus, então posso chegar ao fundo da graça.

GÊNESIS 19

Que capítulo desastroso e sombrio este! Foi degradante para Ló viver em um lugar tão pecaminoso. Mesmo assim o Senhor misericordiosamente o livra, embora ele perca sua esposa e parte de sua família. E então chega a destruição à ímpia cidade. Repare de onde vem o juízo.

Gn 19:14 Ló pode ser uma figura de um crente que se compromete com o mal e tem uma reputação ruim. No capítulo 14 lemos que quando Ló foi levado prisioneiro de Sodoma, Abraão o resgatou, mas ele voltou a viver em Sodoma! Agora Ló está dizendo a seus genros para saírem da cidade. Que aviso para nós. Eles pensavam que ele estivesse brincando pois ele próprio já tinha vindo duas vezes para Sodoma. Qual é nossa reputação entre nossos parentes e amigos? Entendemos que o juízo está para cair sobre este mundo? Será que nossa vida é um aviso para eles? Será que eles nos ouvirão?

Gn 19:16 Os anjos tiveram que pegar Ló, sua esposa e suas duas filhas pela mão e puxá-las para fora da cidade condenada.

Gn 19:26 O coração da mulher de Ló ainda continuava na cidade. Apesar do fato de terem sido instruídos a não olharem para trás (vers. 17) ela desobedece, e morre.

Gn 19:27 O Senhor fez chover enxofre e fogo e isso veio diretamente dEle. Quando o Senhor agir em juízo, será um dia horrível para este mundo. Leia Ap 19:11-15. Antes de terminarmos este capítulo, precisamos tirar uma mensagem dele. O pecado dessa cidade, homossexualismo, hoje é tratado como uma escolha de cada um… um estilo de vida. Mas segundo a Palavra de Deus é pecado, que trouxe morte a toda uma cidade.

Gn 19:30-38 A bebedice e os Atos degradantes andam juntos; as pessoas até riem quando vêem alguém sob a influência da bebida. Que história vergonhosa. Mas Deus não esconde coisa alguma. Abraão é sempre lembrado – Ló sai de cena.

#020

“MISTÉRIO”… significa aquilo que seria conhecido apenas pela revelação de Deus… àqueles ensinados por Ele, fica claramente conhecido.

GÊNESIS 20

Gn 20:1-5 Abraão repete um velho pecado. Na certa foi uma atitude baixa da parte de Abraão tentar se proteger com o risco de perder a própria esposa.

Gn 20:6-16 Deus graciosamente veio e salvou a situação. Com que frequência o Senhor nos salva de nós mesmos! Mas não tentemos o Senhor! (Veja Rom 6:1).

Gn 20:14-15 Quão melhor foi a atitude de Abimeleque! Com frequência os incrédulos sabem melhor do que os crentes como um Cristão deveria agir.

Gn 20:17 Abraão, restaurado em sua alma para com Deus, imediatamente ora, e Deus ouve sua oração! Que graça! Será que experimentamos isso? Experimentaremos se tão somente colocarmos em prática em nossa vida o que já conhecemos acerca do Senhor e de Sua Palavra.

#021

O efeito do verdadeiro ministério é colocar a alma em contato direto com Deus.

GÊNESIS 21

Gn 21:4 Deus havia prometido um filho a Abraão cerca de 15 anos antes de Isaque nascer, quando Abraão e Sara tinham cerca de 100 anos de idade! Isaque era herdeiro de tudo o que Abraão tinha e havia sido prometido por Deus. Gálatas 4:1-9 nos diz que nós que recebemos o Senhor Jesus como nosso Salvador somos herdeiros. Repare que somos “herdeiros de Deus”.

Gn 21:9-11 Abraão não podia esperar que Deus desse a ele e Sara um filho, por isso casou-se com a serva egípcia de Sara cujo nome era Hagar. Ora, esse filho não poderia compartilhar com Isaque de todos os privilégios de ser herdeiro de Abraão. Sara age de modo mau e despede sua serva Hagar e seu filho Ismael.

Gn 21:12 Deus estava permitindo isto, pois Ele tinha uma lição para nos ensinar. Antes de tentarmos aprender o que significa toda essa história, é maravilhoso vermos que Deus cuidou da mulher e de seu filho (vers. 15-21). Deus é misericordioso. Eis o significado da história. Leia Gálatas 4:22-31. A questão é, “está o crente sob a lei?”. O filho da escrava (Hagar) é uma figura daqueles que estão sob a lei. O versículo 24 de Gálatas 4 traz a palavra “alegoria”, isto significa uma história, uma parábola, um tipo. Aquilo que realmente aconteceu, e então aquilo de que é figura. Portanto Hagar e Ismael são uma figura da lei. Sara e Isaque são uma figura da graça (ou promessa). Nós crentes não somos salvos por guardarmos a lei, mas por graça (Ef 2:8, Gl 5:4 e Rm 5:14).

Gn 21:22-23 Abimeleque, um gentio, vê que Deus está com Abraão, e o procura e quer fazer um acordo com ele. Ele busca Abraão em busca de proteção. Talvez você ache esta parte difícil de entender. Trata-se de um vislumbre do futuro – uma figura do milênio – Ap 22:2, última parte.

#022

Deus abençoa pela revelação de Seu amor.

GÊNESIS 22

Gn 22:1-14 Abraão recebeu muitas promessas de Deus e houve muito encorajamento para ele. Agora vem a grande prova de sua vida. Estará ele desejoso de crer em Deus? Depois que tiver lido estes 14 versículos, vá até Hebreus 11:17-19. Tome um minuto do seu tempo para ler também os versículos 8-12. Deus foi satisfeito. Crer em Deus é a maior honra que podemos dar a Ele. Na perspectiva de Gênesis desta história, lemos o que Abraão fez; em Hebreus 11 lemos por que ele fez.

Gn 22:2 A primeira menção do amor na Bíblia. Aqui é o amor do pai por seu filho – uma bela figura do amor de Deus por Seu Filho. Quase que as mesmas duas palavras são repetidas nos versículos 2, 3, 6, 7, 8 e 13. Repare na frase que é repetida nos versículos 6 e 8. Você consegue ver nessa história o quanto ela se assemelha a Deus Pai indo com Seu Filho até a cruz? O Senhor Jesus Se entregou como um sacrifício perfeito a Deus. Hb 9:26, 10:12. Esta história é uma fraca figura do sacrifício perfeito na cruz do Calvário. Nosso bendito Salvador foi até o fim. Nenhum substituto foi encontrado para Ele. A pergunta feita no versículo 7 não fica totalmente respondida até chegarmos ao Evangelho de João, capítulo 1, versículos 29 e 36.

Gn 22:15-19 As grandes e gloriosas bênçãos prometidas a Abraão por causa de sua obediência. Algo maravilhoso aqui. Isaque não é visto do versículo 12 em diante. Ele desaparece. Sendo um tipo de Cristo na cruz, sabemos que o mundo nunca mais viu o Senhor Jesus após Ele ter sido tirado da cruz. Nenhum incrédulo O viu após a Sua ressurreição. A próxima vez em que O veremos será quando descer para nós, Sua noiva. Leia agora os versículos 20 ao 23. A primeira mulher a nascer e receber um nome que é mencionada na Bíblia. Quem é essa que está escondida nestes versículos? A futura noiva de Isaque! Não lemos a respeito dela por cerca de 20 anos até ela ir se encontrar com Isaque!

#023

Existe algo no Deus bendito que jamais podemos medir… Jesus é a Medida.

GÊNESIS 23

Gn 23:2 A primeira vez que o choro é mencionado nas escrituras. Jesus chorou na morte de uma pessoa. A morte e o choro são companheiros, Ap 21:4.

Gn 23:3-20 Este longo relato detalhado certamente nos mostra a alta estima em que Abraão era tido por seus vizinhos. Como é bom termos nossos vizinhos pensando bem de nós! NÃO que devamos tentar ser populares para com eles, pois um crente fiel no Senhor Jesus jamais será popular para com o mundo (Jo 15:18,19 e 1 Jo 3:13). Você verá o quão próximos eram Abraão e Sara, se abrir em Hb 11:11-13 e 1 Pd 3:5,6. Abra em Hb 11:3-14 para ver que dentro do coração de Abraão ele possuía algo que estava além das lágrimas e da sepultura. A morte é para o crente uma combinação de lágrimas e esperança. Veja 1Ts 4:13-18.

#024

Ressurreição… o glorioso intérprete dos caminhos e propósitos de Deus, e o pleno e eterno testemunho do Seu amor e poder.

GÊNESIS 24

Não lemos muito do caráter de Isaque. Abraão era ativo e agressivo, Isaque parece quieto e retraído. Existe um lampejo de seu caráter nos versículos 62 e 63. Neste servo que busca por uma noiva para o filho de seu senhor, temos uma linda figura da obra do Espírito Santo no mundo hoje. Ele está buscando uma noiva para Cristo, o Isaque celestial. A família pergunta à moça Rebeca se ela tem o desejo de ir com o homem (vers. 58). Repare na resposta clara que ela dá. Você está desejoso de seguir o Espírito Santo? Ele só pode guiar você a um centro na terra enquanto você viaja para encontrar seu “Isaque”. Este Centro é Cristo. O Espírito de Deus não pode separar os crentes, isto é a obra de Satanás. Estamos nós desejosos de sermos guiados pelo Espírito de Deus, ou será que achamos que temos o direito de escolher? Estar reunido somente para o nome do Senhor Jesus Cristo é a obra do Espírito de Deus hoje. Segui-Lo sem hesitar é ser levado a um lugar de paz e gozo só conhecido quando agimos fazendo assim.

Gn 24:62-67 Quando estávamos lendo no final do capítulo 22, mencionamos o nascimento de Rebeca. Agora a vemos aqui quase a encontrar seu futuro marido. Ligue as duas partes. Nós somos a noiva. Estamos a ponto de encontrar nosso amado Senhor Jesus! Aqui lemos de “amor” pela segunda vez. Amor de Cristo por Sua noiva. Você se lembra da menção anterior? O homem que está acompanhando Rebeca é uma figura do Espírito Santo. Pare um minuto para ler como a Bíblia termina. Ap 22:17. Percebe a ligação?

#025

Você já ouviu falar do segredo de Deus? (Jó 15:8). É múltiplice em eficácia (Jó 11:6). Está com aqueles que O temem (Pv 25:14). Está com o sincero (Pv 3:32).

GÊNESIS 25

Gn 25:1-11 Tente ligar estes quatro capítulos em seus significados. Capítulo 22… a cruz de nosso Senhor Jesus Cristo. Capítulo 23… a morte de Sara… uma figura de Israel colocado de lado. Quando os Judeus crucificaram o Senhor e rejeitaram o evangelho foram colocados de lado. Capítulo 24… a época atual quando o Espírito de Deus está guiando a noiva (todos os crentes) a Cristo. Capítulo 25… Abraão se casa outra vez. Após a igreja (os crentes) ser levada para a glória (céu), Deus irá então tratar com Israel outra vez… o milênio terá muitas outras nações abençoadas com Israel. Quetura tem um filho, Midiã.

Gn 25:12-18 Primeiramente, as gerações de Ismael (filho de Abraão).

Gn 25:19-28 Em segundo lugar, a família de Isaque. Primeiro aquilo que é natural (Ismael), então o que é espiritual (Isaque). (1 Co 15:46).

Gn 25:29-34 Leia Hb 12:14-17. Nos dias do Antigo Testamento, o primogênito sempre devia receber as bênçãos especiais e a herança do pai. Aqui vemos Esaú desprezando a bênção. Ele não fazia idéia do que estava perdendo. Não deu nenhum valor a Deus. Há muitos hoje que vivem apenas para o presente. As bênçãos que poderia ser deles, consideram como nada.

#026

O grande segredo do crescimento é o olhar para cima, para o Senhor, como Aquele que é gracioso.

GÊNESIS 26

Isaque foi o que mais tempo viveu destas quatro gerações (de Abraão aos filhos de Jacó). Veja sua idade no capítulo 35:28. Não lemos de nenhum ato importante em sua vida. Ele era o filho comum de um pai famoso, Abraão, e o pai comum de um filho famoso, Jacó.

Gn 26:1-6 Deus com freqüência precisava dizer a Abraão e Isaque que ficassem na terra à qual Deus os havia enviado. Mas eles tinham uma atração pelo Egito (12:10, 26:1-2). Lembre-se de que o Egito nas escrituras é uma figura deste mundo em que vivemos – ele nos atrai se deixarmos que o faça.

Gn 26:7-16 Assim como seu pai, Isaque diz uma mentira sobre sua esposa, e quase traz um grande pecado (vers. 10) sobre todos eles. Abimeleque é um homem sincero, e tem a coragem de falar firme a Isaque sobre o erro que este havia cometido.

Gn 26:17-25 Isaque reabre os poços que haviam sido entupidos. Ele os chama por seus antigos nomes. Em nossos dias há muitas coisas recebendo novos nomes. É sempre bom para o crente voltar ao princípio, aos dias dos apóstolos, da doutrina dos apóstolos e da comunhão dos apóstolos (At 2:42).

Gn 26:23-24 Assim que Isaque volta a Berseba, veja o que acontece “naquela mesma noite”. É só quando voltamos ao caminho certo que desfrutamos de comunhão com Deus.

Gn 26:25 Não pensemos que podemos viver da maneira que escolhermos e ainda assim sermos guiados por Deus. Leia estes versículos cuidadosamente. É só na restauração que vemos o Senhor Se aproximando de Isaque. Quatro belos símbolos aqui: (1) o altar, (2) oração, (3) a tenda e (4) o poço. O primeiro é uma figura da adoração ou comunhão com Deus – Jo 4:23. O Segundo é uma expressão da dependência em Deus – Sl 62:1,2. O terceiro é uma figura do testemunho ou de uma testemunha, para aqueles ao redor, de que estamos apenas de passagem – Jo 17:16. E o quarto, uma fonte de refrigério, assim como o Espírito Santo em nós – Jo 7:38,39. Quando estava em Gerar, Isaque não tinha nem gozo, nem paz ou influência.

#027

Quando tiramos nossos olhos de Cristo… perdemos a chave para todas as coisas.

GÊNESIS 27

Ao nos lembrarmos de que Esaú foi rejeitado, primeiro por ter rejeitado a bênção, não devemos pensar que Jacó tenha sido escolhido por haver qualquer dignidade nele. Pois ele não tinha nenhuma. Será que isto não nos faz entender o quanto Jacó devia a Deus? Era tudo por graça apenas. Que grupo de pessoas falhas vemos neste capítulo.

Isaque podia estar fingindo que ia morrer, já que viveu mais 40 anos. Seu apetite o colocou em dificuldades. Certamente aqueles não eram pensamentos que deviam ocupar a mente de um homem piedoso (vers. 4). As ações de Rebeca são indesculpáveis. Um problema leva a outro. Jacó engana. (Agora leia 1 Co 10:11,12). Que capítulo de obstinação, desejos carnais, engano e mentira. “Mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça” (Rm 5:20).

#028

Um bom estado de espírito traduz-se no desfrutar de Cristo.

GÊNESIS 28

Gn 28:1-5 Deus tinha um plano para a vida de Jacó. Se você pertence ao Senhor Jesus Cristo, Deus tem um plano para a sua vida. Mas nossa responsabilidade é querermos nos sujeitar. É só pela obediência à Palavra de Deus que pode haver gozo e paz no andar nesta vida. Deus será honrado e você será abençoado. Estas duas coisas sempre andam juntas.

Gn 28:10-15 Deus começa a ensinar a Jacó algumas lições. Esta jornada é a escola de Jacó. Ele tem muito para aprender. O sol está se pondo em sua velha vida – vers. 11. Isto é com freqüência algo doloroso para nossa vida natural (a velha natureza), mas necessário.

Gn 28:15 Preciosas promessas a um homem falho. Leia as promessas para os crentes em 2 Pd 1:34 e Ef 1:3.

Gn 28:16,17 Jacó é colocado face a face com Deus – ele chama aquele lugar da própria porta dos céus.

Gn 28:19 Betel significa “casa de Deus”. Jacó disse “Na verdade o Senhor está neste lugar”.

Gn 28:20 Leia 31:13. Quando temos a certeza em nosso coração da presença do Senhor coletivamente conosco, então diremos o mesmo que Jacó disse.

#029

Onde quer que o Espírito de Deus nos revele verdade, trata-se da revelação de Cristo para a alma.

GÊNESIS 29

Deus é um Professor fiel. Ele ensina Jacó, Ele deixa que Jacó colha a vergonha e a tristeza de um caminho de obstinação. Jacó havia enganado seu pai anos antes, e agora ele é enganado. Até nos mínimos detalhes mostrados neste capítulo, vemos a mão de Deus. Para Deus não existem coisas grandes ou pequenas. Todas são iguais. Ele Se interessa por cada detalhe de nossa vida. Dois mercadores – qual consegue passar a perna no outro? Estes não são os caminhos de Deus, mas do homem.

Gn 29:31-35 Sem o saber, estas esposas deram nomes que tinham um significado muito grande. Quando chegarmos ao capítulo 49 vamos aprender que toda a história de Israel está delineada em seus nomes. Que Senhor maravilhoso temos – Rm 11:36. Jacó ficou aqui cerca de 20 anos, e aprendeu muitas lições na escola de Deus. O crente hoje está na escola de Deus por toda a vida. Será que queremos aprender? Seremos abençoados, se quisermos – Leia Jo 7:17.

#030

O Senhor Jesus, havendo sido rejeitado pelo mundo, está agora escondido nos céus… de modo que os caminhos de Deus estão agora escondidos do mundo.

GÊNESIS 30

Tristes acontecimentos. O fato de Jacó ter duas esposas trouxe muita luta para dentro do lar. O atrito e ciúme das esposas passou para os filhos. Veremos isso nos dias que se seguirão, à medida que formos lendo o livro.

Gn 30:25-26 Quando José nasce, Jacó tem o desejo de voltar para o “meu lugar, e à minha terra”. É bom ver que ele chama aquela terra de sua. Pois embora Deus a tivesse apenas prometido a ele, ele creu em Deus e já a considerava sua.

Gn 30:27 Seu primo Labão não está feliz com a idéia. Parentes e amigos que não sejam salvos não gostam que nos separemos deles.

Gn 30:28-43 Um estratagema após outro. Podemos não nos surpreender com a malandragem de Labão, pois ele era um idólatra. Mas de Jacó esperávamos coisas melhores que essas. Jacó foi um homem que se encontrou com Deus em Betel, que viu anjos, e que fez um acordo sério com Deus. Mas aqui vemos Jacó de volta aos truques e enganos mundanos. Quando um crente volta às maneiras mundanas, é muito, muito triste. Todavia, quão paciente e longânimo é Deus! Deus espera pacientemente até que seu teimoso “filho” esgote todas suas possibilidades. Deus, em Sua humilde graça, com freqüência chama a Si mesmo de “Deus de Jacó”. É este o Deus que precisamos conhecer cada vez mais.

#031

A revelação de Cristo tem tanto a ver com a formação de nosso caráter e afeições quanto tem a ver com a salvação de nossa alma.

GÊNESIS 31 vers. 1-24

Gn 31:1-24 Finalmente a caminho de sua própria terra! Após cerca de 20 anos de grandes eventos. Volte para 28:15 para ver a maravilhosa promessa que Deus lhe havia feito. Veja em hb 13:5 a promessa que Ele fez a você (se você for um crente).

Gn 31:3 Ao longo de todo o caminho, Suas promessas nunca falham. Você pode se lembrar de um ponto na vida de Isaque (pai de Jacó) quando somente depois de ele voltar para a terra da promessa é que lemos de um altar e oração (26:23-24). Por todos os 20 anos da ausência de Jacó da terra prometida, nunca lemos nem uma vez de Jacó construindo um altar para Deus, ou mesmo de orar a Ele! Não havia nada para diferenciá-lo de todas as pessoas ao seu redor. Será que somos assim? Embora Jacó pareça ter abandonado a Deus, Deus não o abandonou. Você tem estado em um caminho de obstinação? Tem andado longe de Deus? Escute, Ele está falando com você, “Torna-te… e Eu serei contigo” (vers. 3). Ele restaura nossa alma (Sl 23:3).

#032

Jesus na cruz foi meu substituto… Jesus, ressuscitado e exaltado, é minha aceitação.

GÊNESIS 31 vers. 25-55

Gn 31:25-27 Jacó não precisava ter agido tão abruptamente e partido sem o conhecimento de seu tio. Ele não se apoiou em Deus, nem confiou em seu companheiro.

Gn 31:26-42 Um triste modo de agir. Raquel havia roubado alguns dos deuses de seu pai! Precisam inventar uma mentira para evitar que seu pai os encontrem. Geralmente são necessárias mentiras para esconder obras más.

Gn 31:43-55 Nenhum deles confiou no outro. A aliança que fizeram e a coluna que ergueram é uma evidência de que um tinha medo de ser ferido pelo outro.

Gn 31:52 A preocupação deles. Não há muito amor fraternal (Que parte tem o crente com o incrédulo? 2 Co 6:14-18). Quando voltamos para os hábitos mundanos é importante que os confessemos e os abandonemos (Pv 28:14).

#033

A única descrição biográfica que Jesus deu de Si próprio foi, “Sou manso e humilde de coração” (Mt 11:29).

GÊNESIS 32

Gn 32:1-2 Outra prova do cuidado de Deus por Jacó. Deus envia um grupo de anjos ao encontro dele. Poderá ser de ajuda você abrir em algumas passagens sobre anjos. Sl 34:7, Dn 6:22, Hb 1:4 e 1 Pd 1:12. Nelas vemos que os anjos não são apenas servos de Deus (Hb 1:7) mas nos servem também. Eles estão ao nosso redor hoje (Hb 13:2). A palavra “Maanaim” significa dois arraiais ou dois exércitos. Um arraial era formado por suas esposas, filhos e por ele próprio. O outro era um guarda-costas formado por anjos! Será que estamos menos protegidos? não. Mas este arraial só é visto por nós pelo olhar da fé.

Gn 32:3-7 Ao invés de confiar na promessa de Deus, e nos anjos de Deus, Jacó faz seus próprios planos. Ele envia servos para dizerem a seu irmão Esaú o quão rico ele está. Mas Jacó fica mais apavorado quando escuta que Esaú está vindo com um exército de 400 homens!

Gn 32:8 Jacó divide sua família em dois grupos.

Gn 32:9-12 Quase como uma lembrança de última hora, ele ora a Deus!

Gn 32:13-23 Ele continua a armar estratagemas!

Gn 32:24-32 Um homem o encontra e luta com ele. Jacó persiste em lutar e em atracar-se ao anjo (na verdade o Senhor) até que lhe seja dada uma bênção. Sua coxa é tocada e pelo resto de sua vida ele andou mancando (vers. 31). Quando chegamos ao fim de nós mesmos e o Senhor nos toca de algum modo que nos faça sentir nossa fraqueza, então nunca mais “andamos” do mesmo modo. O nome de Jacó é mudado, e também seu caráter. O Senhor nos mudou? Ou será que continuamos a mesma pessoa obstinada, presunçosa, que costumávamos ser?

#034

Quem poderia prever que um Menino na manjedoura de Belém seria, ao mesmo tempo, o “Deus Poderoso”?

GÊNESIS 33

Depois de tudo isso, Jacó volta a seus velhos hábitos e truques. Deus transforma Esaú de um homem selvagem, vingativo, em alguém gentil. Às vezes tememos muito uma situação e não estamos fazendo o que Fp 4:6 nos diz.

Gn 33:17-20 Você irá reparar as quatro coisas que Jacó edifica quando volta à sua terra. Primeiro, uma casa (não um altar como em 26:25). Depois, cabanas (currais) para seu gado. À medida que vai entrando na terra, ele tem outros pensamentos. Em terceiro lugar, ele comprou um campo. E finalmente, ele constrói um altar – Deus por último! (veja os comentários em 26:25 sobre estas coisas).

#035

Estamos em comunhão com Cristo quando aquilo que é para a Sua glória é de grande importância para nós.

GÊNESIS 34

Antes de ler este capítulo, abra em Gl 6:7 e 8. O que a Palavra de Deus diz ali é o que acontece no capítulo de hoje. Após a promessa que ele recebeu em 28:22, Jacó deveria ter ido diretamente a Betel (ele finalmente chega lá, mas só após Deus mandar, 35:1). Mas o que ele viu da terra ao seu redor atraiu seus olhos e por isso ele não seguiu seu coração. Sua permanência no lugar errado fez com que este triste capítulo fosse escrito! Que lição há nisto para os que são pais. Temos cuidado com nossos filhos? Escolhemos os lugares só porque nos trazem vantagens? Morar perto daquela cidade foi algo arriscado, mas Jacó nunca pareceu se preocupar com isso!

Gn 34:30-31 Jacó fala asperamente com seus filhos depois que o dano está feito. Repare também o modo como respondem a seu pai. E até mesmo os motivos que Jacó deu a seus filhos para que não fizessem aquilo, estavam todos centralizados em sua reputação e em suas possessões!

#036

As glórias de Cristo iluminam cada página dos Evangelhos, do mesmo modo como iluminaram cada caminho que Ele trilhou aqui.

GÊNESIS 35

Às vezes a diferença entre a vida de um crente meio comprometido e totalmente comprometido é tão grande quanto o contraste entre a vida de um incrédulo e de um crente. Não nos esqueçamos disto. Isto porque muitos crentes pensam que não importa como você vive, contanto que esteja salvo.

Gn 35:1 Deus fala graciosamente uma vez mais. Jacó deve ter ficado humilhado ao ser lembrado, por Deus, do dia em que fugiu de seu irmão Esaú.

Gn 35:2 O que Deus estava fazendo a Jacó começava a afetá-lo. Sua consciência está começando a funcionar. “Tirai”, Ele diz. Nunca crescemos em nossas almas até que também “tiremos” as coisas com que talvez tenhamos vivido que não são agradáveis ao Senhor. Quando somos descuidados, nem mesmo percebemos que elas estão ali!

Gn 35:3 Boas palavras – “Subamos a Betel” (Lembre-se de que significa “casa de Deus”).

Gn 35:5-15 Imediatamente há uma diferença na influência que Jacó tem em seus vizinhos. Mais uma vez ele precisa ser lembrado de que seu nome foi mudado.

Gn 35:16-29 Agora Jacó é capaz de seguir adiante, e enfrentar um terrível acontecimento – a morte de sua amada esposa, Raquel.

Gn 35:27-29 Outra morte. Jacó está aprendendo que a morte do eu é a porta de entrada às bênçãos de Deus.

#037

O vitupério de Cristo está sempre ligado ao Seu Nome (At 9).

GÊNESIS 36

Vemos quão gentilmente Esaú agiu, e podemos pensar que tudo deve estar bem com um caráter assim. Comparado com a falta de amabilidade de Jacó, Esaú chega a brilhar – para nossos olhos naturais. Mas o que dizer de seu coração? Vemos Esaú fazendo um nome para si e para sua família. Ele estava ligado à terra, não tinha um coração para Betel (“casa de Deus”) e seu altar. Leia o que Deus fala de Esaú em Hb 12:16. A palavra “profano” é usada para descrever uma área fora do tabernáculo que era separada de qualquer propósito sagrado. Para Esaú, não havia lugar sagrado. Tudo estava ligado à carne e nada a Deus. Uma pessoa pode ter uma boa educação, viver uma vida muito respeitável, ser considerado um bom Cristão em sua comunidade, ser um grande sucesso nos negócios, e ainda assim não ter um pensamento sequer acerca de Cristo.

#038

Se eu tiver um coração para Cristo, vou me humilhar… foi o que Cristo fez!

GÊNESIS 37

A história de José é uma das melhores e mais doces histórias já contadas. Contamos 75 maneiras de como esta história ilustra alguma parte da vida do Senhor Jesus Cristo. Numa visão geral, podemos dizer que a história pode ser uma bela figura de Cristo como um Homem na terra. Ele é rejeitado por Seu próprio povo, (os Judeus) e desaparece (na cruz e vai para o céu). Por Sua morte e ressurreição Ele traz vida a muitos. Ao invés de dar detalhes do que a história possa significar, vamos simplesmente dar um versículo que fala de algo similar acerca do Senhor. Se você estiver interessado, poderá lê-los. (Veja se pode acrescentar mais, há muitos).

Gn 37:1-4 O afortunado menino é amado por seu pai (Jo 3:35 e Mt 3:17). Ele tem uma túnica de muitas cores (Hb 2:7).

Gn 37:5-11 Seus sonhos, logo no início de sua vida, falam de um dia de glória vindoura (Is 53:10-12 e Ap 4:9).

Gn 37:12-17 José andou cerca de 112 quilômetros para encontrar seus irmãos. Ele não parou até ter cumprido as ordens de seu pai (Jo 6:38).

Gn 37:18-22 Imediatamente eles planejam matá-lo (Mt 12:14 e Jo 5:18).

Gn 37:23-36 O ato é consumado. José se foi. Ao menos no que diz respeito a seus irmãos, se foi para sempre (Jo 15:24). Sua túnica é mergulhada no sangue de um animal morto e levada a seu pai. Este mundo pensa que, para Jesus, morrer na cruz foi o Seu fim. (Mt 27:62-66 e Jo 15:25).

#039

Quando Cristo Se torna minha sabedoria, então posso viver sem a minha própria sabedoria.

GÊNESIS 38

Muitas pessoas tentam imaginar por que Deus teria incluído este capítulo na bela história de José. Bem, é bom vermos que na lista dos ancestrais de nosso bendito Senhor, em Mt 1:1-3, este mesmo incidente é mencionado! Nosso Senhor nasceu da tribo de Judá. Isto apenas magnificou a graça de Deus. Nos mostra que toda a raça humana é má. Não há bem em nenhum de nós. O Senhor Jesus foi o único Homem perfeito que já viveu – Hb 7:14. Mas leia do poder transformador (para nós) da morte e ressurreição de Cristo (Hb 10:14).

#040

Na vida de Cristo, Deus Se aproximou do homem… na morte de Cristo, o homem pode aproximar-se de Deus.

GÊNESIS 39

Gn 39:1-6 José, em submissão, se adapta à vida de um escravo. Não lemos de qualquer reclamação (Lc 2:49-52).

Gn 39:2 Que belo parêntese e que segredo para entendermos! O Senhor estava com ele em sua prosperidade. (Veremos outra afirmação notável mais tarde neste capítulo).

Gn 39:7-20 Tentado, não apenas um dia, mas muitos (Hb 4:15). As circunstâncias favoráveis são a causa dos ataques sutis que Satanás às vezes traz sobre nós.

Gn 39:9 Todo pecado é contra Deus. Ele não disse “nós”, mas “eu”. Ele estava em uma posição muito mais responsável do que ela. Ela não conhecia o Senhor.

Gn 39:21-23 Que doce cumprimento do início do versículo 2. Aqui na adversidade, agora na prisão, existe esta bendita confiança de que “o Senhor estava com José”. (Na prosperidade, e na prisão).

Gn 39:23 O Senhor estava por detrás de todos os eventos. Nós também podemos descansar na promessa de Fp 1:6.

#041

Pela morte de Cristo recebemos um poder que nos capacita a resistir a Satanás e seus enganos.

GÊNESIS 40

As mais terríveis circunstâncias não fizeram com que José se comprometesse. Estes dias negros apenas precedem a aurora. Portanto não desistamos tampouco, o Senhor Jesus logo vem. José não sabia que aqueles eventos iriam ser os próprios meios de levá-lo à presença do grande rei Faraó. Os dois destinos, do copeiro e do padeiro, são similares aos dois ladrões que estavam pendurados em ambos os lados do Salvador. Um pereceu, e o outro foi para o paraíso com Cristo. Repare quão fácil foi para José dizer o significado dos sonhos. Por que? Porque Deus era tão real ao Seu servo sofredor (Jo 15:15).

Gn 40:14 Que pedido simples. Quão fácil de cumpri-lo. O Senhor Jesus nos fez um pedido (Lc 22:19).

Gn 40:23 Seria possível? Com que freqüência, no transcorrer da semana, nossos pensamentos estão associados a Cristo e a tudo o que Ele sofreu na cruz por nós? José esperou dois anos!

#042

Minha vida expressa o quanto sou semelhante a Cristo.

GÊNESIS 41 – Vers. 1-32

Gn 41:1 “Ao fim de dois anos inteiros”. Deus registrou exatamente o tempo que Seu pobre servo foi esquecido. Mas não esquecido por Deus.

Gn 41:1-7 Deus colocou os sonhos na cabeça de Faraó. Deus sempre tem um plano.

Gn 41:8 O rei procura os sábios, como em Mt 2:12. Mas Eles não tinham as respostas, pois não conheciam o Deus de José (1 Co 1:19-31).

Gn 41:9-13 A recordação tardia.

Gn 41:14 Precipitadamente, ele é tirado do calabouço. Isto era para José como o vértice de um “V”; e tão semelhante à morte e ressurreição de Cristo. José trocou de roupa, Cristo, em ressurreição recebeu um corpo glorificado (1 Co 15:20-23).

#043

Em Sua morte, o Senhor Jesus, como Filho do Homem, glorificou a DEUS… durante toda a Sua vida Ele glorificou a Seu PAI.

GÊNESIS 41 – Vers. 33-57

Gn 41:33 O homem a ser escolhido precisava ser prudente e sábio (Hb 7:26).

Gn 41:38-39 Faraó liga a vida de José a Deus. “Se Deus é por nós, quem será contra nós?” (Rm 8:31).

Gn 41:41 Exaltado sobre toda a terra do Egito! (Fp 2:9).

Gn 41:45 José recebeu um novo nome (Fp 2:9) e uma esposa gentia (Ef 5:25-27 e At 15:14).

Gn 41:47 Anos de abundância. O mundo está passando por seus anos de abundância – a fome vem depois. Mas José armazenou para o futuro.

Gn 41:53-57 Chega a fome. Faraó diz, “Ide a José” (Jo 14:6). O humilhado José se torna o exaltado José! Da cova para o palácio! O humilhado Jesus se torna o Centro da glória (Fp 2:5-11).

#044

Aquele que criou os céus e a terra, pediu um gole d’água.

GÊNESIS 42

Passaram-se mais de 18 anos desde José ter sido vendido. Mas Deus tem em mente um grande propósito. Quão pouco imaginavam os irmãos que aquele de quem tinham tanto ciúmes, e a quem venderam para escravidão, seria aquele a quem teriam que suplicar por pão! Quão pouco este mundo imagina que cada joelho irá se dobrar a Jesus (Fp 2:10).

Gn 42:6 Conte o número de vezes que eles se curvaram diante de José.

Gn 42:7 Ele os reconheceu (Jo 16:16).

Gn 42:8-11 É só quando os irmãos reconhecem sua iniqüidade que ele pode revelar o grande segredo de quem ele era.

Gn 42:12-20 As dificuldades aumentam, de modo que o exercício em seus corações se torna mais profundo.

Gn 42:21 Eles não podiam esquecer o momento, anos antes, quando viram sua expressão, quando o venderam como escravo (Mt 27:36). (No caso do Senhor Jesus não houve piedade.) Gn 42:22 Seu sangue será requerido (Mt 27:75).

Gn 42:25-28 Repare nas últimas nove palavras!

Gn 42:29-38 Parece que a história vai terminar aqui. Que tragédia se assim tivesse ocorrido! (1 Co 15:14,8,19).

Gn 42:36 Repare nas últimas seis palavras. Que contraste, podemos dizer! (Rm 8:28).

#045

A ressurreição de Cristo foi a segunda manhã na história da criação.

GÊNESIS 43

Gn 43:1 Deus estava permitindo que a fome ficasse pior. Mas Ele percebeu o quanto o povo a sentia. Há várias palavras comoventes ditas neste capítulo… As palavras de Jacó nos versículos 6,7,11-14. De José em 16,27,29. Do mordomo em 23. Os irmãos tomados pela culpa nem imaginavam que José conhecia suas consciências culpadas (veja 42:21-23). Eles pensavam dele como sendo um homem de dura cerviz (como eles próprios tinham sido muitos anos antes). Mas José não tinha nada para eles além de amor em seu coração. Quão pouco entendemos o amor do Senhor por nós, quando Ele permite que passemos por tristezas e dificuldades.

Gn 43:8-10 Volte e veja a parte que Judá teve quando se livraram de José. E veja o coração mudado. Ele está pronto a oferecer sua vida por seu irmão Benjamim.

Gn 43:11,15,25-26 Jacó ainda acha que os presentes irão ajudar. Pense no quão pouco isso iria significar para José. Ele estava interessado em seus corações. (Repare no contraste daquilo que José enviou como presente – 45:20-23).

Gn 43:30-31 Você consegue ler isto sem se comover? Que coração amoroso. Ele não guardava nenhum rancor por eles, e todavia ele não poderia deixar que vissem seu próprio coração. É só quando eles tivessem aprendido o quão mau era o coração deles que poderiam entender seu coração de amor.

#046

A Sabedoria transforma o conhecimento em discernimento; e a Sabedoria é nosso Senhor Jesus Cristo.

GÊNESIS 44

Gn 44:1-13 Que grupo de homens em dificuldades! Mas um coração quebrantado diante de Deus é prelúdio de bênção para o crente. Lembre-se de que as escrituras só têm um significado, mas muitas aplicações. A interpretação primeira de toda esta história é uma figura de Israel, não da igreja. (A igreja está representada por Azenate, 41:50 – a esposa gentia de José). A experiência dos irmãos é um tipo de Israel na tribulação. Eles irão então, como uma nação, passar por um tempo de terrível tribulação por aquilo que fizeram a seu Messias (At 2:36). Então, quando estiverem completamente quebrantados, o Senhor Jesus voltará para eles, e reinará como rei sobre a terra (Rm 11:26). Nós, igreja, somos Sua noiva (Ef 5:25) e reinaremos com Ele sobre a terra.

Gn 44:16 Agora vem a confissão final. Deus descobriu a iniqüidade deles! Deveras? Na verdade, o que eles queriam dizer era: agora descobrimos que Deus sabe.

Gn 44:18-34 Que palavras ternas! Vêm do coração de um homem verdadeiramente quebrantado.

#047

Tudo em CRISTO… nada sem ELE.

GÊNESIS 45

Agora as comportas de amor se abrem e José se dá a conhecer a seus irmãos (Zc 14:4 e 13:6).

Gn 45:3-4 Repare na afirmação que é repetida (Todos os redimidos irão sempre se lembrar de que fomos nós que colocamos o Senhor Jesus Cristo na cruz – Jo 1:29).

Gn 45:5,7,8,9 José faz menção de Deus quatro vezes. Deus estava por detrás da terrível experiência de José ao ser vendido como um escravo, e estava preparando um caminho para que toda a família fosse preservada e abençoada.

Gn 45:9-15 Eles devem voltar rapidamente para os que ficaram em casa e contar a eles de José (Jo 17:18). Assim José lhes disse o que deviam falar (Mc 16:15). Eles deviam se apressar (2 Co 6:2). Tudo seria provido a eles (Rm 8:32).

Gn 45:20 Lhes foi dito que não se preocupassem com suas próprias coisas (Fp 4:6). Por meio do sofrimento, José havia recebido a coroa (Hb 1:3, 2:9-10, 9:28).

Gn 45:16-20 A alegria que Faraó e toda a sua casa sentiram quando ouviram as notícias da família de José nos falam da grande reputação que José devia ter.

Gn 45:25-28 José havia dito a eles que falassem a seu pai de toda a sua glória no Egito (vers. 13) mas repare que no vers. 26 qual a primeira coisa que dizem a seu pai! O grande tema do Cristianismo é que Jesus vive (Ap 1:18).

Jacó havia acreditado nas mentiras que seus filhos antes lhe haviam contado (37:32). Agora quando a verdade é dita, ele não acredita. Muitas pessoas acreditam alegremente em todas as mentiras que ouvem acerca de Deus. Mas não crêem na verdade. Virá o dia quando Deus fará com que creiam na mentira (2Ts 2:10-12).

#048

Se meu coração estiver cheio de Cristo, as coisas que são contrárias a Ele não me atraem.

GÊNESIS 46

Gn 46:1 Jacó adorou a Deus antes de sair da terra.

Gn 46:2 Deus responde, e lhe assegura que sua família se tornaria uma grande nação! E Ele lhe assegura de Sua presença. Mas o melhor de tudo, Ele lhe assegura que Ele o fará subir outra vez (Jo 13:3).

Gn 46:5-26 A grande família de 66 almas viaja para o Egito. Não falta ninguém. Seriam eles todos homens bons, honestos, corretos? Dificilmente, mas formavam um povo humilhado. E é o que conta para Deus.

Gn 46:28 Isto é interessante. Judá outra vez; (Zc 10:6), ele é escolhido para ir na frente e encontrar José. A tribo de Judá está hoje de volta à terra de Israel. Seus membros serão os primeiros a dar as boas vindas ao Senhor Jesus quando Ele voltar para reinar sobre a terra.

Gn 46:29 O próprio José vai encontrá-los em uma carruagem (Is 66:15).

Gn 46:30 Lemos das mãos de José, de suas lágrimas, de sua face, de seu sangue e de suas palavras. Se você quiser ter alguns doces pensamentos e meditações, pense nestas mesmas cinco coisas do Senhor Jesus.

#049

Não é a santidade o caminho para Cristo, mas Cristo o caminho para a santidade.

GÊNESIS 47

Gn 47:1-12 A família de José é assentada na melhor parte da terra do Egito (vers. 6 e 11).

Gn 47:13-26 José está no total controle do Egito. Quanto deviam amar José. Esta parte da história é uma figura do futuro, do reino de 1000 anos do Senhor Jesus. A terra prosperará e ficará em paz. Vale a pena ler Sl 72:1-9 e Is 11:4-9 (sobre o milênio).

Gn 47:27-31 Os últimos dias de Jacó (ou Israel). Mas apesar do belo lugar que recebera, apesar da grande coisa que era ter seu filho governador de todo o país, Jacó agora volta seus pensamentos para a terra da promessa! Seu lugar de descanso não seria o Egito, mas Israel.

#050

A Palavra revela Cristo como Aquele que fez toda a obra e merece toda a glória.

GÊNESIS 48

As 12 tribos de Israel eram as famílias dos 12 filhos de Jacó. Mas não havia uma tribo de José! Todavia algo melhor aconteceu. Os dois filhos de José foram elevados a esta honra. Naqueles dias o filho mais velho recebia o dobro dos outros (Dt 21:17). Mas José não era o filho mais velho! Abra em 1 Cr 5:1 e você verá que José recebeu a primogenitura e a razão disso! Assim ele recebeu porção dobrada. Leia também Ez 47:13. Adão foi como o primogênito, mas por haver pecado, perdeu a bênção. O Senhor Jesus (sendo como o segundo – 1 Co 15:47) recebeu a porção dobrada… a igreja, Sua esposa, composta de dois povos, Judeus crentes e Gentios crentes.

Gn 48:1-4 Uma bênção especial para José.

Gn 48:5-22 Os dois filhos de José. Jacó sabia melhor que José o que Deus queria. Mesmo sendo cego, Jacó podia enxergar melhor! Às vezes quando estamos mais cegos para as coisas deste mundo, enxergamos melhor as coisas de Deus (2 Co 4:18). O filho mais jovem é elevado acima de seu irmão mais velho. (Mais uma vez como Adão e Cristo).

Gn 48:15-16 Que final feliz para a longa vida de Jacó, e que bela coisa para se dizer do cuidado de Deus para com ele.

#051

Poucos livros de história mencionam que o Deus Criador em Pessoa veio a este mundo. O que seria de nós se Ele não tivesse vindo!

GÊNESIS 49

Ao morrer Jacó abençoa todos os seus filhos, e isto se revela como uma profecia do futuro da nação de Israel. Não podemos tratar de cada bênção dos irmãos individualmente. Vamos olhar para o mais importante – Judá (v. 8-12). Era na tribo de Judá que nasceria o amado Filho de Deus. Pare alguns minutos para ler algumas referências a esta bendita Pessoa nas escrituras do Antigo Testamento. Sl 60:7, Nm 24:17, Ez 21:27, Zc 6:12-13. E bem no começo da Palavra de Deus – Gn 3:15.

Gn 49:10 A parte final do versículo se refere a nós, Gentios. Somos nós os povos.

Gn 49:22-26 José é outra figura de Cristo em Sua majestade e glória.

Gn 49:27 Benjamim é uma figura de Cristo em poder, em um dia futuro quando Ele irá reinar em poder sobre esta terra, mas particularmente sobre Israel.

#052

A única maneira do mundo ver a Cristo é em Seu povo, enquanto andam em comunhão com Ele.

GÊNESIS 50

Gn 50:1 Que terno amor José demonstra para com seu pai.

Gn 50:2-13 Um dos grandes funerais das Escrituras. Jacó é sepultado ao lado de Abraão e Sara, Isaque e Rebeca e da primeira esposa de Jacó, Lia (49:31). Hoje ali, em Hebrom, seus corpos aguardam pela ressurreição quando nós, juntamente com eles, ouviremos a bendita voz do Senhor Jesus – 1Ts 4:16-17.

Gn 50:14-26 Quando Jacó morre, os irmãos de José ficam com medo que ele se vingue neles. Em outras palavras, pensavam em Jacó como sendo o protetor deles, mais do que José. Haviam desfrutado do amor, proteção e provisão de comida vinda de José por 17 anos e agora têm medo dele! Mas tudo isso é muito parecido conosco. O coração de cada crente logo fica com dúvidas acerca do imutável amor de Deus. Não há nada além de amor para nós. Toda a ira de Deus acerca de cada pecado que cometemos em toda a nossa vida foi descarregada sobre o Senhor Jesus. Simplesmente não sobrou nenhuma ira. Não sobrou nada além de amor! E cada ato dEle para conosco (mesmo as dificuldades) é um ato de amor – Hb 12:5-13.

Gn 50:22-26 Lindo final. A fé de José o leva muito além do caixão no Egito. Ela alcança um dia melhor. Um dia eterno. “Deus certamente vos visitará!” Assim ele dá ordens a respeito de seus ossos. Que estes também deveriam ser levados de volta à terra (e foram – veja Js 24:32, Ex 13:19, Hb 11:22).

Na última referência vemos o valor dado por Deus à fé de José. O Egito só podia dar um caixão. Este mundo é nosso Egito. Mas podemos agradecer a nosso bendito Senhor Jesus Cristo, pois por Ele podemos dizer, “Certamente vos visitará Deus”!

#053

Toda a vida de nosso bendito Senhor como Homem se resume nas palavras, “Ele Se Humilhou”. Ele começou Sua vida aqui em uma manjedoura e terminou na cruz, e ao longo do caminho não teve onde repousar Sua cabeça.

ROMANOS 1

Agora nos ocupamos de um livro do Novo Testamento que, em certos aspectos, equipara-se a Gênesis. Naquele livro tivemos a primeira criação – a criação física. Em Romanos lemos da nova criação – Cristianismo – a obra completa de Cristo. Romanos nos apresenta a verdade fundamental da posição de todo crente, assim como Gênesis nos apresenta a verdade fundamental da primeira criação. Gênesis nos fala das origens de nosso nascimento físico. Romanos nos apresenta a origem de nosso nascimento espiritual. O Senhor Jesus que é o Criador do primeiro, é o Consumador do segundo. Em Jo 3:6-7 ambos são apresentados juntos. Em Gênesis, um homem desobedeceu até a morte (Rm 5:19); em Romanos, um Homem obedeceu até a morte (o mesmo versículo). Na primeira criação a desobediência a Deus é a própria natureza do homem caído; na segunda criação, a obediência é a própria natureza de uma pessoa redimida (1 Pd 1:2).

Rm 1:3 As boas novas de Deus (o evangelho) dizem respeito a Seu Filho, Jesus Cristo nosso Senhor.

Rm 1:5 Obediência vem de Cristo, O qual foi totalmente obediente a Deus Pai. Leia a primeira parte de Jo 8:29. Se não estivermos obedecendo a Palavra de Deus, não estamos vivendo a vida certa que Deus planejou para nós.

Rm 1:7 Todo crente é um santo, embora seja um santo infeliz se não estiver obedecendo a Palavra de Deus.

Rm 1:17-18 “Justiça” significa o modo como Deus torna um pecador perfeito aos olhos de Deus. A ira de Deus contra o pecado foi toda gasta na cruz para qualquer um que aceite a Cristo como Salvador. Com Deus não restou mais nada além de amor para com aqueles que crêem nEle! Quando um juiz absolve um homem, o torna legalmente justo, mas não transforma aquele homem em uma pessoa diferente. Quando Deus aceita um pecador Ele transforma aquela pessoa. Ele a justifica. Ele a coloca em uma posição completamente nova. Ele a vê sem pecado em si mesma. Ele a vê em Cristo.

Rm 1:18-32 Por outro lado, Deus está irado com todos aqueles que rejeitam a Sua justiça. Todas as pessoas do mundo são mencionadas. O pecado arruinou a todos.

Rm 1:19-20 Ninguém pode dizer que Deus não seja justo nisso tudo. Uma pessoa que nunca tenha escutado o evangelho não será responsabilizada por isso. Mas será tida por responsável por aquilo que Deus lhe tiver falado através da natureza. As pessoas são inescusáveis. Do versículo 19 ao 2:16 Deus está falando das terras pagãs (os Gentios).

#054

JESUS é uma VÍTIMA, perfeitamente capaz de nos purificar… Um SACERDOTE perfeitamente capaz de interceder por nós… um PROFETA perfeitamente capaz de nos instruir… um GUIA perfeitamente capaz de nos transportar seguros para a glória.

ROMANOS 2

Rm 2:1-16 Os Gentios cultos ou educados.

Rm 2:2 Deus julga em conformidade com a verdade. No vers. 6 de acordo com as obras (o que fizeram).

Rm 2:11 Sem favorecer uma pessoa em detrimento de outra. Vers. 16 – em conformidade com o evangelho que Paulo pregava. O capítulo todo mostra que quanto mais luz uma pessoa tem, maior o castigo se ela não aceitar o dom de Deus. As pessoas dizem “sim, mas e os pagãos?”. Este capítulo coloca as coisas nos seus devidos lugares. Devíamos dizer a uma pessoa assim, “mas e você?”

Rm 2:17-final Os Judeus – eles eram muito mais responsáveis porque Deus lhes havia dado a lei, a Sua palavra.

#055

Com freqüência levamos as coisas até as mãos do Senhor, mas não até o Seu coração que move Suas mãos.

ROMANOS 3

O assunto do pecado continua. Deus está provando que o pecado está em todos. Todos pecaram (vers. 23) seja Judeu ou Gentio – não há diferença (vers. 22).

Rm 3:10-18 Tirados de sete diferentes passagens do Antigo Testamento, estes versículos provam que toda a raça humana, em todas as épocas, se apresenta como culpada diante de um Deus santo. (Paulo deve ter lido cuidadosamente o Antigo Testamento).

Rm 3:21-final Um grande “MAS”, e Deus mostra aqui o grande contraste. Ele nos dá uma Pessoa – Seu Filho amado – para nos adquirir de volta – (nos redimir) para Ele.

Rm 3:9 Todos estão debaixo do pecado, mas o Senhor Jesus foi feito pecado por nós, 2 Co 5:21. Veja também 1 Pd 2:24. Que grande foi o preço para eliminar o pecado!

#056

Quanto mais perto eu estiver do coração de Cristo, maior calor terá o meu próprio coração… para com Ele… e para com os outros!

ROMANOS 4

Hoje uma outra palavra começa a ser usada com grande destaque, “fé”, que significa “crer, acreditar”. Mas sempre (no Novo Testamento) relacionada a Deus, ou Cristo ou a coisas espirituais. Os pecadores só podem ser limpos de seus pecados pela fé. Nunca por obras.

Rm 4:1 Abraão é apresentado como o maior exemplo de fé. Ele creu em Deus.

Rm 4:2-8 A fé em Deus é algo totalmente diferente do fazer boas obras. Estas jamais podem salvar uma pessoa.

Rm 4:9-22 Abraão recebeu, de Deus, promessas de bênção antes que houvesse uma nação Judaica (portanto estas promessas não dependem da lei, mas da fé – de crer em Deus.

Rm 4:23-25 O mesmo se refere a nós. Somente a fé (crer) na obra de de Cristo salva nossa alma.

#057

Se eu estiver procurando por gozo, nunca vou encontrá-lo, mas se estou desejoso de conhecer melhor a Cristo, encontrarei gozo, paz e contentamento.

ROMANOS 5

Rm 5:1-2 “Portanto” – que linda palavra! Que paz invade nosso coração. Através de Cristo, nós, pecadores perdoados, somos elevados e introduzidos bem na glória de Deus.

Rm 5:1-11 Nunca diga a um pecador para fazer sua paz com Deus (ou “fazer as pazes”). A paz foi feita na cruz do Calvário (Cl 1:20). A paz se torna nossa pela fé.

Rm 5:10 Repare nos dois aspectos da Salvação que vem de Deus. Em um aspecto (o passado), ela veio através da morte do Senhor Jesus. No outro aspecto (o presente) ela é por intermédio da vida do Senhor Jesus agora. Até o final do versículo 11 o assunto tem sido os “pecados” (e não o “pecado”). Mas a partir do versículo 12 é falado do “pecado”. O “pecado” é a natureza caída; os “pecados” são os Atos desta natureza. O “pecado” é a raiz; os “pecados” compõem o fruto.

Rm 5:12-21 Adão era uma figura da velha vida. Cristo é a nova vida. Cada um é cabeça de uma família. Todos nós nascemos uma vez dentro da família de Adão. Devemos nascer de novo na família de Cristo. “Pecado”, “transgressão”, “desobediência”, “condenação” e “morte” aparecem em contraste (em oposição) a “justiça”, “justificação” e “obediência”. Estamos todos em uma ou outra posição.

Rm 5:21 O pecado é como um rei. Como um senhor de escravos. Éramos escravos. O pecado é um poder fora de nós. É um inimigo. O mundo hoje, separado de Cristo, está sob o poder ou controle do pecado. Cristo teve que descer e vencer o pecado em seu próprio território (Rm 8:3). Se você está em Cristo (se é um crente nEle) você entrou nesta vitória, e está liberto desse terrível poder do pecado – (Rm 6:18; 7:24-25). Mas agora a “graça” é o rei. A graça reina! Todavia ainda não estamos livres da presença do pecado. Este assunto será tratado amanhã. O capítulo 5 nos fala do que temos por intermédio de Cristo. O capítulo 6 do que somos em Cristo.

#058

Sua santidade fez dEle um estranho em um mundo poluído; Sua graça O manteve sempre ativo neste mundo necessitado.

ROMANOS 6

Nesta vida, o pecado está sempre tentando voltar a controlar o crente. E agora vamos aprender como tratar dessa séria situação. É descrito como um conflito. Alguns poderiam dizer que se uma pessoa estivesse nesta maravilhosa posição de salvação, o pecado já não importaria, mas importa, como nos diz o versículo 12.

Rm 6:1 Ele repete aqui o que outros haviam dito tentando acusá-lo de erro (Rm 3:8). Portanto Paulo explica cuidadosamente este assunto tão importante.

Rm 6:1-14 O crente morreu com Cristo, e possui uma nova vida em Jesus Cristo. A Palavra de Deus diz que estas coisas são fatos consumados. O versículo 11 nos diz para acreditarmos nisto. Se a vida de um verdadeiro cristão não demonstra que ele crê nisto, ele pode não perder sua salvação, mas não irá desfrutar de crescimento em sua alma. Se ele crê no que Deus diz, então não irá alimentar aquela velha natureza.

Rm 6:15-23 Os crentes são servos de Deus. Um novo Mestre tomou o lugar do pecado. O pecado era um mestre na velha vida, e exigia uma vida vergonhosa. Será que você entende que nestes versículos se encontra o segredo do poder para se viver uma vida pura?

Rm 6:23 O pecado recebe salário – a morte. Mas a alternativa é um presente – a vida eterna – por meio de Jesus Cristo nosso Senhor. No capítulo 5 há duas cabeças de famílias (Adão e Cristo). No capítulo 6 há dois mestres e no capítulo 7 há dois maridos.

#059

Estou em Cristo nas alturas… Cristo está em mim aqui… é isto o que constitui o poder para minha vida.

ROMANOS 7 vers. 1-6

Rm 7:1-6 Paulo usa a figura de uma mulher casada com um homem. Se ele morresse, ela estava livre para se casar com outro. (O marido é uma figura da lei, a esposa é uma figura de uma pessoa). A lei só tem poder sobre o crente enquanto ele vive e a lei não pode morrer; então como pode esta união ser quebrada? O crente morre! Portanto a lei (o antigo marido) já não tem poder sobre aquele que está morto. Uma pessoa que aceita a Cristo como seu Salvador já morreu com Cristo (6:8). Mas Cristo ressuscitou de entre os mortos, nós crentes estamos agora unidos a Ele. Não podemos ter dois maridos ao mesmo tempo. Hoje vamos ler apenas estes 6 versículos. A maior parte dos crente nunca os entende. Existe muito ensino errado sobre o que eles significam. Não espere entender lendo rapidamente. Leia e releia, até você assimilá-los! O crente é o que morre!

#060

Não posso ter Cristo como o centro de minha vida se Ele não for o centro de meus pensamentos.

ROMANOS 7 vers. 7-25

Rm 7:7-25 Em Fp 3:6 Paulo havia dito que, naquilo que dizia respeito à lei, ele era irrepreensível. Aquilo foi antes de ele se tornar um homem salvo. Mas aqui, como um homem salvo, ele está pensando no pecado de um modo diferente. Ele descobriu que queria fazer o bem, mas não tinha o poder para fazê-lo. Ele descobriu que em sua velha vida (velha natureza) ele era completamente mau (vers. 18). Aqui Paulo tinha a idéia errada de que sua nova natureza poderia vencer a velha natureza e mantê-la subjugada.

Rm 7:24 Mas isso não era possível. Ele clama por auxílio. Ele entende que precisa de um poder que está fora de si mesmo. Somente Deus podia fazer isso por ele.

Rm 7:25 Mas há outro clamor. Desta vez vindo de seu coração. Desta vez um brado de alívio e triunfo, e ele sabe que foi ouvido. Ele agradece Àquele que veio em seu socorro, a Deus que lhe havia dado a vitória por meio de Jesus Cristo nosso Senhor. Nada é mais importante para nós como crentes do que aprender isto para nós mesmos. Não saia destes dois capítulos (6 e 7) até enxergar isto. A carne, por melhor e mais refinada que seja, irá nos arrastar para a derrota e para a rendição ao pecado. Mas quando nos rendemos a Cristo, Ele tem a vitória, e todo o crédito (a glória) vai para Ele.

#061

O Sacerdote, Cristo, vai a Deus por nós… e nós vamos ao Sacerdote.

ROMANOS 8, vers. 1-17

O capítulo 7 foi todo de fraqueza e derrota e todo acerca do “Eu, mim, ou meu” (mencionado 47 vezes na versão inglesa), enquanto Cristo foi mencionado duas vezes. O Espírito Santo nem chega a ser mencionado. Este capítulo está saturado do Espírito. O Espírito Santo é mencionado 18 vezes, Cristo 13 vezes e “eu, me ou meu” três vezes! (referências ao original em inglês). A lei não poderia libertar o homem do poder do pecado. Mas Deus fez isto enviando Seu Filho ao mundo para morrer na cruz. Pela morte de Jesus, Satanás, o pecado e a morte foram vencidos.

Rm 8:1-4 A base da obra do Espírito está na cruz de Cristo. E este deve ser nosso tema de louvor na eternidade. O Espírito de Deus quer que pensemos em Cristo cada vez mais.

Rm 8:5-13 O Espírito aparece em contraste com a carne. Aqueles que são do Senhor devem viver de modo diferente daqueles que não conhecem o Senhor. A carne luta contra nossa nova vida o tempo todo, mas a vida em Cristo nos leva a novos interesses e temos um objetivo na vida… agradar ao Senhor. A nova vida só quer fazer isto. A carne nunca compreende isto porque não compreende Deus.

Rm 8:14-17 O Espírito nos torna seguros de que somos filhos de Deus.

#062

Somos em Cristo uma herança de glória (Rm 8:17), a esperança da glória (Cl 1:27).

ROMANOS 8, Vers. 18-final

Rm 8:18-25 O Espírito nos assegura da glória vindoura. Se estivermos desfrutando deste fato, então os problemas presentes pelos quais passamos não nos incomodarão.

Rm 8:26-27 O Espírito Santo intercede (ora) por nós. Às vezes não sabemos como orar e apenas gememos. O Espírito Santo transforma esses gemidos em palavras diante de Deus!

Rm 8:28-30 O Espírito Santo executa o plano de Deus. Estes versículos se aplicam a todos os crentes. Pois todos os crentes amam a Deus. E Deus está gradualmente guiando todos os crentes em conformidade com Seus propósitos. Se entendemos que Seu amor para conosco nunca muda, estamos bem no caminho de entendermos estas outras coisas.

Rm 8:31-39 Que arrebatamento de adoração e ações de graças. Com este capítulo terminam os grandes ensinos sobre a salvação. Se você tiver tempo, valeria a pena ler estes oito capítulos junto com estes esboços. Estes capítulos são o fundamento do Cristianismo.

#063

Se não conheço a Cristo, de nada importa conhecer todas as outras coisas… mas se conheço a Cristo, de nada importa se eu não conhecer todas as outras coisas.

ROMANOS 9

Deus fala agora dos Judeus. Israel era originalmente para ter sido o grupo missionário aos Gentios (Is 42:6). E quando o há muito prometido Messias (Jesus) veio, Israel O crucificou! Paulo divide este assunto todo em três partes. Capítulo 9 – primeira parte. Israel foi escolhido no passado para ser ricamente abençoado. Não foi por serem bons que foram escolhidos. Eles falharam totalmente – mataram Aquele que veio ao mundo para abençoá-los! Capítulo 10 – Israel no presente. A nação é deixada de lado. Capítulo 11 – no futuro (após a igreja ter sido levada para o céu), Deus irá voltar a reunir Israel. Assim o passado, presente e futuro estão nos capítulos 9, 10 e 11.

Rm 9:1-5 Paulo está com o coração partido porque a maioria dos Judeus está fora do lugar de bênção. Eles rejeitaram o Salvador, e não aceitam que alguém O siga. Repare nestes versículos como Paulo fala à semelhança do Senhor… ele andava tão perto do Senhor!

Rm 9:6-13 No princípio da história de Israel, Deus escolheu um ramo de uma família para Seus propósitos especiais. O comportamento daquela pessoa não tinha nada a ver com o fato de ter sido escolhida. Os Judeus estavam argumentando que Deus tinha o dever de abençoá-los (Lc 3:8, Jo 8:33,39). Deste modo ele aponta para o fato de que apenas uma pessoa havia sido escolhida em uma família (vers. 7). Deus não esperou para ver como Jacó seria antes de escolhê-lo (Gn 25:23, Ml 1:2).

Rm 9:14-29 Ninguém pode dizer a Deus o que fazer. Paulo diz que Deus não pode ser chamado de injusto. Ele dá 3 razões.

Rm 9:15-18 As Escrituras mostram que Deus é livre para fazer o que quiser.

Rm 9:19-24 Seria o mesmo que se considerar igual a Deus, ao invés de uma de Suas criaturas.

Rm 9:25-29 As próprias passagens do Antigo Testamento provam que Deus iria ter um pequeno remanescente (grupo) de Judeus crentes e que Seu amor e graça alcançariam os Gentios.

Rm 9:30-33 Era conhecido das passagens do Antigo Testamento o fato de que Israel falharia miseravelmente e seria deixado de lado por Deus. Deus pode fazer o que quiser e se Ele os colocou de lado e introduziu os gentios na bênção, Ele jamais os abandonará. (Veremos isto no capítulo 11). Os Gentios que crerem serão salvos. Os Judeus tentaram ganhar suas bênçãos através de suas próprias obras e perderam tudo. A própria Rocha em que tropeçaram era Aquele, o Único, que poderia tê-los salvo. Aquela Rocha era o Senhor Jesus Cristo.

#064

O crente entende que o bendito Filho de Deus tornou-Se um homem para poder ser julgado, sofrer e morrer pelo que crê.

ROMANOS 10

Paulo havia sido um Fariseu, e conhecia tudo a respeito da lei. Todavia, assim que foi salvo e passou a ser habitado pelo Espírito Santo (simultâneo – Ef 1:13), ele passou a conhecer a completa rejeição dos Judeus para com Deus. (1) Eles rejeitaram Jeová; (2) rejeitaram o Cristo de Deus, que veio como o Messias e (3) rejeitaram a Deus, o Espírito Santo (At 7).

Rm 10:1-4 Os Judeus tinham um zelo (energia para servir) por Deus, mas não da maneira correta. Eles queriam estabelecer sua própria justiça. E pense só em quanta gente hoje está tentando fazer o melhor que pode.

Rm 10:5-13 O evangelho é facilmente recebido e está aberto a todos.

Rm 10:6-7 Ninguém precisa pensar que seja necessário percorrer uma longa distância (para o céu) ou descer ao abismo para receber a Cristo. A salvação está perto, pronta para qualquer um.

Rm 10:8-13 Os lábios para falar, o coração para crer, isto é tudo o que é necessário de nossa parte.

Rm 10:14-21 Deus deu aos Judeus todas as oportunidades, e fez tudo o que era possível. Existem quatro elos em uma corrente entre Deus e eles… os apóstolos.. a pregação… o ouvir… e a fé (crer). Mas eles quebraram a corrente, eles não iriam crer.

#065

O primeiro homem foi expulso do paraíso por causa do pecado; mas agora um Homem veio do paraíso ao mundo, para pagar pelo pecado, e Ele vai nos levar com Ele para o paraíso para sempre.

ROMANOS 11

Paulo aqui olha para o futuro. Ele indaga se Deus parou de tratar com Israel de uma vez por todas. Não, eles serão abençoados no final! Após o Senhor levar a igreja (nós os crentes) para o céu, então Ele vai voltar a tratar com Israel.

Rm 11:1-5 Lembre-se de que Elias pensou que fosse o único em seus dias que permanecera fiel a Deus. E o Senhor precisou dizer a ele que 7.000 outros não tinham se curvado à adoração de ídolos. Deus sempre tem os Seus fiéis ou um remanescente.

Rm 11:6 A graça é o oposto das obras.

Rm 11:11-35 Através da rejeição do Messias, Deus deixou os Judeus e passou a oferecer Sua salvação a todo o mundo. Quando o Senhor Jesus voltar para nós, então Deus começará a trabalhar em alguns Judeus outra vez, e irá abrir seus olhos agora cegos.

Rm 11:12-16 Israel rejeitou o Salvador e através dessa rejeição muitas coisas boas chegaram aos Gentios. Quão grande e glorioso dia será aquele quando Israel voltar a Deus!

Rm 11:17-33 Israel foi o ramo natural de uma árvore. Por causa de sua incredulidade foi cortado, e outros ramos (os Gentios) foram enxertados. Mas aqui os novos ramos são avisados de que se não permanecerem fiéis serão cortados e então será fácil enxertar outra vez os ramos naturais. E é exatamente o que vai acontecer. Depois que nós crentes formos levados para o céu, os Judeus serão outra vez abençoados no milênio.

Rm 11:33 Paulo rompe em louvor a Deus por haver concebido um plano tão glorioso.

#066

Seremos tão semelhantes ao segundo Homem como temos sido semelhantes ao primeiro.

ROMANOS 12

Os últimos cinco capítulos carregam diferentes instruções para os crentes. Este capítulo diz ao crente como ele deve viver, trabalhar e amar. Para cada instrução na Bíblia em como viver, existe sempre uma doutrina clara quanto ao fundamento disto. O evangelho tem dois lados, o lado do crer e o lado do proceder. Todavia, ambos andam juntos, pois nosso proceder mostra o que cremos.

Rm 12:1 Uma vida devotada a Deus é a vida natural para cada crente.

Rm 12:2 Não devemos seguir o modo de falar, os hábitos ou os costumes do mundo, mas sermos transformados em um viver para Cristo, para então provarmos a boa, aceitável e perfeita vontade de Deus. Não devemos viver para agradar a nós mesmos, mas ao Senhor.

Rm 12:3-8 Nós crentes precisamos estar juntos em uma comunhão pois somos um “corpo”. Você está vivendo isto?

Rm 12:9-21 O amor é, para o crente, um amor genuíno. É um amor que aprende do amor de Deus em Cristo e dele obtém sua força. “O amor seja não fingido” o que significa sem engano ou dissimulação. Quão verdadeiro estão sendo estes versículos a nosso respeito?

#067

Não podemos receber a Deus em graça e salvação sem que haja uma resposta de gratidão e gozo em nosso espírito.

ROMANOS 13

Ontem lemos de como o crente se comporta para com outros crentes… hoje, para com os incrédulos.

Rm 13:1-7 Sempre que existe uma eleição, é o homem certo que sempre ganha, por esta razão o crente não vota. Parece difícil entender que não faz diferença sob qual governo nos encontramos, ou que tipo de leis possam ser feitas. Quer gostemos ou não, devemos obedecê-las. (Evidentemente não será o caso se elas forem contrárias à Palavra de Deus). Satanás é o deus deste mundo (2 Co 4:4), ainda que seja Deus Quem governe tudo. Estamos no mundo, mas não pertencemos a ele. Se você desobedecer o governo estará desobedecendo a Deus. Leia estes versículos outra vez… é Deus falando para você e para mim.

Rm 13:8-14 Há duas razões para a piedade. A primeira é o amor (8-10), a segunda é porque o Senhor logo virá (11-14). O dia do Senhor vem após o dia da tribulação. Está se aproximando.

#068

A NOVA NATUREZA é a capacidade… o ESPÍRITO SANTO é o poder… quando sou dependente e obediente.

ROMANOS 14

O modo como os crentes devem se comportar para com todos, mas tendo sempre o Senhor em mente. As opiniões pessoais são, com frequência, as razões do comportamento de uma pessoa, mas não é isto o que Deus está nos dizendo aqui.

Rm 14:13-23 As pessoas costumam olhar para aqueles que não agem do modo como elas pensam que eles deveriam agir. Os crentes não devem ser controlados pelo que pensam, mas pela Palavra de Deus. Devemos estar conscientes do efeito que exercemos sobre outros pelo modo como agimos; e o que é mais importante, que somos responsáveis para com o Senhor. Alguns que haviam sido Gentios antes de terem sido salvos podiam ter sido idólatras. As pessoas mais pobres podiam estar comprando no açougue carne que havia sido oferecida a ídolos. Surgiu a questão quanto a ser correto para um crente comer tal tipo de carne. Uma pessoa que tivesse acabado de conhecer ao Senhor Jesus como Salvador não saberia muito sobre o Senhor ou sobre as Escrituras. Um crente mais velho não deveria ofender a consciência do mais novo ao comer esse tipo de carne, mesmo que pudesse comê-la com boa consciência.

#069

A justificação é obra de Cristo; a santificação é obra do Espírito Santo.

ROMANOS 15

Rm 15:1-7 Paulo havia aprendido que a obediência não é para agradar a si mesmo. Esta é uma das coisas mais importantes para se entender. Paulo coloca o Homem perfeito diante de nós como um exemplo. Apenas um crente em Cristo tem o poder para viver a vida cristã em conformidade com a Bíblia. Lembre-se de que Paulo não estava apenas dizendo a eles como deveriam agir, mas estava lhes mostrando.

Rm 15:8-13 Os crentes que tinham sido Judeus podiam pensar que sabiam mais do que os crentes que tinham sido Gentios. E os crentes Gentios podiam estar pensando que os crentes Judeus estavam presos a uma porção de tradições, as quais vinham dos dias do Antigo Testamento. Paulo leva ambos a olharem para Cristo.

Rm 15:13 Que belas palavras para unir todos os crentes em um só desejo de agradar somente a Deus.

Rm 15:17-21 Paulo relembra seu trabalho missionário e não quer o crédito pelo trabalho missionário de outros. Mas aponta para a obra de Cristo feita por intermédio de si.

Rm 15:22-32 Paulo traça seus planos futuros. Este capítulo tem vários pontos muito belos. Aqui estão alguns deles. Deus é o Deus de paciência (vers. 5), o Deus de consolação (encorajamento, vers. 5), o Deus de paz (vers. 33). Então temos a glória de Deus, a verdade de Deus, o evangelho de Deus, o Espírito de Deus, e a vontade de Deus. Veja se você pode encontrar as cinco coisas. Se tiver tempo, procure por (A) referências ao Espírito Santo, (B) referências à esperança, (C) referências a Cristo, (D) referências a muitas coisas com as quais podemos ser preenchidos. Como membros do um só corpo, repare que devemos (1) auxiliar, (2) agradar, (3) receber, (4) admoestar (avisar outros), (5) ministrar (servir), e (6) orar uns pelos outros.

#070

O Espírito Santo é o poder que nos desliga de tudo o que é contrário a Deus… e nos leva àquilo que é invisível… a Cristo.

ROMANOS 16

Paulo amava a todos os irmãos e sabia o que muitos estavam fazendo. Ele era rico em amizades. E é por esta razão que se recorda de tantos, mesmo que só por nome (em poucos casos). Os homens e mulheres que igualmente muito o ajudaram. Sempre que coubesse algum louvor, Paulo nunca deixava de fazê-lo. Não seria também um belo modo de agirmos para com outros crentes?

Rm 16:17-18 Paulo não estava querendo ganhar popularidade bajulando a todos. Ele tem algumas palavras duras para aqueles que causavam divisões – criando denominações. Hoje muitos crentes são tolerantes para com aqueles que causam divisões e ofensas que são contrárias à doutrina que aprenderam. Repare no que deveria ser feito com pessoas assim.

Rm 16:25-27 Que belo final para esta poderosa Epístola. Possamos receber graça de Deus para vivermos em conformidade com estas palavras. Então andaremos no gozo da bênção desta expressão final de louvor a Deus.

#071

Não contamos agora com o privilégio de ter um apóstolo para guiar nossos pensamentos como acontecia no princípio da igreja… mas nos resta um recurso… o Espírito Santo que habita em nós.

ÊXODO 1

Agora passamos para o segundo passo… a saída.

Em Êxodo os filhos de Israel foram tirados do Egito por Deus; no livro de Atos (o livro mais ou menos correspondente do Novo Testamento) os filhos de Deus (crentes) são tirados da religião daqueles dias, o Judaísmo. “Êxodo” significa “saída”. Deus sempre leva para fora antes de levar para dentro. Um crente não pode cometer erro maior do que achar que pode entender os pensamentos de Deus com sua mente natural. Devemos colocar para fora de nossa vida, em primeiro lugar, as coisas que sabemos não agradar a Deus. Leia Is 1:16,17 três vezes. Portanto hoje começamos o Livro da “saída”.

Êx 1:1-6 Uma lista de todas as famílias a serem tiradas. Para o crente hoje, Deus conhece todos os que serão salvos. (At 15:16-18), nossos nomes estão escritos em Seu livro da vida (Ap 20:15), e formos escolhidos antes da criação do mundo (Ef 1:4).

Êx 1:7-14 O inimigo é o rei do Egito. O inimigo de nossas almas é Satanás – e aqueles que ele usa. As tribulações fizeram o povo entender que estava em terreno inimigo. Assim fazem nossas tribulações. Este não é o lugar para nos estabelecermos.

Êx 1:15-22 O homicídio está no coração de Faraó (como Satanás – Jo 8:44). Assim também a situação de Israel enquanto estava no Egito é uma figura do crente – a sentença de morte estava sobre nós – mas fomos libertados por Deus. Foi Deus Quem conservou em vida os bebês, embora aquelas que Ele usou (parteiras) não se comportaram como deviam no que se refere à honestidade. – 2 Co 4:7. A pessoa que o Senhor pode usar nunca é perfeita. Apenas Cristo é perfeito.

#072

O Espírito Santo mantém a Glória de Cristo coletivamente… o Senhorio de Cristo individualmente.

ÊXODO 2

Ex 2:1 Este homem mostra sua obediência à Palavra de Deus quanto a com quem deveria se casar. Compare Gn 24:3-4 com 2 Co 6:14,17.

Êx 2:2 Hb 11:23 nos fala um pouco mais do que há neste versículo. Deus enxerga dentro do coração.

Êx 2:3-10 Deus coloca as pessoas nos lugares que Ele as quer. Até mesmo um bebê chora no momento exato!

Êx 2:11-14 Moisés tinha um cuidado verdadeiro para com seus irmãos, os Hebreus, mas age de um modo terrível… ele mata o Egípcio. Moisés deve aprender que isto não trará jamais bons resultados.

Êx 2:15-22 Deus está ensinando a Moisés a ternura de espírito para com aqueles em dificuldades.

Êx 2:23-25 A dificuldade deles os levava mais perto de Deus e lhes fazia sentir sua necessidade dEle. As pessoas suspiravam, choravam e gemiam; mas Deus escutava, lembrava, olhava e os tinha em consideração (conhecia a condição deles). Ele sempre escuta quando nós reconhecemos nossa necessidade.

#073

O Espírito Santo não reúne crentes em torno de meras opiniões (por mais verdadeiras que sejam) mas reúne a CRISTO.

ÊXODO 3

Êx 3:1-6 Mais lições dadas em particular a Moisés. A sarça (arbusto) está queimando, todavia não se consome… uma figura do santo juízo de Deus que ainda não está destruindo.

Êx 3:7-10 Deus vê! Deus escuta! Deus Se importa! Deus promete! O crente deve entender isto em sua vida.

Êx 3:11-12 Moisés pensa em sua própria fraqueza. Deus lhe diz que ele não pode fazer a obra, mas Deus pode.

Êx 3:16-19 Deus dá a Moisés o homem mais velho e responsável de Israel para encorajá-lo. Eles agiriam juntos e o resultado seria a libertação certa de Israel.

Êx 3:13-15 Maravilhosa descrição de Deus. Leia várias vezes. Sua grandeza é irresistível.

#074

A fidelidade na prova e na tentação mostra tanto o poder como a energia de ação do Espírito.

ÊXODO 4

Êx 4:1-9 Moisés pensa em sua própria fraqueza ao invés de escutar o que Deus acaba de lhe dizer (no capítulo 3). Deus, em misericórdia, faz três coisas para demonstrar Seus poder.

Êx 4:10-17 Ao invés de confiar no Senhor, Moisés continua duvidando e agora perde parte do lugar de privilégio. Deus usa dois homens para fazer uma obra. Nunca deveríamos duvidar do poder de Deus, nem pensar muito de nós mesmos.

Êx 4:24-26 Moisés falha em obedecer e circuncidar seus filhos, aparentemente porque sua esposa não queria que o fizesse. Isso quase custou a vida de Moisés.

Êx 4:27-31 Repare com que rapidez Aarão obedece o Senhor. Moisés faz todos os milagres outra vez.

Êx 4:31 Maravilhosas palavras… eles creram… eles escutaram… os últimos sete verbos nos mostram o resultado final!

#075

Na hora mais negra para o Senhor… a cruz… Ele não nos pede que sintamos pena dEle mas que sejamos abençoados por aquela hora.

ÊXODO 5

Êx 5:1 Finalmente Moisés e Aarão vão a Faraó, o rei do Egito. Eles repetem as palavras do Senhor.

Êx 5:2 Faraó usa uma linguagem perigosa contra o Senhor. Hb 12:5 é um aviso para nós não endurecermos nosso coração.

Êx 5:6-14 Ao invés de obedecer ao Senhor, Faraó faz os israelitas trabalharem mais. As circunstâncias se tornam rapidamente piores. Faraó (um tipo de Satanás) é um patrão duro.

Êx 5:19-23 Estes oficiais estão agindo sem a direção de Deus ao irem a Faraó; eles culpam Moisés (como crentes que agem sem a direção da Palavra de Deus. Eles sempre causam problemas). Moisés perde sua confiança no Senhor. Há lições que ele ainda precisa aprender.

#076

Nossas afeições são sempre tocadas quando nos ocupamos com Cristo na cruz, entregando-Se a Si mesmo por nós… nossa energia é ativada ao nos ocuparmos com um Cristo glorificado.

ÊXODO 6

Êx 6:1 Que resposta graciosa o Senhor dá! A incredulidade de Seu povo não altera Seu propósito de introduzir os Israelitas na terra da promessa.

Êx 6:2-8 Deus concede outra vez Sua clara promessa. Será que desejamos crer em Deus quando Ele fala antes de Ele agir? Isto é fé. Um novo nome de Deus – “Jeová” – é dado aqui. O Nome especial de Deus dado antes tinha sido “Deus Todo-Poderoso” (vers. 3). (No cristianismo hoje Deus Se revelou completamente como Pai, Filho e Espírito Santo).

Êx 6:6-8 Repare as sete vezes em que o Senhor se refere a eles no futuro: Em (1) livramento, (2) liberdade, (3) poder, (4) intimidade, (5) relacionamento, (6) bênção e (7) herança. Você pode identificar isso?

Êx 6:9 Moisés entregou uma mensagem feliz e confortante, mas não foi ouvida porque o povo estava muito angustiado. Com que freqüência perdemos algo porque não somos pacientes e não cremos em Deus!

Êx 6:13, 14-27 Obediência à Palavra de Deus é o que Deus insiste. Deus sabia que o povo seria levado para fora do Egito, portanto Ele nos mostra aquelas famílias que mais tarde seriam líderes especiais entre os Israelitas.

#077

Há eficácia no sangue de Cristo capaz de limpar até o pecado daqueles que derramaram Seu sangue.

ÊXODO 7

Êx 7:1-7 Deus estava para tirar Israel do Egito “com grandes juízos” (castigos).

Êx 7:4 Se Faraó, o rei, agisse duramente para com Israel, ele receberia o mesmo tratamento de volta (compare Gn 12:3 e Gl 6:7).

Êx 7:3 Alguns podem pensar que Deus tenha endurecido o coração de Faraó primeiro, mas não foi assim. Faraó primeiro endureceu seu coração (5:2), embora Deus tenha dito de antemão que sabia que Faraó iria recuar a deixar os Israelitas saírem do Egito (3:19).

Êx 7:8-13 As pessoas gostam de ver milagres, mas seus corações não são mudados por tais Atos de poder. O mesmo sucedeu quando Jesus esteve aqui – veja Jo 2:23-25 e Jo 6:25-29.

Êx 7:14-25 O Senhor começa a derramar Seus grandes castigos sobre toda a terra do Egito. Mas os homens sob o poder de Satanás (vers. 22) também fazem grandes coisas, e o rei continua a não dar atenção ao Senhor. Faraó estava tão endurecido de coração (vers. 23) que nem mesmo se sentiu incomodado pelos problemas de seu próprio povo enquanto este buscava água para poder beber. Foi o Senhor em Sua misericórdia Quem interrompeu este primeiro castigo (vers. 25).

#078

A cruz de Cristo é o lugar onde a vontade de Deus cruzou com a vontade do homem.

ÊXODO 8

Êx 8:1-7 O segundo castigo; mas os homens de Satanás ainda estão trabalhando!

Êx 8:8-15 Só o Senhor poderia fazer cessar o problema. Moisés ora por aqueles que estavam causando os problemas, pois Faraó parecia estar cedendo um pouco.

Êx 8:6-19 O terceiro castigo. Satanás não tem poder para produzir vida do pó. Só Deus dá vida a qualquer criatura. Satanás sempre tenta imitar a Deus. Hoje escutamos de milagres sendo feitos; tenhamos cuidado com as imitações de Satanás.

Êx 8:20-24 O quarto castigo. Quão gracioso da parte do Senhor poupar Seu povo! Ele fez diferença (vers. 22-23). Lembre-se sempre de que somos um povo separado! Não existe algo como uma irmandade comum a todos os homens!

Êx 8:25-32 Moisés entende esta separação e não irá concordar em sacrificar a Deus na terra do Egito. Os Israelitas devem ir sozinhos – não deve haver mistura de Egípcios e Israelitas. Quão triste é vermos locais de profissão cristã em nossos dias que convidam qualquer pessoa que passe para “adorar conosco”.

#079

Deus não usa nenhuma escritura para provar Seu amor por nós que não aponte para a cruz.

ÊXODO 9

Êx 9:1-7 O quinto castigo (ou praga). O Senhor separa até os animais; mas Faraó ainda não acredita e não dará ouvidos.

Êx 9:8-12 O sexto castigo. Começando agora a chegar mais perto ao tocar os corpos dos Egípcios inclusive de seus “fazedores de milagres”. Ainda assim nenhuma mudança ocorre em Faraó!

Êx 9:13-26 O sétimo castigo. Com um aviso especial dado mais pessoalmente a Faraó. Ele tinha seu lugar de autoridade dada por Deus (veja Rm 13:1), mas estava pensando muito de si mesmo e não obedecia a Palavra de Deus. Ele devia sua própria vida a Deus (vers. 16-17) mas não queria admitir isso. Alguns de seus servos mostraram crer em Deus pelas suas atitudes (vers. 20). Se os líderes se voltam contra Deus, não podemos seguir seu exemplo, mas agir por fé por nós mesmos.

Êx 9:27-35 A primeira confissão de pecado vinda de Faraó, mas será que sentia isso? Moisés podia ver que Faraó não estava do lado de Deus, mas Moisés agindo com misericórdia roga outra vez por aqueles que não podiam rogar por eles mesmos. O Senhor é honrado e Faraó se torna mais responsável do que nunca por suas tolas ações.

#080

A cruz foi, primeiro, Redenção… então a morte da carne. O Mar Vermelho… a morte de Cristo por nós; o Jordão… nossa morte com Cristo.

ÊXODO 10

Êx 10:1-11 A metade do versículo 3 é o que muitos crentes hoje não estão querendo fazer! Mas é a única “estrada” para a bênção de Deus na vida – veja Tg 4:9-10. Os servos de Faraó argumentam com ele que o Egito estava sofrendo. Eles não se importavam com Deus. Faraó estava querendo deixar os homens de Israel saírem de um modo que tivessem que voltar para seus lares e suas famílias. Faraó não queria a separação total do povo de Deus. Satanás é assim hoje.

Êx 10:12-15 O oitavo castigo. Não resta comida.

Êx 10:16-20 Faraó agora está com pressa, e sua confissão vai além da anterior. Mas ele está interessado somente em se livrar dos problemas (veja a palavra “somente” duas vezes no versículo 17).

Êx 10:21-29 O nono castigo. Há novamente uma grande diferença entre os Egípcios e os Israelitas. Será que existe diferença entre nosso lar e um lar mundano? Moisés não faria concessões de espécie alguma (maravilhoso exemplo para nós), e Faraó sela seu próprio destino ao recusar se submeter a Deus.

#081

Na cruz… Deus foi glorificado… o amor foi revelado… a paz foi buscada… a graça foi manifestada… a expiação foi feita… o pecado foi abolido… e Satanás foi derrotado.

ÊXODO 11

Este é o último aviso do Senhor antes que venha castigo final. É possível que cada uma destas pragas condenasse um diferente deus falso dos Egípcios.

Êx 11:7 Nos fala outra vez do quanto o Senhor Se agrada em Seu povo e em poder mostrar Seu poder a eles. A porta a esta graça está prestes a ser fechada para sempre. No Egito (uma figura deste mundo) o castigo de Deus estava para cair.

#082

A morte é o fim da vida natural para o homem pecador… mas a morte perdeu seu aguilhão para com o crente.

ÊXODO 12, Vers. 1-20

Moisés é grande. Repare o que Nm 12:3 e 7 diz acerca dele.

Êx 12:2 O que estava para ser dito aos Israelitas era para ser o início de um modo de vida totalmente novo para eles.

Êx 12:3-5 “Um cordeiro… o cordeiro… para si um cordeiro”; isto torna tudo pessoal para cada Israelita – veja 1 Pd 1:18-20.

Êx 12:6 Eles precisavam ter certeza de que o cordeiro era perfeito.

Êx 12:7 Eles precisavam “tomar do sangue” do cordeiro morto e colocá-lo onde Deus havia dito.

Êx 12:8 Repare a palavra “assada”. O cordeiro depois disso nunca deveria ser assado quando guardassem a Páscoa. Era para ser cozido em água como em 16:23. Assar coloca o cordeiro diretamente no fogo. O Senhor Jesus foi exposto ao fogo do juízo de Deus na cruz uma só vez. Quando recordamos o Senhor Jesus ao tomarmos o pão e o vinho trata-se da memória do que Ele fez uma vez.

Êx 12:8-11 Todos deveriam comer o resto do cordeiro, como pessoas prontas para deixarem o Egito. (Como um crente iniciando sua nova vida).

Êx 12:12-13 O décimo e final juízo, pelo qual o Senhor fez o que prometeu.

Êx 12:14 Esta festa memorial especial foi, para os Israelitas, como a Ceia do Senhor (1 Co 11:23-26) é agora para os Cristãos.

Êx 12:15-20 “Sete dias” é um período “completo”, começando imediatamente após a festa do versículo 14! 1 Co 5:6-8 dá o significado desta festa de sétimo dia para os Cristãos. Em toda a nossa vida Cristã, desde o momento em que fomos salvos, devemos agir sinceramente (honestamente, corretamente) e em conformidade com a verdade da Palavra de Deus. O fermento (uma figura do mal) era para ser tirado de suas casas… o mal é para ser tirado de nossa vida.

#083

A cruz de Cristo ultrapassa em glória moral tudo o que este universo jamais poderia conter!

ÊXODO 12, Versículos 21-51

Êx 12:23 Veja o contraste entre as dez primeiras palavras e as quatorze últimas. O que faz a diferença para nós que cremos? O sangue do Senhor Jesus e nada mais (veja a metade do versículo). Será que seus familiares sabem disso? Será que faz com que nossos corações adorem ao Senhor?

Êx 12:31 Faraó é forçado por Deus a fazer o que não queria fazer.

Êx 12:35 Os Israelitas pediram aos Egípcios prata, ouro e vestidos.

Êx 12:36 E os Egípcios deram a eles o que pediram!

Êx 12:42 Provavelmente poderíamos dizer corretamente que esta foi a maior noite da história de Israel, a noite em que houve trevas e sangue. Para os crentes hoje, recordamos a cruz do Senhor Jesus Cristo quando houve trevas por três horas, e então sangue foi derramado.

Êx 12:46 Última parte. Eles tinham o cordeiro inteiro assado sobre a mesa para comerem, mas era preciso tomar cuidado para não quebrarem nenhum osso. Agora veja em Jo 19:36 e 1 Co 5:7 como isso tudo apontava para o Senhor Jesus.

Êx 12:49 Havia um padrão que servia para todos – o que Deus havia dito! Quão importante é a Sua Palavra.

#084

Minha alma não está em uma condição saudável a menos que eu esteja aguardando pelo Filho de Deus vindo do céu.

ÊXODO 13

Êx 13:1-13 Agora que eles tinham sido redimidos pelo sangue do cordeiro, eram o povo de propriedade de Deus. Estavam prontos para estar com Ele nessa longa jornada… formavam agora um povo santo. Cada bebê recém nascido devia ser considerado como pertencendo ao Senhor. (Leia vers. 2 e 11-13). Um cordeiro precisava ser sacrificado para aquele menino.

Êx 13:3-10 Isto prevê o dia em que chegariam na “terra prometida” (Israel). Eles teriam que procurar em suas casas para se certificarem de não existir fermento na casa por sete dias (o número perfeito). Para nós isto pode significar que toda a nossa vida deveria ser separada do mal de todos os tipos e vivermos para o Senhor que é santo.

Êx 13:14-16 Mais tarde, quando um filho perguntasse a seu pai, “Por que você está fazendo isso?”, o pai diria, “Porque o Senhor fez tanto por nós, nos libertando do Egito.” Eles precisavam se recordar disso. Quanto mais nós precisamos lembrar o que Cristo fez por nós! É o que faremos por toda a eternidade (Ap 1:5,9).

Êx 13:17-22 Que terno cuidado e proteção de Deus! Ele os guardou de ficarem desencorajados (vers. 17), os guiou como seu Líder, os protegeu do calor do sol, lhes deu luz e calor à noite (vers. 21) e nunca interrompeu Seu cuidado – vers. 22! E muito mais Ele faz hoje, pois fomos redimidos pelo sangue do Filho unigênito de Deus.

#085

Segurança… aonde nenhum inimigo chega

Descanso… onde já não haverá labor

Gozo… onde tristeza alguma tem lugar

Paz… onde a luta terá terminado

ÊXODO 14

Êx 14:1-4 Começa a longa jornada. O Senhor disse a Moisés exatamente aonde ir. (Isso é tudo o que nós crentes precisamos entender – Ele guia. Mas temos que obedecer).

Êx 14:5 Faraó logo se esquece do que Deus fez (veja o capítulo 12, versículo 29-31).

Êx 14:9-14 Exteriormente parecia que tudo era contra os Israelitas. Até eles próprios ficaram desencorajados e com medo.

Êx 14:15 O Senhor disse “marchem”. (É só quando colocamos em prática a verdade de Deus em nossa vida que o poder de Deus será visto em nós).

Êx 14:19-20 Que tremendo milagre!

Êx 14:24-25 O Senhor faz o que ninguém mais poderia fazer, e até os Egípcios sabiam disso.

Êx 14:26-28 Mas eles estavam muito atrasados! Lembre-se de Gn 6:3.

Êx 14:29-31 Que diferença para Israel – salvo pelo Senhor, seus inimigos todos mortos, o próprio Senhor sendo a confiança deles (leia Rm 7:24-25, 8:1-4).

Tente entender que o tempo entre os capítulos 13 e 14 é como o crente hoje que foi redimido pelo sangue de Cristo, mas não tem a certeza de ter sido liberto do poder de Satanás. Porém, quando eles viram todo o exército Egípcio afogado, conheceram que estavam libertos.

#086

A apostasia da cristandade é uma evidência maior da iminente vinda do Senhor do que a volta de Israel para a terra. Isto foi dito antes que Israel retornasse!

ÊXODO 15

No capítulo 12 eles tiveram o sangue; nos capítulos 13:21 e 14:20, eles tiveram a coluna; e em nosso capítulo hoje eles têm o cântico. (Coisas diferentes, mas todas elas símbolos dAquele Jesus que atende todas as nossas necessidades.) Êx 15:1 O cântico de Israel foi baseado no que Jeová fez no Egito; (nosso gozo está baseado no que Cristo fez no Calvário, Rm 5:11).

Êx 15:1-12 A obra do Senhor ao salvar os Israelitas os leva a aprender mais dEle e a louvá-Lo.

Aqui o Senhor os guiou para fora do Egito, no versículo 17 Ele os guiará para “dentro” da terra, e há a necessária direção entre uma coisa e outra (vers. 13) (Será que podemos confiar nEle? Certamente!).

Êx 15:14-18 Outras ouvem e ficam com medo.

Êx 15:17 Este é para se tornar o centro de toda a Terra em um dia vindouro (veja Zc 14:4,16).

Êx 15:22-26 Mais uma vez as coisas parecem ruins – apenas água amarga. O “lenho” nos recorda a cruz de Cristo. Quando introduzimos pensamentos da cruz em nossa “amargura” da vida, o resultado é doçura.

Êx 15:27 Sua graça mais uma vez – abundância de boa água e descanso. (Será que estamos aprendendo mais de como é Seu coração?).

#087

O tempo se abrevia… as trevas se adensam e o mal aumenta… mas os raios da manhã estão iluminando nosso dia. 2 Pd 1:19… o que será ver Sua face!

ÊXODO 16

Êx 16:2-3 Reclamando outra vez! O vers. 8 nos mostra contra Quem as pessoas estavam realmente reclamando. Compare com 1Tm 6:6,8.

Êx 16:4 Um dos maiores e mais duradouros milagres feitos por Deus para os Israelitas. Mais de 1.000 toneladas de maná devem ter caído do céu a cada dia durante quarenta anos. (Jo 6:26-35, 48-58 é a lição espiritual para nós hoje. O próprio Cristo não é apenas nosso Salvador, mas Ele deve ser nosso “alimento” diário.) Êx 16:20-27 Quão lerdos somos para confiar no Senhor e nos entregarmos em Suas mãos! E quão paciente Ele é conosco. Ele não muda Sua Palavra quando falhamos, mas nos faz sentir nossa incredulidade.

Êx 16:35 Que fidelidade da parte de Deus! Possamos nós confiar mais nEle.

#088

O ministério flui da graça experimentada no coração.

ÊXODO 17

Êx 17:1-3 No Mar Vermelho eles foram libertos da morte através da água, agora estão sendo provados pela completa falta d’água! Foi a água que os livrou do poder do inimigo, aqui eles precisar conhecer o poder da água (nas mãos de Deus) quando aplicada neles individualmente.

Êx 17:6 Mais uma vez a misericórdia e cuidado de Deus.

Êx 17:7 Igual a nós! Depois de tudo o que o Senhor havia acabado de fazer a eles, aqui eles duvidavam das promessas do Senhor.

Êx 17:8-16 Josué rompia o poder do inimigo, mas apenas enquanto as mãos de Moisés estivessem levantadas, sobre o monte. Temos inimigos espirituais (veja Ef 6:12). Nosso poder para a vitória sobre estes inimigos só pode vir através de Cristo que está no céu rogando por nós (veja Hb 7:25).

Êx 17:15 “Jeová-nissi” significa “o Senhor meu estandarte”.

#089

É preciso graça para ocupar um lugar humilde, e mais graça para fazê-lo no espírito correto.

ÊXODO 18

Êx 18:1-12 Moisés casou-se com uma mulher Gentia, chamada Zípora. Ela é mandada embora, mas agora volta. Uma figura de nós, crentes. Somos a esposa Gentia de Cristo. Durante o tempo em que Israel passa pela tribulação, nós, crentes, a igreja, estamos longe, no céu. Mas, durante o milênio, a igreja e Israel vão se regozijar juntos por Cristo ser o Centro de tudo. Será um dia de gozo indizível para Ele, e cada porção desse gozo irá gerar uma resposta no coração da “noiva do Cordeiro” (os crentes) Ap 19:6-9.

Êx 18:13-27 Esta parte é uma figura do reino do Senhor durante o milênio. Em Sl 72:2-3 existe uma linda referência sobre esse grande período de tempo. Tudo estará perfeitamente em ordem. Todavia, não devemos menosprezar o fato de que o próprio Moisés cometeu um erro ao dar ouvidos a Jetro. Parecia um bom conselho, mas se Deus tinha dado a tarefa para Moisés executar, então Deus daria a ele as forças para fazê-lo.

#090

Agir em graça é algo natural à minha nova vida… procedo assim?

ÊXODO 19

Êx 19:1-6 Aqui ocorre uma grande mudança na história deles. Deus chamou Moisés para ir até Ele numa montanha. Ali Deus lembrou a Moisés de como Ele havia cuidado deles. Tudo dependia de Deus. Agora Ele iria colocá-los em um terreno de prova. Se obedecessem, seriam abençoados.

Êx 19:7-8 “Oh, ótimo”, disse o povo. “Nós obedeceremos tudo o que Deus nos disser”. Que erro!

Êx 19:9 Assim Deus lhes deu os dez mandamentos!

Êx 19:10-19 Esta foi a maneira de Deus mostrar a Si mesmo ao povo daquela vez. (Hb 12:18-29 nos mostra que não é esta a maneira de Deus hoje! Temos que ir a Jesus e ao Seu precioso sangue, e estamos em terreno de graça).

Êx 19:20-25 O Senhor conhecia o povo muito melhor que Moisés. Devemos ter uma santa reverência a Deus continuamente.

#091

Assim que nos apossamos de uma verdade, ela leva ao entendimento da seguinte, e assim por diante.

ÊXODO 20

Êx 20:1-17 Os “dez mandamentos” apenas condenam todas as pessoas. Eles mostram o quão pecadores somos por natureza. Lembre-se de Hb 7:19. Estas palavras nos ensinam as coisas que Deus exige, e apenas Cristo podia guardá-las. Sendo um Homem perfeito, Ele poderia morrer por nossos pecados. Ele satisfez perfeitamente a Deus com respeito a nossos pecados, de modo que se Cristo fosse aceito de volta ao céu (e Ele foi), assim será aceito também cada crente.

Êx 20:24-26 Não confunda este altar com aquele de que iremos ler mais tarde. Este é feito de terra e foi temporário.

#092

A obediência não exige entendimento… apenas confiança em Deus… só entendemos depois de obedecermos.

ÊXODO 21

Várias instruções para o comportamento deles como povo de Deus.

Êx 21:1-6 Nosso Senhor Jesus Cristo cumpriu perfeitamente esta tocante história. Ele amou a “igreja” e Se entregou por ela.

Êx 21:7-11 Agora é a serva. Deus nem sempre trata os homens e mulheres exatamente da mesma maneira. Estes versículos mostram algumas diferenças em comparação com os seis primeiros versículos de nosso capítulo.

Êx 21:12-27 Estes ensinamentos são as maneiras como Deus quer que o homem trate seu próximo ao legislar ou governar. Em vários lugares os governos estão deixando de aplicar a pena capital para os homicidas mas fazendo isso se afastam da Palavra de Deus.

Êx 21:28-36 Alguns dizem que uma pessoa é responsável apenas pelas suas próprias ações. Porém aqui Deus demonstra que os donos de animais são responsáveis pelos animais; tanto por ações passadas como presentes.

#093

Sem separação do mundo… sem desfrutar a Pessoa de Cristo.

ÊXODO 22

Vinte e um “se” no capítulo. Este último versículo resume a intenção de todo ele.

Êx 22:1-15 Era preciso haver honestidade no tratamento de uma pessoa para com outra. Dependendo do valor daquilo que era tirado ou destruído, a pessoa culpada tinha que restituir não apenas o que tomou, mas acrescentar algo. Satanás roubou honra de Deus (Gn 3:1-5). Cristo restaurou isso e mais do que isso por Sua vida e morte (Sl 69:4). Satanás roubou o mundo do homem; Cristo nos deu o céu! O pagamento final de Satanás virá em Ap 20:10.

Êx 22:16-20 A leviandade dos dias de hoje, ideias imorais, são coisas certamente condenadas por Deus.

Êx 22:21-27 Quão cuidadoso cada um deveria ser com respeito àqueles que possuem pouco neste mundo. As três últimas palavras deste grupo de versículos são importantíssimas para os crentes lembrarem!

Êx 22:28-31 Que tipo de pessoas devemos ser? (vers. 31). No versículo 28 “deuses” (versão inglesa) significa “juízes”, e “príncipe” significa algum importante líder. Estes talvez nem sempre sejam corretos, mas devemos ter muito cuidado em como falamos a respeito deles, pois Deus ouve.

#094

Agora estamos conhecendo que Ele possui tesouros de graça para nossas necessidades… no mundo vindouro conheceremos Seus tesouros de glória para nosso gozo.

ÊXODO 23

Mais instruções, com muito mais a respeito do falar.

Êx 23:1-9 Com freqüência as pessoas espalham maus rumores ou mexericos sobre outra pessoa. “Não seguirás a multidão” – vers. 2.

Êx 23:4-5 Repare de quem são estes animais!

Êx 23:10-13 Deus diz que todos precisam de um descanso do trabalho a cada semana. No versículo 13, “guardai-vos” significa ficar de prontidão ou ter muito cuidado. Nossa conversa deveria ser a respeito dEle e de Seu amor.

Êx 23:14-19 Responsabilidades para com o Senhor.

Êx 23:20-33 Maravilhosas promessas! “Guarda-te” no versículo 21 significa que deviam temer e reverenciar a Deus. (Será que nós crentes devemos ser menos cuidadosos?).

#095

Verdade é o que Deus pensa de todas as coisas… religiões são o que o homem pensa de Deus e todas as coisas.

ÊXODO 24

Êx 24:1-8 Chegamos ao tempo quando a aliança (acordo) de que lemos no capítulo 19, os “Dez Mandamentos”, serão confirmados entre Deus e os Israelitas. Isso foi feito com sangue.

Em Hb 8:9 nos diz o que aconteceu a essa promessa (aliança) e por que existe uma “nova”. Enquanto podemos aprender lições da “velha”, ela já não é o fundamento para bênção vinda de Deus. Deus não falhou, mas o homem foi provado totalmente incapaz de guardar o seu lado do acordo (aliança). No Cristianismo não existe aliança, pois estávamos mortos em pecados. Agora Deus veio a nós em pura graça (Ef 2:8).

Êx 24:9-11 Que experiência essa para aqueles quatro homens. Foi uma visão da glória de Deus, mais do que ver a Pessoa de Deus. Algo como o que é descrito em Mt 17:2. Versículos como Jo 1:18, 1Tm 6:16, Jo 4:24 nos mostram que é impossível para um homem realmente ver a Pessoa de Deus. Para que o homem pudesse “ver” a Deus de algum modo, o Filho se tornou um Homem. Mas é somente a fé que realmente enxerga Deus em Jesus! Jo 14:9.

Êx 24:12-18 Todos os líderes de Israel tiveram a honra especial nos versículos 9-11. Agora Moisés é separado para uma honra ainda maior dentre os líderes. O propósito do Senhor é dado no versículo 12. O que Ele deu a Moisés durante os quarenta anos é o que temos nos capítulos 25-31. Durante aqueles dias, os líderes esperaram na montanha e todo o restante do povo esperou ao pé da montanha. Com este capítulo termina a entrega dos dez mandamentos e instruções especiais.

#096

A graça de Deus fez uma obra que leva o pecador (sem pecado) para a Sua presença.

ÊXODO 25, Vers. 1-22

Hoje começamos a ler um dos assuntos mais interessantes e instrutivos do Antigo Testamento… o TABERNÁCULO.

No Jardim do Éden, o pecado entrou através da desobediência, e a morte através do pecado. Por causa da santidade de Deus, o homem e a mulher precisaram ser tirados da presença de Deus. A primeira criação foi assim arruinada e toda a raça humana caiu. Mas, trancado no coração de Deus havia um segredo… que Ele enviaria Seu Filho amado a este mundo para se tornar Homem. Por Sua vida, morte sangue e ressurreição seria feita uma NOVA CRIAÇÃO que jamais viria a fracassar. Deus queria dar uma figura disso… e o TABERNÁCULO é essa figura. Pare e leia Hb 8:5 e 9:8,9,11 e 10:1,19,20.

Êx 25:1-7 Foi pedido ao povo que oferecessem os materiais necessários com os quais seria construído o tabernáculo. “De todo o homem cujo coração se mover voluntariamente.” Era preciso vir do coração.

Êx 25:8 Este tabernáculo era para ser o lugar onde Deus poderia Se encontrar com Aarão, o Sumo Sacerdote (o qual poderia representar o povo). Aarão também representava Deus perante o povo. Deus não saía, e o povo não poderia entrar (Hb 9:8). Mas agora cada crente no Senhor Jesus Cristo é um sacerdote diante de Deus (1 Pd 2:5) e pode entrar diretamente na presença de Deus (Hb 10:19-22). Por isso ter um homem como cabeça de uma congregação é, na verdade, deixar de lado a obra de Cristo na cruz. É como voltar às sombras do Antigo Testamento.

Êx 25:9 Nenhum detalhe foi deixado para Moisés resolver… sua responsabilidade era meramente a de executar o que o próprio Deus lhe havia mostrado como padrão. Tampouco Deus dá a você e a mim qualquer escolha quanto ao modo como Ele deve ser adorado. Todas as denominações são resultado do homem haver colocado em prática suas próprias ideias de como Deus deve ser adorado (1Tm 1:3).

Êx 25:10-22 A ARCA. O último versículo nos mostra a total importância dessa caixa de madeira coberta com ouro puro. Trata-se de uma figura de Cristo, através de Quem toda a verdade divina nos é dada (Jo 14:6). Essa arca era feita de três partes. A caixa que a princípio continha apenas as duas pedras sobre as quais Deus havia escrito os dez mandamentos. Mas a cobrir completamente essa caixa havia uma placa de puro ouro, chamada de propiciatório. Sobre ela era aspergido sangue. Que maravilhosa figura esta de Cristo, Aquele que é santo, sem pecado e incontaminado (Hb 7:26), cujo sangue foi derramado; cuja Pessoa é nosso “propiciatório”, e o mediador entre Deus e nós (1 Tm 2:5). A terceira parte era o querubim, seres celestiais, com asas estendidas sobre o propiciatório. Eles representam o poder de Deus em punir qualquer desobediência contra os dez mandamentos. Mas repare que eles estão parados; eles apenas olham para o sangue. Para nós o sangue de Cristo foi derramado para a punição dos pecados que cada crente tem cometido. Agora nenhum juízo pode cair sobre nós (Rm 8:1; 5:1).

#097

Deus não espera fruto do homem… Sua graça é o que o produz.

ÊXODO 25, Vers. 23-40

Êx 25:23-30 A MESA. Sobre esta, doze pães recém assados eram colocados a cada Sábado. O pão da semana anterior era então tirado para o pátio do tabernáculo e Aarão e seus filhos os comiam. Cristo é o pão que desceu do céu (Jo 6:32,33,35,41,48,50 e 51).

Êx 25:33-40 O CANDELABRO. Feito de uma única peça de puro ouro, batido até o formato final, é aqui descrito. A única fonte de luz dentro do tabernáculo. Deus é luz – a única fonte de verdade é Deus. O Senhor Jesus Cristo Se tornou um Homem de modo a poder nos dar essa luz (Jo 1:1,3,4,8,9; 8:12 e 12:46).

#098

A graça de Deus nunca justifica um desvio de Sua Palavra.

ÊXODO 26, Vers. 1-14

Este capítulo nos fala de como deviam ser feitas as quatro cobertas de todo o tabernáculo. Cada uma delas ilustra para nós uma visão diferente de Cristo.

Êx 26:1-6 A cobertura interna cobria as 48 tábuas que ficavam em pé. A única maneira dessa magnífica cobertura ser vista era do lado de dentro, e o sacerdote tinha que olhar para cima! Cada uma traz aos nossos pensamentos as glórias de Cristo. Azul, o Homem celestial; púrpura, a realeza de Cristo; e carmesim, Sua glória terrena (ainda por vir). Todos os crentes no Senhor Jesus são sacerdotes (1 Pd 2:5). Esta cobertura é chamada de “tabernáculo” (vers. 1). Os dez painéis foram unidos de modo a formarem um só (Jo 1:14).

Êx 26:7-14 A segunda cobertura é chamada de “tenda” (vers. 14). Esta pode ser para nós uma figura de Cristo como o Profeta de Deus vindo ao mundo (Jo 6:14). Somente a parte que pendia sobre a porta da frente podia ser vista.

Êx 26:14 Em seguida vem uma cobertura interessante – peles de carneiro tingidas de vermelho (A) só aparecendo em meio versículo, (B) sem indicação de tamanho, (C) sem menção a laçadas, e (D) que não era vista. O carneiro era o animal da consagração para o sacerdote (29:15-28). (A) Uma figura indescritível da devoção de Cristo a Deus. (B) Quem jamais poderia medir o que Cristo significou em devoção a Deus! (C) Sua Pessoa jamais poderia ser dividida, Ele é Deus. (D) Somente Deus poderia ver e avaliar a devoção de Seu bem-amado Filho!

Êx 26:14 Esta cobertura de cima protegia toda a construção. Cristo é Aquele que esconde de um Deus santo tudo aquilo que em nós é ofensivo (Rm 5:10).

#099

O crente entende que Deus Se tornou um Homem a fim de poder ser julgado, sofrer e morrer pelo crente.

ÊXODO 26, Vers. 15-37

Êx 26:15-30 QUARENTA E OITO TÁBUAS. Todas do mesmo tamanho, todas de madeira (figura da humanidade) todas cobertas com ouro (justiça divina). Você e eu, como seres humanos no estado em que nascemos, jamais poderíamos permanecer diante de um Deus santo. Mas como cada tábua era coberta de ouro, assim cada crente foi feito justiça de Deus em Cristo (1 Co 2:30). Muitas tábuas – um tabernáculo. Muitos membros – um corpo (1 Co 12:12-14).

Êx 26:31-33 O véu separava as duas salas no tabernáculo – o “santuário”, – “o santo dos santos” ou “lugar santíssimo ” (vers. 33), a presença de Deus onde estava a arca. Além do véu, Aarão, o sumo sacerdote, só podia entrar uma vez por ano no dia da expiação. Leia Hb 9:7-14, Mt 27:51 e finalmente leia Hb 10:19-22 para saber o que isso significa para nós. Você pode ter certeza de que será ricamente recompensado lendo estas passagens.

Êx 26:36,37 A porta do tabernáculo era uma porta de graça para os sacerdotes. Não havia nenhum querubim (juízo).

#100

O dom do conhecimento é baseado no espírito de obediência.

ÊXODO 27

Êx 27:1-8 Saímos agora para o pátio. O primeiro objeto após entrar pelo portão do pátio era o altar, feito de madeira, mas coberto com cobre (ou bronze, cf. algumas traduções). Ele teria cerca de 2,50 metros x 2,50 metros x 1,50 metros de altura. As pessoas (cerca de 604.000 homens) deviam levar seus animais àquele altar como sacrifício a Deus. Uma figura da cruz de Cristo. Aquelas pessoas levavam um animal, o qual matavam e queimavam no altar. Quando lermos os primeiros capítulos de Levítico aprenderemos acerca dos diferentes sacrifícios que levavam para aquele altar.

O altar era feito de madeira (a humanidade de Cristo) coberto com cobre (Sua resignação no castigo de Deus por nossos pecados).

Êx 27:9-15 O pátio era cercado por uma cerca de linho, de branco puro, com 5 côvados (uns 2,50 metros de altura). Tinha 100 côvados (cerca de 50 metros de comprimento) e 50 côvados (ou 25 metros) de largura. Uma figura da pureza da vida de Cristo. As pessoas acampavam todas ao redor do tabernáculo e podiam ver a cortina de linho branco. (Quando Jesus esteve aqui, o povo viu um Homem perfeito, sem pecado). O povo não podia ver por cima daquela cortina e ninguém podia se aproximar dela (leia o final de Nm 1:51).

Êx 27:16 Um maravilhoso portão – 20 côvados (10 metros) de largura! Muito espaço para entrar. O portão tinha as mesmas cores da porta, e tinha o mesmo tamanho total, 20 x 5 côvados = 100. A porta era de 10 x 10 – 100 côvados.

#101

A obediência à Palavra é a única proteção contra todo engano do inimigo.

ÊXODO 28, Vers. 1-21

Um capítulo muito importante para todos nós procurarmos entender. Pode ser o início de uma mudança em sua vida cristã. Este capítulo dá grandes detalhes sobre as vestes que Aarão, o Sumo Sacerdote, vestia quando entrava no “santíssimo lugar”, isto é, na presença de Deus. Então por que razão Deus usa 43 versículos para nos falar das vestes de Aarão? Porque Ele quer que entendamos o que elas significam hoje. Vamos tratar delas um passo de cada vez. Aarão é uma figura de Cristo como nosso Sumo Sacerdote agora no céu (Hb 9:25). Sua obra na cruz aqui na Terra está terminada. Ele é perfeito e temos uma perfeita posição diante de Deus tanto quanto Ele tem! (Hb 10:14).

TODAVIA, somos fracos e precisamos de outra obra para nós enquanto estamos aqui na Terra. Então vamos abrir em Hb 8:1,6; 9:11,24; 10:21,22 e Rm 5:10. Cada passagem nos fala de uma obra diferente que Ele está fazendo agora por nós no céu.

Nossa debilidade e nossas falhas são as mesmas coisas que nos mostram a Sua graça em viver e rogar por nós. O Sumo Sacerdote (Cristo) vai até Deus por nós, mesmo antes de falharmos! Agora vamos ver nosso capítulo. Estas vestes (há 7 delas mencionadas – vers. 4,36) deviam ser sempre vestidas quando Aarão entrasse na presença de Deus (havia uma exceção). Ele representava o povo quando estava com Deus no “santíssimo lugar”. As 7 vestes representavam, cada uma, uma figura do que Cristo é e está fazendo AGORA por nós. Ele não está completo sem nós (Ef 1:23); nós não estamos completos sem Ele (Cl 2:10).

Êx 28:1 Aarão e seus filhos estão intimamente associados… assim como Cristo está com todos os crentes nEle. Aarão devia ser um servo (ministro) diante de Deus.

Êx 28:2 “Glória e ornamento”, as mesmas palavras que descrevem Cristo em Hb 2:7 (glória e honra).

Êx 28:4 As vestes – (1) O peitoral. Descrito com mais detalhes nos vers. 15-21. Quando Aarão entrasse no “santíssimo lugar), cada uma das 12 pedras iriam brilhar com uma cor diferente. Ele usava isso sobre seu peito de amor. Você e eu, individualmente, somos amados cada um de uma maneira individual por Cristo na presença de Deus. (2) O Éfode. Parece ser uma veste que era enrolada ao redor do corpo. (3) O Manto, veja vers. 32. Este versículo nos lembra da túnica que o Senhor usou (Jo 19:23) que pode ser Sua divindade indivisível. (4) A Túnica. Cobria tudo como uma túnica. (5) A Mitra, para cobrir a testa, tinha uma placa de ouro puro (vers. 36 a 38). Apesar de sermos com freqüência impuros em nossos pensamentos e obras, Cristo nos apresenta como perfeitos e santos diante de Deus! Será que estas coisas tocam seu coração? (6) Cinto. Como um cinturão. Ele segurava as vestes em seu caimento de modo a sugerir um serviço ativo (Is 11:5).

Conte quantas vezes a palavra “nomes” ou “nome” aparece. Deus olha para cada crente em Cristo com o mesmo prazer e favor que Ele olha para o próprio Cristo.

#102

Minha responsabilidade não aumenta por eu estar à mesa do Senhor… mas existe para mim um poder mantenedor se estou à Sua mesa.

ÊXODO 28, Vers. 22-43

Êx 28:22-28 nos fala de como essas peças eram presas umas às outras! Não aquece nosso coração entender que esta é nossa posição de amor (peitoral) e segurança (ombreira) como o próprio Cristo prende a Si mesmo (cinto) e nos mantém seguros (correntes e anéis) em comunhão com Deus e nosso amável Pai?

Êx 28:30 Nenhuma descrição é dada do Urim e Tumim. Aprendemos de Nm 27:21 que eles eram usados para fazer perguntas a Deus. As palavras implicam “luzes” e “perfeições”. No milênio o próprio Cristo tomará esse lugar para Israel.

Êx 28:33-35 Romãs de tecido alternadas com campainhas de ouro. Aarão vestia isso como faixa na borda do manto do éfode.

Êx 28:36-39 Descrito ontem.

Êx 28:40-43 Aarão é uma figura de Cristo, os filhos de Aarão são uma figura de todos os crentes individualmente. Também temos vestes de “glória e ornamento”! Será que vivemos a cada dia como se estivéssemos vestido o “melhor manto”? (Lc 15:22).

#103

A obediência tem sua recompensa.

ÊXODO 29

Êx 29:1-8 Embora a expressão “sacerdotes” incluísse Aarão e seus dois filhos, Nadab e Abiú, vale a pena notar que as vestes de Aarão era mais coloridas que as de seus filhos. Por que? Porque Aarão é um tipo de Cristo, e seus filhos um tipo do crente individual em Cristo.

Êx 29:9-28 Aarão e seus filhos são consagrados a Deus como sacerdotes. Às vezes a descrição se aplica a todos os três, outras vezes apenas a Aarão. Cristo compartilha algumas de Suas glórias conosco (Jo 17:22) e algumas são só dEle (Jo 17:5). A palavra consagrado (vers. 9) significa “encher a mão” (vers. 24). Os sacerdotes tomavam partes do carneiro em suas mãos e as moviam (ou as erguiam em oferta) diante de Deus. Como sacerdotes, você e eu fazemos isto. Nós, como era antes, erguemos Cristo para Deus. É isto que é adoração. O Pai fica sempre satisfeito quando entendemos o que Cristo fez por Ele. Portanto “enchamos nossas mãos” de Cristo!

Êx 29:29-30 Quando Aarão morreu, toda sua porção e vestes passaram para o filho mais velho.

Êx 29:30-37 Sete dias é uma figura de toda a nossa vida cristã. O Senhor Jesus está vivendo no céu como nosso Sumo Sacerdote. Leia Hb 7:25,26. Nós também deveríamos corresponder a todo o Seu amor.

Êx 29:38-46 Estas eram ofertas para serem feitas a Deus a cada dia. Você gostaria de ler um belo versículo que se aplica a você hoje? Hb 13:15. Que isto possa ser verdadeiro a nosso respeito!

#104

A obediência à Sua Palavra responde todas as dúvidas e dificuldades em minha vida.

ÊXODO 30, Vers. 1-10

Quando terminamos o capítulo 27, havia dois itens do tabernáculo que ficaram sem ser mencionados. O altar de ouro do incenso e a pia de bronze (ou cobre). Os itens anteriores tinham ilustrado como Deus pode hoje vir e Se encontrar conosco… os itens que faltam nos dizem de como nós podemos nos aproximar de Deus como crentes. Os capítulos 28 e 29 ligam as duas seções; o sacerdote (Cristo) está entre elas (1Tm 2:5).

Êx 30:1-10 O altar de ouro do incenso. Bem pequeno… cerca de 50 cm x 50 cm x 1,00 m de altura. Você irá recordar que o altar de cobre era muito maior. Isto porque o altar é uma figura da cruz de Cristo – grande o suficiente para salvar cada pessoa em todo o mundo. Mas o altar de ouro é para crentes que adoram o Senhor. Poucos crentes respondem! Este altar não era para sacrifícios de animais, mas para queima de incenso (como perfume). Leia 1 Pd 2:3-7. Que precioso! Gaste um minuto para ler Ap 8:3-4 para ser ajudado a entender o significado do altar de ouro. Ali ele é usado pelos crentes que sobrevivem durante a tribulação, como que elevando, com suas orações, o incenso. Repare como subiu alto! Cristo é o doce incenso que oferecemos a Deus.

#105

É da maior importância que minha vida interior seja mantida no nível de minha atividade exterior. Se não for assim, estou perto de cair espiritualmente.

ÊXODO 30, Vers. 11-38

Todo homem no arraial de Israel tinha que levar o dinheiro do “resgate”. Não havia diferença entre homens ricos e pobres. Para hoje… existe um preço a ser pago pelo pecado… o sangue de Cristo (1 Pd 1:18-19).

Êx 30:17-21 A pia. Para o sacerdote se lavar cada vez que ia fazer o trabalho no tabernáculo. Repare o aviso, dado duas vezes, sobre a negligência. Evidentemente entendemos que o crente não pode perder sua salvação, mas ele pode perder o privilégio de sua obra sacerdotal se for descuidado nesta vida. Precisamos de mãos limpas (aquilo que fazemos) e pés limpos (aonde vamos). Nossa vida hoje é tão ocupada em “fazer as coisas”, que estes versículos provavelmente são um choque para nós, pois estão dizendo o quão importante é a adoração a Deus. Em nossos dias, o serviço (é triste admitir) está substituindo a adoração em importância. Portanto leiamos Hb 8:3 e 4 para sermos ajudados a entender que Deus está nos dizendo algo.

Êx 30:22-38 As especiarias especiais a serem usadas nas ofertas a Deus. Repare com que cuidado elas são descritas quanto à medida – algumas diferentes… algumas iguais em quantidade. Todas eram só para Deus. Ninguém poderia jamais usar qualquer desses perfumes em si mesmo. Repare o que aconteceria se o fizessem. Deus zela para que toda a glória seja dada a Cristo somente. Essas especiarias e doces perfumes são uma figura do que Cristo é para Deus. Por isso nenhum ser humano podia usá-las.

#106

Todo o poder e serviço eficaz vem de minha submissão à Sua Palavra.

ÊXODO 31

Êx 31:1-11 Homens e mulheres especiais para o trabalho especial de edificar o tabernáculo (veja Mc 13:23). Quando você é salvo pelo Senhor, já está preparado para a obra que Ele tem para você fazer, se tiver o desejo de obedecer (veja 2Tm 2:21). Repare algumas belas observações. O Senhor diz, a respeito desses trabalhadores, “Eis que eu tenho chamado por nome… E o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria… entendimento… ciência… lavor” (Leia 1 Jo 2:20; Ef 1:8; 2 Tm 2:21).

Êx 31:12-18 A importância do Sábado (Leia Êx 16:23-26, pela primeira vez mencionado nas Escrituras). Significa “descanso decorrente de uma obra terminada”. A Criação nos diz isto (Gn 2:3). Em nosso capítulo, vers. 14… as conseqüências de desobedecer. No Cristianismo não guardamos o Sábado pois chegou a um final (leia Rm 10:4). Jesus esteve morto durante todo o dia de Sábado e foi ressuscitado de entre os mortos na manhã do Domingo (o Dia do Senhor – Jo 20:1). O primeiro dia da semana é o dia do crente (leia Atos 20:7 para ver o que o crente deve fazer neste dia). Há uma nova criação (2 Co 5:17).

#107

A perfeita obediência traduzia-se, para Jesus, em perfeita comunhão com Seu Pai… a medida de minha obediência é a medida de minha comunhão com meu Pai.

ÊXODO 32

Em meio a todo este maravilhoso assunto da construção do tabernáculo, repentinamente, entra um temível problema. Sempre que Deus está trabalhando, Satanás seguramente levanta oposição.

Êx 32:1-6 Se Aarão tivesse obedecido o que lhe havia sido mandado em Êx 20:2-5, ele não teria sido envolvido nesta questão. De Êx 11:2 aprendemos onde o povo havia conseguido suas jóias. Deus tinha a intenção de que isso fosse utilizado na construção do tabernáculo! E quando o bezerro de ouro é feito, eles fingem adorar o Senhor. E se levantaram para se divertir. Que horrível!

Êx 32:7-10 Nada escapa aos olhos de Deus.

Êx 32:11-14 Moisés graciosamente intercede pelo povo pecador. O Senhor aceita as palavras de Moisés.

Êx 32:15-18 Moisés e Josué descem da montanha com os dez mandamentos escritos em duas pedras.

Êx 32:19-21 Vendo o povo misturando diversão com sua idolatria religiosa, Moisés se ira e despedaça as pedras, salvando assim a vida de todo o povo, pois certamente os santos mandamentos de Deus jamais poderiam ter sido introduzidos no arraial. Pois eles já estavam transgredindo os dois primeiros mandamentos.

Êx 32:22-24 Culpando os outros e não falando a verdade.

Êx 32:26 Lindo contraste. Estes homens estavam desejosos de se separarem do mal. E nós? Lembre-se de que tratava-se de mal religioso.

Êx 32:32 Que amor Moisés tem pelo povo!

Êx 32:34-35 Embora o Senhor fosse gracioso, todavia o castigo deve vir.

#108

O orgulho barra o caminho do discernimento.

ÊXODO 33

Êx 33:1-6 Quando o Senhor enxerga algo em nossa vida, que não esteja Lhe agradando, devemos nos livrar disso se desejamos ser restaurados. Somente então começa o progresso em nossa alma.

Êx 33:7-11 Cada homem precisa agora tomar uma decisão pessoal… ficar no arraial, ou se quiser agradar o Senhor, sair para o tabernáculo (“uma tenda de reunião”) armado longe do arraial. Abra agora em Hb 13:13… instruções para crentes hoje. Assim como o arraial de Israel estava contaminado por mal religioso, o Cristianismo hoje acabou contaminado pela corrupção da religião inventada pelo homem. Devemos sair a Cristo, levando Seu vitupério (vergonha). Se você fizer isto irá aprender o que significa vitupério.

Êx 33:12-16 Será isto suficiente para nós também? Ou será que precisamos que algum homem nos dirija?

Êx 33:17-23 “Um lugar junto a Mim… sobre a penha (rocha).” Aquele era o mais doce e mais glorioso lugar que Moisés poderia jamais ocupar! Nós Cristãos gozamos desse lugar de proximidade de Deus, nosso Pai, pois “estamos” sobre Cristo, nossa Rocha, e desfrutamos de toda a Sua proteção e da ocupação com Suas glórias.

#109

Se temo a Deus, estou SEMPRE forte, pois Deus está SEMPRE comigo.

ÊXODO 34

Êx 34:1-10 Que graça da parte do Senhor. Ele diz a Moisés que escreveria os dez mandamentos pela segunda vez. Mas repare que nos versículos 6 e 7 aparecem misericórdia e perdão que não foram mencionados na primeira vez. Que humildade da parte de Moisés! Enquanto lemos a Palavra de Deus e entendemos o quão bom Ele é, e quão falhos nós os crentes somos, será que somos afetados como mostra o versículo 8? Nossos pensamentos devem começar com Ele, Seu amor, Seu poder.

Êx 34:11 O que Deus faria.

Êx 34:12 O que eles deviam fazer… separar-se das práticas e pensamentos religiosos do povo do versículo 11. No versículo 15, as palavras “alguém te chama” (na versão inglesa) significa “quando convidados”. Se outros nos convidam para atividades religiosas que sejam contra a verdade da Palavra de Deus, devemos recusar. Se não recusamos como pais, veja o que acontece a nossos filhos no versículo 16.

Êx 34:23-24 Cada homem devia ir ao centro dado por Deus três vezes por ano. Se honrassem assim ao Senhor, Ele prometia que não sofreriam qualquer perda enquanto estivessem fora. Se colocarmos o Senhor em primeiro lugar, Ele nos guardará.

Êx 34:27 Deus quer que aprendamos “o teor destas palavras”. Veja Ne 8:8 e 1 Co 3:6. Possamos ganhar o “sentido” e o “espírito” da Palavra de Deus, bem como suas próprias palavras.

Êx 34:29 Isto não tinha acontecido na vez anterior. A graça de Deus nos torna Cristãos que brilham? Se não, talvez precisemos gastar mais tempo a sós com Ele – vers. 28.

Êx 34:30-35 Você pode querer ler 2 Co 3 inteiro para ver como Deus compara o capítulo 34 de hoje com o que nós Cristãos temos agora. A nação Judaica traz hoje o véu sobre sua face.

#110

Minha fraqueza está em não saber como ser fraco.

ÊXODO 35

Êx 35:1-3 Repare a ênfase no Sábado – o dia do descanso… nem mesmo acender um fogo… uma figura de nosso descanso eterno na obra consumada de Cristo. Não devemos tentar acrescentar coisa alguma à Sua obra completa. O fogo do juízo caiu sobre Ele.

Êx 35:4-19 Primeiro os corações “dispostos” precisavam prover os materiais (vers. 5) – depois os “sábios” de coração deviam construir as peças do tabernáculo (vers. 10). Precisamos estar desejosos, Deus dá a sabedoria.

Êx 35:20-35 Primeiro, o povo trouxe voluntariamente os materiais para construir o tabernáculo.

Êx 35:20-29 Quando já entendemos o perdão de nossos pecados e já vimos um pouco da maravilhosa graça de Deus para conosco, estes versículos mostram o tipo de resposta que vêm do coração.

Êx 35:30-35 “para fazer… para ensinar”. Será que estamos desejosos de sermos ensinados por aqueles que aprenderam de Deus? Veja 2Tm 2:1-2.

#111

Nenhuma nova verdade pode destituir uma velha verdade, principalmente porque não existe qualquer nova verdade.

ÊXODO 36

Êx 36:1-7 Que abundante generosidade. Que sabedoria, que habilidade estavam combinadas para completar esta magnífica obra!

Êx 36:8 Muitos homens e mulheres (vers. 25-26 do capítulo 35). Existe trabalho para todos, cada um em seu próprio lugar.

Êx 36:9-19 Quando o Senhor falou a Moisés sobre o tabernáculo, começando no capítulo 25, a arca da Sua presença foi a primeira coisa mencionada. Mas quando a obra começa, as quatro coberturas do tabernáculo são feitas primeiro.

Êx 36:20-34 O que você pensaria destes trabalhadores se eles tivessem colocado as tábuas em diferentes agrupamentos? No versículo 22 “pregadas uma a outra” para formar um tabernáculo. Todavia há alguns Cristãos que dizem que está bem que existam muitos grupos de Cristãos, separados uns dos outros (veja Jo 17:20-21).

Êx 36:35-38 Compare Hb 10:19-22. O véu (ou cortina) é uma figura da carne de Cristo. Ele morreu, portanto Deus pode sair, e os crentes podem entrar em Sua presença.

#112

Tudo deve ser juízo, ou tudo deve ser graça.

ÊXODO 37

Êx 37:1 “Bezalel” significa “na sombra de Deus”. A honra e a glória deviam ser de Deus, não de qualquer homem e isto deveria ser verdadeiro em qualquer obra feita para o Senhor (Ef 2:10).

Êx 37:1-4 A arca era uma simples caixa de madeira, coberta com puro ouro, com 1 metro de comprimento, 50 centímetros de largura, 50 centímetros de altura. Ela continha os dez mandamentos.

Êx 37:6 Sua tampa era uma placa de puro ouro. Ela formava o propiciatório onde Deus podia Se encontrar com Aarão.

Êx 37:7-9 Os querubins (como seres celestiais) são uma figura daqueles que levam o castigo de Deus contra o pecado (Gn 3:24). Juntas, as três coisas nos sugerem: A arca = a santidade de Deus; os querubins = o poder de Deus para castigar o pecado; mas, o propiciatório, onde o sangue era colocado uma vez por ano = a misericórdia de Deus em prover o sangue de Cristo para ficar entre um Deus santo e um povo pecador.

Êx 37:10-29 Todas as peças seguintes estavam no lugar santo.

#113

A morte é o fim da vida natural para o homem pecador… A ressurreição é o fim da morte que já não tem nada em nós.

ÊXODO 38

Êx 38:1-8 As duas peças que estavam entre o portão do pátio e a tenda do tabernáculo. Tudo era de ouro ou coberto de ouro dentro do tabernáculo, enquanto o bronze (cobre) era usado fora, no pátio. Lembre-se de que o ouro é uma figura da santidade de Deus; o cobre pode ser uma figura de algo usado para suportar (Cristo suportou).

Êx 38:9-20 O único portão estava do lado leste. Não era simplesmente de material branco como o resto das cortinas do pátio, mas era algo bonito de se ver! Em Jo 10:9 aprendemos Quem é o “portão” ou “a porta”, e quão desejável Ele é aos olhos daquele que quer aprender a verdade divina. O leste está voltado para o nascer do Sol e Ml 4:2 faz o significado disso ficar claro para nós. O tabernáculo estava voltado para o Leste. Nós crentes também, estamos voltados para o nascer do Sol, os incrédulos estão voltados para o pôr do Sol!

#114

Agora não se trata de misericórdia mas graça… a Reforma conheceu a misericórdia, não a graça.

ÊXODO 39

Êx 39:1-7 Que maravilhosa habilidade eles tinham… fazer fios de ouro. Lembre-se de que isto aconteceu cerca de 3.000 anos atrás. O homem não evoluiu. Ele é uma criatura de Deus, e desde o princípio tinha habilidades físicas e mentais iguais (se não melhores) do que os homens de hoje. Deus deu a habilidade.

Êx 39:8-21 Esses homens podiam trabalhar com essas gemas preciosas com facilidade. Todavia nos dias de hoje os melhores lapidários (pessoas que trabalham com pedras) não sabem quais são estas doze pedras.

Êx 39:22-26 Quando Aarão estava dentro do “santíssimo lugar” a sós com Jeová, seus movimentos deviam produzir sons das campainhas. Cada som estava próximo de um fruto. Em Cristo cada ato Seu era de frutos para Deus por toda a Sua vida. Será que o fruto do Espírito é visto em nós também? (Gl 5:22-23).

Êx 39:27-31 As palavras “linho fino” incluem o significado de “brancura”. O ouro puro gravado com “Santidade”, colocado sobre o azul que havia sobre a “mitra” ou “turbante” branco sobre a cabeça do sacerdote, certamente era algo belo de se ver! Trata-se de Cristo em Sua deidade, Sua humanidade sem mancha, sua Filiação eterna, o Santo, nosso Sacerdote.

Êx 39:32-43 A obediência à Palavra de Deus sempre traz bênção.

#115

A verdade nunca é realmente nossa a menos que as afeições sejam controladas por ela.

ÊXODO 40

Êx 40:1-33 Cada peça individual é colocada agora no lugar para formar um só tabernáculo. Isto nos faz pensar no “um só corpo” em 1 Co 12:12-31, do qual Cristo é a Cabeça e todos os crentes são os membros de Seu corpo.

Êx 40:34-35 Cristo como Filho é o brilho da glória de Deus – Hb 1:3.

Êx 40:36-38 Quão gracioso de Sua parte não apenas acompanhar Seu povo mas guiá-los “em todas as suas jornadas”. Estamos nós, como povo de Deus hoje, juntos dependendo no Senhor como nosso Guia?

Êx 40:34-final Deus aceita e abençoa toda a obra. Está completa.

#116

Um testemunho unido da verdade de Deus é a maior bênção possível vinda das alturas.

ATOS 1

Vimos no livro de Êxodo que se tratava do livro da “saída do Egito” – assim começaremos hoje o livro “da saída” para a vida Cristã. Enquanto continuamos a alternar entre o Antigo e o Novo Testamento, esperamos mostrar o progresso para a vida do crente. Trata-se de uma ponte (ou transição) entre o Judaísmo, com todas as suas cerimônias, rituais, sacerdotes, etc., e a completa revelação do Cristianismo nas Epístolas. Aqueles que se apegam muito a Atos e negligenciam as Epístolas de Paulo tornam-se ficam sem um equilíbrio em assuntos como batismo, adoração e ordem eclesiástica. Se você ler os capítulos finais de Lucas e os capítulos iniciais de Atos, verá uma ligação estreita entre eles. Os discípulos dos primeiros capítulos de Atos continuavam sem serem habitados pelo Espírito Santo. Este livro nos leva do Judaísmo para o Cristianismo.

At 1:1-14 Os apóstolos ainda esperavam que o Senhor estivesse para restaurar o reino para Israel. Mas o Senhor lhes havia dito que não cabia a eles conhecer o tempo (vers. 7). Mt 24:36 é claro. Ele subiu ao céu. Isto era necessário (Jo 16:7), caso contrário o Espírito Santo não poderia descer. Assim eles esperaram.

At 1:15-26 Os apóstolos sem dúvida haviam lido Sl 109:8 e os versículos adjacentes. Por isso escolheram dois homens, e é possível que tenham colocado seus nomes em uma caixa, tenham tirado um deles e lido que nome estava escrito, assumindo que era esse o homem que Deus queria. Após o Espírito Santo ter descido no dia de Pentecostes, nunca mais lemos de uma ocasião onde este método tivesse sido novamente utilizado. Lembre-se de que o Espírito Santo é uma Pessoa tão individual quanto o Senhor Jesus.

#117

Quando confio na bondade do Senhor, posso esperar nEle; quando existe algum problema, devo primeiro sentir qual é a minha parte nele; então verei Sua mão claramente.

ATOS 2

At 2:1-13 A palavra “Pentecostes” significa “qüinquagésimo”. foi no qüinquagésimo dia após a morte do Senhor, que o Espírito Santo desceu à Terra. Sete semanas (7 Sábados) mais um dia, chegando ao Domingo, o dia do Senhor. Trata-se do dia do Cristianismo – o primeiro dia da semana. Cristo é o fim da lei – Gl 2:16-21. Por intermédio da vinda do Espírito Santo à Terra, (o Qual é uma Pessoa distinta) uma grande mudança acontece. Já não é mais no Tabernáculo ou no Templo que Deus habita. O Espírito Santo vive agora no corpo de cada crente. (1 Co 3:16; 2 Co 6:16; 2 Co 5:17) – tudo mudou.

At 2:3 “Repartidas” significa divididas, implicando as muitas línguas faladas. Falar em línguas significa falar claramente e sobriamente em uma outra língua que aqueles que escutam possam entender. Estes eram pescadores incultos da Galiléia. Eles demonstraram o poder de Deus. Hb 2:3-4 nos diz claramente que estes sinais e maravilhas aconteciam no início da pregação do Evangelho da graça de Deus. “De fogo” nos falaria do castigo que os que rejeitam a Cristo deverão receber (veja Jo 16:7-11).

At 2:5-13 Muitas pessoas de diferentes raças e idiomas (línguas) que estavam em Jerusalém escutaram os apóstolos falarem miraculosamente nestas línguas estrangeiras das “grandezas de Deus”. O evangelho podia assim alcançar rapidamente muitas línguas e nações. A Igreja de Deus na Terra foi formada nesse dia. Trata-se da data de nascimento da igreja (1 Co 12:12-13). Todos os crentes em Cristo foram formados em “um corpo”. Deus gostaria que demonstrássemos essa unidade hoje.

At 2:14-40 Pedro prega que Jesus de Nazaré era agora Senhor e Cristo – vers. 36. Ele confronta abertamente uma grande multidão, pelo menos 3.000 (vers. 41), e simplesmente expõe os fatos; a morte de Cristo e Sua ascensão à glória, usando constantemente as Escrituras do Antigo Testamento.

At 2:41-47 Que mudança aconteceu na vida dessas 3.000 almas. Note 17 coisas sobre estes crentes. Você pode encontrar todas elas? Estes são os gozos e privilégios que você pode ter hoje.

#118

Para manter o rebanho unido, um bom pasto é mais eficaz do que a melhor cerca.

ATOS 3

Atos 3:1-11 Pedro e João ainda não tinham aprendido que Deus os estava levando para longe do templo. A verdade completa ainda não havia sido revelada. Os judeus estavam acostumados a orar três vezes ao dia, (1) na 3a. hora (9 da manhã) At 2:15, (2) na 6a. hora (meio-dia) At 10:9, (3) aqui na 9a. hora (às 3 da tarde).

At 3:12-26 Pedro faz mais um apelo à nação Judaica. Ele os desafia por terem matado o Príncipe da vida, mas ao mesmo tempo mostra que isso cumpriu as Escrituras.

At 3:19-21 Ainda desta vez, se eles se arrependessem, Cristo voltaria, seus pecados como nação seriam perdoados, e o reino seria estabelecido, em conformidade com todos os profetas do Antigo Testamento. Esta oferta foi feita mesmo após a igreja ter sido formada, mostrando o quão misericordioso é Deus.

#119

Com freqüência, quando o mal penetra entre o povo de Deus, descobre-se que aqueles que são vencidos por aquele mal são os mais ativos. Quando tenho uma má consciência, ela me força à atividade; para tentar fazer calar minha consciência.

ATOS 4

At 4:1-12 Os líderes religiosos odiavam o nome de Jesus, e faziam tudo o que estava a seu alcance para impedir a pregação da morte e ressurreição de Cristo. Veja o que fizeram a homens inocentes. Em sua atividade religiosa, eles demonstram ser os inimigos de Deus, pois estavam agindo segundo suas próprias vontades (Pense nisto cuidadosamente). Quando Jesus estava aqui na Terra, eles O rejeitaram em Sua humilhação, agora rejeitam a Ele em Sua glória no céu.

At 4:11 Os construtores eram os líderes religiosos. (Que contraste com os construtores do tabernáculo em Êx 37). Israel havia recusado seu Messias, e o reino foi assim adiado. Mas os cidadãos celestiais eram para ser reunidos em um novo, eterno e celestial corpo de pessoas, chamado de igreja. Deus tornou-Se um Pai para cada um que crê. Daqui em diante vamos ler do crescimento da igreja, (assembléia é a palavra mais adequada), e também da violenta oposição que Satanás levantou contra ela. Se os discípulos não tivessem recebido oposição dos líderes dos Judeus, não teriam tido a oportunidade de pregar o evangelho na reunião do conselho deles.

At 4:13-22 Eles não podiam negar os milages (vers. 16), mas rejeitaram a Palavra de Deus. Eles lhes ordenaram que parassem de pregar no nome de Jesus. Pedro e João dão uma poderosa resposta.

At 4:23-30 Aqui notamos que a assembléia começava a ser vista como um grupo.

At 4:31-37 Que demonstração do poder de Deus. Grande poder e grande graça em um mesmo versículo!

#120

O corpo de Cristo na Terra é composto de indivíduos, NÃO de igrejas. Onde isto for reconhecido, será encontrada unidade.

ATOS 5

At 5:1-11 Este homem e sua esposa tentam enganar os outros ao fingirem que tinham trazido todo o dinheiro. Mas fazendo assim, fazem manifestar o poder e a presença do Espírito Santo na assembléia. Deus não deixa o fingimento passar despercebido. Por sua ação, eles na verdade estavam mentindo ao Espírito Santo.

At 5:12-16 Havia tanto poder na assembléia que aqueles em quem não havia realidade temiam se associar com eles. O Senhor era o Centro deste grupo recém formado de crentes, e muitos outros foram acrescentados a eles.

At 5:17-32 Os legisladores se enchem de inveja e frustração; eles aprisionam os apóstolos. A libertação miraculosa. Eles não param de pregar. Estão cheios com Cristo. Pedro faz uma declaração clara e poderosa.

At 5:33-40 Cresce o homicídio em seus corações! Vale a pena ler Jo 8:44. Deus interfere e livra os apóstolos. Mas não sem antes eles serem açoitados. Repare qual o nome da Pessoa que mais os perturba!

At 5:41-42 Mas aquele Nome tem o efeito oposto nos fiéis apóstolos. Eles se regozijaram… eles sofreram. O tema principal deles? “Jesus Cristo”.

#121

Nenhuma posição de privilégio me guardará se as escrituras perderem o poder sobre mim.

ATOS 6

At 6:1-7 Quando uma pessoa aceita a Cristo como Salvador, recebe uma nova natureza. Ele ainda tem a velha natureza que nunca melhora, mas que apenas age quando permitimos que ela o faça. Não se esqueça disto. Ter um mau temperamento não é um impedimento para mim, mas deixar que ele atue, isto é. Aqui vemos a velha natureza reclamando que as viúvas judias de língua grega estavam sendo negligenciadas quando alimentos e bens eram distribuídos entre os crentes. Os apóstolos escolheram sete Judeus Gregos (bela preocupação), homens de boa reputação e cheios do Espírito Santo para cuidarem deste trabalho.

At 6:4 Nos fala do que tinha prioridade nos pensamentos dos apóstolos (Não era porque eles não poderiam ser importunados pelas viúvas).

At 6:8-15 Estêvão era um destes. O Senhor é sobre todas as coisas para a Igreja (Ef 1:22) e tem um trabalho adicional para Estêvão. O oitavo versículo é o resultado daquilo que diz a Estêvão no quinto versículo. Logo falaremos mais sobre ele.

#122

Quanto Paulo escrevia cartas (Epístolas) sobre a escolha de anciãos, diáconos, etc., as cartas eram endereçadas apenas a indivíduos (1 Tm caps. 2 e 3 e Tito 1:5), nunca a assembléias.

ATOS 7

Um dos resumos mais marcantes da história de Israel na Bíblia. E que história de pecado foi! José, Moisés e Davi, da primeira vez em que se apresentaram foram rejeitados pelos Judeus, mas na segunda vez foram recebidos. Foi assim quando o Senhor Jesus veio. Estêvão demonstra que não era nada além de um espírito revoltoso, desobediente que tinha sido sempre manifestado. E quando Deus enviou Seu amado Filho, a mesma resistência continuou.

At 7:43-53 Dessa resistência eles passaram à idolatria. Eles eram culpados de quatro ofensas. (1) Os pais (homens do Antigo Testamento) não haviam guardado a lei. (2) Haviam perseguido e matado os profetas. (3) Haviam traído e assassinado o Justo – o Senhor Jesus, e (4) haviam resistido ao Espírito Santo. Assim vemos a culpa e ruína do homem na nação mais favorecida e privilegiada do mundo.

At 7:54-60 Este discurso trouxe à tona toda a fúria contra Estêvão. Eles o arrastam para fora da cidade (veja Lv 24:11-16). Eles o matam. Como ocorreu com o Senhor na cruz, Estêvão roga por seus assassinos. Repare quem era testemunha de tudo isso! Sem dúvida aquilo deixou uma impressão duradoura nele, mas ele odiava o nome de Jesus.

#123

Nunca existe poder coletivo sem fidelidade individual.

ATOS 8

At 8:1-3 Acontece uma boa mudança. A igreja (assembléia), formada principalmente por crentes Judeus, começa agora a se espalhar para os Gentios. Mas a perseguição se espalha também. Nenhuma dificuldade pode permanecer quando Deus está ali, e nós crentes não podemos resistir a nossos inimigos quando Ele não está ali. Até o martírio de Estêvão, Jerusalém havia sido o único centro – (Dt 12:13-14). Agora Israel havia rejeitado o Espírito Santo por meio do assassinato de Estêvão, portanto a mensagem do evangelho do amor e da graça de Deus saiu a todas as nações.

At 8:5-25 Deus usa outro dos homens escolhidos para servir as mesas no capítulo 6.

At 8:9-25 Simão “creu”, mas vemos mais tarde que foi apenas em sua cabeça, pois ele demonstra estar numa condição de perdido. Deve ser com o coração – Rm 10:10. Os milagres o haviam afetado. As pessoas dizem com frequência que se vissem creriam. Foi exatamente o que Simão fez, mas não era real.

At 8:26-40 Outro exemplo da mudança. O homem da Etiópia recebe a Cristo e segue seu caminho regozijando, ainda que sem Filipe. Quando estamos desfrutando de Cristo, não ficamos dependendo de contatos externos.

#124

Estar reunido para o nome do Senhor não se trata da sabedoria de um grupo de indivíduos, mas trata-se do desfrutar daquilo que é prometido em Mt 18:20.

ATOS 9

At 9:1-22 A conversão de Saulo (Paulo). O Senhor Jesus no céu disse a Saulo que as pessoas que ele estava perseguindo eram parte dEle próprio! O Senhor Jesus nunca tinha sido visto por Saulo na Terra. Mas agora Ele é revelado a Saulo da glória do céu. Repare nos versículos 20 e 22 o assunto de sua pregação.

At 9:23-25 Teria a conversão de Paulo um bom efeito sobre os outros Judeus, por ser ele um membro ativo daquela seita? Eles tentam matá-lo! As circunstâncias não convencem pessoas não salvas… somente Cristo, pelo Espírito Santo.

At 9:26-31 Alguns anos haviam se passado quando isto ocorre (Gl 1:15-19). Os crentes andavam no temor do Senhor. Que contraste com uma pessoa não salva (Rm 3:18). Eles não conhecem “o Senhor”.

At 9:32-43 Continua a pregação de Pedro. Ele cura Enéias por meio do uso de um nome, não de seu próprio nome. Mesmo que não tenha usado aquele nome ao ressuscitar Tabita (Dorcas) de entre os mortos, repare a quem as pessoas se voltaram (vers. 42).

#125

A presença do Espírito Santo e o Senhorio de Cristo individualmente fazem provisão para todas as ocasiões.

ATOS 10, Vers. 1-18

Pedro, e não Paulo, é usado para abrir a porta do reino aos Gentios. Deste modo a unidade da assembléia e da obra de todos os apóstolos é mantida. Pedro precisa aprender que Deus está derrubando a parede entre o Judeu e o Gentio. Cornélio precisa aprender que necessitava ser salvo.

At 10:1-8 Aqui está um homem muito devotado. Mas, apesar de tão temente a Deus, tão bom, tão generoso, ele precisava ser salvo (11:14). Muitos hoje são pessoas de vida correta, mas não querem a Cristo.

At 10:9-18 Pedro, um Judeu de vida correta, orgulhava-se de guardar a lei, sem entender que Deus estava agora alcançando em bênção também os Gentios. Como Judeu, ele não comeria qualquer animal imundo. Deus havia dado instruções explícitas sobre isto em Lv 11 e Dt 14. E ele pensava que os Gentios eram imundos também. Nós também podemos nos agarrar a tradições que não são conforme as Escrituras.

#126

Quando são homens que formam um grupo de crentes para recordar a morte do Senhor, este grupo ou será controlado por um homem (ou mais), ou por um conjunto de regras pré-estabelecido.

ATOS 10, Vers. 19-48

At 10:19-33 Um tinha sido Judeu, outro Gentio, são agora reunidos pelo Espírito de Deus.

At 10:33 Se cada leitor estivesse desejoso de ouvir e obedecer a Deus, que povo feliz e unido nós crentes seríamos.

At 10:34-43 Pedro faz uma clara afirmação, mostrando a Cornélio como ele poderia ser salvo. E ambos foram recompensados!

At 10:44-48 Deus, que havia dirigido essa obra maravilhosa, envia agora o Espírito Santo sobre todos os que estavam ali. Pela primeira vez o Espírito Santo desce sobre os Gentios. Ef 2:13-16 começava a acontecer.

#127

Enquanto a fidelidade requer às vezes que eu ande em separação daqueles que amo, é necessário que tenhamos corações quebrantados. (Cl 2:2).

ATOS 11

At 11:1-18 Pedro é acusado, em Jerusalém, de haver se associado e comido com Gentios. Eles ainda não haviam aprendido o mesmo que Pedro. Ele narra as ações de Deus em todo o incidente. Eles não podiam resistir ao seu testemunho. Os Gentios crentes foram introduzidos e feitos um com os crentes Judeus! Que fato maravilhoso! A verdade do um só corpo é recebida.

At 11:19-26 O evangelho agora se amplia. Os Gentios recebem o Senhor Jesus como seu Salvador. A luz de Cristo começa agora a iluminar o mundo civilizado. Em muito pouco tempo, Paulo leva o Evangelho através do Império Romano e assembléias são estabelecidas em uma vasta área.

At 11:27-30 Todavia os problemas diários são reais, e o Cristianismo tem um grande cuidado para com as necessidades dos outros crentes.

#128

A unidade do corpo é mantida indestrutível por divino poder… a expressão dessa unidade é a parte que cabe a cada assembléia.

ATOS 12

At 12:1-19 Deus havia permitido uma grande fome por todo o mundo de então (11:28) mas essa catástrofe não impediu que o rei se ocupasse em destruir os pobres servos do Senhor. Estêvão e Tiago são mortos – um pela multidão, o outro pelo Rei Herodes, e agora Pedro é aprisionado, para ser logo entregue à morte. Quanta tristeza! Que prova para a fé deles! Mas tudo isso os levou à oração! Pedro, ao invés de ser usado para levar as novas a toda parte, é enviado à Cesaréia por um determinado período.

At 12:20-23 Mas, por outro lado, Deus envia um anjo a esse rei ímpio com uma missão diferente. Que morte horrível.

At 12:24 Que fruto provém das sementes de morte, dor, provações e orações! Estes versículos estão nos mostrando que é quando os crentes passam por problemas que há bênção. A Palavra de Deus cresceu porque é viva!

#129

A igreja de Deus é, junto com Cristo, o Centro de todos os conselhos de Deus para a Sua glória.

ATOS 13

At 13:1-3 A assembléia em Antioquia envia Barnabé e Saulo (Paulo), sem consultarem Jerusalém. Isto porque é o Espírito Santo, e não os apóstolos, que está no comando. A assembléia de crentes é reunida ao nome do Senhor Jesus, e Ele dirige tudo pelo Espírito Santo. Os discípulos impõem suas mãos sobre esses dois homens, demonstrando que estavam em comunhão naquilo.

At 13:4-12 O Espírito Santo estava com eles, o que fazia levantar a oposição de Satanás. Satanás tentava desviar aquela autoridade da fé. Um homem é cegado por sua impiedade; o outro crê, recebendo luz (espiritual) e fica impressionado com a doutrina (ensino) do Senhor.

At 13:13 João Marcos deixa o grupo missionário e volta para Jerusalém. Uma perda para ele, e a causa de sérios problemas mais tarde.

At 13:14-51 A longa jornada missionária, resultando em Judeus e Gentios sendo salvos.

At 13:16-41 Paulo dá um resumo da história de Israel assim como Estêvão havia feito (no sétimo capítulo). Estêvão vai mais fundo na culpa de Israel que rejeitou um profeta após outro. Aqui Paulo apresenta a salvação individual quem quer que viesse a crer – vers. 38-39.

At 13:42 e 45-51 Uma maravilhosa profecia em Is 49:6, escrita mais de 500 anos antes começa a ser cumprida! Será que nós Gentios agradecemos a Deus por haver dirigido Sua graça para nós?

#130

Se estou reunido pelo poder do Espírito Santo ao nome do Senhor Jesus Cristo, encontro-me fora de todas as organizações religiosas.

ATOS 14

At 14:1 Muitos Judeus e Gentios creram. (1) Muito poder – muitos crentes. (2) Muitos crentes – muita oposição. (3) Muito tempo – muito crescimento. (4) Muito trabalho Satânico – muita divisão (Mt 10:34-39). (5) Muita agitação – muita violência. (6) Eles partiram quando viram a recusa em aceitar a verdade. Mas isso só fez com que a Palavra de Deus fosse pregada em outros lugares. Listra parece ter sido a terra natal de Timóteo (16:1). Derbe era o lar de Gaio (20:4).

At 14:8-18 Paulo tinha o poder do Espírito Santo para discernir o que havia naquela pobre alma mutilada, que ele tinha fé para ser curado. Que resultado maravilhoso para aquele homem.

At 14:11-18 Mas não havia discernimento nos incrédulos. Eles clamavam que os deuses os haviam visitado na forma de homens. A multidão é invadida pela selvagem euforia. Mas sem qualquer afeição por Cristo.

At 14:19 A multidão se une aos Judeus incrédulos que apedrejam Paulo até a morte (conforme supunham).

At 14:20-25 Nenhuma dificuldade pode permanecer quando Deus está presente; e não podemos permanecer diante de nossos inimigos quando Ele não está presente.

At 14:26-28 A jornada que havia começado com oração (13:3), termina com louvor.

#131

Cristo confiou Sua glória na Terra à igreja (assembléia). João 17:22

ATOS 15

Mais problemas sérios… nada de pedras ou perseguição pelos de fora, mas mau ensino pelos líderes que professavam ser crentes. Como é sério e perigoso isto! Hoje o erro é pregado abertamente, e muitos crentes parecem não se preocupar e continuam nessas associações. Esses mestres estavam insistindo que a menos que as pessoas em Antioquia fossem circuncidadas, elas não poderiam ser salvas. O que você faria se estivesse lá? Será que você diria, “Oh, está bem, eles devem saber o que devem estar ensinando, pois afinal não devemos julgar”? É mais ou menos o que você está dizendo se continua em associação com aqueles que permitem coisas que as Escrituras condenam.

At 15:2 Paulo e Barnabé protestam imediatamente, e segue-se uma discussão. Mas o Espírito de Deus nos diz em detalhes o que eles fizeram para evitar isso. Não existe nas Escrituras alguma coisa do tipo de uma associação voluntária. O Espírito de Deus nos reúne, nós não nos reunimos a nós mesmos. Leia Mt 18:20 cuidadosamente, notando particularmente que “estão reunidos”. Ele é Quem decide se está ou não no meio. Nós não podemos decidir.

At 15:2-5 Fica decidido que alguns deveriam ser enviados a Jerusalém para indagar ali a respeito desse ensino.

At 15:5 Repare a mudança no que aqueles mestres maus estavam dizendo – eles escondiam o seu ensino por sugestões mais brandas do que aquilo em que haviam insistido em Antioquia.

At 15:6-22 Finalmente, toda a assembléia, na presença do Senhor Jesus toma sua decisão.

At 15:23-25 O resultado foi que todos em Antioquia receberam a decisão com gozo. Sempre há gozo, paz e unidade quando escutamos o Senhor.

At 15:36-41 Apesar de uma triste contenda haver surgido entre Paulo e Barnabé, é digno de nota que mais tarde Paulo fala de Barnabé (1 Co 9:6) e João Marcos em Cl 4:10 e 2Tm 4:11. Mas a assembléia põe sua recomendação sobre Paulo, e daí em diante não ouvimos mais falar do trabalho de Barnabé.

#132

O tratamento necessário ao mal deve ser aplicado pela consciência em graça.

ATOS 16

At 16:1-3 Paulo encontra Timóteo novamente. Timóteo havia sido levado ao Senhor por Paulo (1Tm 1:2) provavelmente em sua primeira viagem a Listra no ano anterior. Repare o que foi falado de Timóteo. Ele cresceu logo em sua alma. Timóteo era filho de um casamento misto entre uma mãe Judia e um pai Gentio, e, portanto, segundo a lei Judaica (Ed 10) era considerado impuro. Assim Timóteo é circuncidado para satisfazer os Judeus.

At 16:4-13 Paulo estava sendo cuidadosamente guiado pelo Espírito de Deus.

At 16:14-15 Que doce simplicidade vemos aqui. O coração dela foi aberto – ela creu.

At 16:16-22 Satanás, não conseguindo vencer pela sutileza, usa agora de violência, e agita as autoridades e a multidão contra Paulo e Silas.

At 16:25-40 Muito espancados, com os pés presos a troncos, repare o que eles fazem na prisão. O poder se revela quando o povo de Deus ora e louva.

At 16:30 A pergunta que homens e mulheres, meninos e meninas continuam a fazer quando sinceros.

At 16:31 A gloriosa resposta retine clara, simples e cristalina.

At 16:32 Eles falam do Senhor, não de si mesmos.

At 16:33-34 O resultado! Primeiro ele treme, depois chora, então escuta, crê, aprende a Palavra do Senhor, leva os prisioneiros para casa, lava suas feridas, é batizado, coloca comida diante de Paulo e Silas, regozija, crendo com toda a sua casa! Que graça de Deus para um pobre pecador!

#133

Se o Espírito de Deus deixou uma assembléia por haver mal nela, como poderá haver poder do Espírito naquela assembléia para expulsar o mal dela?

ATOS 17

At 17:1-9 De Filipo a Anfipolis – 53 quilômetros; depois até Apolônia são mais 48 quilômetros, até Tessalônica – outros 60. 161 quilômetros – sem carros, trens, ônibus ou aviões. Eles pregam a Cristo por todos aqueles quilômetros. Se você tiver tempo, leia as duas cartas aos Tessalonicenses – você irá entender melhor o que Paulo estava pregando naquelas jornadas.

At 17:2 Ele baseava todas as suas conversas nas Escrituras do Antigo Testamento… nenhuma outra existia então.

At 17:10 Repare na preocupação que aqueles irmãos tinham por Paulo.

At 17:11 Não existe ninguém que tenha perscrutado as Escrituras com um coração puro sem ter sido ricamente recompensado.

At 17:16-34 Atenas era famosa em todo o mundo por causa de seus filósofos, escritores, poetas, pintores e arquitetos – mas Paulo, por sua palavra e pena, deixou uma marca mais profunda na humanidade do que qualquer outro homem. O grande servo de Cristo e o grande baluarte do paganismo são colocados face a face. À medida que atravessava a cidade ele via os monumentos e edifícios para orgulho do homem, e para completa desonra de Deus, “tão entregue à idolatria” (vers. 16). Imediatamente há um embate entre a superstição da filosofia com sua beleza terrena e sabedoria mundana… e a fé simples do evangelho.

At 17:18 Estas eram duas das principais escolas antagônicas de pensamento. Para os Epicureus, o prazer era o bem mais elevado… os Estóicos aceitavam tudo como era, alegria ou tristeza. Nenhum deles podia dar paz.

At 17:23-24 Provavelmente esta afirmação “O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há” condenava os Estóicos que clamavam que o mundo era Deus.

At 17:25-31 Paulo condenou completamente as imaginações deles ao apontar para um Deus vivo que deverá julgar o mundo em justiça. A prova era a ressurreição do Senhor Jesus.

At 17:32-34 Apenas dois são mencionados que creram, dentre toda aquela coleção da maior sabedoria do mundo. Enquanto Paulo falou de ideias eles escutaram, mas quando ele falou de um Deus vivo, eles não queriam mais ouvir. Agora leia 1 Co 1:21-22.

#134

Quando meu relacionamento com o Senhor não está equilibrado com meu relacionamento com outros em questões espirituais na assembléia, pode haver união, mas não unidade.

ATOS 18

At 18:1-17 Embora nunca tenhamos lido de uma assembléia de crentes sendo formada em Atenas, aprendemos que muitos em Corinto receberam o Senhor Jesus – vers. 10. Assim temos as duas instrutivas cartas (Epístolas) aos Coríntios. Atenas, a cidade do intelecto, Corinto, a cidade da luxúria e imoralidade. Qual se voltaria para o Senhor? Paulo fica em Atenas alguns dias – em Corinto 18 meses.

At 18:18-23 A incansável atividade de Paulo, pregando as riquezas inescrutáveis de Cristo. Ele não deixou de lado nenhum dos crentes, “todos” – vers. 23.

At 18:21 Três importantes palavras, “mas querendo Deus”. Será que falamos assim?

At 18:24-28 Embora Apolo fosse um homem muito inteligente e educado, e um crente, ele não conhecia toda a história do evangelho. Ele estava ansioso por receber instruções dos fabricantes de tendas, Áquila e Priscila. 1 Co 1:25-29 nos mostra a razão disso.

#135

Não é a apostasia que caracteriza Laodicéia, nem heresia, nem Babilônia, mas algo muito pior, penso eu; luz professa vinda de fontes humanas, vinda da mente humana.

ATOS 19, Vers. 1-20

At 19:1-7 Paulo encontra mais pessoas como Apolo que não haviam recebido muito ensino Cristão e sabiam apenas que eram discípulos de João Batista (João estava morto há vários anos). Eles são outra vez batizados, e então recebem o Espírito Santo.

At 19:8-10 Uma grande mudança na história da igreja acontece agora. Antes disso, os crentes estavam nas sinagogas, mas de agora em diante Paulo os leva para uma posição fora.

At 19:11-12 Deus confirma isto por meio de milagres especiais feitos por Paulo. Nunca ouvimos falar de Paulo pregando no templo ou sinagogas depois disso.

At 19:13-20 Alguns Judeus tentam expulsar espíritos maus usando o nome de Jesus; mas Satanás conhece a diferença, e eles são vencidos e feridos.

At 19:17-20 O temor de Deus produz grandes resultados. Livros de adivinhação são queimados, mas O LIVRO cresce.

#136

Quando a disciplina é aplicada, se não for no poder do Espírito Santo, nada é conseguido.

ATOS 19, Vers. 21-41

At 19:21-29 As observações de Demétrio são instrutivas para nós, pois vemos exatamente a mesma situação hoje. Seu negócio (fazer imagens de prata da deusa pagã Diana) é uma grande forma de se fazer dinheiro.

At 19:25 Ele reúne os negociantes e apresenta suas razões para se livrarem dos pregadores do evangelho. Repare que suas próprias convicções religiosas não têm influência no caso. Primeiro ele apela para o bolso (Isto tem grande efeito). Depois, ele menciona que Paulo tinha feito uma porção de gente se desviar da adoração pagã.

At 19:27 Em terceiro lugar, o negócio deles estava diminuindo como consequência. Em quarto lugar – não a deusa, mas o edifício seria desprezado. Em quinto lugar – a magnificência de Dia seria destruída. (Obviamente eles nunca pensaram na possibilidade da própria Diana se defender).

At 19:28 Estes argumentos venceram, pois eles apelam para o bom senso deles e para a ganância. Que contraste com Cristo e o Cristianismo! Seguimos um homem glorificado, bem capaz de nos guiar e proteger, e nos satisfazer totalmente.

At 19:29-34 Mais confusão, e violência como consequência.

At 19:35-41 O escrivão da cidade tenta apaziguar o populacho dizendo-lhes que tudo ficaria bem com Diana. Desde então Diana há muito que se foi e caiu no esquecimento, mas Cristo vive!

#137

“Egito” é o estado da natureza… da qual a assembléia é tirada. “Babilônia” é a corrupção e mundanismo… no qual a assembléia caiu.

ATOS 20

At 20:1-12 Paulo cruza as águas entrando na Macedônia (atualmente Grécia).

At 10:7 Os discípulos reuniam-se a cada primeiro dia da semana para partir o pão… para lembrar o Senhor em Sua morte. Paulo prega até meia-noite, um jovem cai no sono e cai do terceiro andar. Ora, vamos pensar nesta história como representando os ensinos de Paulo à igreja ao longo dos séculos. À medida que os séculos passaram, os Cristãos ficaram cansados das pregações de Paulo, que somos um só corpo, que somos cidadãos celestiais (não terrenais), que o Senhor está vindo para nos tirar deste mundo, e muitas outras coisas. Deste modo a igreja caiu no sono, e caiu de sua posição de separação (3 andares acima do mundo ou do nível da rua) e parecia estar morta. Mas por volta do final do século 19 a verdade dos ensinos de Paulo foi restaurada. (Paulo vai até o jovem e ele volta à vida. Ele não estava morto… apenas parecia morto). Paulo começa a falar outra vez. A verdade dos ensinos de Paulo tornou-se muito preciosa para muitos crentes outra vez. Ele continuou até o raiar do dia. A vinda do Senhor será o raiar do dia para nós. A verdade dos ensinos revelados a Paulo continuará até que o Senhor venha!

At 20:17-38 Paulo chama os irmãos anciãos de Éfeso para se encontrarem com ele e dá a eles um de seus mais sérios avisos. Uma mensagem que todos deveriam ler cuidadosamente. Paulo os avisa do mal – mal religioso – que teria duas origens – de fora e de dentro.

At 20:27 A importância dos ensinos de Paulo. Muitos crentes hoje rejeitam a verdade completa dos ensinos de Paulo.

At 20:29 Ataques de incrédulos… isso vindo do mundo, como o que vemos muito hoje.

At 20:30 Ataques de crentes… aqueles que recusam os ensinos de separação de Paulo. Cremos e oramos que você não seja um destes.

At 20:31 O grau da sinceridade de Paulo.

#138

A Pessoa de Cristo, e tudo o que concerne a Ele é… o fundamento da existência da assembléia… o objeto de sua fé.

ATOS 21

At 21:1-17 Paulo é avisado pelos discípulos do Senhor para não ir a Jerusalém. Precisamos recordar que não foi porque ele quis desobedecer o Senhor, mas por amar seu próprio povo, os Judeus, e desejava que eles fossem salvos. Ele chega a Jerusalém.

At 21:18-40 Ele não fica lá muito tempo antes que os Judeus incitem problemas contra ele. As coisas vão rapidamente de mau a pior, e se ele não tivesse sido resgatado, teria sido morto.

At 21:35-40 Nas escadarias do castelo, Paulo para e pergunta se pode falar para a multidão abaixo dele. E assim ele começa a falar.

#139

Quando estou separado da Presença corporativa do Senhor… o coração se torna frio e não me dou conta da perda.

ATOS 22

Paulo parece ter mostrado um aspecto de uma autoridade tal que a grande multidão ficou em silêncio. Ele falou na língua que eles amavam… o Hebraico.

At 22:1-5 Ele mais uma vez faz uma revisão de sua vida. No capítulo 9 lemos das coisas que realmente aconteceram. Aqui, e no capítulo 26, ele volta a contar, adaptando habilmente os detalhes à audiência diante dele. Ele fala de seu nascimento Judeu, sua educação aos pés de Gamaliel, (um renomado mestre Judeu da lei), seu zelo por Deus (antes de ser salvo, e quando perseguia os crentes). Ele considerava que seus ouvintes possuíam este mesmo zelo. Ele lhes faz recordar que ele próprio havia perseguido “desta maneira” até à morte.

At 22:6-11 Ele volta a citar o milagre que aconteceu, de como ele ouviu a voz de Jesus vinda do céu falando com ele.

At 22:8 O Senhor Jesus, como um Homem glorificado no céu, continua a assumir este mesmo título humilde – veja Jo 19:19.

At 22:12-21 Eles escutaram em silêncio a tudo isso, até a última sentença. E neste ponto deixaram escapar o clamor do versículo 22.

At 22:24-30 Paulo é levado para dentro. Por ter nascido em uma cidade que tinha privilégios similares à própria Roma, ele era considerado um cidadão romano. Portanto eles foram muito cuidadosos no modo como trataram Paulo.

#140

Não é suficiente que os líderes façam o que acharem certo; a consciência de toda a assembléia precisa estar envolvida na operação.

ATOS 23

At 23:1 Muitos anos antes Paulo havia sido membro daquele conselho, e quando os Cristãos eram julgados para a vida ou para a morte, ele havia dado seu voto contra eles (26:10). Agora ele próprio era acusado por esses juízes de justiça própria.

Os Judeus estavam tentando convencer Lísias, o tribuno romano, que ele era um revolucionário e causador de distúrbios contra a paz. Ele confessa com toda a franqueza que havia pecado grandemente em sua vida anterior – veja 26:9.

At 23:11 Com os Fariseus e Saduceus clamando contra sua vida, sem o conforto de ter crentes perto de si, até o valente coração do poderoso apóstolo pode ter vacilado. Quem veio para ficar ao lado dele? O que esse Visitante disse? Está Ele perto de nós? Sim, Ele está! Nossa noite logo vai se transformar em um dia eterno. Ele estava cumprindo o que Deus havia determinado para ele quando tinha sido salvo. Leia 9:15.

At 23:12-35 Mais de 40 pessoas se ajuntaram e concordaram em não comer nem beber até que tivessem morto a Paulo! Leia Is 1:21 para ver que os corações dos homens para com Deus não mudaram.

At 23:14-24 Deus tinha um menino Seu no lugar certo para ouvir esse malévolo plano. Ele era sobrinho de Paulo. Paulo o envia a Lísias, o capitão.

At 23:25-30 Uma habilidosa e enganosa carta, chamando a atenção para suas ações como se tivessem todas sido feitas para proteger um cidadão romano.

At 23:34-35 Felix, o governador, lê a carta e decide ouvir o caso quando os acusadores chegassem.

#141

A assembléia (igreja) nunca está em condições de exercer disciplina até que o pecado de culpa individual se torne um pecado da assembléia.

ATOS 24

At 24:1-8 Provavelmente a barreira linguística fez com que o sumo sacerdote levasse um orador com ele para Cesaréia a fim de acusar Paulo de falsidade e dolo.

At 24:10-21 Que contraste! Paulo declara toda a sua crença em todas as Escrituras do Antigo Testamento.

At 24:24-26 Esse pobre homem ouviu as gloriosas novas do evangelho acerca do Senhor Jesus Cristo. Mas estava mais interessado em dinheiro, embora sua consciência fosse perturbada. Até onde sabemos, nunca houve outra “oportunidade” para ele.

#142

Guardar a unidade do Espírito é estar reunido ao Seu nome.

ATOS 25, Vers. 1-12

At 25:1-5 O Espírito de Deus conhecia os segredos deles e nos conta quais eram!

At 25:6-8 Mais uma vez os líderes religiosos viajam cerca de 80 quilômetros para tentarem fazer ele ser condenado.

At 25:9-12 Festo está mais ansioso em agradar os Judeus. Paulo, sabendo que Festo não podia entregá-lo àqueles que o odiavam, apela para o imperador Romano César. Eles nada podem provar.

# 143

A igreja (assembléia) de Deus é, depois de Cristo, o Centro de todos os conselhos de Deus para Sua glória.

ATOS 25, Vers. 13-27

At 25:13-27 Uma autoridade mais elevada, o Rei Agripa e sua esposa, vem a Cesaréia. A eles o governador Festo relata o caso de Paulo. O rei decidiu que gostaria de ver Paulo pessoalmente. Leia outra vez 9:15. Este versículo se cumpre! Quando lemos o versículo 11 de nosso capítulo, devemos ter ficado espantados achando que Paulo estava indo longe demais ao apelar para o César em Roma. Mas pare para pensar nestes resultados: – Paulo pregou (1) ao povo em Jerusalém – 22:1-6; (2) aos líderes Judeus – 23:1-6; (3) a Felix e aos soldados Romanos – 24:10-21; (4) a Felix e Drusila em particular – 24:24-25; (5) a muitos outros que tinham livre acesso para visitarem Paulo – 24:23; (6) a Festo – 25:10; (7) a Festo, Agripa e Berenice e aos oficiais e à corte ali – 25:23; (8) aos marinheiros e passageiros na viagem a Roma – capítulo 27; (9) ao chefe e ao povo de Malta (Melita) – 28:7-10; (10) e finalmente, o clímax de tudo, a capital do mundo – 28:16-31.

#144

Seu NOME é tão exclusivo para a reunião como é para a salvação. Atos 4:12; Mateus 18:20.

ATOS 26, Vers. 1-18

At 26:2-23 Quão verdadeira é a resposta de Paulo! Sem lisonjas nem exageros, nenhum medo de homem iria enfeitar suas respostas ao rei Agripa.

At 26:4-5 Ele volta a mencionar sua vida antes; seus inimigos a conheciam bem.

At 26:6-7 Paulo sabia que o Messias (Jesus) era vindo. As 12 tribos continuavam a esperar! E ainda estão!

At 26:9 Um aviso! A menos que sigamos a Palavra de Deus, podemos apenas seguir nossa própria consciência. Podemos ser muito sinceros – mas errados – assim como Paulo estava.

At 26:10 Estêvão não era apenas o único que pagou com sua vida por sua fé em Cristo.

At 26:14-18 As palavras do Senhor Jesus vindas do céu.

#145

Quase toda divisão aconteceu pela falha em se submeter à decisão da assembléia. Ainda que em fraqueza ou entre falhas, deve-se submeter à decisão. Se estiver errada, Ele certamente irá consertá-la no Seu tempo.

ATOS 26, Vers. 19-32

At 26:19 Paulo foi obediente.

At 26:22-23 Isto mostra que o Antigo Testamento não contradiz o Novo. Veja Lc 2:32 e Is 49:6 e 42:6

At 26:24 Os que não foram salvos não compreendem a verdade quando a escutam.

At 2625-29 Paulo fala ao governador Festo e ao Rei Agripa. O rei era um Judeu e portanto cria no Antigo Testamento.

At 26:29 Que resposta cheia de graça, humildade e pureza a que Paulo dá. Ele não iria querer ve-los em suas correntes, mas desejava que pudessem ter vida eterna.

#146

A unidade de Deus é um centro sem uma circunferência.

ATOS 27, Vers. 1-26

At 27:1 Um centurião era um homem que comandava 100 homens. Este oficial Romano, Júlio, está voltando a Roma, e por isso Paulo e outros prisioneiros são colocados ao seu cuidado. César Augusto era o Ditador Romano. Paulo levou o evangelho até lá.

At 27:2 A jornada por mar em direção a Roma tem início.

At 27:3 Júlio permite que Paulo visite outros Cristãos.

At 27:10-11 O centurião parece estar dando ordens e decidindo questões, passando por cima da autoridade do capitão e dono do navio. Ele não segue o conselho de Paulo (na verdade, o conselho de Deus).

At 27:13-20 O Senhor é Senhor do clima. Uma grande tormenta se forma e toda a esperança de sobreviverem é perdida.

At 27:21-26 Paulo é um homem diferente de Jonas… ele está em comunhão com Deus. Ele lhes assegura a promessa de Deus de que ninguém perderia a vida.

#147

Estamos andando e trabalhando em meio a uma imensa rede de sistemas, na qual o ministério de Paulo é desconhecido.

ATOS 27, Vers. 27-41

At 27:27-32 O temporal continua. Paulo, o prisioneiro se torna em Paulo, o que ajuda a salvá-los. Ele só falou dez palavras, mas elas foram obedecidas.

At 27:33-38 Duzentos e setenta e seis homens cansados e sem qualquer esperança natural. Mas Paulo se levanta para encorajá-los a ficarem firmes. Ele insiste para que comam, tendo dado graças a Deus, e dá a eles um exemplo.

At 27:39-44 Eles viram o navio em direção a uma baía, e o encalham. Imediatamente a popa é esmagada pela tormenta. Os cruéis soldados sugerem que os prisioneiros sejam mortos. Podemos não estar em um naufrágio, mas encontramos hoje muitas tormentas em nossa vida. Possamos aprender de Paulo.

#148

Não podemos colocar um limite naquilo que o Espírito Santo pode fazer por nós quando estamos mal, mas podemos nos colocar em uma condição em que Ele pode colocar esse limite.

ATOS 28

At 28:1-6 Esta ilha é conhecida hoje como Malta. Paulo é picado por uma cobra venenosa, mas o povo da ilha não conhecia o poder de Deus em Paulo. A princípio suspeitando que Paulo era algum homem ímpio, ele passam a achar que ele é um deus.

At 28:7-15 Finalmente, Itália! Uma longa caminhada os espera, mas o Senhor tem Seu próprio povo esperando para saudar Paulo.

At 28:16-24 Paulo testemunhou acerca de Jesus. Alguns creram, outros não.

At 28:25-31 Aqui vemos uma afirmação muito importante. A salvação de Deus sai agora pelo mundo! Leia Rm 11:11. Quão doce são as últimas quatro palavras. Assim será na vida de cada um que anda com Deus – um repouso tranquilo, não em nós mesmos, ou em nossa obra, mas no Senhor.

#149

Nunca uma coisa certa será feita de modo errado se houver sujeição ao Espírito Santo.

LEVÍTICO 1, Vers. 1-9

Vamos fazer uma revisão a fim de obter uma visão ampla dos passos que demos de um livro ao outro. Tanto no Antigo como no Novo Testamento.

Gn – Os começos, as origens, a semente no jardim.

Rm – A verdade fundamental do Cristianismo. Como Deus pode receber pecadores e ainda assim permanecer santo e verdadeiro.

Êx – A saída. A Redenção pelo sangue de um cordeiro. Libertação do poder do Egito através da água do Mar Vermelho.

At – A saída. Os crentes foram separados deste mundo pelo sangue de Cristo. O poder de Satanás contra nós foi destruído (a menos que o Senhor o permita).

Lv – No deserto, Deus disse a Moisés para construir para Ele um tabernáculo onde Deus poderia ser adorado. Ele dá instruções sobre sacrifícios, ofertas, festas e, em geral, a adoração dada a Deus pelos sacerdotes. A adoração a Deus é o primeiro motivo de sermos salvos. Os oito primeiros capítulos nos falam de diferentes sacrifícios de animais. Cada oferenda é uma figura individual da obra de Cristo na cruz (exceto a oferta de manjares).

Capítulo 1 A oferta queimada. É uma figura da cruz de Cristo, como vista por Deus. Não de Cristo morrendo por nossos pecados. Ele se entregou completamente a Deus como sacrifício – Jo 13:31-32. O animal era completamente queimado (exceto a pele 7:3). É chamado de “oferta de aroma suave”. A morte de Cristo para Deus foi a delícia de Deus Pai – Fp 2:9-10.

Lv 1:3,10,14 Três diferentes tipos de animais ou pássaros podiam ser oferecidos, dependendo da riqueza da pessoa que desejava trazer a oferta. Ele não era forçado a trazê-la. Nos dias do Antigo Testamento entre os Israelitas, quanto mais fiel era um homem, mais rico ele se tornava. (Quanto mais fiel e obediente um crente é à Palavra de Deus, mais ele a compreende. Não podemos entender as escrituras por nossa inteligência – 1 Co 1:21. É só através da consciência e do coração). Rm 10:10; 2 Co 4:6.

Lv 1:1 Nada era deixado para o sacerdote decidir. Era um caso de obediência. Todo crente hoje é um sacerdote – 1 Pd 2:5. Portanto este livro é uma instrução, fisicamente para eles, espiritualmente para nós. Possamos desejar aprender os significados.

Lv 1:3-9 A primeira seção nos fala de uma pessoa que trouxe um animal grande para a oferta queimada. Uma ilustração do crente hoje que entende bem que Cristo veio morrer para Deus em primeiro lugar. Ele entende que Deus agora encontra todo o seu prazer neste Homem… Jesus. Ele pode ser um crente velho, que cresceu neste conhecimento. Este é um aspecto da morte de Cristo. Na verdade, trata-se do aspecto de Deus. Não como aquele que levou o pecado aqui, mas que morreu para a glória de Deus. Há ricas recompensas para você se chegar a entender o que significa a oferta queimada.

Lv 1:4 Deus aceita esta oferta e transfere Sua aceitação do animal para a pessoa que a oferece. O que significa para nós é que Cristo foi aceito como Homem no céu. Somos aceitos nEle – Ef 1:6.

#150

Uma assembléia reunida ao nome do Senhor é a expressão exterior da unidade do Espírito aqui na terra.

LEVÍTICO 1, Vers. 10-17

Lv 1:10-13 Uma figura de alguém que pode entender um pouco menos de Cristo como a oferta queimada. Repare um belo ponto… as mesmas palavras são ditas acerca desta oferta como foi da primeira. Compare o vers. 9 com o vers. 13. O que importa é o quanto estamos desfrutando do sacrifício de Cristo entregando-se a Si mesmo a Deus, não o quanto o entendemos. Deus fica igualmente grato com as três ofertas.

Lv 1:14-17 Uma pessoa que talvez tenha chegado recentemente ao conhecimento do Senhor como Salvador, entendendo muito pouco dos profundos significados do que Cristo é para Deus; todavia é feliz em conhecer mesmo que um pouco deste significado. Repare mais uma vez que Deus Se apraz até quando entendemos apenas um pouco desta grande verdade. O mesmo que nos versículos 9 e 13.

#151

É necessário uma condição adequada para tratar com problemas na assembléia. Quando estamos julgando o mal nos outros, nós mesmos estamos aptos a sermos levados pelo inimigo a uma condição de orgulho.

LEVÍTICO 2

Lv 2:1-3 A oferta de alimento ou “manjares” é bem diferente. Era uma oferta de comida. – geralmente de flor de farinha. Para Cristo ser um sacrifício perfeito para Deus, Ele precisou viver uma vida perfeita e sem pecado. A flor de farinha é uma figura da vida pura e uniforme de nosso bendito Senhor. O sacerdote podia tomar um punhado da farinha, derramar azeite e incenso sobre ela, e então queimá-la sobre o altar. O azeite é uma figura do Espírito Santo. O incenso, uma figura das graças, da bondade de Cristo. O Senhor Jesus “Se ofereceu a Si mesmo imaculado (“sem mancha”) a Deus”. Hb 9:14.

Lv 2:4-10 Uma variedade de tipo de ofertas de alimentos assados de diferentes maneiras. Cada um pode ser um aspecto diferente da vida do Senhor enquanto estava na terra. O forno pode ser uma figura dos sofrimentos intensos que Ele suportou no oculto (no forno).

Lv 2:5 Em uma frigideira. Aberta para todos poderem ver. Qualquer um que quisesse olhar poderia ter visto o bendito Senhor indo pelo país, sofrendo toda a oposição, insultos, dores entre seu povo.

Lv 2:6 Não importaria com que nível de detalhes viéssemos a olhar para a vida de Jesus nunca iríamos poder encontrar uma falta. Este bolo era quebrado em pequenos pedaços.

Lv 2:7 Na frigideira (caldeirão ou panela para cozinhar). Veja Hb 12:3. Como qualquer outro grande sofredor, Ele foi considerado pelo homem como se fosse um pecador (igual a qualquer outra pessoa) – Jo 9:24-25.

Lv 2:11 Algo que é bom esclarecer. Nenhuma oferenda aqui mencionada poderia conter qualquer fermento. O fermento é geralmente uma figura do mal (pecado). O mel é uma figura da belas coisas ou qualidades naturais das pessoas. As pessoas costumam dizer que se agirem com doçura ou bondade para com outros, isto se torna uma oferta a Deus. Aqui aprendemos que nenhum mel devia ser incluído. As coisas bonitas da vida não podem ser oferecidas a Deus como um sacrifício.

Lv 2:12-16 As primícias eram os primeiros frutos da estação que eram colhidos. Cristo é as Primícias da nova criação (Adão foi da primeira criação). 1 Co 15:23. Oferecemos Cristo a Deus, e Deus Pai fica contente quando o fazemos. É isto que é adoração.

#152

O chicote pode ser a coisa certa mas não há como se ganhar o coração por meio dele. A justiça não é o que reina entre o povo do Senhor, mas “graça pela justiça”. Rm 5:21.

LEVÍTICO 3

A oferta pacífica. A terceira e última das ofertas voluntárias. Trata-se de uma figura do gozo que Cristo sentiu ao ir para a cruz para a glória de Deus. Jo 17:4. E o gozo que todos os crentes podem compartilhar uns com os outros e com Deus da perfeita obra consumada na cruz. (O gozo do filho pródigo é um exemplo da oferta pacífica). As pessoas não precisavam trazer isso. Porém agradavam a Deus ao trazê-lo. Todas as três são chamadas de ofertas de “doce aroma”. Doce para Deus porque elas O faziam pensar em Seu amado Filho que viria à terra (mais de mil anos depois). A oferta pacífica era diferente, uma vez que apenas parte dela era para ser queimada sobre o altar. Ela podia ser chamada de “oferta de comunhão”, pois muitas pessoas participavam comendo dela. Deus tinha a Sua parte… a gordura, uma figura da excelência interior de Cristo – vers. 16. Aprenderemos mais do capítulo 7. Encontramos três grupos, vers. 1-5; 6-11 e 12-17. Três diferentes animais para o sacrifício, representando diferentes classes de crentes hoje que se regozijam em graus variados de comunhão com outros crentes e com Deus, nos gloriosos resultados da morte de Cristo sobre a cruz. Alguns crentes regozijam grandemente – você pode ver em seus rostos – são como o primeiro grupo. Alguns crentes compreendem menos disso. São como o segundo grupo. E menos ainda o terceiro grupo. Muitas pessoas pensam que Cristo morreu apenas por nossos pecados. Os capítulos 1, 2 e 3 nos têm mostrado que Deus foi honrado e glorificado e satisfeito com a morte de Seu Filho amado.

#153

Uma queda que exija expulsão não é o início do mal em um crente; aquela pessoa não devia estar se mantendo perto de Deus.

LEVÍTICO 4

A oferta pelo pecado. É bem similar à oferta pela transgressão que vem depois. São uma figura do aspecto da morte de Cristo que é mais facilmente compreendida pelas pessoas… Sua morte por pecadores. O sacrifício pelo pecado atende nossa necessidade – 1 Pd 2:24, 2 Co 5:21. Deus não pode simplesmente perdoar pecados. Eles precisam ter sido pagos. Quando aceitamos o Senhor Jesus como nosso Salvador, recebemos perdão de pecados, mas Ele pagou a pena – morte – por nós – Ef 1:7. Você entende a diferença entre os três primeiros capítulos e este? Em sua sequência no tempo, as ofertas pelo pecado e pela transgressão vêm primeiro pois precisamos estar salvos primeiro, mas o que concerne a Deus (as três primeiras ofertas) vem primeiro em grau de importância do ponto de vista de Deus. Primeiro Deus deve se honrado.

Lv 4:2 Repare também a diferença, em como esta oferta deve ser feita. Repare que estes eram pecados de ignorância. Não havia sacrifícios para pecados deliberados. Um pensamento sério – Hb 10:26. Uma pessoa que se denomina Cristão deve prestar mais atenção se estiver deliberadamente se envolvendo com o pecado sem ter sua consciência afetada. Ele (ou ela) não poderia ter qualquer segurança de ser realmente um crente. Mais uma vez o capítulo é dividido em seções.

Lv 4:3-12 Tratava-se de uma séria ofensa se o sumo sacerdote pecasse. Neste caso, e no próximo (toda a congregação), se o sangue do sacrifício não fosse introduzido no santo lugar e colocado sobre o altar do incenso, a comunhão de toda a congregação com Deus seria interrompida. Quanto mais perto uma pessoa anda com Deus, mais sério é quando peca. Deus o tem como responsável – Lc 12:48.

Lv 4:13-21 As mesmas coisas deveriam ser feitas se toda a congregação descobrisse a existência de culpa por um determinado pecado.

Lv 4:22-35 Nestes dois casos envolvendo alguém menos importante, o sangue não era introduzido no tabernáculo, mas era colocado sobre as pontas de bronze do altar que estava fora. Aquele era o lugar para a pessoa encontrar-se com Deus individualmente. Portanto, neste capículo, aprendemos que quanto mais verdade conhecemos, mais culpados somos pelo pecado que praticamos.

#154

Somos com frequência inclinados a confundir o instrumento com a causa.

LEVÍTICO 5

Lv 5:1-13 Leia 1 Co 15:3. Cristo é Aquele que é nossa oferta pela transgressão. Aqui temos um diferente tipo de pecado. Por exemplo, quando você está trabalhando com um grupo de pessoas cuja conversa é imoral. Você é contaminado por isso, mesmo se não estiver participando com eles. No vers. 2 lemos de se tocar um corpo morto. Trata-se de uma figura de nos tornarmos impuros pelo contato com o mundo do qual Deus diz que é imundo. Tg 4:4 e 1 Jo 2:15-17.

Lv 5:14-19 Se um erro tiver sido cometido, seja para Deus ou para uma pessoa, então Deus e aquela pessoa deve ser ressarcido pelo erro. Ao fazer isto, uma oferta pela transgressão deve ser dada ao Senhor. É bom que nós entendamos isto, pois às vezes pensamos que se fizemos algo de errado para alguém, tudo o que é preciso é resolver a questão com a pessoa pelo mal feito e só. Mas às vezes nos esquecemos que esta má atitude nos tirou da comunhão com Deus. Devemos nos reconciliar com Ele também.

#155

Hoje em dia a união é buscada através da indiferença para com a verdade… a verdade é santidade.

LEVÍTICO 6, Vers. 1-13

Lv 6:1-7 O assunto de ontem continua. Além de restaurar o dano causado a um vizinho era preciso acrescentar um quinto disso. Se aquelas pessoas deviam ser cuidadosas, quão mais cuidadosos devemos nós crentes ser! 2 Pd 3:11, 1 Pd 1:15.

Lv 6:8-13 Voltamos agora à oferta queimada. Estas “leis” descrevem como a oferta devia ser feita. Nesta oferta todo o sacrifício era queimado. Uma figura de Cristo entregando-Se completamente a Deus. Há dois pontos principais, (1) o fogo nunca devia se extinguir. Deus nunca Se esquece da obra que Cristo fez na cruz, mesmo se o Seu povo venha a dormir e a se esquecer do fogo que está aceso. (2) As cinzas sempre são um lembrete de que o fogo esteve ali. O fogo do juízo (castigo) caiu sobre nosso bendito Senhor Jesus, não deixando nada além de cinzas – a recordação de Sua morte.

#156

Quanto mais elevado o privilégio… mais feroz o conflito.

LEVÍTICO 6, Vers. 14-30

Lv 6:14-23 A lei da oferta de Manjares. Um punhado de flor de farinha devia ser tomado pelo sacerdote das mãos do ofertante. Azeite (uma figura do poder do Espírito Santo) e incenso (uma figura das graças de nosso Senhor Jesus Cristo) eram colocados sobre a farinha e tudo era queimado no altar.

Lv 6:16-18 A parte que restasse era para o sacerdote (Aarão) e seus filhos. Cristo é nosso Sumo Sacerdote, e somos como os filhos de Aarão. Naqueles dias existia uma diferença entre os sacerdotes e o povo. Hoje, todo crente no Senhor Jesus é um sacerdote (1 Pd 2:5 e 9). Não há lugar para alguém se colocar entre os crentes e Deus, como por exemplo um ministro hoje. Isso é uma negação da verdade do Cristianismo. A Bíblia deixa bem claro – 1Tm 2:5. Rabino, sacerdote ou ministro são coisas que os homens criaram. Trata-se de uma mistura das religiões Judaica e Cristã. E você não pode misturar as duas. O próprio Senhor estava ensinando isto em Mt 9:16-17. Deus dá um dom para cada pessoa, raramente dá dois dons, mas ministros devem possuir todos os dons (Ef 4:11).

Lv 6:24-30 Quão cuidadosos os sacerdotes precisavam ser! Será que entendemos o quão cuidadosos devemos ser acerca das pequenas coisas que fazemos? O sacerdote tinha que comer esta oferta pelo pecado. Isto fala a nós crentes de um ponto muito importante… que quando outros crentes pecam, deveríamos ficar tão preocupados por eles como se nós mesmo tivéssemos pecado.

#157

A verdade não pode viver sem luta em um mundo afastado de Deus.

LEVÍTICO 7, Vers. 1-18

Lv 7:1-10 Algumas instruções interessantes acerca das ofertas do pecado e transgressão.

Lv 7:2 Repare a primeira parte… fazer algo a outro pode não ser considerado por nós como algo muito sério, mas aqui vemos que o sacrifício necessário para isto era morto no mesmo lugar da oferta queimada. Isto nos dá uma idéia da seriedade disso aos olhos de Deus. Então o sangue tinha que ser colocado no mesmo lugar!

Lv 7:3-5 Toda a gordura devia ser oferecida a Deus. A gordura… a parte interna, a parte não vista. A beleza, a amabilidade de Cristo tem valor para Deus.

Lv 7:7 Então o sacerdote que oferecia devia ficar com o que sobrasse. Cristo é o Sacerdote que fez a expiação. Foi Sua alegria oferecer-Se a Deus.

Lv 7:11-34 As leis da oferta Pacífica. Lembre-se de que trata-se de uma das ofertas de aroma suave… o prazer de Deus pela morte de Seu Filho e Seu compartilhar desse prazer conosco. Assim temos muito que refere-se ao Senhor, parte do sacrifício que ficava com o sacerdote, e o ofertante comendo o restante junto com seus amigos que estavam limpos.

Lv 7:12-18 O sacrifício devia ser comido no mesmo dia, em circunstâncias normais; ou no caso de uma oferta voluntária, devia ser comido no dia seguinte, mas não mais tarde. Aprendemos disso que o comer do sacrifício não deve ser separado do oferecer sobre o altar. Deus não nos permitirá separar a comunhão com Ele da obra na cruz.

#158

No momento em que o poder do Espírito se vai, o poder da carne entra em ação.

LEVÍTICO 7, Vers. 19-38

Lv 7-19 “Qualquer que estiver limpo comerá dela”. Naqueles dias uma pessoa era impura, por exemplo, se tivesse tocado um corpo morto. Para nós crentes isto seria uma figura de nossa amizade com pessoas mundanas (a pessoa não salva está morta) Ef 2:1-3. A comunhão com os incrédulos suja um crente – 2 Co 6:14. Mas não é para nos isolarmos deles. Em nosso versículo, a pessoa poderia comer do sacrifício com seus amigos que estivessem limpos. É fácil perceber que importa com quem temos comunhão.

Lv 7:22-27 A gordura e o sangue não deviam ser comidos. Eram somente para Deus.

Lv 7:30-34 O peito do sacrifício era para Aarão e seus filhos. O peito – uma figura do amor de Cristo. O ombro direito era para o sacerdote que tinha feito a oferta. O ombro – uma figura da força de Cristo. Amor e poder estão combinados nEle. Ele teve o Seu gozo em entregar-Se a Deus. Isto encerra o assunto das ofertas. Juntando tudo representam a perfeita, porém variada, obra de Cristo na cruz. O tempo que você gastar pensando sobre estas ofertas será ricamente recompensado. Deus não gastaria sete capítulos se o assunto não fosse importante. Nossos pecados fizeram da cruz algo necessário.

#159

A fidelidade é mais importante que ser cheio de frutos, embora uma coisa deva complementar a outra.

LEVÍTICO 8, Vers. 1-17

Um sacerdote era alguém que se colocava entre Deus e Seu povo. Nós também precisamos de alguém que se coloque entre um Deus santo e nós, pecadores. E temos Alguém assim em Cristo; 1Tm 2:5. Ele é nosso Sumo Sacerdote no céu diante de Deus agora, Hb 4:14.

Lv 8:1-5 O capítulo de hoje nos fala da preparação de Aarão, o sumo sacerdote e seus filhos para sua obra. Cada crente é individualmente um membro do corpo de Cristo, portanto somos como os filhos de Aarão.

Lv 8:6 Primeiro, eles deviam ser lavados com água, uma figura da santificação (separação do mundo – Jo 17:17 e 19).

Lv 8:7-9 Aarão é vestido; uma figura da justiça (perfeita bondade).

Lv 8:10-11 O tabernáculo é ungido com azeite. Poder do Espírito Santo. O tabernáculo é uma pequena figura do universo que mais tarde se encherá de glória.

Lv 8:12 Aarão ungido com óleo – mas não com sangue. (Cristo não precisava da redenção).

Lv 8:13 Nós crentes associados com Cristo somos sacerdotes, aptos a nos aproximarmos de Deus.

Lv 8:14-17 A oferta pelo pecado para os sacerdotes.

#160

Tendo um lugar dentro com Deus, devo ter um lugar fora do mundo.

LEVÍTICO 8, Vers. 18-36

Lv 8:22-28 O carneiro da consagração. Aarão e seus filhos devem ser completamente para Deus. E assim é com todos os crentes hoje. (Reconhecemos o descuido que está por toda a parte entre os crentes, mas isto explica porque somos tão fracos). Orelha (o que se ouve), polegar (o que é feito), dois (onde a pessoa vai). Tudo deve ser para o Senhor. A consagração significa estar devotado a uma pessoa ou coisa. Estamos consagrados a Cristo em nossa vida?

Lv 8:33-36 Sete dias eles deviam permanecer no tabernáculo. Sete é o número completo nas escrituras. Deste modo isto nos fala de nossa total separação do mundo, e para Deus. Sérias palavras para considerarmos. Deus exige santidade de cada crente.

#161

Estar perto de Jesus, para nosso próprio bem, é a forma de conhecermos a Sua vontade.

LEVÍTICO 9

Lv 9:1-22 Este capítulo é difícil de entender. Mas se pudermos ver o que ele representa em figura, então ficará mais fácil. Se você ler os versículos 23 e 24 primeiro, verá que Moisés e Aarão saem do tabernáculo. E há grande gozo entre o povo. É uma figura do milênio. Moisés é uma figura de Cristo como Rei; Aarão, de Cristo como Sacerdote. Cristo será Rei e Sacerdote no milênio. Israel não entenderá a obra de Cristo na cruz até que venha o milênio. Leia o que eles irão perguntar no começo (Zc 13:6). Nós crentes, a igreja, estamos escondidos durante essa época (o capítulo inteiro até o versículo 22). O capítulo vai além das ofertas… a visão da cruz de Cristo ficou para trás.

#162

Em dias de trevas, quando é o estilo de uma pregação o que agrada mais, poucos comparam o que ouviram com a Palavra de Deus… a consciência não foi despertada.

LEVÍTICO 10

Lv 10:1-7 Tudo o que Deus faz é perfeito, tudo o que Deus dá ao homem para fazer é rapidamente estragado. Tão logo é dado o privilégio de irem à casa de Deus, o Tabernáculo, aos quatro filhos de Aarão, os sacerdotes, e já dois homens desobedecem. Ao invés de levarem o fogo do altar de bronze para dentro do tabernáculo, eles usaram algum outro fogo. Os dois filhos mais velhos morrem. Toda a adoração a Deus deve ter a cruz de Cristo (o altar de bronze) como sua fonte. Usar qualquer coisa de nós mesmos (como tocar música, dar dinheiro, falar de nossa vida correta) rouba a Cristo a glória que só pertence a Ele.

Lv 10:6-7 Não devia haver tristeza pelos filhos mortos, pois morreram por causa da desobediência. As pessoas que acham que isto não foi correto não estão, elas mesmas, obedecendo a Deus. Ninguém é tão sábio quanto Deus.

Lv 10:9-11 Em Números capítulo 6, lemos daqueles que se tornaram Nazireus por um determinado período de tempo. Eles se devotaram ao Senhor abandonando certas coisas. Bem, aqui vemos algumas destas coisas. O vinho produziria excitação natural. Para nós crentes hoje, significa que nada do que é natural pode ter qualquer parte na adoração a Deus. Somente a presença de Deus deve ser sentida. Há muitos que são estimulados por emoções, sentimentos, música, etc. Isso não é adoração.

Lv 10:16-20 Se o sangue da oferta pelo pecado não fosse levado para dentro do tabernáculo, então a oferta pelo pecado devia ser comida pelos sacerdotes no santo lugar. Quando alguém entre os crentes faz algo de errado, os outros crentes devem assumir aquele pecado e confessá-lo a Deus como se eles próprios tivessem pecado. Do contrário irão agir com um coração duro e orgulhoso contra aquele que errou. Acabarão se colocando como juizes sem entenderem que só a graça pôde salvá-los.

#163

Se estou verdadeiramente consciente de minha fraqueza e dependo de Deus… Ele pode me usar.

LEVÍTICO 11

Depois de os sacerdotes terem sido estabelecidos, e o tabernáculo estar funcionando, eles precisavam conhecer a diferença entre o limpo e o impuro. Nós somos sacerdotes diante de Deus. Também precisamos aprender a diferença. Vamos encontrar sete partes daqui até o capítulo 17, cada uma ensinando o que é limpo e o que é impuro de uma determinada coisa. Hoje iremos falar de comida limpa e pura. Precisamos conhecer a diferença entre o limpo e o impuro nas coisas que lemos e ouvimos. Qualquer coisa impura irá causar-nos dano.

Lv 11:2-8 Os animais que ruminavam e tinha cascos partidos eram limpos e podiam ser comidos. Os animais precisavam ter ambas características para serem considerados limpos. O descuidado que engole sem digerir lentamente, e que corre para todo lugar sem pensar, era representado pelo animal que não ruminava e não tinha casco partido.

Lv 11:9-12 Os peixes que não tivessem nadadeiras ou escamas eram impuros. As nadadeiras permitem que o peixe avance através da água. As escamas resistem aos ataques de fora.

Lv 11:13-23 Os pássaros que perambulavam pela noite, e aqueles que não podiam ser domesticados são aqui relacionados. Eles eram impuros.

Lv 11:29-45 Aqueles que rastejassem, arrastando-se pela terra eram impuros.

Lv 11:46-47 Podemos dizer que um crente que é cuidadoso com o que lê, escuta e vê, mantém-se limpo deste mundo. Deus quer o Seu povo limpo. Assim este capítulo tem uma boa instrução para nós. A Palavra de Deus é alimento limpo, leia 1 Pd 2:2, onde “racional” significa “puro”.

#164

Eu cresço por meio do “puro leite espiritual [da Palavra]”, quando sou ensinado pelo Espírito Santo; mas deve haver piedade e o deixar de lado de “toda a malícia, todo o engano, e fingimento, e invejas, e toda a maledicência”. 1 Pd 2:1,2.

LEVÍTICO 12

A próxima coisa que deve ser mantida limpa – o corpo – um corpo puro – leia Gn 1:28. O nascimento de uma criança deveria ser um gozo e uma bênção. Mas isso foi antes da queda de Adão e Eva. Agora leia Gn 3:15 e veja o resultado do pecado que Eva cometeu. O pecado nunca fica sem castigo. O nascimento de uma criança, por causa do pecado de nossos primeiros pais, tornou agora a mulher impura – sob a lei. O Senhor Jesus levou a maldição da lei por nós, de modo que não estamos sob a lei, mas sob a graça – Gl 3:13 e 1 Co 6:18-20.

#165

A piedade de se chorar pelos pecados de outros homens… uma afeição que é verdadeiramente uma semelhança de Cristo!

LEVÍTICO 13, Vers. 1-28

Em seguida, uma pessoa pura. A lepra era encontrada em pessoas, vestes e casas. Rm 5:12 nos fala que a morte entrou no mundo pelo pecado. Portanto a lepra era como o pecado atuando na carne. Não era o médico, mas o sacerdote, o homem que podia falar a verdade acerca disso. Não era algo fácil de se detectar.

Lv 13:2 Para o crente, a pessoa que vive próxima ao Senhor, fica mais fácil detectar o pecado – Hb 5:14, 1 Co 2:14. Por isso aqui Aarão (uma figura de Cristo), ou o filho de Aarão (uma figura de um crente vivendo próximo ao Senhor) podia decidir se era ou não lepra.

Lv 13:2, 4, 6 Se a carne aparecesse, era lepra. Quando a carne (a velha natureza) está ativa em nós, o pecado está em atividade. Isso fica evidente.

Lv 13:16-17 Se o homem estivesse todo branco – era como uma pessoa hoje que confessa que não existe nada de bom nela, mas apenas pecado – então estava limpo – Rm 7:18. O mais importante para o pecador hoje é confessar a Deus.

#166

Se nos encontramos com o próprio Bendito Senhor, devemos nos encontrar com Ele nas condições adequadas à Sua presença.

LEVÍTICO 13, Vers. 24-59

Lv 13:47-59 A lepra podia estar nas vestes (o adorno). O pecado pode estar nas circunstâncias que nos cercam. Se aparecesse apenas uma mancha, as vestes deviam ser lavadas. Que coisa maravilhosa é quando um crente se mantém imaculado do mundo – Tg 1:27. Enquanto nós crentes estamos no trabalho ou na escola somos manchados pelo contato com o mundo. Se apenas escutamos as coisas, mas não nos envolvemos com elas, é como a mancha do versículo 58. Mas repare quantas vezes precisava ser lavada.

Todos estes 59 versículos deveriam marcar em nós a importância, do ponto de vista de Deus, de nos mantermos limpos. A lepra na cabeça (vers. 29-37) pode ser uma figura do pecado de pensarmos nossos próprios pensamentos – 2 Co 10:5-6.

#167

O final da história da igreja é caracterizado pela existência de muitos sistemas que o Senhor está para vomitar de Sua boca. Que eu possa, humilhado por isto, guardar a verdade nesta hora escura da noite.

LEVÍTICO 14, Vers. 1-32

Lembre-se de que a lepra, nas Escrituras, é uma figura do pecado. Não existia cura conhecida para isso. No capítulo de hoje, porém, o homem que tinha lepra era declarado limpo. Aqui está algo maravilhoso… a história que será lida agora é a história (em tipo) da morte e ressurreição de Cristo! Ninguém além de Deus poderia ter inspirado um Livro como a Bíblia.

Lv 14:1-3 O leproso está fora do arraial de Israel. Ele estava impuro. Agora ele está limpo. Mas não pode entrar… o sacerdote deve sair até ele e declará-lo limpo.

Lv 14:4 Aqui está a parte maravilhosa da história. Primeiro, dois pássaros vivos e limpos (como pardais) são trazidos ao sacerdote. Depois, 3 coisas estranhas precisam ser trazidas também… (vers. 4) (1) madeira de cedro… nas Escrituras, uma figura da força e estabilidade, (Sl 92:12), (2) carmesim… grandeza terrena e realeza de Israel. Veja em Êx 39-29 as vestes de glória e beleza do Sumo Sacerdote. (3) Hissopo… uma pequena flor que crescia abundantemente nos muros (uma figura de humildade), frequentemente utilizada para aspergir o impuro. Êx 12:22. Estava em contraste com (1).

Lv 14:5-7 É maravilhoso vermos estes 2 pássaros como tipos do Senhor Jesus na morte e ressurreição. Um pássaro é morto, o pássaro vivo é mergulhado no sangue do pássaro morto (assim como as 3 coisas mencionadas acima). O pássaro vivo (com sangue sobre si), é solto no campo aberto. (A ressurreição de Cristo). Em Rm 4:25 você encontrará estes dois pássaros (em tipo).

Lv 14:7 O leproso é aspergido 7 vezes e assim sucede com o crente que é coberto pelo sangue de Cristo e permanece em total aceitação de Cristo diante de Deus – Hb 10:14. Isto nos dá paz com Deus.

Lv 14:7-9 O leproso foi limpo pela água e pelo sangue. Leia Jo 19:34 e 1 Jo 5:6.

Lv 4:10-32 Agora começa o longo processo de se passar pelas diferentes ofertas que são descritas nos primeiros 7 capítulos deste livro. Quando aceitamos o Senhor Jesus como nosso Salvador, somos purificados para sempre de nossos pecados. Mas agora que estamos limpos, não significa que podemos viver como antes. Agora nossa vida não pertence a nós, pois fomos comprados com o preço do sangue de Cristo. Leia o que diz após a palavra “Porque” em 1 Co 6:19-20.

A salvação depende do poder purificador do sangue de Cristo, mas a comunhão com Deus depende da obra purificadora de Cristo. Sangue e água – leia Hb 10:22.

#168

Não existe ninguém tão capaz de fortalecer seus irmãos do que alguém que tenha, ele próprio, experimentado a graça restauradora de Cristo.

LEVÍTICO 14, Vers. 33-57

Lv 14:34 É bom notar a expressão “Quando tiverdes entrado na terra”, e não “se”. Era uma certeza absoluta, ainda que Israel tivesse que vagar durante 40 anos pelo deserto por não terem crido nesta afirmação. (Veja Nm, capítulos 13 e 14). Estamos desfrutando de nossa vida celestial na qual já vivemos aqui na terra?

Lv 14:33-48 Lepra na casa. Era necessário uma casa pura. Vamos aplicar a “casa” a duas passagens, 1Tm 3:15 e 2Tm 2:20, e pensarmos nos cristãos reunidos ao nome do Senhor Jesus Cristo em uma cidade. A “casa” deve ser mantida pura de todo mal; doutrinário, eclesiástico ou moral. Como um testemunho coletivo, reundio pelo Espírito Santo para manter Sua unidade (Ef 4:3) a verdade deve ser guardada, o erro deve ser removido.

Lv 14:35-39 O proprietário da casa suspeitava de que algo estava errado. Deve ir ao sacerdote, que procede a uma cuidadosa investigação. Ele espera por 7 dias, e depois volta para ver se as condições mudaram.

Lv 14:40-42 Ele descobre que realmente existe uma praga ali, portanto ordena que certas pedras sejam removidas e as paredes raspadas. Novas pedras são colocadas no lugar. Devia-se tomar grande cuidado.

Lv 14:43-47 Se a praga voltar, a lepra é anunciada e a casa totalmente destruída. Repare para onde as pedras e outras coisas são levadas.

Lv 14:48 Mas se a praga não retornou, o sacerdote declara a casa limpa.

Lv 14:49-53 A casa necessita o mesmo tipo de limpeza que era utilizada nos versículos 4-7 para o homem que era purificado.

Tudo isso nos ensina lições espirituais. Quer seja em um indivíduo (versículos de ontem) ou coletivamente (versículos de hoje) ambos precisavam ter todo mal tirado de suas vidas! 1 Co 5 é instrutivo no Novo Testamento ao tratar do mesmo assunto. Que cada um de nós possa considerar isto de coração! Trata-se do que Deus está nos dizendo.

#169

A fé parece orgulho para aqueles que não a possuem.

LEVÍTICO 15

Agora chegamos aos bons hábitos. Deus é santo, e Ele quer que todo o Seu povo seja puro. Naqueles dias, lembre-se, eles estavam sob a lei. Hoje estamos sob a graça. Deus veio ao mundo na Pessoa de Seu amado Filho. O Senhor Jesus morreu na cruz para nos limpar, para sempre, de todos os nossos pecados. Mas agora que já recebemos a Cristo como Salvador, devemos nos manter limpos em nossa vida. A limpeza diária pela água (da Palavra de Deus) é necessária para nos manter em comunhão com nosso Pai – Ef 5:26.

#170

Se uma pessoa possui a verdade, essa pessoa sabe que a tem, apesar de não poder prová-lo por meio de palavras, mas apenas com sua vida.

LEVÍTICO 16, Vers. 1-19

Já vimos (1) Alimento puro e limpo no capítulo 11, (2) Corpos puros no capítulo 12, (3) Pessoas puras no capítulo 13, (4) Casas puras no capítulo 14, (5) Hábitos puros no capítulo 15, e hoje lemos de (6) uma adoração pura. Trata-se de uma assunto de grande importância… para Deus, e para qualquer um de nós que, com um coração puro, deseje conhecer a Sua vontade a este respeito.

Lv 16:1-2 No capítulo 10 lemos da morte dos dois filhos de Aarão por se aproximarem de Deus de um modo errado. Hoje lemos das consequências dessa ofensa contra Deus. Até a morte deles, Aarão podia entrar na presença de Deus no “Santo dos santos” no Tabernáculo, a qualquer tempo. AGORA NÃO. Aarão morreria se o fizesse!

Lv 16:3 Nenhuma menção é feita das oferendas de “Manjares” ou de “Paz”. Só estas duas. Uma era para Deus, a outra para o povo.

Lv 16:4 Agora as vestes. Todas de branco puro, linho e santas. De quem é isto uma figura? Nenhum outro além de nosso Senhor Jesus, Deus vindo ao mundo, poderia ter sido um Homem sem mácula, puro e santo, (sua encarnação) para viver para a glória de Deus, e morrer.

Lv 16:5-10 Dois bodes para uma “oferta pelo pecado”. Ele lançava sortes (deixava Deus escolher) sobre os dois bodes. “Uma pelo Senhor”, e o outro para “bode emissário”, para ser levado embora para o deserto. O significado disso? Uma gloriosa figura de Cristo morrendo na cruz com dois objetivos… (1) (o bode “pelo Senhor”). Ele atendeu todas as reivindicações de um Deus santo, da própria natureza de Deus. De Seu caráter e de Seu trono. E (2) (o bode emissário) atendendo perfeitamente toda a culpa do homem e tudo o que este necessitava. O lado de Deus, e o nosso lado.

Lv 16:11-14 “Por si e pela sua casa”. Qual o significado? Estes quatro versículos formam uma magnífica figura de Cristo e Sua assembléia (a igreja).

Lv 16:12-13 Qual o significado? O céu está cheio com o doce e santo perfume daquele incenso precioso, que é Cristo em toda Sua doçura e graça.

Lv 16:14-15 Repare que o sangue de ambos os tipos de oferta era levado para dentro da própria presença de Deus no Propiciatório. Qual o significado disso? O Senhor Jesus disse, em Jo 17:19 que tanto Ele como os crentes estão satisfeitos. Deus está contente, e aceita isto.

Lv 16:16-19 A expiação se aplicava a todo o tabernáculo… desde o mais elevado (o interior do santuário) até o altar (fora, logo após o portão). Isto por causa da impureza do povo. Qual o significado? É tão maravilhoso para nós saber que não importa quão descuidados e fracos nós sejamos, temos uma posição perfeita para com um Deus santo. Tudo por causa da obra de Cristo… primeiro para Deus, depois para nós. Podemos assim desfrutar de uma ADORAÇÃO PURA.

#171

A única coisa que pode ser verdadeiramente uma bênção para nossos irmãos é o que de Cristo pode ser visto em nós.

LEVÍTICO 16, Vers. 20-34

Lv 16:21-22 Um bode morria como um sacrifício (vers. 8-9). O outro era chamado de bode emissário. Sobre sua cabeça, Aarão colocava ambas as mãos, e confessava sobre o bode vivo todos os pecados do povo. O bode vivo levava para o deserto todos os pecados, e nunca mais era visto. Cristo é visto em ambos os bodes. O bode morto é uma figura da morte de Cristo. O outro bode é uma figura de nossos pecados levados por Cristo, para nunca mais serem novamente lembrados por Deus.

Lv 16:23-24 A obra da expiação está terminada, de modo que Aarão é instruído a tirar aquelas vestes especiais. Qual o significado? O Senhor está agora fazendo coisas diferentes para nós no céu. A mudança de vestidos nos falaria da mudança de Seu trabalho.

Lv 16:25-28 Tudo era feito cuidadosamente e tudo nos fala da perfeição da obra de Deus.

Lv 16:29-31 O dia da expiação, no décimo dia do sétimo mês, é uma figura de quando Israel, como nação, receberá a nova aliança, quando “nascer de novo” como nação. Leia cuidadosamente Hb 10:16-22 e 8:10-13. Qual o significado? Maravilhoso para aquela nação que hoje está espalhada, confusa e frustrada.

#172

Nossa vida, como crentes, é para servir de testemunho do que cremos.

LEVÍTICO 17

Este e o próximo capítulo nos dão várias instruções de como viver uma vida santa e das coisas impuras das quais precisamos nos manter afastados.

Lv 17:2 Tanto os sacerdotes como as pessoas recebem instruções. Nós crentes somos ambas as coisas (veja 1 Pd 2:5 para a primeira classe de pessoas e vers. 11 para a segunda. Que conexão maravilhosa existe entre os ensinos do Antigo e Novo Testamento). Podemos chamar o capítulo de hoje de Adoração Pura que requer Costumes Puros.

Havia o perigo do povo vir a oferecer secretamente seus sacrifícios a demônios (vers. 7). E é muito fácil para nós voltarmos ao mundo e nos misturarmos com as práticas pagãs. Muitos dos costumes religiosos hoje começaram nas religiões que na realidade adoravam o demônio.

Lv 17:10-16 O sangue nunca devia ser comido. Vemos a seriedade disso nestes versículos. Leia Hb 9:22. O sangue de Cristo é para Deus somente. A morte de Cristo é o fundamento da adoração a Deus. Por isso o sangue aparece neste capítulo quando somos instruídos acerca da adoração pura.

#173

Quando há um afastamento da simples Palavra de Deus, os sentidos espirituais tornam-se amortecidos… o coração endurecido… a consciência entorpecida e o juízo pervertido. Segue-se a indiferença e a hostilidade.

LEVÍTICO 18

Lv 18:1-5 A terra da qual haviam saído (Egito) e a terra para a qual estavam indo (Canaã) tinham ambas maus costumes. O contraste estava em se fazer o que Deus dissera a eles que fizessem, pois Ele era o Senhor e, por conseguinte, perfeito. O vers. 5 era o glorioso motivo e resultado, se obedecessem. O mesmo para nós!

Lv 18:6 Este versículo é a chave para se entender o capítulo… não devemos misturar as intimidades do matrimônio com as relações familiares. Satanás tem levado as pessoas a fazerem essas coisas. Em 1 Co 5:1 e 3 vemos que os crentes são capazes dos mesmos males.

#174

Estamos determinados, como Cristãos, a sermos uma carta de recomendação diante do mundo.

LEVÍTICO 19

Este capítulo continua com os costumes puros, mas vai um pouco mais adiante. O capítulo de ontem falou de algumas coisas que não deveriam ser feitas.

Lv 19:5-8 Isto significa que um crente hoje não pode seguir dia após dia sem voltar para a cruz de Cristo. E podemos usar este mesmo pensamento em relação à leitura das Escrituras.

Lv 19:9-10 Amor pelo próximo é o que um crente carrega em seu coração.

Lv 19:11-37 Um crente pode aprender muitas lições para sua própria vida lendo estes versículos vagarosamente. Mas lembre-se de que estas instruções eram na realidade para pessoas sob a lei. Nós as aplicamos à vida espiritual que temos em Cristo.

#175

A glória do Senhor está muito próxima da alma do crente… na proporção que a buscamos é que a bênção pessoal será encontrada.

LEVÍTICO 20

Quando Israel entrou na terra, estavam tomando um país que estava cheio de impiedade da pior espécie. Repare que o mal religioso encabeça a lista. Nós crentes estamos em um mundo igualmente ímpio e que tem os mesmos males.

Lv 20:6 e 27 As pessoas hoje estão brincando com espíritos familiares, e não parecem entender que estão brincando com fogo. O espiritismo está se espalhando rapidamente. Em Is 47:10-15 lemos que Israel não havia prestado atenção a estes avisos e estava sendo castigado por isso. Alguns Cristãos não parecem entender que Satanás leva os crentes para longe de Deus do mesmo modo como ele o faz com incrédulos. E não estão cientes de que ele pode nos levar muito longe. Mas repare o quão longe Satanás poderia levar aquele povo. Uma aviso para nós!

Lv 20:9 A desonra aos pais exigia a pena de morte! As pessoas hoje fazem piada disso (Pv 14:9).

Lv 20:23 O mundo ao nosso redor tem uma grande influência sobre nós. Devemos nos manter afastado dele o máximo que pudermos. Nossa vida deve ser um testemunho de Cristo contra o mundo.

Lv 20:24 Deus os separou do mundo para Si mesmo. Este versículo nos dá a razão pela qual deveríamos ter todas as coisas puras acerca das quais temos lido nos capítulos anteriores. Vamos nos conscientizar de que Deus só deseja bênção para nós, e nos deu instruções completas em Sua Palavra.

Lv 20:25 Precisamos conhecer o que é limpo e o que é impuro. O capítulo começa e termina com as coisas que exigiam o apedrejamento até a morte.

#176

Nosso objeto… estarmos ocupados com Cristo e seu inexaurível amor e imensurável graça.

LEVÍTICO 21

Hoje lemos de quão cuidadosos deveriam ser os sacerdotes. Você se lembra de que 1 Pd 2:5 nos diz que todo crente no Senhor Jesus é um sacerdote diante de Deus. Pare um pouco para considerar isso. Se os sacerdotes daqueles dias precisavam ser cuidadosos, quão mais cuidadosos deveríamos ser? Somos sacerdotes de Deus neste mundo mau e corrupto. Eles precisavam estar prontos para entrar na presença de Deus a qualquer momento; o mesmo precisamos nós dia após dia.

#177

Se estou defendendo a verdade, preciso vigiar meu espírito e temperamento, ou acabarei caindo no mal em outras formas.

LEVÍTICO 22

Há uma lição muito importante para aprendermos aqui. Se o sacerdote, por descuido, tivesse algo de errado com ele, não podia entrar na presença de Deus até que isso fosse corrigido. Algumas pessoas (crentes) dizem que podemos ficar muito estreitos em nossos pensamentos quanto à adoração a Deus. Mas cremos que quando temos a certeza dada pela Palavra de Deus de que Cristo está no meio, então iremos querer ser bem cuidadosos. Não será uma questão de sermos o mais descuidados que quisermos ser, mas de sermos o mais cuidadosos que devermos ser. Quando não estamos conscientes da presença do Senhor no meio, então é natural que não tenha importância o que a pessoa faz, contanto que ele seja crente. Leia este capítulo cuidadosamente e em oração.

#178

A verdade que exige fé para ser seguida encontra resistência nas afeições naturais.

LEVÍTICO 23, Vers. 1-22

Deus dá aqui instruções cuidadosas sobre as sete ocasiões quando o Seu povo deveria se reunir ao Seu redor. São camadas de “Festas”, não necessariamente para comer. Se os sacerdotes deviam estar na casa de Deus, era para eles se comportarem da maneira que Ele determinava. Havia sete “festas” a cada ano. (1) o Sabath; (2) a Páscoa e a festa dos pães ázimos; (3) as primícias da colheita; (4) o Pentecoste; (5) a festa das trombetas; (6) o dia da expiação; (7) a festa dos tabernáculos. Juntas elas nos contam uma maravilhosa história. Em resumo tratam de (1) Cristo; (2) a morte de Cristo e nosso cuidado com nossa vida diária; (3) a ressurreição de Cristo; (4) a vinda do Espírito Santo ao mundo; (5) o chamado de Israel logo após o arrebatamento; (6) quando Israel será restaurado a Deus; (7) o milênio (7 é uma figura de algo completo). Deus se apraz em Cristo, e cada festa nos recorda dEle de uma maneira diferente.

Lv 23:3 (1) Seis dias da criação, e depois o descanso. Seis dias de trabalho a cada semana e depois o Sábado – o Sabath – o último dia, o dia do descanso. É uma figura de Deus encontrando o Seu descanso em Cristo. Porque a obra da primeira criação foi arruinada pelo pecado, Cristo teve que descer e completar uma nova obra. E essa obra nunca pode ser desfeita. Cristo é o Sabath de Deus.

Lv 23:4-8 (2) Estas duas são o fundamento sobre o qual repousa a primeira. A Páscoa é redenção… Êx 12. Fermento é uma figura do pecado. Cristo foi o Pão Ázimo (sem fermento) – 1 Pd 2:22. Cada crente recebeu o poder de viver para a glória de Deus em sua vida de convertido (como os 7 dias) – 2 Pd 1:3.

Lv 23:10-14 (3) As primícias da colheita. Cristo ressuscitado foi o princípio da verdadeira e grande colheita… (a igreja, nós crentes).

Lv 23:11 O “dia seguinte” (Domingo, o dia do Senhor), isto é, o dia após o Sabath (Sábado). O Senhor ressuscitou no primeiro dia da semana – Domingo.

Lv 23:12 Cristo é a oferta queimada. Capítulo 1 de Levítico e todo o Evangelho de João.

Lv 23:13 Cristo é a Oferta de Manjares. Levítico capítulo 2 e todos os evangelhos. Sua vida perfeita.

Lv 23:15-21 (4) Em seguida à festa das semanas (Dt 16:10). Eles deviam contar 7 semanas ou 49 dias a partir do Sabath. Então acrescentar um dia totalizando 50 dias. Portanto, Domingo. O dia da igreja é o primeiro dia da semana – Domingo – o dia do Senhor. Cinquenta dias após a cruz do Calvário (o Senhor Jesus esteve morto durante todo o sábado) o Espírito Santo desceu no dia de Pentecoste – Domingo, Atos 2:1.

Lv 23:17 Uma bela figura da igreja vemos aqui. Dois pães – Judeu e Gentio – Ef 2:12-18. “Dois ou três congregados em Meu nome” (Mt 18:20). (Pães fermentados – nós crentes ainda temos a velha natureza em nós).

#179

Se estou “em Cristo”, sou uma nova criatura… Estou morto e ressuscitado… e tenho novos poderes e afeições.

LEVÍTICO 23, Vers. 23-44

Lv 23:23-25 (5) A festa das trombetas. O Senhor Jesus deve voltar e, como na festa, tocar a trombeta e reunir Israel de todas as partes da terra. Isso acontecerá após os crentes serem levados para o céu.

Lv 23:26-32 (6) Então vem o dia da expiação, Lv 16. Quando este dia se cumprir, Israel confessará o horrível pecado de haver crucificado seu amável Messias. Leia Zc 12:9-14.

Lv 23:33-44 Por fim, (7) a festa dos Tabernáculos será cumprida no milênio. Israel será lembrado de todas as peregrinações de seus pais no deserto. Muitas das nações ao redor de Israel irão participar do regozijo e da adoração. Leia Zc 14:16.

#180

Deus está cumprindo um propósito… o aperfeiçoamento dos santos para que possam desfrutar dEle completamente. Ele está me ensinando a julgar o eu e a me submeter a Ele.

LEVÍTICO 24

Duas partes – uma muito boa (1-9) e a outra muito ruim (10-23).

Lv 24:1-9 Repare algumas lindas palavras.

Lv 24:1 O Senhor; vers. 2 – azeite puro, luz contínua, vers. 3, testemunho (reputação); vers. 4, candelabro puro; vers. 5, flor de farinha, vers. 6, mesas puras; vers. 7, incenso puro; vers. 8, permanente; vers. 9, Santo, Santo dos Santos. Todas essas palavras falam da linda atmosfera dentro do tabernáculo (onde Deus encontrava os sacerdotes). A luz devia estar acesa o tempo todo. O pão era comido todos os Sabados por Aarão e seus filhos. Isto pode nos ensinar de que precisamos0da luz de Deus a cada hora de nossa vida – Jo 12:36, 46. Precisamos nos alimentar de Cristo – o pão que desceu do céu – Jo 6:32-35.

Lv 24:10-23 Aqui está o contraste – pecado – discórdias – blasfêmia – maldição – prisão – apedrejamento até a morte – morte. Tudo isso é resultado do pecado.

Lv 24:1-9 é dentro da casa de Deus (v. 3). Os versículos 10-23 são fora. (v. 10). É bom estar em Cristo, liberto da corrupção que há no mundo.

#181

As palavras e obras de Deus são as mesmas… são elas minhas também?

LEVÍTICO 25

Os filhos de Israel ainda não estavam em sua terra prometida, mas os pensamentos de Deus estavam voltados para isso. Era algo designado por Deus para o povo de Deus. Leia Hb 4:1-11. Israel entrou na terra do seu descanso, mas acabaram estragando tudo. Cristo nos deu um descanso que nunca pode ser estragado.

Lv 25:1-7 Todo sétimo ano eles deviam deixar a terra descansar.

Lv 25:8-17 A cada cinquenta anos, toda a terra devia ser devolvida a seus proprietários originais. Que bondade de Deus! A terra não acabaria nas mãos de alguns poucos ricos.

Lv 25:25-55 Mesmo as pessoas que ficassem pobres, e tivessem que se tornar servos de outros, eram para ser libertas no ano do jubileu. O Senhor Jesus nos libertou. Éramos escravos do pecado, mas Ele pagou o preço de nossa redenção. O Senhor possuía a terra. Ele apenas a emprestava para Israel. Tudo devia voltar para Ele no final. (A verdade de Deus nos foi emprestada para que desfrutássemos dela. É bom quando cuidamos bem dela!).

#182

É mais fácil confiar no Senhor para a eternidade do que para amanhã, pois entendemos que a eternidade está em Suas mãos, mas achamos que o amanhã nos pertence.

LEVÍTICO 26

Lv 26:1 Primeiro uma séria advertência, depois promessas de bênção pela obediência. Ele desejava muito abençoar Seu povo e fazê-los feliz. (O mesmo Ele quer fazer conosco hoje). Se eles tão somente Lhe obedecessem, Ele derramaria chuva desde o céu, a terra produziria com abundância – árvores frutíferas brotariam em abundância – a colheita duraria até o Outono (vers. 5), as vinhas ficariam tão carregadas que levaria até o tempo da semeadura para conseguirem colher tudo!

Lv 26:11-13 Deus habitaria com o Seu povo.

Lv 26:14-39 Mas que desolação haveria se não obedecessem! Se nós crentes estivermos obedecendo o Senhor, certamente estaremos experimentando gozo e paz – sim, plenitude de gozo – Jo 15:8-11. Se estivermos desobedecendo, então estaremos tristes – inquietos – insatisfeitos – sós – desapontados. Como estamos?

Lv 26:40-46 Mas Deus sempre volta para aquilo que Ele é.

#183

Deus só nos nega aquilo que nós mesmos negaríamos a nós mesmos se tivéssemos sabedoria suficiente para isso.

LEVÍTICO 27

Este capítulo nos fala de pessoas que faziam votos (promessas) a Deus. Cada uma tinha um valor diferente. Isto nos faz pensar do Senhor Jesus e do valor que foi dado a Ele. Leia Zc 11:12-13. Também Mt 27:9-10.

O Senhor Jesus é Aquele que veio ao mundo e nos redimiu (pagou por nós) com Seu sangue. Nós crentes somos dEle agora. 1 Co 6:19-20. Rm 14:7-9. Quão próximo Deus Se mantinha do Seu povo e da Sua terra. E isto é exatamente a maneira como Ele quer fazer conosco agora. Pense no fato de que este livro foi escrito cerca de 1.300 anos antes de Cristo nascer, e todas estas histórias têm significados que se cumprem nEle – alguns ainda futuros.

#184

Ao invés de inovadores, possamos ser restauradores.

HEBREUS 1

No Antigo Testamento vimos a primeira criação e seu desenvolvimento (gn). No Novo Testamento aprendemos que a primeira criação falhou completamente e é deixada de lado, e uma nova criação toma o seu lugar. (Romans). Em Êxodo aprendemos da redenção pelo sangue de um cordeiro, e, da primeira família de Deus, os Israelitas, saindo do Egito e entrando no deserto. Deus queria viver com essa primeira família, portanto disse a eles que construíssem um tabernáculo onde Ele poderia Se encontrar com aquele povo redimido. Mas tudo falhou. Eles até crucificaram a Pessoa que viria trazer tudo o que Deus havia prometido. Assim Deus fez uma criação totalmente nova. Desta vez é celestial e nunca pode falhar. Em Romanos lemos dos começos, dos fundamentos da família celestial de Deus, os crentes no Senhor Jesus Cristo. E agora vamos aprender o real propósito de sermos redimidos… para que Deus possa ter um povo adorador.

O livro de Hebreus nos ensina como podemos nos aproximar de Deus. Apesar de escrito a Judeus crentes (3:1) serve para todos os crentes. Leremos acerca de anjos, profetas, Moisés, Aarão, Jó, Melquisedeque, alianças, promessas, sacrifícios, mas em Cristo Jesus o crente tem um melhor sacrifício, uma melhor aliança, e melhores promessas, que são eternas e celestiais. “Adoração” era a chave para Levítico e “acesso a Deus” é a chave para o livro de Hebreus – 10:19-22. Leia também Cl 1:12.

Hb 1:1-2 No Antigo Testamento, Deus falou ao Seu povo pelos servos e profetas como Davi, Samuel, Isaías e outros. Mas agora, o próprio Deus está falando a nós, pois o Senhor Jesus é o Filho de Deus. Ele é também “herdeiro de tudo” e os mundos foram feitos por Ele, o sol, a lua, as estrelas; tudo que podemos ver e muito mais. Jo 1:3 e Cl 1:16.

Hb 1:3 A glória de nosso bendito Salvador, Quem Ele é e o que Ele fez, e onde Ele está agora. Devemos nossa vida e fôlego a Ele. Ele, por Si só purgou ou limpou nossos pecados e agora senta-Se à destra da majestade nas alturas.

Hb 1:4-8 O Senhor Jesus é superior aos anjos. Encontraremos bastante dessa “comparação” em Hebreus, as palavras “melhor” ou “muito melhor”, como no versículo 4 (“mais excelente”).

Hb 1:6 Os anjos foram instruídos a adorarem o Senhor Jesus pois Ele é Deus.

Hb 1:8-12 Não devemos adorar anjos. Estas mesmas palavras foram escritas por um homem que viveu milhares de anos antes do Senhor Jesus (leia Sl 45:6-7). Como podia o Rei Davi escrever quase as mesmas palavras sobre este Homem glorioso que viria só 1.000 anos depois?

Hb 1:13 A nenhum anjo foi jamais dito que se sentasse à destra de Deus.

Hb 1:14 Os anjos são servos de Deus para cuidarem fisicamente dos crentes hoje.

#185

É preciso diligência para manifestar a unidade do Espírito na terra. Ef 4:3.

HEBREUS 2

Hb 2:1-3 Se era algo sério desonrar a lei do Antigo Testamento, quão mais sério é negligenciar a maravilhosa e completa salvação que é agora ofertada.

Hb 2:5 “O mundo futuro”, refere-se ao tempo quando o Senhor Jesus irá reinar em poder e glória sobre esta terra no milênio. Então reinaremos com Ele – sobre a terra. 2Tm 2:12.

Hb 2:7-9 Adão, por causa do pecado, foi expulso do Paraíso de Deus (Éden); Cristo, para limpar o pecado (não dEle, mas nosso) foi enviado do Paraíso de Deus (céu), mas agora recebeu o lugar mais alto do céu.

Hb 2:10 Ele sempre foi perfeito, mas a fim de compreender perfeitamente nossos sofrimentos e tribulações, Ele próprio experimentou o sofrimento. Por isso podemos sempre ir a Ele quando passarmos por qualquer sofrimento ou tribulação. Ele compreende pois é um perfeito “príncipe” ou “capitão”.

Hb 2:12-13 Alegra o coração de Seu Pai nos ter reunidos ao redor de nosso Senhor Jesus, que está tão feliz que canta louvores ao Seu Pai.

Hb 2:14-18 Ele se tornou um Homem de verdade, mas também um “misericordioso e fiel sumo Sacerdote”. O mesmo que morreu para nos redimir, agora vive para nos manter e nos ajudar (leia Rm 5:10).

#186

NOÉ, (Hb 11:7) tinha fé em Deus, escutava a Deus, tinha temor de Deus, e deste modo agia por Deus.

HEBREUS 3

Hb 3:1 Talvez este versículo explique por quê não nos é dito o nome do escritor deste livro. Devemos considerar (passar muito tempo aprendendo sobre) “Jesus Cristo, o apóstolo e Sumo Sacerdote de nossa confissão”.

Hb 3:2-6 O Senhor Jesus comparado com Moisés. Os Judeus se orgulhavam muito das vezes quando seus líderes viram anjos. Moisés era um de seus famosos líderes. Mas existe Um que está muito acima de qualquer anjo ou de qualquer um de seus líderes. Quando este livro foi escrito, havia muitos judeus que achavam popular dizerem que eram Cristãos. Deus conhecia aqueles que eram reais, e advertia aqueles que apenas “professassem”. Ele faz o mesmo hoje.

Hb 3:14 Outro “if”. Houve muitos que saíram do Egito no tempo de Moisés, mas alguns não creram. Deus conhecia o coração de cada um. Há muitos hoje que gostam de ser chamados Cristãos mas nunca creram em Jesus como seu Salvador.

#187

Em qualquer assunto, não faça nada enquanto não tiver uma direção clara do Senhor. Em outras palavras, se você não sabe o que fazer, ESPERE. A direção do Senhor é sempre positiva.

HEBREUS 4

Hb 4:1-2 Uma séria advertência para aqueles que escutaram a Palavra do Senhor nos dias de Moisés, mas não creram de verdade. Esta advertência é ainda muito necessária, poie existem muitos que dizem crer na Bíblia, mas que nunca aceitaram o Senhor Jesus, pela fé, como Salvador. Eles não acham que sejam pecadores.

Hb 4:3-11 O próprio Senhor descansou no sétimo dia, após a obra da criação. Aqueles que conhecem o Senhor, já desfrutam do maravilhoso descanso de consciência por meio de Sua obra consumada. Mas existe um outro descanso – descanso eternal, ainda por vir. O nome “Jesus” no versículo 8 é realmente o mesmo que “Josué” no Antigo Testamento.

Hb 4:12-13 A Palavra de Deus perscruta bem dentro de cada coração e revela tudo aquilo que as pessoas não podem ver.

Hb 4:14-16 Nós crentes temos O mesmo que morreu por nós, vivendo agora para nós como um Sumo Sacerdote que Se compadece. O capítulo começou com “Temamos, pois” e agora termina com “Cheguemos pois com confiança”. Neste capítulo temos quatro coisas. Descanso… a Palavra de Deus… um Grande Sumo Sacerdote… e um trono de graça!

Hb 4:12-16 Quanto mais profundamente sentirmos a Palavra de Deus atingindo a consciência, mais valor daremos ao serviço de nosso grande Sumo Sacerdote, o Senhor Jesus no céu.

#188

O que é um pastor? Uma pessoa que pode levar toda a dor, cuidado, miséria e pecado de outro sobre sua própria alma, ir a Deus para tratar disso, e trazer de Deus o que atende isso, antes de dirigir-se a outro.

HEBREUS 5

O Senhor Jesus é comparado com Aarão, o sacerdote.

Hb 5:1-3 Um sacerdote terreno, como Aarão, era, ele próprio, um pecador e tinha que oferecer sacrifícios por si próprio bem como pelo povo. Nisto, evidentemente, o Senhor Jesus era muito melhor, pois Ele não pecou (1 Pd 2:22) e podia oferecer a Si mesmo como um perfeito sacrifício uma só vez.

Hb 5:5-6 O Senhor Jesus foi escolhido pelo próprio Deus para ser um sacerdote. “Tu és Meu Filho” – esta é Sua glória pessoal. “Tu és sacerdote eternamente” – esta é sua glória oficial.

Hb 5:8 Quando Ele estava no céu como Filho com Seu Pai, nunca houve qualquer dúvida quanto à obediência. Mas quando foi enviado ao mundo como Homem para fazer a vontade do Pai, o Senhor Jesus aprendeu o significado da obediência, e o que significava sofrer.

Hb 5:9 A obra está consumada. O Salvador que morreu, agora vive, e é o autor (causa) de “eterna salvação”. Não apenas somos salvos de nossos pecados, mas Aquele que nos salvou agora vive por nós, e está voltando para nós.

Hb 5:11-14 Foi difícil para os Hebreus aprenderem algumas dessas coisas novas, pois eles ainda não tinham desistido das coisas velhas. Eles continuavam a honrar anjos, Moisés e Aarão, e como veremos mais tarde, o templo, os sacerdotes e os sacrifícios. Mas este livro foi escrito para dizer a eles que Alguém “muito melhor” tinha vindo. Todas aquelas coisas que tanto significavam para eles, eram apenas figuras dAquele que agora tinha vindo.

#189

Todo privilégio tem uma responsabilidade; mas toda responsabilidade tem um poder para que seja posta em prática.

HEBREUS 6

Hb 6:1-8 Estes são versículos usados por alguns para dizer que uma pessoa poderia perder sua salvação. Mas todos nós deveríamos entender que as pessoas mencionadas aqui nunca foram crentes verdadeiros.

Hb 6:1-2 Estas eram coisas que eram cridas pelos Judeus antes que a verdade completa do Cristianismo fosse tornada conhecida.

Hb 6:4-5 Algumas destas coisas podem ser conhecidas por uma pessoa sem que ela seja nascida de novo.

Hb 6:6 Havia muitos que tinham visto muitas das maravilhas do Cristianismo, mas não eram salvos. É algo muito sério ver o quão perto uma pessoa pode chegar do conhecimento da maravilhosa verdade do Cristianismo, e todavia se perder. Pois se alguém conheceu a verdade do Cristianismo, na sua cabeça, e então se desvia dela, não há salvação em nenhum outro lugar. “Conhecer” não é o mesmo que “crêr”.

Hb 6:9 Aqui o escritor fala a crentes verdadeiros… “esperamos coisas melhores…”, deixando claro que ele os colocava em contraste com os meros professos mencionados antes no capítulo.

Hb 6:11-20 Quão certa e segura é a esperança do crente! Abraão só tinha promessas em que descansar, mas aqueles que conhecem o Senhor têm uma obra consumada e um Salvador vivo no céu, Aquele que tornou a salvação uma certeza para nós. Esta esperança é absolutamente certa, ainda que futura. Nossa esperança em Cristo é uma âncora certa e segura. A “Âncora” (Cristo) está no céu.

#190

A linha entre a estreiteza e a fidelidade é uma linha muito estreita.

HEBREUS 7

O Senhor Jesus é comparado com “Melquisedeque”, que era tanto rei como sacerdote – primeiro nos dias de Abraão – Gn 14:18-20 e Sl 110:4.

Hb 7:2 Primeiro Rei de justiça, e depois disso… Rei de paz. Um figura do Senhor Jesus, que satisfez todas as justas demandas de Deus sobre a cruz para que possamos ter paz. Ele irá também vencer todos os Seus inimigos em justiça, e então trazer paz à terra (após os Cristãos serem levados para o céu). Cristo é tanto Rei como Sacerdote.

Hb 7:3 Isto não quer dizer que ele não tivesse pai ou mãe, mas que ele não estava em nenhuma linhagem sacerdotal… ele aparece de repente, como um tipo, e desaparece.

Hb 7:4-17 Quão grande era este homem Melquisedeque, e todavia tudo está escrito para que possamos ver quão maior é a Pessoa de nosso glorioso Sumo Sacerdote, nosso Senhor Jesus Cristo.

Hb 7:19 Todas as demandas da lei, e todos os seus sacrifícios, e todos os seus sacerdotes, nunca tornaram coisa alguma perfeita. Mas uma perfeita esperança, sim! Quão maravilhoso que temos em Cristo essa melhor e segura esperança!

Hb 7:25 Existe Um que vive agora por nós, e que é capaz de não apenas nos salvar – não somente de nossos pecados, mas de nos levar através das tribulações e provas de nossa vida até chegarmos ao lar.

Hb 7:26-28 Que perfeito Salvador e Sacerdote nós temos! Em um sacrifício, Ele terminou para sempre a obra e agora vive por nós “mais sublime do que os céus”.

#191

Sou incapaz de apresentar a verdade a crentes, a menos que esteja consciente de minha fraqueza.

HEBREUS 8

Alguns daqueles Judeus que haviam recebido esta carta estavam aparentemente achando difícil de entender que muitas das coisas que haviam aprendido de sua antiga religião tivesse agora sido substituída por uma Pessoa, Jesus Cristo. Eles tiveram que aprender que as coisas velhas eram meramente figuras de Cristo.

Hb 8:6 “Ministério tanto mais excelente” – “melhor concerto”… “melhores promessas”. Com que frequência temos notado isto! Quão melhor é o maravilhoso lugar que nos pertence em um Cristo ressuscitado, ao invés de estarmos sob o jugo e sacrifícios da lei.

Hb 8:8-9 Para entendermos isto, devemos recordar que Deus fez um acordo (a Bíblia chama de “concerto”) com Israel nos dias do Antigo Testamento. Eles desobedeceram isso completamente e assim o romperam. Em nossos versículos lemos as palavras “repreendendo-os”, que se refere a terem rompido o acordo.

Hb 8:10-12 O Senhor irá fazer um novo concerto com Israel (após nós crentes termos sido levados para o céu). Este, todavia, será baseado na perfeita obra de Cristo na cruz.

#192

Há mais alegria no fato de estarmos em comunhão com Ele do que nas coisas que Ele nos dá.

HEBREUS 9

Hb 9:1-5 Se voltarmos aos dias do Antigo Testamento veremos sacerdotes em roupas vistosas, adereços de ouro e muitos sacrifícios. Que visão magnificente! Mas será que saberíamos que nossos pecados estão perdoados de uma vez por todas? Não. Será que teríamos paz de consciência? Não. Seríamos capazes de nos aproximarmos de Deus? Não. Nenhuma dessas coisas poderiam ser desfrutadas sob “a primeira aliança”.

Hb 9:8 “O caminho do santuário (onde Deus habitava) não estava descoberto”.

Hb 9:11 “Mas, vindo Cristo,…”

Hb 9:12-24 Que comparação! “Por Seu próprio sangue… (Ele obteve eterna redenção”. Terminaram os sacrifícios, pois esta redenção é eterna. Que gozo deve ter sido para um Judeu crente, ver que todos aqueles sacrifícios, bem como o tabernáculo e o sacerdócio, apontavam para este glorioso Salvador, e Sua obra poderosa! (Regozijamos também, pois é para nós igualmente).

Hb 9:16 A palavra “testamento” é a mesma que a palavra “desejo”, que é escrito por alguém para dizer o que é para ser feito com suas posses depois que ele morrer. Mas aquele testamento não terá valor até que o homem morra. Cristo precisou morrer para podermos receber as bênçãos prometidas.

Hb 9:23 Essa mesma palavra “melhor”… certamente o sangue de Cristo é bem melhor que o sangue de todos os animais que já foram sacrificados.

Hb 9:24 Cristo está nas alturas, velando por nós o tempo todo que estivermos aqui – o presente.

Hb 9:26 “Manifestou…” isto é o que Ele fez e completou na cruz – o passado.

Hb 9:28 “Aparecerá” – Ele está voltando – o futuro.

#193

É o conhecimento de Cristo que amadurece minha alma.

HEBREUS 10, Vers. 1-22

Hb 10:1-4 Muitos sacrifícios foram oferecidos no tabernáculo e no templo, que na verdade não tiravam pecados – eles eram meras figuras do único e perfeito Sacrifício na cruz.

Hb 10:5-9 O Senhor Jesus tomou um corpo e ofereceu-Se como o único sacrifício perfeito.

Hb 10:10 “Santificado” significa separado de outros para Deus, santo. Foi esta a vontade de Deus, e aquela “vontade” foi cumprida por meio da obra de Cristo na cruz. Agora somos santificados. Os Israelitas deviam ser um povo separado. (1 Rs 8:53), mas eles falharam, pois sua salvação dependia deles. Somos santificados pela obra de Outro.

Hb 10:12 Muitos, muitos animais foram oferecidos e ainda assim a obra nunca foi consumada. Mas após o Senhor Jesus ter Se oferecido como um único sacrifício, Ele assentou-Se no céu… a obra foi feita para sempre.

Hb 10:14 Agora mesmo Deus, ao olhar para cada crente, vê cada um feito perfeito para sempre através do único sacrifício de Seu amado Filho. Você entende isso?

Hb 10:19-22 Agora estamos prontos e somos convidados a entrar no santuário – na própria presença de Deus.

Vers. 8 a 22 nos dão exemplos de “inteira certeza de fé” daqueles que simplesmente esperaram em Deus e creram nEle.

#194

Se me deixo levar pelos gostos do mundo, não verei muito da amabilidade de Cristo a me atrair.

HEBREUS 10, Vers. 23-final

Hb 10:23 Nos é dito para retermos firmes, e então somos lembrados de que, embora sejamos fracos, Ele continua fiel.

Hb 10:26-31 Apesar daquele único sacrifício e de todo o seu perfeito valor, existia ainda o perigo de que alguns pudessem professar ser Cristãos, e mais tarde voltarem completamente atrás. Para os tais, não havia esperança, nada restava senão castigo. Esses nunca tinham sido crentes… Aqueles que não crêem na segurança eterna, usam este versículo 6:4-6, além de 2 Pd 2:20-22 para tentarem provar que uma pessoa poderia se perder depois de ter sido salva. (Mas veja Jo 10:28).

Hb 10:29 “Santificado” – Se uma pessoa saía dos sacrifícios Judaicos, e tomava o seu lugar entre os que professavam ser Cristãos, ela estava dessa maneira se separando daqueles que continuavam sendo Judeus religiosos. Ela passava a ter o nome de “Cristão”. Se alguém assim se voltasse contra o Cristianismo que ele professava, veja as palavras que eram ditas de um homem assim.

Hb 10:32-34 As marcas de verdadeiros crentes em Cristo.

Hb 10:39 Havia muitos cuja confissão de fé em Cristo era real.

#195

Mantenha seus pés no caminho estreito e seu coração o mais largo que puder.

HEBREUS 11, Vers. 1-22

Hb 11:1-3 Deus nos falou como o mundo foi feito – “pela Palavra de Deus”. Isto significa que Deus criou as coisas falando “Faça-se…” como em Gn 1. E isto cremos por fé. Se cremos na Palavra de Deus, entendemos a criação. Mas se a Palavra de Deus é duvidada, nada resta senão confusão e especulação. A fé dá substância àquilo que esperamos. Muitas pessoas hoje não crêem que Deus criou o mundo. Leia Jr 10:10 e veja o que as pessoas farão quando a ira de Deus for derramada sobre esta terra. A palavra “fé” aparece apenas duas vezes no Antigo Testamento. Dt 32:20 e Hab 2:4.

Hb 11:4 Abel cria que era um pecador, ele era um filho dos culpados Adão e Eva. Por isso ele ofereceu um sacrifício no qual sangue foi derramado. Deus aceitou aquele sacrifício; não o de Caim em que não havia sangue. Podemos dizer que este versículo nos fala de “adoração”, que o versículo 5 fala de um “andar” de fé e que o versículo 7 é uma “advertência”.

Hb 11:5 Deus levou Enoque para o céu sem morrer – uma figura do que acontecerá com cada crente quando o Senhor vier para nós. Ele “agradou a Deus”. Um exemplo maravilhoso para nós!

Hb 11:7 Nos nomes que se seguem (Noé, Sara e Abraão e outros) só é falado da fé deles. Não é feita menção às suas falhas. O tempo está chegando quando o Senhor irá rever a vida de todos aqueles que são crentes. Todas as manchas de pecado terão sumido – apenas aquilo que foi feito para o Senhor, em obediência à Sua Palavra, será recompensado então.

Hb 11:21 Todos os ocupados esforços de Jacó durante sua vida são deixados de fora. Em sua velhice, ele havia aprendido que não tinha força em si mesmo, e aprendeu, e adorou.

#196

É a proximidade do coração de Cristo que produz simplicidade.

HEBREUS 11, Vers. 23-final

Hb 11:23-24 nos dá exemplos da “energia da fé” que vence.

Hb 11:25 Uma boa escolha para lembrarmos. Moisés poderia ter sido um homem muito famoso, mas pela fé escolheu sofrer tribulações com o povo de Deus por causa do versículo 26. Podem existir ofertas de fama e riqueza que nos serão apresentadas, mas se escolhermos por fé, iremos escolher agradar ao Senhor.

Hb 11:33-34 Existiram homens e mulheres de fé que foram libertados por Deus.

Hb 11:35 Outros não foram libertados. Deus deu o mesmo valor à fé deles. Talvez também não sejamos libertados de nossas tribulações, mas podemos ter que suportá-las por todo o caminho até o fim da jornada.

Hb 11:39 As primeiras três palavras. Elas apresentam todas as pessoas acima. Não é maravilhoso? Resumindo o capítulo… nos versículos 8-22 temos sete testemunhas de fé em um país estrangeiro; nos versículos 23-31 sete testemunhas de um andar de fé no deserto. Versículo 32, sete exemplos de luta de fé na terra de Israel.

#197

A comunhão com Deus significa… pensamentos e alegria em comum com Ele.

HEBREUS 12

Hb 12:1 Esta “nuvem de testemunhas” refere-se àqueles mencionados no capítulo 11. Quando entendemos o que eles sofreram, iremos também querer ser mais fiéis ao bendito Senhor em nossa vida. E então seremos felizes ao ver que tudo isso trará glória e gozo a Ele. Iremos querer tirar de nossa vida tudo o que nos atrapalharia o avanço (os pesos) e o pecado que nos pararia!

Hb 12:2 Jesus foi o único Homem de fé perfeito, e por isso precisamos ter os olhos fixos nEle.

Hb 12:5-29 Tudo sobre nosso Pai. Quão amável e sábio Ele é!

Hb 12:5-11 Aqui encontramos outras tribulações que não podemos colocar de lado. Devemos entender que elas são permitidas por nosso Pai. Todo pai sábio precisa corrigir e castigar seus filhos quando eles desobedecem. Nós que somos pais nem sempre somos sábios ao fazê-lo, mas nosso Pai no céu é perfeito em Sua sabedoria e em Seu amor quando nos disciplina. O vers. 5 nos fala o que não devemos fazer… o vers. 11 nos dá a promessa positiva de bênção.

Hb 12:18-21 O Monte Sinai, onde a lei foi dada aos Judeus. Que horrível condição estar sob a maldição daquela lei transgredida! É esta, na verdade, a condição da nação de Israel agora. (Não dos indivíduos, pois qualquer um que crê no Senhor Jesus Cristo pode ser salvo).

Hb 12:22 O Monte Sião. A palavra “Sião” significa “graça” ou “brilho do sol” – e é assim que Deus está agindo conosco hoje.

Hb 12:24 Caim foi castigado por haver derramado o sangue de Abel, e Caim precisou sair da presença do Senhor. Mas o sangue derramado do Senhor Jesus é a única maneira pela qual todos os que crêem nEle podem entrar na presença de Deus.

Hb 12:26-28 As coisas no mundo, que um dia estiveram quietas e pacíficas, estão agora sendo abaladas. Aumenta uma terrível inquietude. Mas graças a Deus existe algo que não pode ser abalado, e que permanecerá para sempre. Pertencemos, por graça, àquele reino que não pode ser abalado.

Hb 12:29 Nosso Deus é Um que faz arder a sarça sem nos destruir. Pare um minuto para ler Dt 4:24, 31, 7:9, 21. Quanto mais O conhecemos, mais confiamos nEle e O amamos.

#198

A responsabilidade humana é algo claramente ensinado nas Escrituras, assim como a incapacidade humana.

HEBREUS 13

Hb 13:1-6 Deus vigia nossa vida, e quer que os crentes se comportem de um modo que seja para a Sua glória, e que também possa mostrar uma vida pura diante daqueles que não estão salvos.

Hb 13:4 Estamos vivendo em uma época quando este versículo é muito necessário, pois as pessoas estão ignorando o fundamento da sociedade, conforme estabelecido por Deus.

Hb 13:5 “Contentando-vos”. Estaremos contentes se crermos no final do versículo.

Hb 13:7-8 Aqueles que talvez nos tenham sido de auxílio em nos encaminhar ao Senhor, ou nos ajudaram a entender a Palavra de Deus. Se um servo do Senhor faz bem o seu trabalho, ele levará todos a olharem para o Senhor Jesus, que é sempre o mesmo, e sempre será.

Hb 13:8-9 Temos tudo em Cristo e precisamos cuidar para não sermos envolvidos por doutrina estranha.

Hb 13:1 – Amor fraternal, uns para com os outros. Hb 13:2-7 Santidade de uns para com os outros. Hb 13:9 Verdade de uns para com os outros.

Hb 13:10 O Cristianismo é algo totalmente novo e diferente do Antigo Testamento. Leia o versículo 15 com o vers. 10.

Hb 13:13 Jesus foi levado para fora da cidade religiosa de Jerusalém e ali foi crucificado. Se os crentes quiserem estar conforme Ele hoje, serão reunidos ao redor da Pessoa do Senhor Jesus, fora de todas as religiões e denominações dos homens. Estar reunido em redor de qualquer outro nome é desobedecer Ef 4:3. Cristo está rejeitado, Ele foi expulso por este mundo religioso. Não nos é dito para sairmos a uma igreja ou credo, mas a Ele. Acaso Ele atrai seu coração?

#199

Na consciência de nossa fraqueza e fracasso, sentimos a necessidade de um sentimento novo da glória, amor, riquezas e poder do Senhor diante de nós; e, com isto, desejamos sguir, contando com Ele para nos ajudar nos dias escuros.

NÚMEROS 1, Vers. 1-16

Hoje começamos nosso quarto livro do Antigo Testamento, (e outro passo como crentes). Gênesis e Romanos foram os começos; Êxodo e Atos a saída (redenção). Levítico e Hebreus, adoração. Agora Números. Do nosso lado… tribulações, provas, dificuldades. Israel estava em um deserto, nós estamos em um mundo que é contrário a Deus, e não podemos encontrar coisa alguma aqui que satisfaça a vida que agora temos. Do lado de Deus… Sua infinita paciência com o Israel que reclamava… e conosco crentes que reclamamos com frequência de nossas circunstâncias. Certo? Se eles tivessem crido e confiado em Deus, onze dias teriam sido suficientes para levá-los à terra – Dt 1:2. 1 Co 10:1-12 mostra um pouco dos sérios eventos que aconteceram a Israel durante sua jornada.

Nm 1:1 O Senhor fala a Moisés “no deserto”. Eles, em tipo, eram redimidos pelo sangue de cordeiros; nós, em realidade, pelo sangue de Cristo.

Nm 1:5-16 Cada tribo é nomeada separadamente e é dado o capitão de cada tribo.

#200

Por natureza o crente está morto EM pecado, pela graça ele está morta PARA o pecado.

NÚMEROS 1, Vers. 17-fim

Nm 1:17-46 Mas agora todo homem de cada tribo é cuidadosamente questionado quanto aos ancestrais de sua família. Esperamos que você seja capaz de dizer “Percenço à família de Deus”. Somos introduzidos em uma nova família, e nos alegramos de ler que somos agora “da família de Deus”. Ef 2:19 (nossa própria jornada no “deserto” começa quando nascemos de novo). Doze tribos foram examinadas. Nesta lista são incluídos os dois filhos de José.

Nm 1:47-54 Uma tribo foi contada separadamente. Os Levitas tinham o cuidado do tabernáculo. Eles o desmontavam, montavam, e o guardavam armando suas tendas ao redor dele. Quantos detalhes e que cuidado! Assim podemos dizer que aquele povo era formado por guerreiros… adoradores… trabalhadores. Assim somos nós.

#201

Se o principal objetivo de Cristo ao vir ao mundo foi glorificar a Deus, e assim foi (Jo 17:4), então meu principal objetivo na vida deve ser também glorificar a Deus.

NÚMEROS 2

A palavra “estandarte” (ou bandeira) é mencionada com frequência. Todo homem em Israel não deve apenas conhecer sua família, mas deve também reconhecer onde aquele determinado estandarte era levantado. Que confusão teria sido se cada homem decidisse por si próprio onde iria armar sua própria tenda.

Nm 2:17 O tabernáculo do Senhor estava bem no centro de todo o grande arraial. Os Levitas estavam ao redor dele. Que felicidade seria se nós que somos crentes nos lembrássemos disso. Ao nosso redor vemos aqueles que levantaram seus próprios estandartes. Eles usam um nome. Eles vão “à igreja de sua escolha”. Mas o que promete a Palavra de Deus? “Onde estiverem dois ou três reunidos em Meu nome, aí estou Eu no meio deles”. Mt 18:20. Vamos nos reunir em torno do estandarte que Deus proveu, a pessoa do próprio Filho de Deus e Seu nome digno. Assim era no princípio do Cristianismo – Atos 2:42.

#202

Dou boas vindas à verdade de que o ESPÍRITO dá VIDA, mas custo a aprender que o ESPÍRITO é PODER. Ef 3:20

NÚMEROS 3

O arraial de Israel está organizado, e Deus está para indicar determinadas famílias para um determinado trabalho. Mas primeiro é contada uma triste história. (E não é sem razão de ser).

Nm 3:4 O sacerdote devia tomar fogo do altar e acrescentar incenso para apresentá-lo ao Senhor – Lv 16:12-13. Nadabe e Abiú foram ao lugar certo, e eram filhos de Aarão o sacerdote, mas tomaram o fogo de um lugar diferente do altar, e Deus os matou por meio de fogo (Lv 10:1-2). Isto nos ajudaria a lembrar que Deus não Se agrada de qualquer pretensão de adoração que não tenha início na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo e no sangue que Ele derramou ali.

Nm 3:12-13 Quando Deus matou os primogênitos do Egito, Ele queria que todos os primogênitos (homens – Ex 13:12) de todas as tribos de Israel fossem Seus. Aqui Ele diz que tomará a tribo de Levi ao invés daqueles primogênitos. Todos os Levitas pertenciam especialmente ao Senhor, e eram privilegiados e responsáveis por servi-Lo.

Nm 3:17 A tribo de Levi, revestida de especial honra, é agora dividida em três famílias, Gerson, Coate e Merari. Cada uma dessas famílias tem seu próprio serviço, especialmente escolhido pelo Senhor. Temos nestes primeiros capítulos de Números “guerreiros (soldados), adoradores e obreiros”. Vimos (1) uma nação de guerreiros, reunidos ao redor de seus estandartes; vestidos com toda a armadura de Deus e prontos a lutar pela verdade; (2) uma tribo de obreiros – a tribo de Levi; e agora (3) uma família de adoradores – a família de Aarão. Certamente deveríamos nos deliciar em adorá-Lo exatamente da maneira que Ele nos disse para fazer e deveríamos servir com alegria o Senhor em tudo o que Ele possa nos guiar.

#203

Nossa salvação não é por obras mas uma salvação que opera se não for impedida pela vontade própria.

NÚMEROS 3, Vers. 27-51

Nm 3:25, 31, 36, 37 Veja como o Senhor escolheu algo especial para cada família fazer. Podemos pensar que se trate de uma honra muito maior levar a arca, do que levar as estacas – mas seja o que for que o Senhor escolhesse para cada um fazer, aquilo era um privilégio especial. Conforme 1 Pd, cap. 2, todos os crentes são sacerdotes e é nosso privilégio adorarmos e servirmos, mas tudo deve ser feito em conformidade com o modo como o próprio Senhor nos guia. Os sacerdotes eram todos iguais, e faziam a mesma obra, mas isso não acontecia com os Levitas, onde cada um tinha uma obra individual a fazer – 4:19.

Vamos organizar nossos pensamentos a respeito desses arranjos enquanto o arraial estava acampado. O tabernáculo ficava no centro. Três tribos do povo estavam em cada um dos quatro lados. Mas então havia um grande espaço vazio entre o Tabernáculo e o povo. Nos lados Oeste, Sul e Norte, nesse espaço vazio estavam os Levitas, para o serviço, armando o Tabernáculo, guardando-o e desmontando-o. Ao Leste estavam os sacerdotes. Todos os quatro grupos eram da família de Levi.

Nm 3:23-26 A família Levita de Gérson, levou as coisas mais leves do Tabernáculo através do deserto por 38 anos.

Nm 3:27-32 A família Levita de Coate tinha o maior privilégio – levavam os utensílios santos do Tabernáculo.

Nm 3:33-37 A família de Merari levava todas as coisas pesadas.

Nm 3:38-39 Os sacerdotes e Moisés viviam no lado Leste. Eles não carregavam nada. Seu trabalho começava apenas quando o arraial parava. Os sacerdotes eram designados para a adoração a Deus.

Nm 3:40-51. Interessante. Ao invés de cada primogênito de todo o arraial ser dedicado a Deus (Ex 13:13), os Levitas como um grupo foram dedicados a Deus como representando os primogênitos.

(Na nova criação, Cristo é apresentado como sendo o “primogênito de toda a criação”. Cl 1:15. Ele é também as “primícias” da grande seara de Deus (1 Co 15:20-23). Portanto isso implica que há mais fruto por vir. Os crentes são este fruto. Assim, estando em Cristo, os crentes são resultados do Primogênito – Cl 1:15). Veja o capítulo 7:6-9 para entender o que Deus provia para os Levitas conforme o peso de suas cargas. Lembre-se disso quando você achar que tem uma carga pesada!).

#204

A lei de Deus é a regra da consciência.

NÚMEROS 4

Vemos com que cuidado o Senhor guardava as coisas santas do tabernáculo. Antes dos Coatitas saírem a carregar suas partes, Aaraão e seus filhos deviam entrar e cobrir a mobília santa. Estes itens eram cobertos enquanto eram levados através do deserto.

Nm 4:15-20 O privilégio e serviço dos Coatitas. Vers. 24,29 – o serviço dos Gersonitas. Vers. 31-33 – o serviço dos Meratitas. Os melhores anos de suas vidas eram destinados ao serviço do Senhor e Seu tabernáculo. Dos 30 aos 50 anos de idade! Com frequência esses anos são os que usamos para tentar conseguir sucesso e bens aqui neste mundo.

Nm 4:49 “Cada qual segundo o seu ministério, e segundo o seu cargo” Nada era deixado para eles escolherem – tudo era ordenado por Deus. E cada um de nós pode pedir ao Senhor que também nos mostre o serviço e a carga que tem para que nós aceitemos em nossa jornada para nosso lar celestial.

#205

Ele está nas alturas por mim… estou eu aqui em baixo por Ele?

NÚMEROS 5

Nm 5:2-3 Havia certas coisas que podiam tornar o arraial impuro, e elas deviam ser “lançadas fora” – porque o próprio Senhor estava ali. (Isto é algo importante para lembrarmos se queremos honrar o nome de nosso Senhor Jesus. Somos responsáveis em cuidar para que as coisas que contaminam, sejam elas morais ou doutrinárias, sejam “lançadas fora” – pois o Senhor está ali, Gl 5:9 e 1 Co 5:6).

Nm 5:6 O Senhor agora faz Seu povo lembrar que cada um devia permanecer individualmente alerta, que a consciência deles era impura (Quando alguém age ou fala de modo errado contra outro, não é suficiente apenas dizer ao Senhor que pecamos – temos que ir ao que fizemos mal e acertar as coisas com ele também).

Nm 5:12-31 Encontramos com frequência na Bíblia a figura do marido e da esposa, o que nos lembra do Amor e relacionamento do Senhor para com o Seu povo de Israel, ou para com Sua Noiva celestial (a igreja). Que coisa triste e terrível quando o povo do Senhor se desvia dEle e faz amigos dentre aqueles que são realmente inimigos de nosso Senhor. Nesta prova, a água é usada para nos lembrar das Palavra de Deus, e o “pó” é usado para nos lembrar da morte, ou do juízo-próprio. Deixemos que a Palavra de Deus nos perscrute completamente. Repare que foi Deus quem tomou a decisão.

#206

Deus nunca me priva de coisa alguma, senão daquelas que eu alegremente deixaria se cresse nEle.

NÚMEROS 6

Era o privilégio de qualquer homem ou mulher de Israel separar-se a si próprio de uma maneira especial para o Senhor. Quando assim procedia, a pessoa era chamada de “Nazireu”. (Não Nazareno, que era uma pessoa que vivia em Nazaré). Um homem que desejasse desfrutar dessa posição deveria (1) não beber vinho, (2) deixar seu cabelo crescer, e (3) não tocar um corpo morto. (São lições para nós). O vinho no Antigo Testamento é uma figura da alegria terrena. Durante o tempo que uma pessoa era um Nazireu, ele não deveria beber vinho. O crente é uma pessoa que está sempre separada, para Cristo, da excitação deste mundo. Algo pode não ser considerado “pecaminoso”, mas poderia nos impedir de verdadeiramente desfrutarmos do Senhor. Deixar seu cabelo crescer significaria desistir de qualquer direito à sua própria dignidade ou reputação. Pois a Bíblia nos diz que é uma vergonha para o homem ter cabelo comprido – 1 Co 11:14. Era uma vergonha para um homem ser um Nazireu. Tocar um corpo morto o tornaria impuro. Acaso não estamos cercados por aqueles que estão mortos em transgressões e pecados? O próprio Senhor Jesus foi o verdadeiro e perfeito Nazireu. Ele Se fez de nenhuma reputação e Se conservou incontaminado deste mundo.

Nm 6:13-20 No final do tempo do voto de um Nazireu, ele deve trazer ofertas queimadas, sacrifícios pelo pecado, sacrifícios pacíficos, ofertas de carne e de bebida! Ele deve rapar o cabelo “e depois o nazireu poderá beber vinho.” Vai chegar o tempo quando nosso Senhor Jesus Cristo, Aquele em Quem se cumpriram todas as ofertas, receberá aquele lugar digno de honra, dignidade e gozo nesta terra. Reinaremos com Ele sobre este mundo – Ap 5:10.

#207

Demonstro meu amor por Cristo pelo tanto que obedeço Sua Palavra. João 14:23.

NÚMEROS 7

Os presentes dados ao Senhor pelos príncipes em Israel.

Nm 7:1-9 Bois e carros foram dados aos Gersonitas e Meraritas, pois eles tinham cargas pesadas para carregar; cap. 3, mas nada foi dado aos Coatitas, pois eles carregavam a santa mobília sobre seus ombros. Isto que representa particularmente a Pessoa do Senhor Jesus Cristo deve ser levado da maneira mais pessoal e exaltada.

Repare que apesar de cada príncipe ter oferecido exatamente o mesmo, ainda assim cada um ofereceu em um dia especial, e cada príncipe e sua oferta é relacionada de modo especial em todos os detalhes. Isto nos faz lembrar de que Deus nunca Se cansa de escutar nosso louvor.

Por que iria Deus ocupar 80 versículos para nos dizer isto? Não teria sido porque o louvor pertence a Deus e ao Senhor Jesus Cristo?

#208

Nenhuma comunhão haverá com os santos se não houver comunhão com Deus.

NÚMEROS 8

Nm 8:1-4 O candelabro dava a única luz no tabernáculo. Era a primeira sala – “o santo lugar”. Deus é luz (1 Jo 1:5), Jesus era a luz do mundo (Jo 9:5) e o Espírito Santo é o azeite (o poder) que capacita a luz a brilhar. Sete lâmpadas nos falam que era algo perfeito. Vemos nisto que a luz de nossa vida, o que dizemos e fazemos, é para a glória do Senhor somente. Leia Mt 5:14-16. Que responsabilidade temos!

Nm 8:6-22 Os Levitas precisam ser preparados para o serviço do Senhor. Só água, e não sangue, é usada. Veja Jo 13:6-10. A água é como a Palavra de Deus. Os crentes precisam da Palavra para se manterem limpos. Ef 5:25. Lembre-se de que os sacerdotes eram para a adoração a Deus, mas os Levitas (neste capítulo) eram para o serviço. O vers. 19 nos diz que os Levitas vinham depois dos sacerdotes. Nós crentes somos ambas as coisas, mas a adoração deve tomar o primeiro lugar. Leia estes versículos bem devagar.

Nm 8:23-26 Os anos maduros e produtivos de suas vidas deviam ser devotados ao serviço do Senhor. Após 50 anos de idade, eles deviam entrar no tabernáculo, mas não deviam fazer qualquer obra ou serviço.

#209

O novo homem, nascido de Deus, é, em sua natureza, o reflexo inteligente da natureza de Deus.

NÚMEROS 9

Nm 9:3 A importância da data para guardar a Páscoa (veja Êx 12:2-3).

Nm 9:6-8 Havia alguns que não estavam limpos. Eles confessaram abertamente e perguntaram a Moisés o que deviam fazer. Moisés pergunta ao Senhor. E é isto o que devemos fazer. Voltemo-nos para a Palavra de Deus em busca de respostas.

Nm 9:11-12 Quão maravilhosa é a graça de Deus. Ele permite que haja tempo para que o impuro seja limpo, e deste modo o homem guardou a Páscoa no segundo mês. Os detalhes de como esto deve ser guardada.

Nm 9:13 Um Israelita que fosse descuidado e não se importasse em guardar a Páscoa devia ser cortado do povo. O Senhor pediu-nos que correspondêssemos ao Seu amor recordando-O em Sua morte. Isto não significa que um crente possa vir a perder sua salvação se for descuidado, mas ele perderá seu discernimento e paz.

Nm 9:15-16 A nuvem era visível a todos, de dia e de noite.

Nm 9:18-23 Os filhos de Israel descansavam ou viajavam somente ao comando do Senhor. Que lição para nós! Hoje, a presença do Senhor é vista apenas pela fé, mas Ele está presente em cada crente. Ele é capaz de nos guiar e nos dirigir em nossa jornada a cada dia em direção ao nosso Lar. A fim de saber quando parar e quando andar, um Israelita tinha que manter seus olhos na nuvem. É igualmente importante para nós olharmos para o Senhor.

#210

Somos grandemente beneficiados por parte daqueles que construíram muros em torno da verdade… como Neemias fez.

NÚMEROS 10

As duas trombetas eram para serem feitas de uma só peça de prata, recordando-nos do Antigo e Novo Testamentos – ambos os quais são na verdade um só – a Palavra de Deus. A redenção é representada para nós na prata.

Nm 10:2 Para o chamado da assembléia.

Nm 10:4-10 Um alarme para o tempo de guerra, e até nos dias de alegria em seus dias solenes. A Palavra de Deus é para todo propósito… ela pode e deve fazer parte daquele gozo, tanto quanto para proteção e conforto.

Nm 10:11-12 A perfeita ordem do arraial quando começa a se mover adiante.

Nm 10:29 Moisés cometeu um erro aqui, e se volta para um parente que estava familiarizado com o deserto, e pede a ele que os guie para lhes servir de olhos (vers. 31). Às vezes somos guiados por parentes aos invés da Palavra e do Espírito Santo.

Nm 10:33-34 O Senhor é zeloso, pois conhece que a direção vinda de qualquer outro lugar nos levará a caminhos errados. Portanto Ele instrui para que tirem a arca do centro do arraial e a coloquem na frente para guiar. Repare o que Ele buscava para eles. Você está encontrando descanso para sua alma?

#211

Nunca obtenho a chave para qualquer dificuldade espiritual sem Cristo.

NÚMEROS 11

Nm 11:1-3 Depois de tudo isto eles começam a reclamar. O Senhor ouviu e enviou fogo entre eles, mas outra vez em Sua misericórdia, o fogo foi apagado quando o povo clamou a Moisés.

Nm 11:4-9 Deus proveu a eles o alimento diário vindo do céu, chamado maná… suficiente para todos. Mas eles ficaram cansados da comida de Deus e clamaram outra vez pela comida que antes comiam no Egito! Todos estes seis alimentos nascem próximos da terra ou vêm do mar. E acaso não é verdade que depois de termos comido cebolas e alhos, outros ao nosso redor podem dizer o que estivemos comendo? E assim é se nos alimentamos daquilo que este pobre e culpado mundo tem para oferecer, sua TV, sua música de rock, o sabor disso ficará em nós, e outros logo saberão onde estivemos nos alimentando.

Nm 11:11-15 Moisés reclama ao Senhor e usa as palavras “eu” e “mim” vez após outra. O Senhor fez conforme a palavra de Moisés, e tirou um pouco do espírito que estava com Moisés, e o dividiu entre setenta homens escolhidos.

Nm 11:24-30 Os homens sobre os quais este espírito foi concedido, permaneceram fora do arraial, mas dois deles ficaram dentro, e profetizaram ali. Eles deviam ter saído, como Moisés e os outros fizeram, e um jovem reparou nisso e perguntou a Moisés se deviam ser mandados calar. Moisés os deixou onde estavam. Não é verdade que hoje há muitos que estão pregando o Evangelho mas estão recusando o lugar da escolha de Deus, que é estar reunido ao nome do Senhor Jesus “fora do arraial”?

#212

Não é para nos regozijarmos tanto nos livramentos quando chegam, como nAquele que nos livra.

NÚMEROS 12

Uma figura do Senhor Jesus, tomando para Si mesmo uma noiva de entre os Gentios. Vemos esta ira claramente no livro de Atos, onde os Judeus ficavam muito irados todas as vezes que o evangelho era pregado aos gentios.

Nm 12:3 Moisés era um homem fraco, e mesmo quando criticado, não se defendia, mas deixava tudo com o Senhor, e o Senhor cuidava do problema.

Nm 12:4-10 O Senhor responde e age prontamente.

Nm 12:11-15 Moisés pede perdão por Miriam. O Senhor ouve, mas há uma pena.

#213

Não há ninguém tão consciente do pecado que habita em si quanto aquele que anda na luz.

NÚMEROS 13

Nm 13:1-3 Em Deuteronômio 1, vers. 21 e 22, vemos que este desejo de investigar a terra começou com os filhos de Israel. Deus os havia trazido do Egito e prometeu introduzi-los na boa terra, e disse a eles como ela seria. Por que então precisariam de espias? Incredulidade!

Nm 13:22-28 Eles logo descobriram que a terra era exatamente como Deus lhes havia falado. Era uma terra de onde manava leite e mel, e trouxeram com eles alguns dos frutos da terra. As pessoas ouviram o testemunho e viram o fruto, a evidência, todavia ainda assim não creram.

Nm 13:31 Eles dizem ao povo “Não poderemos”. Seus olhos estavam desviados do Senhor, e sentiam-se como gafanhotos diante de gigantes.

Nm 13:32 Mas um homem chamado Calebe diz, “seguramente prevaleceremos”. Calebe tinha seus olhos no Senhor. Há muitos inimigos que iriam tentar nos impedir hoje de desfrutarmos, agora mesmo, nossos maravilhosos privilégios e bênçãos como povo celestial. Somos abençoados “com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo”. Ef 1:3. Não obtemos nossas bênçãos pela obediência à Palavra de Deus, mas desfrutamos delas pela obediência.

#214

O Senhor a me segurar é o que me garante segurança eterna… eu segurar no Senhor é essencial para uma vida de comunhão.

NÚMEROS 14

Nm 14:1-5 É difícil entender tamanha incredulidade e rebelião (a menos que olhemos para nós mesmos!). Aqui eles se encontram bem na divisa da terra que Deus lhes havia prometido, e falam de escolher um capitão e voltarem para o Egito!

Nm 14:6-10 Estes dois homens tomam a palavra e confiam em Deus, e por causa disto são ameaçados de morte! (Também vivemos em uma época quando há muitos crentes que rejeitam a verdade de que Cristo é tudo, e preferem seguir adiante de modo mundano. Não sejamos assim.) Nm 14:11-20 Deus diz a Moisés que irá punir aqueles que não creram que Deus era capaz de introduzi-los na terra da promessa.

Nm 14:34 Apesar de Deus os ter perdoado naquela vez, Ele lhes disse que iriam vagar durante 40 anos naquele mesmo deserto, até que todos os que tinham mais de 20 anos de idade estivessem mortos. Somente seus filhos, Calebe e Josué poderiam entrar na terra.

Nm 14:37 Deus não deixa nada passar despercebido.

Nm 14:40-45 Quando o Senhor disse a eles que entrassem – eles se recusaram. Agora que Ele diz que devem vagar por 40 anos, eles dizem, “Não, entraremos na terra”. São derrotados em sua primeira luta contra o inimigo, pois o Senhor não estava com eles; sem Deus age a vontade própria. Devemos ver isto com mais clareza no próximo capítulo.

#215

Sempre posso encontrar o suficiente para quaisquer tribulações que Deus possa permitir, se tão somente olhar para Cristo.

NÚMEROS 15

Nm 15:1-2 Depois de toda a incredulidade do último capítulo, o Senhor diz, “Quando entrardes na terra da vossa habitação, que eu vos hei de dar”. Não é maravilhoso? Sua graça e fidelidade será a causa do assentamento de Israel na terra. Desobediência, da parte deles, graça da parte de Deus! Nunca se esqueça disso.

Nm 15:3-13 Deus olha com gozo para o tempo quando Seu amado povo estará na terra; eles levarão alegremente suas oferendas e sacrifícios a Ele.

Nm 15:14-16 O Senhor pensa naqueles que não fazem parte de Seu povo terreno Israel, e quer abençoá-los também. Nós Gentios éramos estrangeiros e desarraigados, mas fomos introduzidos na mais maravilhosa bênção por meio da obra de Cristo por nós. A igreja de Deus é formada de Judeus e Gentios – Ef 2:13-18. E deverá compartilhar as glórias com Cristo no céu para sempre.

Nm 15:22-31 É feita provisão para nossos pecados de ignorância e, a horrível sentença de morte para aquele que pecou deliberadamente. Ser ignorante da verdade é uma coisa. Mas desobedecê-la deliberadamente, é outra.

Nm 15:37-41 Azul é a cor que nos lembra do céu. Nosso “andar” diário deveria mostrar aos outros que pertencemos ao céu e que queremos agradar ao Senhor.

#216

A mesma Palavra que nos diz que não temos pecado em nós, nos diz claramente que temos pecado em nós.

NÚMEROS 16

Esta horrível história é mencionada em Judas, vers. 11, como a “rebelião de Coré”. Sem dúvida havia inveja no coração deste homem. Ele vê defeito em Moisés e Aarão que tinham um serviço mais proeminente. Que coisa terrível é a inveja aos olhos de Deus! Deus escolheu cada homem para sua obra; Coré estava na verdade se rebelando contra Deus.

Nm 16:4 Algo bom de se fazer. O próprio Senhor é nosso Grande Sumo Sacerdote; não temos direito de escolha. Sujeitemo-nos a nosso Senhor Jesus Cristo.

Nm 16:12 Dois outros que tomaram parte nessa rebelião.

Nm 16:16-35 Datã e Abirão e todos os que estão com eles são literalmente “engolidos” pela terra, e Coré e os 250 que estavam com ele são queimados. Deus não será zombado ou desafiado, e embora Ele seja longânimo e misericordioso hoje, Ele trará um terrível juízo sobre aqueles que se rebelam contra o Senhor Jesus. Lembremo-nos dos versículo 21, e estejamos separados daqueles (às vezes até crentes) que se recusam a aceitar a autoridade do Senhor.

Nm 16:41-45 Este espírito de rebelião estava em “toda a congregação”.

Nm 16:48 Aarão o sacerdote permanece entre os vivos e os mortos, e a praga é interrompida. Se não fosse por nosso Sumo Sacerdote, de Quem Aarão é uma figura, jamais chegaríamos ao céu. Mas Ele é fiel e Ele que fez a expiação vive agora para nós.

#217

Nos últimos dias a prova do verdadeiro amor a Cristo é manter a manutenção da Sua verdade.

NÚMEROS 17

O Senhor irá agir publicamente.

Nm 17:1-9 Doze varas eram para ser tomadas e colocadas diante da arca, o próprio lugar da habitação de Deus. O nome de cada tribo estava escrito sobre cada vara individual.

Nm 17:8 Que milagre! A vara de Aarão, o Sumo Sacerdote, produz brotos, flores e amêndoas, tudo em uma só noite! Isto é uma figura da vida e ressurreição a partir da morte! E Aquele que é nosso Sumo Sacerdote, Aquele que está lá nas alturas na presença de Deus por nós, agora vive de entre os mortos, capaz e ansioso por nos guiar e nos guardar em nosso caminho para o lar. Não nos esqueçamos da presente obra de nosso Senhor no céu (Rm 5:10); sem isso não sobreviveríamos.

Nm 17:12-13 Que profunda incredulidade, mesmo depois deste maravilhoso milagre. O capítulo termina com uma pergunta. No capítulo de amanhã vem a resposta.

#218

O quer que enfraqueça a união a Cristo destrói o poder.

NÚMEROS 18

Nm 18:1-5 Que resposta maravilhosa! O Senhor não pode abaixar o padrão de Sua santidade, mas aqui Ele faz completa provisão ” para que não haja outra vez furor sobre os filhos de Israel”. A tribo de Levi precisava ser “juntada” a Aarão. Eles eram privilegiados para servirem, mas deviam ser obedientes a Aarão, o Sumo Sacerdote. Quão triste e confuso é quando um crente escolhe seu próprio tipo de serviço. A adoração deve vir antes do serviço.

Nm 18:8-10 É bom servir o Senhor, porém é mais importante ainda adorá-Lo. Eles tinham que “comer” a oferta pelo pecado no “lugar santo”. Isto na verdade significa que deveríamos sentir profundamente e com pesar o pecado de qualquer crente. Nos esquecemos disto, talvez, censuramos e corrigimos alguém que falha, sem sentirmos o peso daquele pecado e de nossa própria falha.

Nm 18:14-19 Tanto o povo como os animais impuros precisavam ser redimidos.

Nm 18:20 A possessão de Aarão era o próprio Senhor.

Nm 18:31 Os dízimos e ofertas que eram trazidas ao Senhor eram dadas aos Levitas e eles e suas famílias deviam comê-las e desfrutar delas. Que felicidade encontrar lares onde as coisas que pertencem ao Senhor são desfrutadas em conjunto no lar e na família.

#219

Falar de comunhão com Deus enquanto vou seguindo com maus pensamentos ou atos, trará desonra ao nome de Cristo.

NÚMEROS 19

Embora você possa achar este capítulo difícil de entender a princípio, é muito importante que tentemos entendê-lo. Pois trata-se de uma figura de nossa vida como um crente hoje. Deus está nos falando aqui de tão horrível é o PECADO para Ele. Não os pecados que praticamos antes de sermos salvos, mas aqueles que praticamos depois. Você nunca será castigado por um pecado sequer que tenha cometido, pois o Senhor Jesus foi castigado por eles. Jo 13:10. Mas Deus nosso Pai sabe que os pecados que praticamos após termos sido salvos estragam nossa comunhão com Ele, e também nos tornam tristes. Eu e você precisamos aprender que Deus está falando conosco por meio desta ilustração. Deus proveu um caminho para nós. Aprendamos qual é.

Nm 19:2 A novilha ruiva (bezerra) sem uma mancha, ou defeito é uma figura de Cristo.

Nm 19:3-8 A novilha é levada fora do arraial, é morta, seu sangue trazido de volta, e aspergido 7 vezes na frente do tabernáculo (Lv 14:7); A morte ou o sangue não voltam a ser mencionados neste capítulo. Tudo é uma figura de Cristo, Sua morte fora da cidade de Jerusalém, e seu sangue derramado. Por meio deste único sacrifício nossos pecados se foram para sempre. 7 é o número perfeito.

Nm 19:9-10 Mas agora as cinzas são guardadas… uma lembrança constante da morte da novilha. Não precisamos ser salvos outra vez se nós, crentes, pecamos, mas precisamos nos lembrar do quanto custou ao Senhor Jesus levar nossos pecados. Às vezes somos descuidados a respeito das coisas que nós crentes fazemos, mas Deus não é assim. Leia o vers. 9 e veja quão similar é isso com o que José fez em Mt 27:59.

Nm 19:11-16 Eles certamente tinham que ser cuidadosos para não tocar um corpo morto. Também devemos lembrar que a amizade com o mundo estraga nossa comunhão com o Senhor.

Nm 19:17-22 As cinzas e a água são aspergidas sobre a pessoa impura. Repare que levou quatro dias para a pessoa ser restaurada a plena comunhão. Não voltamos à comunhão com a mesma rapidez com que nos afastamos dela. Possamos ter o mesmo horror ao pecado que Deus tem.

#220

Quanto mais alta nossa posição, menos será tolerado o mais leve desvio. Uma falha que poderia passar despercebida em uma posição mais baixa, seria intolerável em uma alta posição.

NÚMEROS 20, Vers. 1-13

Para refrescar sua memória do que está acontecendo a Israel. Eles se recusaram a crer que Deus era capaz de lhes dar a terra prometida, por isso Deus os enviou para o deserto até que todos os homens com mais de 20 anos (naquela ocasião) tivessem morrido.

Nm 20:1 Você se lembra de que quando eles foram tirados através do Mar Vermelho, Míriam (irmã de Moisés e Aarão) havia cantado uma canção de gozo (Ex 15:20-21). Agora ela morre… a lembrança do primeiro gozo de Israel transforma-se em tristeza. Não é exatamente o que acontece conosco? O gozo inicial da salvação logo se vai, quando somos desobedientes a Deus. Veja do capítulo 13:17 em diante, mas particularmente o versículo 26 para ver o que aconteceu 38 anos antes. Agora eles estão de volta a Cades!

Nm 20:2-5 Israel não apenas se esqueceu de seu primeiro gozo, mas se esqueceu do poder de um Deus amoroso que era capaz de cuidar de todas as suas necessidades. Leia este amargo ataque contra Moisés e Aarão.

Nm 20:6 Mais uma vez Moisés e Aarão se controlam, afastam-se em silêncio da multidão que reclama e se voltam para um SENHOR compassivo! A Pessoa certa e o lugar certo.

Nm 20:7-9 “A vara” é de Aarão (a vara de Aarão é uma figura da graça, a vara de Moisés é uma figura de poder). Moisés recebe ordens de falar à rocha. A rocha foi ferida uma vez (Ex 17). É uma figura da cruz de Cristo, (leia Hb 10:12 “um sacrifício”). Também Sl 78:15. Falar à rocha nos mostra o poder do Espírito Santo, que nos sustenta vez após outra, durante “nossa jornada no deserto” aqui na terra hoje. Era para falar, não ferir.

Nm 20:10-11 Moisés comete sérios erros. (1) Usa sua própria vara, e (2) fere a rocha duas vezes. O Senhor é gracioso!. A água flui dela, MAS…

Nm 20:12 Moisés é instruído acerca das conseqüências de seus atos… ele não guiará o povo de Deus para dentro da terra. Embora os crentes sejam, com freqüência, desobedientes à Palavra de Deus, o Senhor graciosamente oferece misericórdia, mas Ele não pode, e nem irá, recompensar a desobediência. Hoje não buscamos pela aprovação de nossos Atos pelos resultados que possamos ver, mas obtemos a certeza de nossa aprovação da Palavra de Deus.

#221

A chama do testemunho queima com fulgor quando alimentada com o azeite da graça. Pv 13:9

NÚMEROS 20, v. 14-29

Nm 20:14-21 O povo de Edom era descendente de Esaú (irmão de Jacó). Você se lembra de que muito antes disso, Jacó havia enganado seu pai Isaque e usurpado a bênção de primogenitura que pertencia a Esaú (Edom) – Gn 27. Agora os descendentes desses dois homens se encontram! Israel deve sofrer por seu ato há muito praticado. Colhemos o que semeamos (Ec 3:15). Mas para encorajar você, não se esqueça, Ele também se lembra do bem (Mc 9:41).

Nm 20:22-final O capítulo começa e termina com morte. Agora Aarão. Embora Aarão não tenha tomado parte na ação, ele se associou com Moisés, e também compartilhou do desgosto do Senhor. Deus está nos dizendo que somos tidos por responsáveis por nossas associações. O filho de Aarão se torna sumo sacerdote.

#222

Não existe maior evidência de um santo de coração puro que o seu santo temor de Deus.

NÚMEROS 21

Nm 21:1-3 Israel faz um acordo com o Senhor.

Nm 21:4-9 Tudo dá certo. Mas será que o povo de Israel está contente? (1) Eles falaram contra Deus e Moisés; (2) eles questionam o por quê de terem sido libertados do Egito; (3) Falaram uma inverdade – eles tinham pão – o maná, eles tinham água – 20:11 e (4) eles repugnaram (desprezaram) o maná. O senhor envia serpentes ardentes; quando as pessoas eram mordidas, morriam. O povo confessa, “pecamos”. Com que frequência nós crentes falamos o mesmo ao Senhor, achando outras razões para culpar, menos a nós mesmos. A história toda é uma figura marcante do pecado e da salvação por meio do Senhor Jesus sendo levantado sobre a cruz (leia Jo 3:14-15). Um olhar para Cristo significa vida; (um olhar para a serpente significava cura). Jesus foi feito pecado por nós que cremos – 2 Co 5:21.

Nm 21:16 Que bondade do Senhor. Ele adora reunir as pessoas!

Nm 21:17 O resultado… eles cantam. O Senhor Jesus é nosso poço – Jo 4:14-15.

Nm 21:21-final As diferentes raças de pessoas temeram, ressentiram, odiaram e invejaram os Israelitas. Cada inimigo tinha uma dessas características. Nós crentes nos encontramos cercados por inimigos espirituais hoje. 2 Co 10:3-6 e Ef 6:10-17 deixam isto bem claro. Até outros crentes nos criticam quando falamos ou escrevemos a verdade – Gl 4:16. Mas não temamos. Repare no que o Senhor fez para Israel nestes versículos.

#223

A verdade nos torna humildes, nossas opiniões nos tornam orgulhosos.

NÚMEROS 22

Outro inimigo se opõe à aproximação de Israel em direção à terra que o Senhor havia escolhido para eles. Moabe é uma figura da corrupção religiosa. Eles estavam muito perto de Israel, logo após o Jordão. Veja em Sf 2:8-11, Ez 25:8-11.

Nm 22:1-7 Os Moabitas tinham medo dos Israelitas… eles haviam escutado do que tinha acontecido a alguns de seus vizinhos. Eles decidem contratar um homem chamado Balaão para ir amaldiçoar aqueles Israelitas. Veremos quão gracioso Deus foi para com Israel. Eles haviam falhado miseravelmente em obedecê-Lo, mas o Senhor transforma essa tentativa de amaldiçoar Israel em uma declaração de bênção!

Nm 22:8-14 Podemos achar que aquilo que Balaão fez foi certo porque ele consultou o Senhor sobre o que fazer. Mas veremos que ele estava errado. Ele sabia muito bem que devia ter dito “NÃO”. Antes que você continue a ler, abra em 2 Pd 2:15 (É só pela Palavra de Deus, e não pela nossa opinião, que avaliamos o certo do errado).

Nm 22:15-17 O Rei Balaque, mais determinado que nunca a amaldiçoar Israel, agora envia homens de mais elevada posição e influência, para tentar atrair Balaão a si. Eles prometem a Balaão recompensas sem limites.

Nm 22:18-19 Palavras aparentemente nobres sobre querer saber qual era a vontade do Senhor (lembre-se do que diz 2 Pd 2:15) quando na verdade ele queria ir.

Nm 22:20-21 Deus permite que ele vá pois Deus vê sua determinação. O versículo seguinte prova isto.

Nm 22:22-35 Maravilhosa história. Fora a serpente no Éden, o único caso nas Escrituras de um animal falando. A mula salva sua vida. Balaão persiste em sua vontade própria, usando ainda aquela conversa de aparência santa.

Nm 22:36-final O Rei Balaque dá as boas vindas a Balaão com sacrifícios idólatras. Um capítulo dos mais instrutivos. Revela nosso próprio enganoso coração. Podemos professar estar querendo saber a vontade do Senhor para nós, e ainda assim persistindo em nossos caminhos.

#224

Oh, que os filhos de Deus pudessem despertar para um senso de sua VERDADEIRA E MARAVILHOSA ORIGEM (Ef 1:3), ATUAL DIGNIDADE (1 Jo 4:4) e DESTINO FUTURO!

NÚMEROS 23

Nm 23:1-4 Três visões ou mensagens que Balaão recebe do Senhor. Estes quatro versículos são a primeira. Mas em contraste com isto, lemos da conspiração desses dois homens ímpios. Tudo parecendo ser tão santo.

Nm 23:5-7 O Senhor coloca as palavras na boca de Balaão.

Nm 23:8-10 Ao invés de uma maldição, Balaão anuncia a primeira das três bênçãos. Aqui vemos o povo escolhido de Deus separado para Deus – separado, ou para usar a linguagem do Novo Testamento, “santificado” (ves. 9).

Nm 23:11-17 De volta ao complô do Rei Balaque para amaldiçoar Israel. Repare que é tentado outro lugar. Satanás usa diferentes maneiras.

Nm 23:18-24 O segundo anúncio vindo do Senhor… podemos usar outra palavra do Novo Testamento… “justificado”. O modo de Deus ver Seu povo. Nenhum pecado é visto por Deus. Esta é sua posição se você é um filho de Deus.

Nm 23:25 ao final O Rei Balaque tenta outro lugar.

#225

A responsabilidade cristã é ser Cristão; ou seja, andar como Ele andou porque estamos em Cristo, por Cristo habitar em nós.

NÚMEROS 24

Nm 24:1 Isto nos ajuda a enxergar a fonte da obra de Balaão… encantamento, o que é como bruxaria. É satânico.

Nm 24:2-9 A terceira visão de Deus… como Deus enxerga Israel… a aceitação do povo diante de Deus e as bênçãos que se seguem. No vers. 2, Balaão vê o arraial de Israel em unidade e ordem, conforme as suas tribos. No versículo 5 ele enxerga o quão belo o arraial parecia, no versículo 6 ele sente as doces fragrâncias como dos jardins regados, no versículo 7 a abundância de tudo que era necessário para fazê-los confortáveis e felizes, no versículo 8 o poder de Deus para eles e com eles, e no versículo 9 a aceitação que Deus tem por eles e as bênçãos que decorrem dessa aceitação.

Nm 24:10-14 O Rei Balaque e Balaão desistem. Balaão é instruído a ir, mas antes de partir ele conta fala a Balaque do futuro glorioso de Israel e do que eles fariam com a nação do Rei Balaque!

Nm 24:15-19 Esta visão final é como uma explosão de luz… a promessa de uma Estrela (ela apareceu aos magos – Mt 2:1-2) e de um Cetro (uma vara simbolizando autoridade real) a vinda do Senhor Jesus Cristo como Rei para esmagar todo mal e estabelecer um reino de poder e glória.

Nm 24:20-final Balaão termina suas visões falando da destruição das diferentes nações que cercavam Israel.

#226

A oração é a atitude constante de dependência de Deus.

NÚMEROS 25

Nm 25:1-3 Israel é guardado da maldição do Rei Balaque, mas cai em outro mal – comete fornicação com as mulheres de Moabe. Mas isso levou a uma associação ainda pior… à adoração de ídolos. Leia 1 Co 10:20.

Nm 25:4-5 O Senhor ordena um horrível castigo para os homens culpados.

Nm 25:6-final Um homem fiel, Finéias, é zeloso da glória de Deus e executa rapidamente um castigo sobre a impiedade. Por isso (vers. 11-13) o Senhor lhe deu uma bênção especial. A fidelidade deste homem salvou Israel de um castigo ainda pior. Repare quantos morreram da praga que Deus enviou (vers. 9), e os dois que são especialmente mencionados, pessoas muito proeminentes. Deus não faz acepção de pessoas, sejam elas de alta ou baixa posição. Tampouco Deus permite que nos esqueçamos de que Ele odeia o pecado, pois em 1 Co 10:8 Ele nos recorda desse terrível acontecimento.

#227

Em todas as nossas petições, falhas, confissões e necessidades como indivíduos, vamos a DEUS como nosso PAI… mas em tudo o que diz respeito à conduta da igreja, vamos a Àquele que é a Cabeça da igreja.

NÚMEROS 26

Deus está cuidando de nos dizer que Ele conhece e tem um registro de cada homem que atravessa o deserto. Podem existir ocasiões quando nós crentes indagamos se o Senhor realmente está prestando atenção em nós quando há tantos outros vivendo e morrendo neste mundo. Mas ele realmente conhece você pessoalmente por seu nome, e vigia você todos os dias. Tudo o que Ele nos pede para fazer é obedecê-Lo! Ele nos fará felizes e Ele ficará feliz também. Com freqüência, quão tolos somos quando não O obedecemos!

Nm 26:63-65 No início da jornada através do deserto, havia 600.000 homens, além de mulheres e crianças. Agora quando eles são contados no final da jornada, só restam 2 homens do grupo original. Todos os outros morreram no deserto e seus filhos agora cresceram. Deus os amava, e os tirou do Egito, mas por causa da incredulidade deles e de suas murmurações, perderam o gozo de entrarem na terra que mana “leite e mel”. Isto não quer dizer que todos tenham ido para o inferno. Talvez existissem muitos que não tinham nenhuma fé, e só seguiam a multidão. Esses estavam realmente perdidos, mas havia muitos outros que tiveram fé, e confiaram no Senhor. Todavia por sua incredulidade e murmurações, perderam a bênção de entrarem na terra de Canaã. Josué e Calebe creram na promessa de Deus. Eles foram guardados aqueles 40 anos, para entrarem na terra.

#228

As orações na terra são incenso no céu. Ap 5:8.

NÚMEROS 27

Nm 27:1-11 Poucos tinham fé real. Havia muitos ao redor que não pareciam se importar muito com sua herança, mas havia 5 irmãs, que não tinham irmãos, que se importavam muito. (Mas hoje, Deus nos deu, a homens, mulheres, meninos e meninas, tão maravilhosas bênçãos espirituais – e uma “herança”. Será que damos valor a isso?) Nm 27:7 O Senhor promete que elas não perderiam sua herança.

Nm 27:12-13 Que notícias tristes para Moisés. Ele pode dar uma boa olhada na terra prometida, mas é dito a ele que deve morrer, e que não poderá guiar o povo para entrar na terra.

Nm 27:15-17 Que homem desapegado! Ao invés de pensar só em si mesmo, e na tristeza de estar sendo impedido de entrar na terra, ele pensa no povo de Deus, e pede ao Senhor para cuidar deles, e para escolher outro para guiá-los para que não sejam como ovelhas sem um pastor.

#229

O poder de nossas orações depende de nossa condição espiritual.

NÚMEROS 28

Nm 28:2 Repare nas palavras “meu” e “me”. O próprio Deus naquilo que possa apontar para a vinda de Seu Filho amado, o Senhor Jesus. Quando o Senhor Jesus morreu na cruz, foi para que nossos pecados pudessem ser tirados. Mas é importante para nós recordarmos que havia um primeiro propósito em Sua morte, e era que Ele morresse para a glória de Deus. Esse sacrifício foi uma perfeita delícia ao coração do próprio Deus. Lembremo-nos disso, pois é muito importante. Se fossemos ler este capítulo, e o próximo, descobriríamos que a oferta pelo pecado é mencionada 13 vezes, mas as ofertas de aroma suave são mencionadas 58 vezes. Qual é a diferença? A oferta pelo pecado servem para nos lembrar do Senhor Jesus tirando nossos pecados ao levar o castigo de Deus e ao derramar o Seu sangue por nós. Mas as ofertas de aroma suave nos recordam de quão preciosa e doce aquela oferta do Senhor Jesus foi para o próprio Deus. Quanto mais você compreender isto, mais rico será seu louvor a Deus.

Nm 28:4 Cedo e à tarde devia haver aquela oferta do cordeiro. Para nós hoje trata-se de um lembrete da preciosa Pessoa do Senhor Jesus, oferecendo-Se a Deus.

#230

Ao orarmos em Nome de Cristo, nos aproximamos de Deus em todo o valor e autoridade daquele Nome.

NÚMEROS 29

Nm 29:1-6 A oferta queimada é uma figura dAquele perfeito que foi tamanho prazer para o coração de Deus… o Senhor Jesus que “Se ofereceu a Si mesmo imaculado a Deus” (Hb 9:14), e em Quem Deus encontrou tão perfeito prazer. É verdadeiramente maravilhoso conhecer um pouquinho do que o Senhor Jesus fez por mim, e de como Seu poderoso sacrifício tirou os meus pecados. Mas não nos esqueçamos de que Ele significa mais para Deus Seu Pai do que Ele significa para qualquer um de nós. (Leia cuidadosa e vagarosamente Jo 17:4).

Nm 29:12-40 No décimo quinto dia, eles deviam trazer uma oferta de 13 novilhos. Eles seriam uma oferta grande e cara para apresentar ao Senhor. Nos dias que se seguiam até o oitavo dia, o número de novilhos vai diminuindo até que no oitavo dia é de apenas um. Mesmo que não conheçamos tanto sobre o Senhor quanto outros conheçam, Deus tem prazer em tudo o que podemos desfrutar da beleza e amabilidade de Cristo. Não hesite em louvá-Lo e em agradecer a Ele. Ele vê o seu coração e dá grande valor aos seus pensamentos sobre Seu Filho amado. Tente se lembrar do que o Senhor Jesus fez para a glória de Deus em primeiro lugar. Então no que Ele fez para você.

#231

NÚMEROS 30

Oro pensando em minhas necessidades… adoramos pensando naquilo que temos em Deus.

Nm 30:3 Um voto é uma promessa que é feita, e aqui se refere a promessas feitas ao Senhor. Uma mulher faz uma promessa ou voto ao Senhor. Às vezes fazemos promessas que não somos capazes de cumprir. Ou talvez desejamos que nunca tivéssemos feito aquela promessa. Quando uma mulher fazia um voto, ela tinha que manter sua palavra. Não importa o quão difícil pudesse ser, ela não podia voltar atrás.

Nm 30:8 A notável provisão. Se o seu marido ou seu pai (vers. 5) escutasse ela fazer um voto e soubesse que seria muito difícil para ela guardar aquele voto, então ele poderia “desobrigá-la” daquele voto – veja os vers. 13, 14 e 15. Seu marido tinha o direito de deixá-la levar a total responsabilidade de seu voto, ou se ela não o fizesse, ele próprio deveria fazê-lo. Então ela ficava livre da responsabilidade.

Nm 30:15 “…então ele levará a iniqüidade dela.” Que lição temos em tudo isso! Na crucificação de nosso Senhor Jesus, os líderes de Israel clamaram a Pilatos, “o seu sangue caia sobre nós e sobre nossos filhos.” Que voto terrível! Eles disseram – sabemos o que estamos fazendo, queremos que este Homem seja entregue à morte e assumiremos toda a culpa por isso para nós mesmos e para nossos filhos. Se aquele voto permanecesse, então jamais poderia haver bênção para aquela nação. Eles seriam sempre culpados do assassinato do Senhor Jesus, e o próprio Deus não poderia abençoá-los. Mas o Senhor Jesus escutou aquele terrível voto… Ele era realmente como o marido de Israel. Embora Ele fosse o rejeitado e odiado, Ele não queria que aquele terrível voto permanecesse. Por isso Ele disse, “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem” (Lc 23:34). Ele desobrigou-os (cancelou) aquele voto! Que amor maravilhoso! Ele queria que eles fossem abençoados e perdoados e levou a culpa sobre Si mesmo. E agora Deus está livre para abençoar Seu povo Israel, e Ele o fará após nós os crentes termos sido levados para estarmos com o Senhor.

#232

Quando vamos a Deus para adorar, nós o fazemos ocupados com Aquele que é perfeitamente aceitável a Deus.

NÚMEROS 31

Temos lido nos capítulos 22 ao 25 de como os Midianitas tentaram separar Deus de Israel usando Balaão; e não conseguiram. Então eles tentaram separar Israel de Deus levando os homens de Israel a caírem em imoralidade com as mulheres de Midiã, e conseguiram fazê-lo em parte. Balaão parecia ter escapado de qualquer castigo. Mas hoje, nos versículos 1-3 vemos afirmações interessantes. Nos versículos 1-2 o Senhor disse a Moisés, “vinga os filhos de Israel dos midianitas”, mas no versículo 3 lemos que Moisés disse ao povo “vinga o Senhor de Midiã” (conforme a versão inglesa). Deste modo ambas as coisas se cumpriram!

Então no versículo 2 entendemos que Deus não iria deixar Moisés morrer sem ver essa desgraça totalmente eliminada da memória.

Nm 31:3-12 Pelo fato de Deus estar trabalhando por detrás dos bastidores, não era necessário um exército enorme, mesmo se Midiã fosse muito poderoso. Repare que Finéias, o sacerdote, acompanhou o exército! Ele era melhor do que algum grande capitão qualquer.

Nm 31:13-24 As mulheres eram a causa do pecado, portanto Moisés estava irado porque os principais não as estavam destruindo. Nada poderia ser usado por Israel que não tivesse passado pelo fogo, o juízo de Deus.

Nm 31:25-54 Quando os israelitas haviam deixado a terra do Egito anos antes, levaram com eles grande parte dos tesouros da terra. Aqui eles conservam parte para eles, e dão outra parte ao Senhor, dos despojos dos inimigos do Senhor. Quando eles se voltam a Ele em obediência, o Senhor em Sua graça traz bênção.

#233

Em quaisquer circunstâncias, em todos os lugares, em todo tempo, devemos orar. A oração é a atitude constante de dependência de Deus.

NÚMEROS 32

Nm 32:1-5 Alguns do povo de três das tribos não quiseram atravessar o Rio Jordão. Eles olharam para o bom pasto da terra do lado silvestre do rio. Parecia um bom lugar para se ficar. Por isso disseram a Moisés que não queriam cruzar o rio Jordão. Com o que isto se parece em nossa vida cristã? Este Rio Jordão é uma figura de nossa morte com Cristo na cruz. Rm 6:3-11 e Gl 2:20 nos falam isso. Somos cidadãos do céu, não da terra. Leia Cl 3:1-3. Para desfrutarmos de nossas bênçãos celestiais (Ef 1:3) agora, precisamos entender que morremos com Cristo para o pecado e para o mundo, e estamos vivos com Ele agora em nossa vida celestial. Se olharmos ao redor e dissermos “bem, este não é um lugar de todo mal, vou desfrutar dele”, seríamos como essas pessoas em nosso capítulo. Agora, gaste um minuto lendo Josué 14:1-2 para ver o que eles perderam.

Nm 32:6-15 Moisés estava muito desgostoso com isso. Seus olhos estavam colocados na terra que Deus havia prometido dar ao povo.

Nm 32:16-19 Aqueles que tinham dito que não queriam cruzar o rio, prometem que irão e ajudarão o restante de seus irmãos a possuir a terra, e depois voltarão.

Nm 32:20-42 Moisés aceita isso. Quando estamos determinados a tomar nosso próprio caminho, Deus às vezes permite que o façamos. Mais tarde descobrimos os problemas que acompanham isso. Se fôssemos acompanhar a história dessas duas tribos e meia, descobriríamos que eles foram os primeiros a serem levados para o cativeiro quando o inimigo os atacou – 1 Cr 5:25, 26. Não sejamos crentes ocupados com o mundo.

#234

Em todas as nossas petições, falhas, confissões, e necessidades como indivíduos vamos a DEUS como nosso PAI… mas em tudo o que diga respeito à conduta da igreja, vamos Àquele que é a Cabeça da igreja.

NÚMEROS 33

Nm 33:1-49 A fidelidade e cuidado do Senhor cuidou que fosse mantido um registro das peregrinações de Seu povo durante mais de quarenta anos. Cada lugar que pararam ao longo do caminho é anotado. O Senhor também mantém um registro de nossa vida, e algum dia Ele irá rever isso passo a passo. E então nós O louvaremos por Sua fidelidade apesar de nossas falhas. O próprio Senhor foi com eles em todas aquelas peregrinações.

Nm 33:50-56 Após esse longo relato, eles são informados de que quando entrarem na terra, devem expulsar aqueles que viviam ali, de modo a não serem influenciados por seus ímpios caminhos. Eles foram avisados que se os deixassem permanecer, e tentassem viver entre eles, aquilo seria um contínuo problema e tribulação para eles. Isto é uma lição para nós. Estamos em jornada em direção ao céu, onde nunca mais teremos qualquer uma dessas tribulações e batalhas. Mas sabemos que tribulações são estas agora. Sabemos que precisamos trabalhar com aqueles que não amam o Senhor Jesus, e que zombam de nós se falamos bem dEle. Cuidemos de não fazer amizade com eles, mas permaneçamos separados deles. Devemos testemunhar a Eles do Senhor. Separação não significa isolamento.

#235

As orações na terra são incenso no céu. Ap 5:8

NÚMEROS 34

Nm 34:1 O Senhor diz, “quando entrardes na terra”, não diz “se entrardes”, pois Ele havia prometido, e iria cumprir a promessa. E a mesma mão que os trouxe para fora do Egito, e que os manteve durante aqueles 40 anos no deserto, iria também dividir para eles a terra que manava “leite e mel”. Por isso lemos das fronteiras daquela terra.

Nm 34:16 Estes dois homens, Eleazar o sacerdote e Josué, devem dividir a terra prometida entre as doze tribos.

Nm 34:19-29 Devia ser posto um príncipe como responsável por cada tribo. Lembre-se de que Ele também nos prometeu uma “terra” nas alturas… nossas bênçãos não podem ser medidas por fronteiras e nem por milhas. Mesmo hoje, somos tão ricamente abençoados, e o Senhor quer que desfrutemos de tudo. A altura e a profundidade, a largura e o comprimento não podem ser medidos, Ef 3:17, 18 e 19. É tudo nosso, pois somos herdeiros de Deus e co-herdeiros com Jesus Cristo.

#236

O poder de nossas orações depende de nossa condição espiritual.

NÚMEROS 35

Nm 35:11 As cidades de refúgio eram para alguém que tivesse matado outro “por engano” – isto é, por acidente. Podemos ver do final do versículo 16, que se fosse um homicídio de fato, então o homem que o praticasse deveria ser morto. Lembre-se sempre de que o homicídio vem de Satanás – Jo 8:44.

Nm 35:25 Aquele que fugisse para a cidade de refúgio devia permanecer ali até a morte do Sumo Sacerdote, e então poderia voltar para o lugar onde a morte havia acontecido, e estaria livre. Mas nos versículos 26 e 27 vemos que se ele saísse daquela cidade antes da morte do sumo sacerdote, então poderia ser morto. Deixe-nos fazer a aplicação desta história. O Senhor Jesus amou tanto Seu culpado povo de Israel que disse, “Pai, perdoa-lhes pois não sabem o que fazem”. Se o Senhor não tivesse dito isso, eles teriam sido culpados de homicídio, e não poderia haver bênção para eles para todo o sempre. Mas agora podemos dizer que eles são culpados de “homicídio não premeditado”, e Deus permitiu a eles que se refugiassem entre as nações para onde foram dispersos. Eles estão voltando para a terra agora enquanto o grande Sumo Sacerdote (o Senhor Jesus) ainda está na glória, e serão punidos ali na terra por sua desobediência. Depois que o Senhor voltar para nos levar, os crentes, para junto dEle no céu, Ele introduzirá os Israelitas que crerem em sua terra e Ele aparecerá ali. (Embora este capítulo seja sobre o povo de Deus, Israel, é uma ilustração do refúgio (lugar seguro) que encontramos em nosso Senhor Jesus. Agradeçamos a Deus por isso.)

#237

Pedirmos em Nome de Cristo, é mais do que ter um direito por meio do Seu nome; é, na verdade, entrar na presença de Deus com todo o valor e autoridade daquele Nome.

NÚMEROS 36

No capítulo 27 tivemos o início da história das filhas deste homem Zelofeade. Agora vemos a conclusão. Em Israel, se uma jovem não tivesse irmãos, ela recebia a herança de seu pai. Ela devia casar-se com um homem de sua própria tribo, do contrário sua herança poderia ir para a tribo de seu marido. Deus queria que cada tribo se mantivesse distinta. (Lembremo-nos da lição que é para nós. Existe uma “herança” que deve ser avaliada e nunca, nunca abandonada. Há muitos jovens crentes que vivem para o Senhor Jesus e que dão valor à “herança” que têm nEle. Quão triste é escutarmos de crentes que têm amigos, e que até mesmo se casaram com alguém que é gentil e agradável mas que não ama o Senhor e nem se interessa pela herança celestial. Há tristezas em uma condição assim, e o Senhor nos avisa disso em 2 Co 6:14. Para o incrédulo este é apenas um livro de “números”, mas para nós que conhecemos o Senhor como Salvador, é de grande encorajamento enquanto atravessamos este mundo rumo à glória. Quanto mais estivermos desfrutando do Senhor, mais entenderemos que este mundo é um deserto.

#238

A oração e o louvor andam juntos. Aqueles que têm louvores têm orações.

FILIPENSES 1, Vers. 1-10

O livro de “Números” foi a história da jornada de Israel através do deserto, portanto é bom que hoje nos voltemos para um livro do Novo Testamento que é escrito para NOSSA jornada por este mundo (nosso deserto). Paulo, que o escreveu, estava prisioneiro em Roma por ser um crente em Cristo. Nós certamente podemos aprender muito de Filipenses SE entendermos que estamos no mundo de Satanás. Mas ao longo de todo este livro veremos a Figura Central dele… CRISTO. Foi Ele o Servo Perfeito (2:6-11), e todos as tribulações, desapontamentos e perigos que nós experimentamos neste mundo foi o que Ele recebeu do povo. Assim devemos manter nossos olhos NELE (Leia 4:13).

Fp 1:1 Paulo se coloca numa posição humilde como um servo, juntamente com Timóteo. Ele amava os crentes de tal maneira que os estava sempre encorajando, foratalecendo e edificando. As difíceis experiências pelas quais passavam só davam a Paulo a oportunidade de demonstrar a eles que estas eram para seu próprio bem e para a glória de Deus. O Senhor ordena cada circunstância na vida do crente.

Fp 1:4 Não existe nenhuma outra epístola que tenha tanto gozo em si. Aqui está o primeiro. Os perigos, tristezas, sofrimentos e tribulações só tornavam o gozo mais evidente!

Fp 1:5 O interesse deles no evangelho havia sido firme desde o princípio.

Fp 1:6-9 E não iria desvanecer, mas seguir até o dia perfeito, o dia de Jesus Cristo. Ele apenas anseia que o amor deles pelos outros pudesse crescer. Isso resultaria no crescimento deles em conhecimento e inteligência.

Fp 1:10 Ele orava para que aqueles que tinham começado com Cristo, seguissem adiante com Cristo, não tendo coisa alguma além de Cristo diante de seus olhos, e se mantivessem nesse caminho sem tropeço até o dia de Cristo. Possamos nós experimentar isso cada vez mais.

#239

Há mais necessidade de temermos não escutar o Senhor do que de Ele não nos escutar.

FILIPENSES 1, Vers. 11-30

Fp 1:11 O propósito de Paulo ao escrever a eles estava em que eles pudessem completar seu gozo vivendo a vida alegre que Deus tinha para eles. Que desejo desprendido! Ser cheio deste fruto. Não só às vezes, mas constantemente, continuamente, transbordando.

Fp 1:12-20 Ele nos fala sobre suas circunstâncias, e indica que elas realmente auxiliaram o evangelho a ser mais pregado. Se Cristo é visto em meio às tribulações, que doçura advém disso para o crente!

Fp 1:21 Paulo tinha um objetivo na vida… viver para Cristo cada momento do dia.

Fp 1:22-26 Ele ansiava partir e estar com Cristo, mas possivelmente ele era necessário aqui na terra, e por isso estava contente, de um modo ou de outro.

Fp 1:27-30 Grandes palavras. As primeiras poucas palavras do vers. 27 são como se ele estivesse dizendo “somente portai-vos de uma maneira que seja digna das boas novas acerca de Cristo”. Será isto verdade a nosso respeito?

Fp 1:28 O evangelho é um sinal para os perdidos de que eles irão perecer, mas para os crentes de que é sua salvação.

Fp 1:29 A estrada pode ser difícil. Há duas coisas a fazer – crer e sofrer. Paulo experimentou ambas.

#240

Oro por aquilo que necessito… adoro no sentido daquilo que tenho em Deus.

FILIPENSES 2, Vers. 1-11

Fp 2:1-4 Para que eles tivessem amor uns pelos outros, eles deviam enxergar uns aos outros como Cristo fazia. Então cada um iria pensar melhor dos outros crentes do que deles mesmos.

Fp 2:5-11 O Filho de Deus deu dois passos para baixo e dois para cima nestes versículos.

Fp 2:5-7 Ele Se esvaziou, tornando-Se um Homem e um Servo.

Fp 2:8 Em segundo lugar, como Homem Ele Se humilhou e tornou-se obediente até a terrível morte de cruz.

Fp 2:9-10 Agora dois passos para cima. Ele, como o Homem Jesus, é altamente exaltado e recebe um nome que está acima de todo nome. Todo joelho se dobrará ao Seu nome como Senhor.

Fp 2:11 E em segundo lugar, toda língua irá confessar que Ele é Senhor para a glória de Deus Pai.

#241

Quando dirijo-me a Deus para adorar, eu o faço ocupado com Aquele que é perfeitamente aceitável para Deus.

FILIPENSES 2, Vers. 12-30

Fp 2:12 Eles eram mais obedientes na ausência de paulo do que em sua presença. Por isso tinham que estar desfrutando de toas as consolações que estavam em Cristo e deviam viver aquela vida dia a dia.

Fp 2:13 Mostra o que Deus estava fazendo para eles em sua vida.

Fp 2:14-16 O que eles tinham poder para fazer em suas vidas, por causa do versículo 13.

Fp 2:17 O segredo do verdadeiro serviço é a verdadeira humildade.

Fp 2:19-23 Timóteo era muito querido a Paulo, e estava com ele esta vez, mas ele estava querendo despedir Timóteo, mesmo sabendo que sentiria a solidão da prisão Romana.

Fp 2:20-21 Paulo buscava por alguém que pudesse enviar a eles com uma mensagem, mas todos com exceção de Timóteo estavam ocupados demais com suas próprias coisas!

Fp 2:22, 23 Que privilégio para este jovem (cerca de 11 anos após Atos 16) executar esta tarefa para Paulo.

Fp 2:25-30 Outro homem fiel. Seu nome significa “amável”. Ele realmente parece ter vivido dessa maneira. Ele estava preocupado que os Filipenses pudessem ter escutado que ele tinha estado doente! Ele sabia que eles ficariam preocupados até que ouvissem como estava. Que amor de uns para com os outros!

#242

A queda de Pedro começou pela falta de dependência e negligência com a oração.

FILIPENSES 3

Este capítulo é bem diferente do restante do livro. Até aqui, e continuando no capítulo 4, há a quietude do amor atuando. Este capítulo introduz a atividade. No capítulo 23 de Mateus, ouvimos o Senhor pronunciando “ai” após “ai” sobre o mal religioso. Aqui também encontramos alguma coisa desse tipo… avisos contra o mal religioso.

Fp 3:2 “Incisão” (ou “falsa circuncisão” em algumas versões), aqueles que eram meio a meio. Não estavam completamente separados do mal.

Fp 3:3 “Circuncisão” aqui é espiritual. Trata-se de uma figura de completa separação (em contraste com o verso 2).

Fp 3:4-7 Se alguém tinha algo de que se gloriar, mesmo que religiosamente, Paulo tinha mais. A verdade nos torna humildes. Nossas opiniões nos tornam orgulhosos.

Fp 3:8-12 Às vezes quando alguém aceita o Senhor Jesus como Salvador, há uma explosão de energia e devoção a Cristo, mas depois de algum tempo ela se desvanece. Se o sétimo versículo descrevia seus primeiros dias como Cristão, o oitavo versículo mostra que ele não tinha mudado.

Fp 3:11 Quanto mais uma pessoa desfruta de Cristo aqui, mais ela almeja estar com Ele nas alturas.

Fp 3:13-16 Devemos esquecer qualquer progresso que tenhamos feito em nossas almas, e insistir em direção ao glorioso futuro.

Fp 3:17-19 Outro tipo de mal religioso… tornando o Cristianismo algo terreno, até mesmo usando o nome do Senhor.

Fp 3:20-21 Mais uma vez ele leva os corações a Cristo, e nos recorda de que somos cidadãos celestiais. “Cidade” aqui está no sentido de cidadania, como vivemos.

Fp 3:21 Nossos corpos transformados para estarem prontos para a presença de Deus e para nos sentirmos felizes por estarmos ali!

#243

FILIPENSES 4

Nossa oração deveria ser… “Que aqueles que estão muito fracos para orar possam repousar em Ti.”

Fp 4:1 Conte as expressões de afeto.

Fp 4:3 As mulheres podem ser de auxílio em muitas maneiras. Uma mulher brilha mais onde ela não aparece publicamente. Uma mulher não traz honra para si ou para o Senhor ao tentar fazer o trabalho de homem. As Escrituras descrevem claramente o lugar para cada uma.

Fp 4:4 Quando devemos nos regozijar no Senhor?

Fp 4:5-7 Nestes versículos há duas coisas coisas tratadas como “seja conhecida”. Uma para as pessoas – vers. 5, a outra para Deus – vers. 6. Não devemos ficar ansiosos (cheios de cuidados) por coisa alguma. Pois perto está o Senhor. Mas agora vem o lado positivo… devemos fazer conhecidas as nossas petições a Deus. Mas agradeça a Ele antes!

Fp 4:7 Veja o resultado prometido. Está além da compreensão! Deus é um Deus de paz.

Fp 4:8-9 Então nosso coração ficará pronto, e livre de todo cuidado, para pensar nessas coisas.

Fp 4:10-23 No vers. 11, Paulo diz, “Aprendi”. Nossa jornada nesta vida (nosso deserto) pode ser a nossa chance de aprendermos nossas lições.

#244

Quando estou humilhado, então o Senhor Se torna mais precioso para mim.

1 CORÍNTIOS 1, Vers. 1-17

Estamos reunindo quatro livros do Novo Testamento – Filipenses, 1 Coríntios, Gálatas e Colossenses – como livros que contém ensinos para nós em nossa jornada pela vida como crentes, em nosso caminho para o céu. O livro de Números tem nos mostrado ilustrações que nos ajudam a entender estes quatro livros do Novo Testamento.

1 Coríntios nos irá mostrar as armadilhas em que podemos cair se não tivermos cuidado. AS divisões entre os Cristãos, imoralidade permitida entre eles, e muito mais. Devemos dizer que a primeira parte, até 10:14, é como uma série de placas com sinais de perigo ao longo da estrada, nos dizendo onde NÃO devemos ir; a última parte, sinais com instruções de onde devemos ir. Os Coríntios eram muito inteligentes e educados, tinham grande habilidade, eram muito bom oradores, etc. Mas estavam apoiados nessas habilidades naturais ao invés de estarem apoiados no Senhor. O resultado é sempre o mesmo; divide os crentes; exatamente o que aconteceu com os crentes hoje. Centenas de grupos ou denominações, todos clamando estar com a razão. Leia o vers. 10. Deus nunca nos pede para fazermos algo sem nos dar o poder para fazê-lo. Fp 4:13, 2 Pd 1:3-4. Isto encoraja você? Será que é Deus Quem causa uma divisão ou são os homens? Será possível encontrar o caminho certo? Será que você está querendo, de coração, ser guiado nesse caminho?

1 Co 1:8-9 Apesar de serem muito descuidados, e de estarem fazendo muitas coisas que não deviam fazer, Paulo lhes recorda que o Senhor Jesus nunca falharia em Seu trabalho para com eles.

1 Co 1:10 Muito importante. Deus quer que todos os crentes estejam perfeitamente unidos em feliz comunhão. Não poderiam existir nem mesmo dois grupos, pois isso destruiria este versículo. Havia só um grupo no princípio.

1 Co 1:11 Aqui estava o princípio da divisão.

1 Co 1:12-13 Existe um centro. Cristo é o centro. No céu estaremos todos reunidos ao redor de um Cristo glorificado. Agora na Terra o Espírito de Deus nos reúne ao redor de um Cristo rejeitado. Leia cuidadosamente Jo 17:20-21. As palavras nunca podem convencer, mas só a sujeição de nossa vontade a Deus. Será que é o que queremos?

#245

Confiar é ter, mas não necessariamente mostrar.

1 CORÍNTIOS 1, Vers. 17:31

1 Co 1:17-18 Palavras inteligentes podem fazer da cruz de Cristo uma grande loucura. E palavras inteligentes podem tornar o seguir a Cristo uma loucura também.

1 Co 1:19-28 As coisas loucas e as coisas fracas. As coisas sábias e as coisas fortes. Qual escolhemos? Repare o que Deus escolheu.

1 Co 1:23 Um Cristo crucificado era uma pedra de tropeço para os Judeus. (Era como uma isca numa armadilha… quando se toca a isca a porta da armadilha fecha.) E a cruz era loucura para os Gentios. Esses crentes Coríntios eram muito influenciados pelo que os Judeus e Gentios pensavam pois eles usavam a cabeça e não o coração. Estavam sob a influência do pensamento Judaico e Gentio.

1 Co 1:24 Que contraste; poder e sabedoria de Deus pertenciam a eles.

1 Co 1:26-29 Não muitos sábios, não muitos poderosos, nem muitos de nobre nascimento são escolhidos para serem salvos, de maneira que ninguém pode se gloriar, exceto em pertencer a Cristo.

1 Co 1:30-31 Que palavras gloriosas para cada crente em Cristo poder se regozijar nelas.

#246

É bom trabalhar para Aquele que fornece o solo, a semente, as chuvas e o sol… e então abre o coração para que receba a semente.

1 CORÍNTIOS 2

1 Co 2:1-8 Nada parecia ser mais fraco, nem mais vergonhoso, do que Cristo crucificado. Os Coríntios não queriam o lado de vergonha do Cristianismo. Só o lado bom, respeitável, inteligente e talentoso. Mas a menos que estejamos ver isto, vamos continuar a manter os crentes divididos. É o orgulho que nos impede de sujeitarmos nossa vontade ao Senhor. O remédio para cada mal mencionado em Coríntios é a disposição de ter a Cristo como Senhor (Mestre) de nossa vida.

1 Co 2:9 Citação de Is 64:4, (que vai até o máximo que podia ir o Antigo Testamento). Mas…

1 Co 2:10 …agora temos o Espírito Santo. Ele nos conta os segredos de Deus, se andarmos em obediência à Sua Palavra. Portanto nunca poderíamos entender com nossa inteligência, e é isto que agora vai ser explicado.

1 Co 2:11-16 Quem poderia entender os pensamentos de um homem, exceto o próprio homem? Do mesmo modo só o Espírito de Deus conhece os pensamentos de Deus.

1 Co 2:12 mas os crentes receberam aquele mesmo Espírito. É no poder daquele Espírito que agora podemos entender perfeitamente a Deus! Somos um com Ele. Bem, não confunda o que estamos dizendo. Não estamos dizendo que todo crente automaticamente conhece e entende Deus e Sua Palavra. (A desobediência e descuido impedem isto). Mas esta passagem está dizendo que todos os crentes têm essa habilidade.

#247

A falta de confiança em Deus deixa o mal e outras coisas entrarem.

1 CORÍNTIOS 3

1 Co 3:1-9 “Carnal” significa ser mundano (como as pessoas do mundo que não são salvas). Isto deve ter sido um choque para essas pessoas orgulhosas quando escutaram o que Paulo lhes estava dizendo! Eles tinham um bom conceito de si mesmos, e era este exatamente o motivo de não poderem entender o que Paulo estava dizendo.

1 Co 3:10-23 Muito, muito importante. Há dois edifícios sendo construídos. A igreja de Deus, e a casa de Deus. Cristo edifica apenas o primeiro – Ef 2:22. Contra a Sua obra as portas do inferno não prevalecerão, Mt 16:18. Os homens edificam o segundo. A casa de Deus é algo como o reino dos céus. Todos os que dizem ser Cristãos estão nestes dois últimos. Crentes verdadeiros e meros professos encontram-se tanto na casa de Deus como no reino dos Céus. Somente os verdadeiros crentes encontram-se na igreja de Deus (o reino de Deus). Um pregador que não seja salvo pode estar edificando a casa de Deus. Se ele diz a seus ouvintes para fazerem o melhor que puderem pois agindo assim irão para o céu, ele está usando madeira, feno e palha. Mas dissermos a verdade sobre a Palavra de Deus, estaremos usando ouro, prata e pedras preciosas.

1 Co 3:15 Um crente pode construir mal, ao dizer coisas sobre as Escrituras que não sejam corretas. Ele está usando madeira, feno e palha. Tudo isso será queimado, mas ele não. O fogo é uma figura do juízo perscrutador de Deus.

#248

Se meu pensamento está nas coisas do alto, não estarei inclinado a insistir nas coisas daqui de baixo.

1 CORÍNTIOS 4

1 Co 4:3 A assembléia ou igreja dos Coríntios estava seguindo de uma forma tão má que Paulo diz que pouco lhe importava qual era a opinião deles a seu respeito. E acrescenta que ele não podia confiar nem na opinião que ele fazia de si mesmo.

1 Co 4:4 Significa que ele não sabia de nada em sua vida que estivesse errado. Mas acrescenta que isso não era algo decisivo. Era o Senhor (o Mestre de sua vida) Quem decidida. mas ele não tinha uma consciência pesada. E nós temos?

1 Co 4:7 Se um crente possui maior habilidade do que outro para fazer algo para o Senhor, isso vem de Deus. Cada crente recebeu uma obra especial para fazer (Mc 13:34).

1 Co 4:14-21 Os Coríntios eram muito críticos acerca de Paulo, e ao mesmo tempo que deixava isso de lado, ele lhes avisa do poder que tem dado por Deus, como apóstolo de Deus.

#249

Sábio é aquele que deixa as coisas que não pode reter para ganhar aquilo que não pode perder.

1 CORÍNTIOS 5, Vers. 1-5

1 Co 5:1-5 Paulo apresenta uma séria acusação contra eles. A de que eles estavam permitindo permanecer na assembléia um homem que estava vivendo com a segunda mulher de seu pai. Eles estavam tão satisfeitos com todas as habilidades que tinham, que não estavam julgando este mal. Eram responsáveis pelo que estava acontecendo, e que não era segredo para ninguém.

1 Co 5:2 Mas primeiro eles tinham que se humilhar. Se não houvesse humilhação eles nunca iriam expulsar aquele homem. Se eles se humilhassem, então agiriam rapidamente.

1 Co 5:5 Isto pode confundir alguns. Parece que isto pudesse significar que essa pessoa iria para o inferno, mas isso nunca poderia acontecer a um crente. Repare sempre nas palavras exatas das Escrituras quando não entender algo. Ali diz, “para destruição da carne”, não “da alma ou do espírito”. Estes nunca podem ser destruídos. Leia 1 Co 11:29 e 30. Embora Paulo fosse um apóstolo, e portanto tivesse poder para fazer isso, ele não o fez. Mas ele lhes diz para fazê-lo e para expulsarem aquele homem da assembléia. A primeira coisa (“seja entregue a Satanás para destruição da carne” vers. 5) não pode ser feito hoje pois não há mais apóstolos, mas a assembléia pode fazer a segunda coisa conforme os versículos 7 e 13 ensinam claramente.

#250

Não tenha medo das consequências… se eu fizer o que for certo, Deus cuidará deles.

1 CORÍNTIOS 5, Vers. 6-13

1 Co 5:6 Se eles permitisse que isso fosse adiante, iria trazer dano a toda a assembléia. O poder para executar a disciplina vem da presença do Senhor. Se fôssemos nós que criássemos as regras, então seria um problema nosso aplicar a disciplina. Mas a Palavra de Deus deve ser nossa autoridade. O pecado moral tem origem na mente natural.

1 Co 5:7 “Alimpar” (“Purgar”), significa limpar completamente, e é usado apenas duas vezes no Novo Testamento. Aqui e em 2Tm 2:21. Neste exemplo eles deviam tirar do meio deles aquele ímpio. Em 2Tm 2:21, a pessoa que quisesse agradar ao Senhor deveria se separar de outros que não estivessem vivendo em obediência à Bíblia.

1 Co 5:6-8 Ele explica o motivo de tal tratamento. O Senhor Jesus está no meio deles. Se permitissem um pouco de mal, este se espalharia para todos, e o Senhor Jesus não poderia mais estar com eles. O mal doutrinário é pior do que o mal moral, pois ataca Cristo e Sua obra. Neste capítulo trata-se de mal moral em um homem, e não mal doutrinário (cap. 15:12) e mal eclesiástico, cap. 2, na assembléia. Expulsando o homem não os tornava limpos. 2 Co 7:11 mostra que demorou mais para a assembléia julgar a si própria do que para julgar aquele homem. Pois o estado de espírito deles era tão mal que o homem havia seguido adiante com a assembléia sem que sua consciência fosse tocada.

1 Co 5:10-13 Se uma pessoa que não é salva fosse imoral, seria uma situação diferente de uma pessoa que fosse chamada de “crente”. É desse último que eles deveriam se separar (manter-se longe); não era nem para comerem com o tal. Mas pode não ser possível manter-se longe dos incrédulos imorais, pois para isso teríamos que sair do mundo, pois há pessoas imorais demais. Você consegue ver a diferença? Quando estamos reunidos ao redor do Senhor Jesus Cristo para recordá-Lo em Sua morte, para tomar o pão e o vinho, então não deveria ser permitido nenhum mal conhecido em Sua presença. É por causa de Sua Santa Pessoa que deve ser tomado esse cuidado. Quando os Cristãos recebem qualquer pessoa que afirme ser um crente, isto geralmente acontece porque eles não estão conscientes de ter a presença do Senhor em seu meio.

#251

A situação de Estêvão, por um breve momento, é um exemplo vivo do que é o relacionamento do crente hoje, tanto com o Senhor além do véu, como com este mundo no qual vive… Aquele que contempla a glória do Senhor é transformado à mesma imagem.

1 CORÍNTIOS 6

1 Co 6:1-11 Outro mal que estava acontecendo na assembléia em Corinto. Quando eles tinham uma questão com alguém sobre algo que possuíam, levavam a pessoa para o tribunal. Ele lhes diz que a melhor maneira era abrir mão e assumir a perda. Então lhes faz lembrar de que os crentes irão julgar o mundo e os anjos também! Se isto é assim, certamente eles não poderiam criar disputas.

1 Co 6:9-11 Ele lhes recorda de que há um Juiz maior (Deus) que vê tudo.

1 Co 6:12-20 A cidade de Corinto era uma das cidades mais depravadas e imorais, todavia os Gregos eram os mais cultos e inteligentes pensadores, cujos escritos ainda existem pelo mundo. A filosofia grega está mais uma vez se espalhando. Os crentes tinham antes vivido em toda aquela corrupção. Pouco depois de terem sido salvos, o primeiro amor estava se esfriando, e eles estavam começando a voltar aos seus velhos hábitos. Estavam caindo na armadilha de pensarem que contanto que suas intenções fossem puras, podiam fazer o que quisessem com seus corpos. Eles são lembrados de que o Espírito Santo habitava em seus corpos.

#252

Minha necessidade hoje… não é de me justificar, mas de me renunciar… não de me vingar do mal que me é feito, mas de suportá-los.

1 CORÍNTIOS 7

O assunto do matrimônio vem a seguir. Você irá reparar que às vezes Paulo diz que escreve o mandamento de Deus, e outras vezes diz que está dando sua opinião. Mas nunca se esqueça de que o capítulo todo é inspirado. Todavia, Deus faz uma distinção mais elevada. Os mandamentos de Paulo são a revelação de Deus. As opiniões de Paulo são a inspiração de Deus. Nunca se esqueça de que todo o capítulo é inspirado – é tudo a Palavra de Deus. O matrimônio é uma linda figura da relação entre Cristo e a Noiva, e nós somos a noiva. Nós, futura noiva de Cristo, não dizemos a Ele o que fazer. Estamos sujeitos (obedientes) a Ele.

1 Co 7:20-24 Naqueles dias havia muitos escravos. Alguns deles escutaram sobre o Senhor Jesus Cristo, e O aceitaram como Salvador. Agora eles ficam pensando no que devem fazer.

1 Co 7:22 Mas aqueles que eram livres deviam se lembrar de que quando aceitaram a Cristo como seu Salvador, se tornaram servos dEle! É bom lembrarmos isto, nós que vivemos em uma terra de liberdade.

1 Co 7:25-40 Temos então diferentes relações que são mencionadas. Repare como o Senhor ou Sua vinda é mencionado em cada problema. Fica mais fácil de resolvê-lo. O crente está em um mundo em mutação. Tudo passará. Devemos viver com isto em mente.

1 Co 7:40 Quanto menos fossem os embaraços, mais feliz ela viveria.

#253

Se o evangelho de Deus é glorioso… Seu poder infinito… Sua justiça perfeita… o que deve ser Sua ira!

1 CORÍNTIOS 8

Agora vem o assunto dos ídolos. Havia duas coisas a serem aprendidas a este respeito. Primeiro, que o ídolo não era nada. Segundo, que eles deviam se lembrar de que o ídolo pode ser algo para a consciência de outros crentes. Alguns crentes podem ligar os ídolos a demônios, e sentir que não devam comer carne que tivesse sido oferecida a um ídolo em um templo pagão.

1 Co 8:1 Alguém que tivesse conhecimento de que um ídolo nada era, tinha que tomar cuidado. O amor para com Deus e a preocupação para com o próximo são necessários. Devemos nos lembrar de que quanto maior o conhecimento, maior a responsabilidade.

1 Co 8:7 Se Alguém tivesse uma má consciência acerca de alguma coisa, devia parar de fazê-la, ou iria acabar perdendo sua doce confiança para com o Senhor.

1 Co 8:13 Paulo fala isto porque ele tinha muito amor para com seus irmãos, os crentes.

#254

Se o pobre ladrão recebeu o castigo de seus pecados que lhe era aplicado pelo homem, o Senhor ao seu lado estava recebendo o castigo pelos pecados aplicado por Deus.

1 CORÍNTIOS 9

1 Co 9:1-2 Alguns dos Coríntios estavam questionando se ele tinha realmente o poder e autoridade de Deus que afirmava ter. Ele lhes diz que eles próprios, após terem sido salvos por meio de sua pregação, eram uma prova de que ele era um apóstolo especial designado por Deus.

1 Co 9:4-6 Ele tinha o direito de se casar como qualquer outra pessoa. Mas ele tinha de boa vontade desistido desse direito por causa do Senhor. É possível que ele estivesse pensando no cap. 7:33.

1 Co 9:7-23 As passagens do Antigo Testamento ensinavam que quando um boi estivesse trabalhando, não deveria ser amordaçado – Dt 25:4. Em nosso versículo e em 1 Tm 5:18, Deus está ensinando que aqueles que passam todo o seu tempo pregando o evangelho deveriam ser mantidos por aqueles que aceitaram o Senhor Jesus. Paulo, todavia, não iria aceitar qualquer coisa vinda da assembléia de Corinto, pois eles estavam agindo muito mal.

1 Co 9:18 Paulo não iria se valer do direito que tinha de aceitar dinheiro deles, de modo que o evangelho não lhes custaria nada.

1 Co 9:19 Nenhum dos outros apóstolos o havia enviado a pregar. Mas ele assume uma posição mais humilde que todos os outros.

1 Co 9:20-23 Ele não estava tentando transformar as pessoas em Judeus, mas queria que eles se voltassem ao Senhor Jesus. Ele estava disposto a fazer qualquer coisa para ganhá-los para Cristo.

1 Co 9:24-27 Os atletas desistem de todo tipo de coisas enquanto estão treinando. Seu objetivo é ganhar o prêmio. Seus prêmios se desvanecem e desaparecem, mas os prêmios que um crente ganha são incorruptíveis, nunca se desvanecem.

#255

A lei exige força de quem não tem nenhuma, e o almadiçoa pelo fracasso… o evangelho dá força ao que não tem nenhuma, e o abençoa por usá-la.

1 CORÍNTIOS 10, Vers. 1-14

Há muito que pode ser aprendido da leitura de hoje, mas você precisará se concentrar se quiser entender o ensino que ela contém. O modo como Deus trata com Israel é muito similar ao modo como Ele trata conosco, crentes, nesta nossa época de graça. Eles eram um povo redimido pelo sangue do cordeiro no Egito. Assim devem ser vistos como uma figura (tipo) de nós crentes que fomos redimidos pelo sangue de Cristo. Deus foi muito bondoso para com eles, e é muito bondoso para conosco. Eles, porém, foram muito desobedientes e infiéis, e devemos admitir que somos assim também, muito frequentemente.

1 Co 10:1-4 Deus faz tudo. Ele livra Israel do Egito, os atravessa pelo Mar Vermelho, os leva através do deserto.

1 Co 10:5-6 Agora vem a responsabilidade deles, com avisos. Repare que os avisos são para nós. Israel se aproveitou da vantagem da bondade de Deus, e como consequência muitos pereceram no deserto (Nm 14:19, 30, 35).

1 Co 10:7-10 Quatro versículos começando com a palavra “não”. Isto significa que nós estamos sendo avisados, não eles.

1 Co 10:11 É esta a chave para abrir nosso entendimento para todos estes dez versículos. Eles são como os crentes verdadeiros de hoje que não estão vivendo na verdade que conhecem. Eles não estão crescendo espiritualmente, e portanto parecem mortos.

1 Co 10:12-13 Alguns também fingem ser crentes. Muitos outros acham que são cristãos, mas não são. Aqueles que verdadeiramente pertencem ao Senhor serão poupados, mas não terão paz e nem gozo em sua vida enquanto tiverem um peso em suas consciências.

#256

A lei ordena… mas não me fornece nem os pés nem as mãos para agir. O evangelho traz algo melhor… ele me oferece o vôo… e fornece as asas.

1 CORÍNTIOS 10, Vers. 15-33

Neste versículo ocorre uma grande mudança. Em todos estes capítulos, até o versículo 14 do capítulo de hoje, Paulo tem escrito para aqueles que professavam ser crentes. Alguns apenas professavam ser. Em outras palavras, ele estava escrevendo para a casa de Deus em Corinto. Deus permitiu que esses dois grupos, isto é, os verdadeiros crentes e aqueles que apenas afirmam ser, seguissem adiante durante todo o período “dia da graça” (o atual). Quando Paulo estava escrevendo para o primeiro grupo, ele havia iniciado com o assunto das divisões entre eles (capítulo 1:10-17).

Mas quando ele escreve para os verdadeiros crentes (do versículo 16 até o final do livro), Paulo começa com o assunto da unidade entre eles, e como ela é mostrada… pela mesa do Senhor. Todo crente verdadeiro se encontra na unidade do um só corpo (12:13), mas nem todos guardam a unidade do Espírito, pois somos admoestados a sermos diligentes em mantê-la (Ef 4:3). Perguntemos a nós mesmos isto – “Estou eu procurando manter a unidade do Espírito? Será que o fato de não fazê-lo mexe com minha consciência?” Estas são perguntas que devem ser consideradas com seriedade por cada um que lê estas linhas. Chegará o dia quando cada um de nós terá que dar esta resposta ao Senhor pessoalmente.

1 Co 11:16-17 O sangue de Cristo é o fundamento da união de todos os crentes que se encontram na terra. O cálice de vinho é a comunhão dessa unidade. O único pão é o símbolo dessa unidade. Comunhão é ter um gozo comum sobre um objeto comum… Cristo é esse Objeto. Obviamente não podem existir duas unidades pois Cristo não está dividido (1 Co 1:13).

1 Co 11:18-22 A ilustração disto é o altar – adoração do Israel do Antigo Testamento (Lv 7:11-34, mas principalmente versículos 15 e 19). O homem que trazia o sacrifício, comia uma parte dele, mas seus amigos deviam estar limpos, pois estavam participando com ele. Para nós hoje podermos encontrar a Cristo como o único centro de reunião é necessário haver separação do mal moral e doutrinário. Saberemos quando estivermos ali. É o Espírito Santo Quem nos reúne, pois trata-se de Sua unidade (Ef 4:3).

1 Co 11:23-33 Nós crentes não devemos fazer aquilo que nos agrada. Devemos pensar no efeito que isso tem nos outros crentes. Devemos levar em conta a consciência dos outros.

#257

Por que uma alma perdida não crê? Porque não crê que Deus é tão bom quanto Ele é; pois a dádiva de Cristo é grande demais para ela; porque sua confiança está nela ou então porque não confiam em Deus.

1 CORÍNTIOS 11, Vers. 1-16

1 Co 11:1-16 Aqui vemos um problema do dia-a-dia; deve uma mulher cobrir sua cabeça quando ora? Alguns tentam fugir da clareza destes versículos dizendo que o cabelo é a cobertura dela. Se assim fosse, o cabelo também seria uma cobertura para o homem. Mas o versículo 4 deixa claro que fala de uma cobertura, não do cabelo. Se assim fosse, palavra usada seria “tosquiar-se”, como acontece no versículo 6. Deixar isto de lado leva a deixar de lado outras coisas também. O homem é a cabeça da mulher, e ela coloca uma cobertura sobre sua cabeça física para mostrar que entende que existe uma autoridade sobre ela.

1 Co 11:10 Quando uma mulher age assim, ela é vista pelos anjos, e trata-se de um bom testemunho. Os anjos não devem ver coisas feitas incorretamente, pois eles também aprendem!

1 Co 11:7 O homem representa Deus, embora ele com certeza tenha falhado em cumprir o seu papel. Às vezes é edificado um monumento para representar um determinado homem. Pode não ser exatamente igual, mas representa o homem. Assim o homem representa Deus. O homem foi originalmente criado sem pecado. O homem conserva a posição de cabeça, mesmo sendo uma criatura caída. Quando a mulher crente enxerga isto, e crê na Palavra de Deus, ela não tem mais dúvidas quanto a manter sua cabeça coberta quando ora. E não ora em voz alta na presença de um homem.

1 Co 11:16 Não deve haver discussão sobre este ponto!

#258

Ao invés de pregar a respeito de Cristo, pregue Cristo.

1 CORÍNTIOS 11, Vers. 17:34

1 Co 11:17-19 Mais uma vez chegamos a questões tristes na assembléia… divisões. Isto vem da desobediência. Podemos ver por que haviam desordens nesta assembléia. “Heresias” e “seitas” são a mesma coisa. Um homem que divide os crentes está fazendo mal.

1 Co 11:19 Muitos dizem, “oh, bem, cada um têm a sua opinião, isto não importa”. Mas este versículo demonstra que Deus não Se agrada de divisões, e Ele mostrará quem está certo.

1 Co 11:20-34 O comer a ceia do Senhor. (O capítulo 10 trata da mesa do Senhor). Paulo recebeu estas instruções por meio de revelação. A verdade que diz respeito à assembléia e à unidade do corpo (todos os crentes) foi dada para Paulo divulgar.

1 Co 11:23-26 O privilégio de todo crente no Senhor Jesus Cristo é estar reunido ao Seu nome, e participar do pão e o vinho com todos que confessam o Senhor com um coração puro – 2Tm 2:22. Que o Senhor possa conceder a cada um de nós uma consciência sensível a este respeito.

1 Co 11:27-34 Mas se somos descuidados na maneira como recordamos o Senhor, ficamos sujeitos a sermos condenados pelo próprio Senhor. Isso não significa que iríamos para o inferno, mas que seríamos culpados de um sério mal. Seria como se estivéssemos insultando o Senhor Jesus. E ele diz que esse tipo de coisa que estava acontecendo, era a razão de muitos crentes estarem doentes. Muitos até morreram!

#259

Ganhadores de almas não são ganhadores de almas por causa do que conhecem, mas por causa dAquele que conhecem, e do quanto O conhecem, e do quanto desejam que outros O conheçam.

1 CORÍNTIOS 12, Vers. 1-13

Quando aceitamos o Senhor Jesus Cristo como nosso Salvador, o Espírito de Deus vem morar em nosso corpo. Ele mostra o contraste desse poder com o poder de demônios, o que é igualmente real!

1 Co 12:2 Ele lhes lembra de que costumavam estar sob o poder desses demônios.

1 Co 12:3 Ninguém, falando no poder do Espírito de Deus diz “Jesus é anátema (maldito”. E em contraste a isso, ninguém pode dizer “Senhor Jesus” senão no pode do Espírito Santo. Você já reparou que quando as pessoas amaldiçoam, elas nunca falam assim? Elas podem tomar Seu nome em vão, mas não desta maneira.

1 Co 12:4-11 Deus dá a diferentes crentes diferentes poderes. Mas queira notar que uma pessoa não recebe vários dons. Um homem que se coloca entre os crentes em uma posição que tenha que usar mais do que um ou dois dons está claramente em uma posição que não é bíblica.

1 Co 12:13 Todos os crentes estão no um só corpo. Esta unidade não pode ser dividida.

#260

A Palavra… nos instrui, encoraja, avisa e, se necessário, nos humilha.

1 CORÍNTIOS 12, Vers. 14:31

1 Co 12:14 Avisos contra o estabelecimento de um homem sobre outros como um ministério de um só homem. Como adoradores de Deus, todos os crentes são iguais.

1 Co 12:15 Avisos contra ser independente de outros crentes. Deus quer que todos os Seus filhos estejam reunidos ao redor de Cristo, não adotando qualquer outro nome além do dEle.

1 Co 12:14-31 Um corpo humano, quando saudável, funciona em harmonia… todos os membros são necessários. A cabeça controla todo o corpo. Nós crentes somos todos diferentes membros do corpo de Cristo. O Senhor é a Cabeça. Satanás tem conseguido dividir os crentes em muitas denominações, privando assim o Senhor de alguma honra.

#261

As provas positivas da Bíblia estão todas nela própria… o sol não precisa de outra luz para ser visto.

1 CORÍNTIOS 13

Este é o capítulo da “caridade” ou “amor”. Ontem tivemos os dons e o poder que Deus nos dá. Amanhã, as habilidades que Deus pode dar. Hoje lemos do “óleo” que faz com que ambas as “máquinas” funcionem. Esse óleo é o amor. Deus é amor. Este capítulo está falando de amor e realidade. Se temos o primeiro, temos o segundo. Não se trata de uma definição do que significa amor, mas de como o amor funciona! Mas lembre-se, este é amor divino, o amor de Deus. O amor humano se desvanece quando não encontra resposta. O amor divina não.

1 Co 13:5 Pensar no mal deprime a alma. Nós facilmente chegamos a pensar que o mal é maior que o bem. O amor continuará no céu, sem que exista o mal para interferir. Todos estes versículos nos dão as características do amor. Dois deles nos dizem o que é o amor. Oito nos dizem o que o amor não faz. Seis nos dizem o que Deus faz.

1 Co 13:13 Fé, esperança e amor são as três coisas que um crentes feliz demonstra ter. Todas elas são para a vida presente, mas a última delas permanecerá por toda a eternidade.

#262

Assim como Jesus veio de Deus e voltou para Deus… assim é o Livro que divinamente O revela.

1 CORÍNTIOS 14, Vers. 1-20

1 Co 14:1-3 Recebemos habilidades por meio do Espírito Santo a fim de ajudar outros a crerem. Profetizar é falar a outros, assim como ocorre ocm ensinar, encorajar e confortar… tocar, edificar e ligar.

1 Co 14:4-40 Foram dadas instruções sobre o uso do dom de falar em línguas, ou seja, ser capaz de falar do Senhor em outra língua. O apóstolo insiste na necessidade de se fazer entender, seja quando alguém fala, canta ou ora (vers. 15-16).

1 Co 14:18-19 Paulo falava em mais línguas do que todos, e queria que o que estivesse sendo falado fosse entendido.

1 Co 14:20 Na assembléia de Corinto eles estavam desfrutando destes dons para si próprios como evidência do poder do Espírito, sem que outros fossem auxiliados por isso. E isto não é de valor algum. O orgulho elevava aqueles que estavam fazendo demonstrações destes dons. O amor não se preocupa com a pessoa que está falando, mas apenas com o auxílio que está sendo recebido pelo que está sendo falado.

#263

A verdade na Palavra encaminha a alma para Deus, pois nela Ele tem revelado a Si próprio.

1 CORÍNTIOS 14, Vers. 21-40

1 Co 14:22 Este versículo é desprezado por aqueles que dizem que você não é totalmente abençoado enquanto não puder falar em línguas. Atos 8:14-17 diz que aqueles Samaritanos que creram, foram batizados, e depois receberam o Espírito Santo, mas nada é dito acerca deles falando em línguas.

1 Co 14:23-24 Se um visitante que chegasse à assembléia não entendesse o que estava sendo dito, ele iria considerar todos loucos. Mas a profecia poderia atingir sua consciência, e fazê-lo entender que Deus estava ali.

1 Co 14:26-33 A tendência era que todos se sentissem como se devessem falar. Por isso são dadas instruções aqui para a boa conduta e auxílio da assembléia. Somente um homem deveria falar de cada vez, dois ou três no total.

1 Co 14:32 Cada um que falasse estaria no controle de si mesmo, e poderia se controlar. Que repreensão é isso tudo para o movimento moderno de falar em línguas em nosso país. A algazarra é criada por uma multidão, inclusive mulheres, e ninguém entende os ruídos. O poder de Satanás tende a imitar o poder do Espírito.

1 Co 14:33-35 As mulheres deviam permanecer em silêncio na assembléia. Hoje escutamos todos os tipos de argumentos produzidos para justificar a desobediência à clara Palavra de Deus.

1 Co 14:36-40 Este falar em línguas não originou com eles, e não veio somente a eles. Por que então não ouvir ao apóstolo que lhes havia levado as boas novas pelo mandamento do Senhor? Reconhecer que aquilo que Paulo dizia vinha de Deus seria um teste para sua espiritualidade. Lembre-se sempre de que estes capítulos existem para corrigir erros, não para elogiar os crentes.

#264

Se eu deixar que a pura Palavra de Deus habite em meu coração e comande meus pés, descobrirei que ela esclarece a minha mente.

1 CORÍNTIOS 15, Vers. 1-28

1 Co 15:1-11 Imaginações, argumentos, e opiniões falsas a respeito da ressurreição do corpo eram coisas que também haviam se introduzido. Alguns estavam negando a ressurreição dos mortos. Todavia a ressurreição de Cristo era uma parte vital deste evangelho que eles haviam escutado de Paulo e no qual haviam crido.

1 Co 15:12-19 Se não houvesse ressurreição dos mortos, então Cristo não teria ressuscitado, e eles teriam crido em vão, pois permaneceriam em seus pecados.

1 Co 15:20 Glorioso, vitorioso; extraindo o aguilhão da morte do funeral de cada crente.

1 Co 15:21-23 Todos os da família de Adão morrem; todos os da família de Cristo reviverão. (A ressurreição dos perdidos não é mencionada aqui).

1 Co 15:24-28 Cristo irá, a seu tempo, entregar Seu reino (no final do milênio) após todos os Seus inimigos terem sido colocados sob os Seus pés – inclusive a morte – para que Deus, (como Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo em Um só), seja tudo em todos. Os versículos 20 ao 28 formam um parênteses. Isto nos ajuda a entender os próximos dois versículos. Leia o 17, 18, 19, 29 e 30 de uma só vez.

#265

Tentar usar a Palavra de Deus sem o ensino do Espírito irá me levar ao racionalismo… fingir ter o Espírito de Deus sem a Palavra, me levará ao fanatismo.

1 CORÍNTIOS 15, Vers. 29-58

1 Co 15:29-30 Estes versículos não se referem a ser batizado por uma pessoa que já morreu. O que querem dizer é que o batismo significa identificar-me (assim como ocorreu com todos aqueles que já morreram crendo) com a morte de Cristo. Se não houvesse ressurreição, o que adiantaria tornar-se Cristão? Se os mortos não ressuscitam (vers. 16) então aqueles crentes que morreram pereceram. O batismo naqueles dias era algo tão sério que aqueles que eram batizados corriam o risco de serem assassinados a qualquer momento. Como se estivessem se entregando à morte.

1 Co 15:33-34 Satanás estava apresentando essas mentiras para fazer com que as pessoas tratassem levianamente o mal.

1 Co 15:35-36 Paulo descreve estes pensamentos como sendo loucuras.

1 Co 15:37-44 O corpo que foi redimido é o corpo que será ressuscitado, embora transformado em um corpo glorificado adequado ao céu.

1 Co 15:45-49 O primeiro Adão e o último Adão (Cristo) são postos em contraste, e do mesmo modo o terrenal com o que é celestial. Nós os crentes somos agora como nossa Cabeça – somos celestiais.

1 Co 15:50-54 O mistério é explicado. (Leia 1Ts 4:13-18. A vinda do Senhor para nós crentes). Em um exército, a última trombeta era aquela que os punha em marcha.

1 Co 15:55-58 Se esta verdade se apoderar de nós, nos fará diligentes no serviço para o Senhor.

#266

A verdade doutrinal a respeito da Igreja só é encontrada em… 1 Coríntios, 1 Timóteo, Efésios e Colossenses… os outros nos dizem como viver estes ensinamentos.

1 CORÍNTIOS 16

Paulo volta ao assunto do dinheiro. Ele amava o povo do Senhor, e se as coisas espirituais sobre as quais estava escrevendo tinham encontrado morada neles, então ele poderia escrever sobre o dia a dia da vida cristã.

1 Co 16:3-7 Os crentes em Jerusalém eram pobres. Ele desejava levar dinheiro para ajudá-los. O Cristianismo é viver para o auxílio e o bem de outros… suas necessidades físicas tanto quando as espirituais.

1 Co 16:10-11 Timóteo tendia a ser tímido, e os Coríntios tendiam a ser mundanos e orgulhosos. Eles deviam cuidar dele.

1 Co 16:13-14 Um comovente chamado à fidelidade.

1 Co 16:15-16 Deviam se sujeitar a homens fiéis.

1 Co 16:22 Não podia haver mistura; o Cristianismo deve ser de coração. Ninguém em Corinto é saudado por nome.

1 Co 16:24 O amor de Paulo encerra este maravilhoso livro. Os erros contra os quais ele alertava ainda existem hoje entre os crentes. Você foi beneficiado pela leitura? Deseja agir em obediência à Palavra de Deus?

#267

Uma Bíblia que está caindo aos pedaços geralmente pertence a alguém que não está!

GÁLATAS 1

Aqui há mais sinais de perigo ao longo de nosso caminho por este mundo… (o deserto do crente). 1 Coríntios foi uma série de avisos contra os perigos morais e doutrinários. Gálatas é sobre os perigos espirituais (ou religiosos). Ambos os livros têm um versículo (sinal de perigo) que é o mesmo – 1 Co 5:6 e Gl 5:9. Leia Fp 3:6 e 1Tm 1:15 para ver como Paulo tinha sido antes de ser salvo. Exteriormente e moralmente, Paulo tinha sido irrepreensível, mas espiritualmente ele estava pecando, pois estava pecando contra Cristo. Todo erro religioso ou doutrinário é contra Cristo. O apóstolo Paulo estava tão contrariado com o erro religioso no qual os crentes da Galácia haviam caído, que não diz nenhuma palavra favorável a eles, mas vai direto ao assunto que tanto o aborrecia.

Gl 1:1 Paulo demonstra sua autoridade como apóstolo, que não lhe fora dada por homens, mas por Jesus Cristo.

Gl 1:6-9 Ele avisa do “outro evangelho”, pois alguns mestres já haviam se introduzido com falsas doutrinas. Até mesmo se um anjo apresentasse qualquer outra doutrina além daquela que Paulo estava apresentando, seria maldito. A má doutrina que estava sendo ensinada era que os crentes precisavam guardar a lei para se manterem salvos. E hoje há muitos que tentam fazer isto. Carregam suas Bíblias e podem citar vários versículos mas irão tentar nos colocar sob a lei.

Gl 1:11-20 Paulo não recebeu o evangelho de outros crentes, ou mesmo dos outros apóstolos, mas do próprio Senhor. Ele nos diz isso para que recebamos os avisos como vindos do Senhor.

#268

Para eu poder ligar a Palavra de Deus ao Espírito de Deus, preciso ter meus olhos fixos em Cristo.

GÁLATAS 2

Gl 2:4 Duas palavras importantes para se entender a Epístola. “Liberdade” e “Servidão” – a liberdade do evangelho de nosso Senhor Jesus, e a servidão da lei.

Gl 2:9 Paulo explica que o Senhor havia enviado a ele especificamente para pregar aos “incircuncisos” (os Gentios ou pagãos). Pedro foi enviado aos “circuncisos”, (os Judeus). Satanás quer dividir estes dois grupos, mas o Espírito de Deus uniu ambos em um.

Gl 2:11-12 A princípio Pedro se relacionava tanto com Judeus como com Gentios, mas depois se separou dos Gentios, e nisso havia o perigo de uma triste divisão. Paulo o corrige rigidamente por isso.

Gl 2:16 Ele segue adiante para mostrar que não somos salvos por procurarmos guardar a lei, mas pela fé em Cristo. Por Sua morte e por Sua vida por nós agora no céu.

Gl 2:19-20 Paulo está morto para a lei, portanto ele pode seguir dizendo que “e vivo, não mais eu”. É assim que Deus nos livra para sempre da servidão da lei. Estamos mortos para ela, por meio da morte de Cristo. Isto não significa que não ligamos para ela, pois o crente deve viver uma vida piedosa.

Gl 2:21 O terrível erro de se ensinar que a justiça vem pela guarda da lei.

#269

Incredulidade para com a verdade é natural… questioná-la não é difícil… mas a Palavra de Deus permanece tão clara e certa como sempre foi.

GÁLATAS 3

“Ó insensatos Gálatas…” Era uma insensatez eles darem ouvidos a mestres que queriam colocá-los sob a lei.

Gl 3:3 “Tendo começado no Espírito…” ou seja, vocês foram salvos pelo Espírito por meio da obra de Cristo – “acabeis agora pela carne?” Ou seja, vocês estão tentando viver a vida cristã em conformidade com a lei?

Gl 3:10 Se você estiver tentando guardar a lei, ela só poderá amaldiçoá-lo, pois ela continuamente revela que você é culpado, por mais que você tente. Se você deseja ter algo que não é seu, é culpado de transgredir todos os mandamentos! (Tg 2:10).

Gl 3:13 Que boas novas! Somos libertos – não por nossos próprios esforços, mas pela morte de Cristo que levou aquela maldição sobre Si.

Gl 3:21 A lei exigia obediência e justiça, e prometia vida se obedecessem, e morte se pecassem. Ela não podia dar vida pois todos pecaram.

Gl 3:22 A lei é como um espelho que mostra o quão sujos somos.

Gl 3:24 “Justificados pela fé”. O que a lei não podia fazer, Cristo fez, pois Ele levou o castigo que nós merecíamos como transgressores da lei.

Gl 3:25 Não estamos mais sob esse aio, a lei. Não estamos mais sob a servidão, mas desfrutamos de liberdade. Não a liberdade de fazermos o que nossa velha natureza quiser, mas a liberdade de viver para agradar o Senhor. Temos uma vida que é capaz disto – (2 Pd 1:3) e que se alegra em fazê-lo.

#270

Deus registra o passado e revela o futuro em Sua Palavra, para me afetar no presente.

GÁLATAS 4

Gl 4:3 A escravidão para com as coisas deste mundo nas quais antes estávamos cativos.

Gl 4:5 Que contraste! Aqui somos redimidos, somos adotados na própria família de Deus e somos filhos. Um servo está escravizado, mas um filho é livre.

Gl 4:6 Sob o controle da lei, não poderíamos chamar Deus de “Pai”. Mas como filhos livres, desfrutamos deste relacionamento.

Gl 4:7 Não somos apenas filhos, mas herdeiros de Deus. Não é de admirar que Satanás quer estragar tudo isso levando-nos de volta para o jugo da lei.

Gl 4:9 Paulo se maravilha de que eles pudessem ser enganados e retornarem à escravidão da lei. Muitos crentes hoje fazem o mesmo.

Gl 4:21 Em outras palavras, “vocês não sabem que a lei só pode condenar vocês e amaldiçoar vocês e declarar a sentença de morte?”

Gl 4:22-31 A histórias de Abraão e de seus filhos Ismael e Isaque. Ismael deve ser expulso para que Isaque possa ser desfrutado como o único filho. Ismael é uma figura de nossa velha posição sob a lei, e Isaque é o filho da promessa, uma figura de nossa posição em graça.

#271

Nunca haverá uma época, até que o Senhor venha, em que possa faltar luz na Palavra de Deus para guiar o crente.

GÁLATAS 5

Gl 5:1 Ainda numa linguagem das mais fortes, Paulo insiste com eles para que permanecessem na liberdade com que Cristo lhes havia tornado livres. Satanás é tão astuto que desviou a muitos de darem ouvidos ao evangelho da liberdade para escutarem aquilo que coloca os homens sob a servidão.

Gl 5:4 Se alguém professa ser salvo por graça, e então volta a guardar a lei, Paulo diz que tal pessoa caiu da graça. Tenhamos cuidado.

Gl 5:10 Paulo expressa confiança de que os Gálatas não seriam enganados por esses mestres da lei, e diz que tais mestres seriam tidos por responsáveis.

Gl 5:13 Somos libertados da escravidão do pecado e levados à liberdade, mas não para agirmos em vontade própria e levianamente. Pense no que custou ao Senhor Jesus para nos dar essa nova vida!

Gl 5:16-17 O viver no Espírito é nosso poder para evitar que façamos nossa própria vontade.

Gl 5:19-23 As obras da carne e o fruto do Espírito colocados em contraste. Certamente devemos estar mostrando o fruto do Espírito em nossa vida.

#272

A Bíblia não foi escrita para informar cientistas, mas não há nenhuma descoberta da ciência que possa aniquilar a verdade que ela contém.

GÁLATAS 6

Gl 6:1 Se um crente descuidado cometesse alguma falta, era responsabilidade daqueles que eram espirituais ajudá-lo, lembrando-se de que qualquer um deles poderia ter cometido a mesma falta.

Gl 6:2 Se realmente queremos ter uma lei para nossa época, aqui está uma: “Levai as cargas uns dos outros”. O Senhor Jesus fez isto quando esteve aqui – pois é isso o que quer dizer “a lei de Cristo.”

Gl 6:7-8 O que semeamos, certamente ceifaremos, mesmo como crente, com todos os nossos pecados perdoados e em nosso caminho rumo ao céu! Veja 2Tm 2:12, 13.

Gl 6:9 Portanto, sirvamos, semeemos e esperemos. Pois o Senhor percebe tudo o que é feito para Ele em obediência à Sua Palavra e Ele retribuirá mais tarde.

Gl 6:10 Talvez nos esquecemos disto.

Gl 6:14 O mundo deu ao nosso Salvador uma cruz. E Paulo diz que a cruz permanece entre ele e o mundo que continua a odiar o Senhor. “Estou crucificado”, diz Paulo – em outras palavras, o mundo não me quer porque pertenço Àquele que eles desprezaram. E o mundo está crucificado para mim, diz Paulo, “pois não quero a amizade daqueles que crucificaram meu Salvador”.

#273

Enquanto Mateus nos apresenta a glória oficial do Messias, e Marcos a missão e serviço dAquele que “andou fazendo o bem”… Lucas nos apresenta o que Ele é como o Filho do Home.

COLOSSENSES 1 Vers. 1-17

Nossas últimas três Epístolas estiveram dando sérios avisos dos perigos que nos cercam. Paulo, em Colossenses, levanta nossos olhos e pensamentos para nossa Cabeça, o Senhor Jesus Cristo no céu… nosso destino. Mas ainda não chegamos lá, pois Colossenses ainda nos vê como estando na Terra. Colossenses também traz os seus avisos. O legalismo (criar regras para nossa vida) 2:20-21, é algo muito sutil, pois parece tão santo. Mas não está considerando que é só por graça que permanecemos em pé. Depois havia a celebração de dias especiais. E também a filosofia. Mas o assunto principal é Cristo, a Cabeça (no céu) do corpo (na Terra).

Cl 1:4-5 Vemos três grandes coisas, fé, amor e esperança. A fé EM Cristo Jesus; amor pelos outros; esperança da glória futura.

Cl 1:6 Tudo isso produziu fruto. Isto é, mudou vidas, e é isto o que a verdade faz em nós.

Cl 1:9-17 A oração de Paulo por eles. O Cristianismo não é algum tipo de pacote que recebemos uma vez, e havendo recebido, estamos resolvidos. Repare que as expressões – sejai cheios – andar dignamente diante do Senhor – agradando-Lhe em tudo – frutificando – crescendo – em toda a fortaleza – dando graças. Acaso poderia cada um de nós parar de ler neste momento e dizer “No ano que passou eu cresci para conhecer mais o Senhor?” Se não pudermos dizer isto, é porque Satanás colocou alguma coisa mais diante de nossos olhos. Estes versículos nos elevam a nossa gloriosa Cabeça, nosso Senhor Jesus Cristo.

#274

O Senhor silenciou Satanás com um versículo das Escrituras. Mt 4:1-11

COLOSSENSES 1, Vers. 18-29

Cl 1:18 A importância da assembléia (igreja) para Cristo. Reverentemente falando, o Senhor Jesus não está completo sem nós, pois somos o Seu corpo (Ef 1:23).

Cl 1:19 O corpo de Cristo, que foi maltratado, envergonhado e sofreu aqui na Terra, é a habitação do Pai, Filho e Espírito Santo para todo o sempre.

Cl 1:20 A criação como um todo está para ser “reconciliada” (trazida de volta) a um paraíso (ou jardim de delícias), quando o Senhor Jesus vier em Sua glória. Evidentemente isto será no futuro.

Cl 1:21 Mas isto é presente. Nós crentes já fomos levados de volta a Deus e permanecemos diante dEle em toda a perfeição do próprio Cristo.

Cl 1:23 Repare o “se”. Os Colossenses estavam em uma rota perigosa. Estavam se desviando e acrescentando filosofia e tradições ao Cristianismo. Não confunda isto com o pensamento de que qualquer um poderia se perder depois de ter sido salvo, pois isto é impossível. Mas existe o lado de nossa responsabilidade. Paulo não queria embalá-los em um sono que os fizesse pensar que eles poderiam seguir como bem quisessem. Muitos que dizem ser Cristãos, mais tarde se revelaram os piores inimigos de Cristo. “Saíram de nós, mas não eram de nós”. 1 Jo 2:19.

Cl 1:24-29 Ele diz que era ele o servo de Deus a lhes falar do “mistério” ou segredo. Este “mistério” é que os Judeus e Gentios são agora um em Cristo.

#275

Em minha vida, somente aquilo que foi produzido pela Palavra deve ser preservado.

COLOSSENSES 2

Cl 2:1-3 Aqueles que falam a verdade de Deus geralmente são os que Satanás mais ataca. A Paulo Deus havia entregue o grande mistério de que Cristo e a assembléia (igreja) são um. Paulo tinha um grande conflito (lutas) com Satanás por levar a mensagem da verdade de Deus. Paulo ansiava que todos os crentes pudessem estar unidos em amor. Isto é, como Cristo que nos une a todos em um. Mas o Espírito de Deus é entristecido quando vê os crentes separados e espalhados em muitas denominações.

Cl 2:3 Neste “mistério” estão ocultos todos os tesouros da sabedoria e da ciência!

Cl 2:4, 8, 16, 18, 23 Eles estavam dando ouvidos a palestrantes educados que conseguiria desviá-los de Cristo. Adorar sua própria vontade (20-23) parecia ser algo tão bom para o intelecto, mas na verdade não trazia ganho algum.

Cl 2:6, 7, 9, 15, 17 Ele os leva de volta, vez após outra, a Cristo e Sua morte. Deveria haver homens que estariam dizendo que se um punhado de pescadores ignorantes podiam fazer tão grandes coisas por sua pregação, o que poderíamos nós fazer com nosso grande conhecimento! Paulo está mostrando que isto só poderia roubar de Cristo um pouco de Sua glória e roubá-los de seu gozo.

#276

A Palavra de Deus é a base da revelação do pensamento de Deus.

COLOSSENSES 3

Cl 3:1-17 Ele se desvia da inteligência humana e os leva de volta à verdade. Devemos voltar nossos olhos e nossos pensamentos em direção ao céu. Ele lhes faz lembrar (e a nós também) que estavam mortos (com Cristo) e que a vida deles agora está escondida com Cristo em Deus. Sem misturar… ou é um ou é o outro que vai tomar nossa atenção. Se entendermos que estamos mortos então haverá o mundo exercerá pouca atração em nós.

Cl 3:4 Paulo sempre iria nos guiar a Cristo e à Sua vinda.

Cl 3:5 Eles (e nós) precisavam ser lembrados de considerar todas essas coisas como mortas.

Cl 3:8 Se concordamos que as coisas do versículo 5 não deveriam fazer parte de nossa vida, o que pensar das coisas deste versículo? Elas também pertencem à velha vida, e Deus diz que esta está morta.

Cl 3:18-25 Instruções particulares para diferentes classes de pessoas. O primeiro versículo do próximo capítulo liga-se ao final deste.

#277

Ele que é o Único que conhece o caminho da sabedoria fez das Escrituras sua habitação.

COLOSSENSES 4

Cl 4:2 Todas as coisas maravilhosas que temos ouvido acerca de nossa posição não estariam completas sem este versículo: “Perseverai em oração”, e vigiai.

Cl 4:7-8 Paulo sempre gostou de ouvir de como eles estavam indo, mas ele sabia que eles também queriam saber como ele estava. Este amor de uns para com os outros é o Cristianismo em sua totalidade. Poderia haver algo mais doce entre os crentes?

Cl 4:9-11 Repare como ele se limita a fazer breves comentários sobre estes seguidores. Será que teríamos permanecido com o apóstolo Paulo se tivéssemos estado com ele na sua época? Hoje é nossa época de permanecermos com o Senhor. Logo Ele virá, e o dia da fé estará terminado. Trata-se da maravilhosa sabedoria de Deus que ocultou a verdade do Novo Testamento sob a superfície do Antigo Testamento. A senda do progresso, ou os passos desde o princípio, seguem para o glorioso futuro celestial. Tudo é absolutamente necessário. A verdade do Cristianismo é aprendida no Novo Testamento, mas o Antigo Testamento é como uma série de figuras que ilustram o Novo. É por isso que alternamos entre um e outro.

#278

Qual é o objetivo principal da Palavra de Deus para a igreja hoje? Purificá-la.

DEUTERONÔMIO 1

Temos um grande livro diante de nós. “Deuteronômio” significa “a segunda lei”, mas isto não quer dizer que existissem novos mandamentos. Os filhos de Israel encontram-se agora nas fronteiras da terra prometida, mas não estão dentro dela. Estão sendo lembrados de que foram trazidos até este ponto não por terem guardado os dez mandamentos dados por Moisés; mas por causa das promessas de Deus feitas a seu pai Abraão! Leia cuidadosamente 9:4-6 (Ele viveu cerca de 500 anos antes de Moisés). O crente hoje não é guardado porque exista qualquer bem na maneira como ele age, mas inteiramente por causa da graça de Deus. (Lembre-se, nossas bênçãos dependem inteiramente do que Cristo fez por nós, mas nossa felicidade depende de quão obedientes somos à Palavra de Deus.) O crente hoje está também aprendendo deste livro que Deus quer encher nossos pensamentos com o céu e com a glória futura. A “terra” é mencionada cerca de 98 vezes, portanto eles eram constantemente lembrados do futuro. Existem três grandes divisões no livro. Os primeiros 11 capítulos dão as razões por quê eles deveriam obedecer a Deus! A segunda seção são os capítulos 12-29… nos dizendo o que deveriam obedecer. E em terceiro lugar, do capítulo 30 ao final do livro… as coisas que virão – as bênçãos.

Dt 1:1-8 Moisés faz uma revisão do passado, desde o tempo quando começaram a cruzar o deserto.

Dt 1:9-18 Moisés recorda a eles da ocasião quando enviaram os espias à terra para a examinarem; ao invés de confiarem em Deus. Deus havia prometido a terra a eles! Deus já a havia examinado muito tempo antes. Será que Ele não seria capaz de lhes dar a terra sem precisar que espias a examinassem?

Dt 1:35-46 E por não crerem, Deus não os havia introduzido na terra. Ele os levara de volta a vagar pelo deserto por 38 anos. Estes versículos são muito interessantes. Agora os 38 anos já se passaram, e eles estão prestes a entrar na terra.

#279

A história da Bíblia é a história do pecado original… a doutrina da Bíblia é a doutrina de Deus eliminando o pecado para sempre.

DEUTERONÔMIO 2

Dt 2:1-15 Moisés continua a rever a jornada deles, e lhes mostra que Deus havia sido muito bom e sempre esteve perto deles por todo o caminho. Particularmente o versículo 7. Que jornada! Mas que Companheiro eles tinham para a viagem! Tudo o que aconteceu a eles foi evidência da bondade e sabedoria de Deus. Ele os estava guiando rumo ao Seu lar. Por 21 vezes Deus usa a palavra “grande” neste livro. Possamos entender também que nós crentes estamos sendo guiados dia após dia através deste mundo mau até chegarmos no lar e na glória de Deus por Seu grande poder.

Dt 2:16-37 Eles haviam chegado perto da terra e encontraram inimigos que não os deixariam passar. Mas Deus também cuidou disso. À medida que nos aproximamos do dia quando o Senhor virá nos buscar, Satanás, nosso inimigo, estará atacando como nunca fez antes. Mas possamos nós lembrar deste livro, que a única coisa que os enfraquecia era a própria desobediência deles à Palavra de Deus!

#280

Existe maior razão para temermos que nós não escutemos o Senhor, do que Ele não nos escute.

DEUTERONÔMIO 3, Vers. 1-17

Pode parecer estranho que o Antigo Testamento nos fale de tantas batalhas e mortes, mas nós crentes precisamos nos lembrar de que aquelas batalhas têm um significado espiritual para nós. Leia cuidadosamente 1 Co 10:11. Deus está dizendo isto a você. Satanás nos engana quando somos descuidados, sem opinião definida, indiferentes ou mesmo desobedientes à Palavra de Deus e seus avisos. Leia Ef 6:10-17, 1 Co 9:25-27, 1Tm 6:12, 1Tm 1:18, 2Tm 2:3-4. Se você leva a sério o aprendizado acerca do que as batalhas do Antigo Testamento significam para você, irá ler cada uma destas cinco referências no Novo Testamento.

Dt 3:1-17 Um inimigo após outro caía diante deles. Mas eles deviam tudo a Deus… Ele os estava guiando.

#281

Nossa força é conhecer nossa nulidade, e ter a Ele como nosso tudo.

DEUTERONÔMIO 3, Vers. 18:24

Dt 3:18-20 Dê uma olhada outra vez em Números 32, para compreender a que estes 3 versículos se referem. Os homens das 2 1/2 tribos deviam seguir adiante, deixando suas esposas e filhos protegidos.

Dt 3:21-22 Josué deve se tornar o grande líder na terra, assim como Moisés havia sido no deserto. O nome “Josué” é o mesmo que “Jesus”. “Josué” está em Hebraico (língua do Antigo Testamento), Jesus está em Grego, ou na língua do Novo Testamento.

Dt 3:23-25 Moisés havia rogado ao Senhor que o deixasse entrar na terra, mas…

Dt 3:26 Nos faz lembrar Paulo (2 Co 12:9), que rogou que o Senhor tirasse o espinho que tinha na carne. O Senhor respondeu “minha graça te basta”. Vemos a mesma palavra “basta” ou “é suficiente” aqui.

Dt 3:27 Todavia, o Senhor deu a Moisés algo melhor. Ele lhe deu uma visão celestial (a visão de Deus) da terra! Deus foi o Guia terrenal ao longo do deserto, agora Ele iria ser o Guia Celestial, mostrando toda a terra a Moisés. Em Mt 17:3 lemos de Moisés no monte da transfiguração estando NA TERRA. Ao nos apropriarmos disso, vemos que foi uma experiência maravilhosa, pois ele estava com o Senhor.

#282

Tendo o fracasso atrás de nós, a fraqueza entre nós, e corrupção em todo o redor, precisamos de um novo senso da glória do Senhor, do poder do Senhor, das riquezas do Senhor, do amor do Senhor; e com o Senhor diante de nós, seguimos adiante “na força do Seu poder”. Ef 1:18 a 20.

DEUTERONÔMIO 4

Lindo capítulo. Um grande encorajamento e um grande aviso. Repare particularmente no versículo 2. Que coisa maravilhosa era para esta nação ter seu próprio Deus no céu! (vers. 7). Todas as palavras que Ele havia dado a eles deviam ser atendidas. Nada era para ser acrescentado ou tirado delas. Leia estes versículos cuidadosamente, pois eles podem ser aplicados a nós em um sentido espiritual. Se eles se voltassem à idolatria (outros deuses) iriam perder suas bênçãos. (Nós crentes podemos perder nossa alegria e paz, mas nunca podemos perder nossas bênçãos!) Dt 4:1-13 Uma revisão dos caminhos de Deus com eles no passado.

Dt 4:14-24 Avisos contra ídolos ou imagens.

Dt 4:25-49 Seu futuro, com encorajamentos e avisos.

#283

Não existe fracasso que possa romper o elo de fé com o poder de Deus.

DEUTERONÔMIO 5

Começando com este capítulo, e prosseguindo até o final do capítulo 11, ouvimos Deus falar a Israel de um modo mais próximo, mais íntimo. Nos primeiros quatro capítulos, Israel é visto estando no deserto. Estes sete capítulos são de Israel já na entrada da terra da promessa.

Dt 5:1-5 Moisés lhes recorda que Deus havia falado a eles de cima do monte em Horebe (ou Sinai) quando deu os dez mandamentos. Não confunda esta com a outra vez que Ele falou na terra de Moabe, (iremos ler isto mais tarde).

Dt 5:6-21 Muitos acham que esta parte é apenas uma repetição dos dez mandamentos em Êx 20:2-17. Deus tem um propósito. Em Deuteronômio Ele apresenta as razões por quê eles deveriam obedecer os mandamentos. Compare esta parte com Êxodo, capítulo 20. Você verá que o Sábado é detalhado aqui. A guarda do Sábado era algo que ninguém poderia conhecer a menos que Deus houvesse dito. Muito embora as pessoas tenham, naturalmente, pelo menos um conhecimento parcial dos outros mandamentos – por exemplo roubar. O Sábado levou as pessoas para perto de Deus. (Ele nos lembra da obra do Senhor Jesus, e do descanso que Deus agora tem em Cristo. Cristo é o Sábado ou descanso de Deus). Para Israel o Sábado se cumprirá no milênio. (Por causa da incredulidade eles perderam essa terra de descanso).

Nós crentes pertencemos a Cristo, e à nova criação. Somos novas criaturas – 2 Co 5:17. Maravilha. Assim quando o Cristianismo começou, o primeiro dia da semana, o dia do Senhor, passou a ser um dia importante, e não o Sábado. O Senhor Jesus esteve morto todo o dia de Sábado. Mas há algo mais. O Sábado é o sétimo dia. O dia seguinte, o oitavo, é o dia do Senhor, o Domingo, o primeiro dia da nova ordem de coisas (At 20:7). Este nunca irá terminar. Não existe um nono dia.

Dt 5:22 Estas palavras foram da maior importância para aquelas pessoas naquela ocasião.

Dt 5:23-28 Eles temeram grandemente quando ouviram e viram os trovões e relâmpagos – Hb 12:18-21.

Dt 5:29 Maravilhoso versículo. Deus expondo o Seu coração de amor para com o povo.

Dt 5:29-33 Podemos sentir como Deus desejou que o povo deixasse que Ele derramasse toda a Sua bondade e bênçãos para eles. Acaso eles deixaram? Não. Acaso deixamos que Ele derrame a paz e o gozo sobre nós?

#284

Se for uma questão de fraqueza ou enfermidade, Jesus nos conforta… mas Ele nunca sente pena da carne.

DEUTERONÔMIO 6

Dt 6:13 e 16 Um capítulo também importante… no qual descobrimos as palavras que o Senhor Jesus disse a Satanás quando estava sendo tentado por este – Mt 4.

Dt 6:4-19 Isto nos leva para diante do próprio Deus. E é esta uma das maiores razões por quê as pessoas deveriam obedecer ao Senhor. Leia cuidadosamente esta terna súplica de Deus para com Seu povo. Ele queria abençoá-los! Havia muitos deuses falsos nos países ao redor de Israel. O povo que havia morado nesta terra era o povo mais idólatra. (veja 9:5). Portanto os filhos de Israel tinham a maravilhosa oportunidade de mostrar a todos os outros que eles tinham o único e verdadeiro Deus.

Dt 6:5 Repare que é espírito (coração), alma e corpo (poder).

Dt 6:7 Que maneira maravilhosa de criar nossos filhos.

Dt 6:16 Tentar a Deus é duvidar dEle. Às vezes somos culpados disso. A pessoa que crê em Deus, é alguém calmo e pacífico em todas as circunstâncias!

Dt 6:20-final Pais, leiam cuidadosamente. Será que nossos filhos estão ouvindo a Palavra de Deus de nossos lábios?

Resumo. Apesar de todo o terno esforço de Deus para com eles, eles fracassaram. Leia em 29:4 o que eles perderam. Não por não terem mantido os sacrifícios (eles os mantiveram), mas por que mesmo os mantendo, eles não estavam fazendo isso por amor a Deus, mas achando que apenas por isso iriam ser considerados justos. (Leia Is 1:10-20).

#285

A completa fraqueza me pertence, Senhor;

A perfeita força, de Ti vem com valor,

Portanto nada sou, sei dizer…

É Tua plenitude que supre meu ser.

DEUTERONÔMIO 7

O povo de Deus deve se afastar do povo da terra. Não era para eles conservarem nenhum de seus hábitos imundos. Eles deviam destruir completamente seus deuses (9:5), e deviam desfrutar de Deus! (Leia o que Deus diz de alguns crentes – 1 Ts 1:9).

Dt 7:1 Deus iria ser o poder. (Nós crentes não temos poder de nós mesmos, mas somos fortes em Cristo quando somos obedientes – Fp 4:13).

Dt 7:2-8 Era para haver uma total separação daquelas nações. Deus era para ser o deleite deles. (Hoje nós crentes devemos estar igualmente separados deste mundo. Cristo é nosso deleite. Veja o que Paulo dizia, em Fp 1:21).

Dt 7:9 Que tipo de Deus é Ele? Abra em Sl 119:138 e descobrirá que a Palavra de Deus é descrita usando esta mesma palavra. Você pode ver que palavra é? Agora abra o Novo Testamento – 2Tm 2:13. Mesmo quando não cremos, Ele permanece…

Dt 7:12-24 Que bênçãos!

Dt 7:25-26 Que avisos!

#286

Nas coisas espirituais o declínio é lento.

DEUTERONÔMIO 8

Um capítulo sobre obediência. Um crente obediente nos dias de hoje é uma pessoa feliz.

Dt 8:1 Tudo o que tinham que fazer era obedecer! Nós também.

Dt 8:2-9 Deus sempre quer abençoar o Seu povo, seja ele Israel nos dias passados, ou os crentes hoje. Leia Hb 10:35 antes de seguir lendo. Aqui estão algumas das razões por que Deus fez o que fez. (Podemos também aplicar isso para nós, mas de um modo espiritual).

Dt 8:2 Eles atravessaram o deserto por duas razões. (1) Para serem humilhados. (2) Para que fosse colocado para fora o que havia em seus corações. Nós crentes estamos neste mundo por estas duas razões também.

Dt 8:3-4 Outra razão. Para que pudessem vir a conhecer Deus! Também em nosso caso.

Dt 8:3 Foi deste capítulo que o Senhor Jesus tomou Sua citação para responder a Satanás – Mt 4.

Dt 8:5-6 Eles estavam intimamente ligados a Deus. Eles precisavam aprender que era como a relação entre pai e filho. Hb 12:5-13 dá ao crente o tempo de treinamento.

Dt 8:7-9 A terra da promessa – sua meta.

Dt 8:10-20 Os avisos. Por que Deus iria usar mais versículos para dar avisos do que usou para as promessas? Por causa de seus corações (e dos nossos). Com freqüência o mundo nos atrai de volta.

#287

Nada nos humilha mais do que a obediência.

DEUTERONÔMIO 9

Dt 9:1-6 Algo novo para aprender – a terra para a qual se dirigiam era uma terra onde as pessoas eram muito mais poderosas que Israel. Como então eles poderiam vencê-los? Somente por Deus. O que importava o quão forte era o inimigo? Rm 8:31.

Dt 9:4-6 Lembre-se da diferença entre as promessas feitas a Abraão (Gn 15:18) e o acordo que Deus fez com Israel (Ex 19:5-8). As primeiras eram incondicionais, o segundo dependia de Israel obedecer. Portanto estes versículos servem para lembrá-los de que não estão conseguindo a terra por causa do segundo, mas por causa das primeiras!

Dt 9:7-29 Mais uma vez Deus usa mais versículos para avisar.

Dt 9:24 Simplesmente a história deles. Deus precisa lembrá-los do quão maus eles eram. A menos que enxerguemos o quão maus somos por natureza, nunca entendemos que é só por meio de Cristo que vivemos. Há poder em nossa vida quando aprendemos isto.

Dt 9:25-29 Que oração maravilhosa feita por Moisés! Ele tinha orado por 40 anos para que Deus não os destruísse no começo de sua jornada. Agora ele precisa orar outra vez por eles. Repare que ele relembra a primeira promessa incondicional feita a Abraão! É importante ler este capítulo cuidadosamente.

#288

A força que destruiu o poder de Satanás foi a fraqueza da morte (“Porque, ainda que foi crucificado por fraqueza” 2 Co 13:4).

DEUTERONÔMIO 10

Aprendendo acerca de Deus pelo por compreenderem seus próprios corações desobedientes.

Dt 10:1-11 Moisés relembra a história deles para mostrar-lhes como Deus havia feito provisão para eles por todo o tempo. É só quando entendemos o quão maus somos, é que podemos entender o quão bom é Deus para nós.

Dt 10:6-7 Um parênteses; Aarão foi preservado e só morreu no final da jornada (Nm 20:28).

Dt 10:12-13 Cinco passos que eles podiam dar quando tivessem aprendido a lição do capítulo anterior. (1) Temer ao Senhor. (2) Andar em Seus passos. (3) Amá-lo. (4) Servir o Senhor. (5) Guardar seus mandamentos.

Dt 10:14 O resultado de dar estes cinco passos é que estaremos olhando para o céu para estarmos para sempre com o Senhor.

Dt 10:16 Separar-se do mal no coração, e não apenas de uma forma exterior. Eles nunca fizeram isto. Mas quando Israel fracassou completamente, Deus tinha um segredo. Depois que nós crentes formos levados para o céu, então Deus introduzirá Israel na bênção na Terra. Não pela bondade deles, pois Ele os terá provado durante todos esses séculos, mas Ele irá colocar um novo coração neles. E você encontrará o mesmo pensamento em 30:6 como encontrou em nosso versículo 16. Mas a diferença é que, como eles não iriam conseguir, Deus o fará.

#289

Descobriremos que crescemos em sabedoria quando nos contentamos em assumir o lugar de quem não tem nenhuma sabedoria.

DEUTERONÔMIO 11

O último capítulo da primeira seção do livro. Diz aos Israelitas as várias razões por que deveriam obedecer. (Nós também nos esquecemos disto facilmente).

Dt 11:6 Datã e Abirão são lembrados como exemplo do resultado da rebelião contra Deus – Nm 16.

Dt 11:7 Eles haviam visto tudo o que Deus tinha feito no passado, portanto deveriam obedecer a Deus quando entrassem na terra.

Dt 11:10 O grande rio Nilo era a fonte de água do Egito. Mas eles não sabiam onde eram as nascentes do Nilo.

Dt 11:11 A terra de Israel era diferente. Sabia onde de onde vinham suas bênçãos… a chuva que vinha do céu. Eles tinham uma estreita ligação a Deus, e dependiam dEle.

Dt 11:8-32 A mais brilhante promessa de bênção, e os mais duros avisos dos resultados da desobediência ocupam o restante do capítulo.

#290

A fragilidade humana deve buscar sua ajuda em Deus. O Senhor Jesus tem perfeições, não fragilidades, mas entregou a Deus todos os direitos que essas perfeições Lhe asseguravam.

DEUTERONÔMIO 12

O capítulo de hoje inicia a segunda seção do livro… o que deviam obedecer. Antes de começar, leia 29:1. (Quando o crente hoje aprende obediência e submissão a Deus, ele está pronto para os detalhes da vida no dia-a-dia.

Dt 12:1-14 A primeira instrução trata da completa destruição de todos os ídolos… o mais perigoso obstáculo para eles poderem desfrutar da terra. (Para o crente, existe o perigo de voltar para o mundo). Satanás tem muitos ídolos para nós. Ídolos eram sempre religiosos. (Será que Deus está ocupando o primeiro lugar em nossa vida?) Repare a palavra que é repetida nos versículos 5, 11, 13, 14, 18, 21 e 26. É algo humano querer escolher por nós mesmos. Todavia muitos verdadeiros crentes pensam que podem escolher aonde ir para adorar a Deus.

#291

Se não temos para com os homens o mesmo sentimento que Deus tem, como podemos ser eficientes como testemunhas dEle?

DEUTERONÔMIO 13

Dt 13:1-5 Que séria instrução religiosa é esta. Igualmente importante para nós. Se qualquer pregador disser algo que não esteja de acordo com a Palavra de Deus, somos instruídos quanto ao que fazer.

Dt 13:3 Deus está nos provando, para ver se iremos obedecê-Lo.

Dt 13:5 Eles deviam entregar um tal pregador à morte. Evidentemente não matamos, mas devemos nos separar dele – 2 Co 6:14-18, 2Tm 2 deixa isto bem claro. Discutirmos só nos fará mais egoístas que nunca. Mas quando entregamos a nossa vontade, isto traz glória para Deus e gozo, paz e direção para nós.

Dt 13:6-11 Bem claro. Frequentemente nossos parentes exercem uma má influência sobre nós. Particularmente quando queremos seguir o Senhor. Temos, com frequência, mais medo de ofendermos a nossos parentes do que ao Senhor. Repare na atitude que tinha que ser tomada. Alguém pode dizer ser isto muito estrito. Mas Deus escreveu assim. Aprendemos lições espirituais destes eventos no mundo físico. Não matamos pessoas, mas será que escolhemos amigos ou parentes que nos privam de desfrutarmos do Senhor?

Dt 13:12-18 Também é importante. Nos importa saber como outros crentes se comportam. Aquele que é fiel está preocupado com eles. Quando os crentes voltam ao mundo, ficamos tristes, mas devemos nos separar deles. Sabemos que eles nunca serão felizes até que voltem ao Senhor. Nesta seção eles não deviam desprezar nada na cidade. Deviam inquirir diligentemente logo de início para saber se a história era verdade, e então deviam agir com energia.

#292

Quanto mais perto você fica de Deus, mais você irá amar o povo de Deus. 2 Cr 30.

DEUTERONÔMIO 14

Dt 14:1-2 Eles eram lembrados de que eram um povo santo para o Senhor… eles pertenciam a Ele. Eles não deviam seguir os costumes estranhos e mundanos dos pagãos. (Nós crentes não apenas somos santos, mas somos um povo celestial. Devemos agir assim).

Dt 14:3-26 Embora todos os alimentos venham de Deus, eles deviam comer apenas animais e pássaros limpos. Pois precisavam aprender a temer ao Senhor – vers. 23. Tampouco nós podemos ser descuidados acerca do que comemos, espiritualmente. O que você lê? Com quê alimentamos nossa alma? Alguns crentes chegam a pensar que podem passar o dia sem ler a Palavra de Deus, e ainda assim serem crentes saudáveis. Jó 23:12 é um bom versículo para aprendermos. Agimos assim? Quanto mais lemos a Palavra de Deus, mais iremos querer lê-la.

Dt 14:27-29 Eles deviam pensar nos Levitas que não tinham terra para produzir seu alimento. O estrangeiro, o órfão e a viúva deviam ser lembrados.

#293

Devo permitir a meus irmão muito mais do que permito a mim mesmo.

DEUTERONÔMIO 15

Este capítulo nos mostra quanto cuidado eles deviam ter para com os outros.

Dt 15:1-11 Os pobres deviam ser auxiliados. Diz no versículo 4 “Exceto quando não houver entre ti pobre algum”. Era um bom limite, pois o Senhor disse que tal situação não ocorreria – Mt 26:11.

Dt 15:12-18 Você consegue enxergar esta história como uma linda figura do Senhor Jesus como um Servo? Ele podia ter voltado ao céu após ter passado sua vida aqui na terra. Mas o amor O manteve aqui. Ele foi até a morte por Seu Pai e por nós. E Ele permanecerá um Servo para sempre – Lc 12:37.

Dt 15:19-23 O primogênito dos animais limpos devia ser sacrificado ao Senhor.

Dt 15:20 Eles deviam comê-lo. Esta é uma bela figura, apontando para Cristo, o “Primogênito” da nova criação – Cl 1:15. Ele é nosso alimento. Jo 6:56-57.

#294

O efeito do verdadeiro ministério é colocar a alma em contato direto com Deus.

DEUTERONÔMIO 16, Vers. 1-8

Deus está agora dando instruções. Haveriam três ocasiões cada ano quando todo homem deveria ir ao lugar que Deus iria escolher. Ele levaria um sacrifício para oferecer a Deus. Eram chamadas de “Festas” (ou encontros). Vamos tratar uma de cada vez.

Dt 16:1-8 A primeira era a Páscoa, e a festa do pão sem fermento. Repare que não havia regozijo nesta festa. Era uma lembrança constante da morte do cordeiro no Egito. Sabemos Quem é o Cordeiro de Deus hoje. Portanto devemos recordá-Lo em Sua morte. No dia após a Páscoa havia sete dias quando eles deviam estar bem assegurados de não ter “fermento” em suas casas. (Isto é importante para nós, e o número “sete” é uma figura de algo completo. Portanto nossa vida deve estar toda ela separada de todo mal.)

#295

Se tenho mais santidade, devo ir e restaurar meu irmão. Gl 6:1.

DEUTERONÔMIO 16, Vers. 9-22

Dt 16:9-12 Agora vamos ver a segunda festa; a “festa das semanas”. Nesta festa devia haver regozijo. Eram sete semanas mais um dia, o que totaliza 50 dias a partir da colheita. Em Atos 2 vemos que o Pentecoste, que significa “50”, aconteceu quando o Espírito Santo desceu à terra. Isso foi 50 dias após a cruz! Evidentemente há gozo para nós.

Dt 16:10 O gozo que a presença do Espírito Santo nos causa é como uma “oferta voluntária”.

Dt 16:11 Não apenas havia ali gozo no Senhor, mas outros eram chamados também a regozijar.

Dt 16:13-15 A colheita era juntada no celeiro. Então vinha a terceira festa – a dos “tabernáculos”. Depois que nós crentes tivermos sido arrebatados ao céu, Deus vai reunir alguns dos Judeus (Israelitas) em torno de Si uma vez mais – Mt 13:41-43.

Dt 16:16-17 Estes versículos encerram o lado religioso das coisas.

Dt 16:18-20 A justiça era para ser feita na terra santa de Deus. Nenhum favoritismo para certas pessoas devia ser tolerado.

Dt 16:21-22 Bosques e ídolos eram proibidos.

#296

Não estamos em condições de tratar uns com os outros até que Deus tenha tratado com aquilo que é contrário ao Seu nome em nossa vida.

DEUTERONÔMIO 17

Dt 17:1-13 Não podemos separar nossa vida religiosa das coisas normais da vida. Se estivermos errados nas primeiras, as outras não serão adequadamente controladas. Repare no que aconteceria se eles desobedecessem… seriam entregues à morte!

Dt 17:14-20 Mesmo que tivessem um rei, eram advertidos de que isso lhes traria muitos problemas. Com certeza, seu grande rei Salomão era culpado destas mesmas coisas. O resultado disso foi a divisão do reino e cada pessoa nesses reinos divididos tinha sua vida diária bastante afetada por isso.

#297

A principal causa da depressão espiritual é a incredulidade.

DEUTERONÔMIO 18

Deut 18:1-8 Os sacerdotes e Levitas não receberiam herança alguma na terra prometida. O Senhor era sua herança. Agora aprendemos de 1 Pd 2:5 que nós os crentes somos todos sacerdotes. O Senhor é nossa herança. Embora os Levitas não fossem ricos em Deuteronômio, eles eram cuidadosamente abastecidos pelo Senhor. Quando as pessoas levavam uma “oferta pacífica” a Deus, elas a ofereciam completamente. O vers. 1 nos diz que os Levitas podiam comer do que fosse dado a Deus. Isto nos fala de quão íntimos eles eram do Senhor. O ato de comer, nas Escrituras, normalmente tem o significado de uma associação íntima com outra pessoa. Por isso se o povo fosse fiel ao levar sua oferta a Deus, os Levitas teriam o que comer. Se o Senhor fosse negligenciado, o mesmo acontecia com os Levitas.

Dt 18:9-14 O povo estava bem avisado contra qualquer ligação com o Espiritismo (espíritos familiares). Hoje o crente precisa ser avisado contra a leitura do horóscopo mensal. É perigoso. As pessoas estão se afastando de Deus. Falar em línguas é algo semelhante. Está se tornando cada vez mais difícil distinguir entre a obra de Deus e a obra de Satanás.

Dt 18:15-22 Mas Deus tem uma resposta melhor. Em um dia futuro Ele iria levantar um Profeta… o próprio Cristo! O Espírito de Deus apresenta com freqüência figuras de Cristo no Antigo Testamento. Este é um dos mais belos exemplos… não pode ser ninguém mais do que Cristo. Que admoestação para quando não queremos escutá-Lo! Leia At 3:22 e Jo 6:14.

#298

O maior segredo de se lavar os pés de alguém é fazer isto sem que o outro saiba que você está fazendo.

DEUTERONÔMIO 19

Dt 19:1-10 O homem foi feito à imagem de Deus. Derramar sangue era algo sério para Deus. Todavia, Ele faz uma grande diferença entre derramá-lo por acidente e o homicídio deliberado. Em nenhum caso Ele deixaria que esquecessem a seriedade de tal ato. Sua terra não era para ter sangue a contaminá-la. Era uma terra santa. Por isso Deus providencia estas cidades para onde uma pessoa fugisse caso tivesse morto alguém sem querer. Elas eram chamadas de “cidades de refúcio”. Ninguém poderia estar a mais de 32 quilômetros de uma dessas cidades na terra. Números capítulo 15 acrescenta 3 outras cidades do outro lado do rio Jordão.

Dt 19:11-13 Todavia não poderia ser demonstrada piedade para qualquer pessoa que deliberadamente derramasse o sangue alheio. Essa pessoa devia morrer. Que diferença de hoje!

Dt 19:15-21 As testemunhas deviam ser verdadeiras. Não podiam se calar caso soubessem que algo de errado tinha sido feito. Se uma pessoa contasse uma história falsa sobre outra pessoa, o castigo com que aquela pessoa tivesse sido castigada devia ser o mesmo a ser aplicado em quem contou a história falsa!

#299

Os ganhadores de almas não são ganhadores de alma por causa do que conhecem, mas por causa dAquele que eles conhecem, e do quanto que O conhecem, e do quanto almejam que os outros O conheçam.

DEUTERONÔMIO 20

Dt 20:1-4 Isto iria parecer difícil de acreditar, que o amável e terno Deus que conhecemos, podia ser a mesma Pessoa de Quem lemos aqui, incitando o povo à guerra! Talvez 1 Co 15:46 e 10:11 nos ajude nisto. O Senhor está nos ensinando lições em nossa nova vida espiritual por intermédio das lições do Antigo Testamento.

Os inimigos de Israel eram as nações que viviam ao redor deles, cerca de 14 delas… nossos inimigos são aqueles ao nosso redor que Satanás usa para nos atrair de volta para o mundo do qual o Senhor nos tirou. Leia Ef 6:11 e 12. Você consegue ver? Não era uma questão de quão bem eles podiam lutar, ou de quão boas fossem suas armas, mas de entenderem que Deus era seu Líder e sua força. (Precisamos entender isto também).

Dt 20:5-9 Repare com que cuidado Deus providencia para qualquer situação. Aqueles que tinham medo não eram dignos de participar da batalha.

Dt 20:10-11 Deus não se alegrava com as batalhas. Mas Ele iria lhes dar toda a terra.

Dt 20:13-15 Como tratar as nações que estivessem longe de Israel.

Dt 20:16-20 Como tratar aqueles na terra que eles iriam possuir.

#300

Nosso poder em atrair outros ao Senhor reside principalmente no gozo e na comunhão que nós mesmos temos com Ele.

DEUTERONÔMIO 21, Vers. 1-14

Dt 21:1-9 São dadas instruções completas para seu comportamento. Quando alguém fosse encontrado assassinado, isto era o que deviam fazer. Nada importante era deixado para eles decidirem. Mas podemos enxergar uma razão maior para estes detalhes… Deus sempre teve Cristo em Seus pensamentos quando as Escrituras foram redigidas. O homem morto pode ser uma figura de Cristo. Todos (exceto o crente) ainda hoje, negam a responsabilidade de Sua crucificação. A distância para a cidade mais próxima devia ser medida. Deus olha para o mundo, e vê Israel como o mais próximo do Homem crucificado. Durante os sete anos que se seguem aos crentes sendo levados para o céu, um pequeno grupo (remanescente) em Israel irá crer. E embora a terra seja tida por culpada (mesmo que as pessoas que lá habitam hoje não tenham crucificado o Senhor Jesus), um substituto deve ser encontrado, vers. 4. O pecado deve ser julgado antes que os pecados possam ser perdoados. Cristo é mais uma vez visto aqui. A novilha é um tipo do Senhor Jesus, o Substituto para o pecado da pessoa que havia morto o homem. Uma figura deste mundo desolado. (No futuro o pequeno remanescente irá entender que o Cristo, seu Messias, morreu para a redenção e libertação deles.) Dt 21:10-14 Uma figura do relacionamento original do Senhor com Israel. Ele havia escolhido Israel para Si, tirando-o de entre todos os povos do mundo. Mas… Israel foi infiel e O rejeitou — (Capítulo 24 irá tratar mais disto.) Todavia, não é ainda o fim dessa pessoa infiel. Se você tiver tempo, leia Isaías capítulo 62 para a conclusão da história que vai acontecer após os crentes (a noiva celestial) ter sida levada para estar com Cristo. Então o Senhor irá cumprir as promessas que fez a Israel no passado. Mas Ele lhes dará então um novo coração pois Ele pagou por todas as infidelidades deles ao derramar Seu sangue por eles. Leia Jr 31:31-34 e Hb 8:9-13. Quanta graça!

#301

Um homem disse certa vez, “levou 4 anos para conseguir fazer faculdade e 40 anos para esquecê-la”.

DEUTERONÔMIO 21, Vers. 15-23

Dt 21:15-17 A esposa que não é amada é uma figura de Israel, aquela que Deus escolheu primeiro. Por causa de seu pecado, ao crucificar Jesus, eles precisaram ser expulsos (Israel hoje). Por isso Deus Se volta para nós, os Gentios (a esposa amada); a única e celestial noiva de Cristo. Atos 28:26-28. Não obstante, após os crentes serem levados para o céu, Deus irá mais uma vez tratar de Seu povo terrenal. De um certo modo, o filho da que parecia estar rejeitada, deve ser aquele que receberá a herança na terra.

Dt 21:18-21 Uma figura de Israel, como uma nação, a qual foi o filho rebelde de Deus. Eles serão aqueles que serão punidos e destruídos no final da tribulação – vers. 19-21.

Dt 21:22-23 Cristo foi pendurado em um madeiro – 1 Pd 2:24. Ele foi feito maldição por nós – Gl 3:13.

#302

MOISÉS ficou… 40 anos achando que era alguma coisa; 40 anos aprendendo que não era nada; 40 anos descobrindo que Deus era tudo.

DEUTERONÔMIO 22

Um lampejo do terno amor de Deus.

Dt 22:6-8 Um parapeito é como uma cerca. Nós crentes devemos ter cuidado para não ensinar ou dizer a outros crentes coisas que não estejam de acordo com a Palavra de Deus. Se o fizermos estaremos fazendo com que caiam do telhado de nossa casa.

Dt 22:9-12 Deus odeia mistura. Satanás está nos dizendo o tempo todo que a mistura é largueza de espírito e tolerância; 2 Co 6:14-18. A desobediência embaça nossos olhos espirituais.

Dt 22:13-30 “Por que iria Deus inspirar estas palavras?” Bem, abra em 1 Co 10:11 e Rm 15:4 para se assegurar de que Ele as inspirou. Para nos ensinar do que nosso coração é capaz, se formos deixados para agir por nós mesmos. Trata-se de profundezas morais às quais o crente pode se agarrar se temos um compromisso com a verdade, 1 Co 5:8.

#303

O segredo do verdadeiro serviço é a verdadeira humildade.

DEUTERONÔMIO 23

Aqui vemos quão cuidadoso Deus é ao tratar com as pessoas. Um Deus Justo e Salvador! Is 45:21. Ele não faz distinção, e nem discrimina.

Dt 23:1-6 O Senhor dá instruções cuidadosas a cada indivíduo em SUA congregação. Eles podiam desobedecer, e sair para se casar com alguém fora do arraial de Israel. Mas era desobediência do mesmo modo, e Deus não a iria ignorar (Lc 11:50, 51).

Dt 23:7 Deus lembra e também esquece. Aqui Ele se lembra de que uma vez os Israelitas tinham um lar no Egito. Mas Ele diz a nós crentes que Ele nunca mais irá se lembrar de nossos pecados – Hb 10:17. Nossa responsabilidade é obedecer a Deus. Se formos obedientes entenderemos. Se fazemos algo por pensarmos que é certo, então o crédito é nosso. Mas quando agimos porque a Palavra de Deus nos diz, então damos glória a Deus. Eles tinham Deus no meio de seu arraial, portanto deviam deixá-lo limpo. Nós crentes devemos agir na consciência de que o Senhor está no nosso meio. Fazemos assim?

#304

Se a nossa disposição para com os homens não é a mesma que Deus tem, como podemos ser eficazes como Suas testemunhas?

DEUTERONÔMIO 24

Instruções sobre o assunto do divórcio. No Antigo Testamento o homem está sendo provado. Deus está procurando para ver se pode achar algum que irá obedecê-Lo. Ele não encontra nenhum. Foi só quando Cristo veio que foi encontrado Um! Nós crentes estamos em uma posição completamente diferente. Um crente no Senhor Jesus Cristo já não pertence à família de Adão. Leia 2 Co 5:17. Ele pertence ao Segundo Adão, o Segundo Homem – Cristo. Se essas pessoas deviam levar outras em consideração (vers. 10:22) quanto mais nós que recebemos a graça de Deus!

#305

O que vem do Espírito é sempre uno.

DEUTERONÔMIO 25

As instruções chegam aos mínimos detalhes da vida diária. (Quão cuidadosos devemos ser em cada detalhe de nossa vida!).

Dt 25:4 Até mesmo o pobre e laborioso boi não deve ter uma mordaça na boca quando trabalha. (2 Co 9:9).

Dt 25:13 A desonestidade por ter a balança errada.

Dt 25:16 Deus detesta a injustiça. (Rm 3:6).

Dt 25:17-19 “Deus pede conta do que passou” – Ec 3:15. As pessoas costumam confundir aquilo que Deus lembra com aquilo que Ele esquece. Se formos crentes descuidados, Deus certamente irá nos deixar cometer erros tolos, mas sempre porque nos ama.

Os Capítulos 22-15 nos deram ilustrações de quão cuidadosos deveríamos ser em cada aspecto de nossa vida diária como crentes.

#306

Por que nem sempre concordamos? Porque minha vontade própria opera.

DEUTERONÔMIO 26

O capítulo de hoje se eleva ao nível das ilustrações do mais alto privilégio da vida na terra, a adoração a Deus.

Dt 26:1-4 A adorável historia do povo levando uma cesta do primeiro fruto colhido na maravilhosa terra da promessa na qual eles agora estavam para entrar. Repare nestas três afirmações… (1) “entrarás”, (2) “possuirás”, e (3) “habitarás”. Saiamos e saiamos para Cristo. Este é o cumprimento das sete promessas que Deus havia feito 40 anos antes (Leia em Êx 6). Nossa vida demonstra o quanto estamos crendo em Deus.

Dt 26:3 Devemos dar os 3 passos mencionados acima, para desfrutarmos (não para receber) nossas bênçãos celestiais, e deste modo levar uma adoração genuína a Deus. O Israelita não oferecia a cesta de primícias para poder entrar na terra, mas por estar na terra. Com frequência desfrutamos de nossa bênção mas somos tão negligentes com nossa devoção a Cristo.

Dt 26:1-11 Eles deviam levar as primícias que colhiam para o Senhor (Cristo é nossa “primícia” – 1 Co 15:20. A verdadeira adoração é apresentar Cristo a Deus. Há três passos maravilhosos em nossa vida nestes versículos).

Dt 26:3 Primeiro, confessar que agora temos todas as nossas bênçãos – Ef 1:13.

Dt 26:16 Segundo, confessar em que miséria estávamos antes de conhecermos a Cristo como nosso Salvador.

Dt 26:11 Terceiro, desfrutar de nossas bênçãos com Deus. Então a consideração e graça fluem para com os outros.

Dt 26:12-15 Alguns crentes costumam dar o dízimo – dar uma porcentagem do que ganham a quem acham que mereça receber. Nisto existem dois perigos – (1) nos colocarmos novamente sob a lei. Há instruções claras em 1 Co 16:2. Nenhuma menção é feita ao dízimo. (Segundo perigo), nos esquecermos de que tudo o que temos é do Senhor – 1 Co 6:19-20. Ele quer nosso coração por inteiro, não apenas parte dele. A adoração vem primeiro. Depois o cuidado para com os outros.

#307

Se tivéssemos apenas o que aprendemos das Escrituras, seríamos todos iguais.

DEUTERONÔMIO 27, Vers. 1-10

Preste uma atenção especial aos dez primeiros versículos e mantenha-os totalmente separados em sua mente antes de ler o restante do capítulo.

Dt 27:1-10 Aqui lemos do povo de Deus, depois de 40 anos de vida no deserto, finalmente entrando na terra da promessa. Era certo que eles eram pecadores, e por isso precisavam de um altar de bronze e daquilo que este representava… a cruz de Cristo. A figura diante de nós é de pessoas aceitas por Deus. Nada restava senão levar a “oferta queimada” e a “oferta pacífica” a Deus. Não havia necessidade da “oferta pelo pecado”. Tudo estava resolvido. Agora só era preciso adorar! Não é maravilhoso?

Dt 27:9 Que posição para estarmos nela!

Dt 27:8 e 10 Tudo o que precisavam fazer era obedecer a lei; deste modo, a fim de ajudá-los, os dez mandamentos foram escritos em tábuas de pedra (Ex 24:12).

Mas logo vem um contraste.

#308

É só quando estamos no caminho que conhecemos o Seu pensamento.

DEUTERONÔMIO 27, Vers. 11-26

Dt 27:11-13 Moisés indica dois grupos para ficarem nestas montanhas separadas que estavam logo dentro da terra prometida. Em Gerizim, para abençoar o povo (por obedecer) …em Ebal, para pronunciar as maldições caso desobedecesse a lei. Você consegue encontrar as bênçãos? Nem uma só palavra.

Dt 27:14-26 Doze maldições. Repare no que todo o povo devia dizer depois de cada maldição que era anunciada! “Amém” significa “Eu concordo”. Precisamos abrir em Gl 3:10 para encontrar a resposta para nosso “por que?” que Paulo menciona acerca deste capítulo. Não pode haver bênção vinda da lei, mesmo que Deus tenha mantido Sua promessa e introduzido eles nessa terra gloriosa (Leia Sl 106:21-24).

Para resumir todo o nosso capítulo… os vers. 1-10 nos apresentam o coração de um Deus gracioso, e os pensamentos de Deus para com Seu povo amado. Todavia os versículos 11-26 nos mostram a condição atual desse povo… eles estavam no terreno da lei… suas bênçãos iriam depender de sua obediência! Daí o triste resultado do real estado de Israel diante de Deus. MAS por causa da graça e do amor de Deus, Ele enviou um Salvador, o qual levou a maldição para nós e nos introduziu na posição de completa bênção. Leia Rm 6:15.

#309

A verdadeira unidade é a unidade do Espírito, e deve ser gerada pela operação do Espírito.

DEUTERONÔMIO 28

Os capítulos 27 e 28 parecem se contradizer, mas as Escritura nunca se contradiz. Portanto é importante vermos qual é a diferença. Sempre leia a Bíblia crendo nela, nunca duvidando de sua perfeição. O capítulo 27 é uma figura da humanidade pecadora, completa e totalmente arruinada, incapaz de obter bênçãos por seu comportamento. Sobre o homem paira uma maldição eterna (leia a última metade de Jo 3:36). Mas o capítulo 28 tem uma visão bem ampla da história toda da nação de Israel na terra. Fala primeiro, nos versículos 1 a 14 das bênçãos para aqueles que obedecem. Lembre-se de que não se refere a um Judeu de hoje que aceite a Cristo como Salvador. Todo este capítulo não fala de indivíduos, mas de toda a nação de Israel no futuro (no milênio).

Dt 28:16-68 Repare que esta seção é mais que três vezes maior que a primeira. Leia o capítulo 4:24 e o Sl 9:17. Mas devemos também lembrar que é só pelo fato de que na cruz o Senhor Jesus sofreu as maldições mencionadas nestes 53 versículos, que qualquer bênção poderia ser derramada tanto sobre o Israelita como sobre um crente hoje. Todavia, precisamos também nos lembrar de que apesar de eles e nós recebermos estas bênçãos como uma dádiva, isso não nos dá a liberdade de fazermos nossa própria vontade. Se o crente obedece a Palavra de Deus, é feliz e irá crescer em sua alma.

#310

O uso que um Cristão faz das coisas do mundo que possui mostra onde está o seu coração.

DEUTERONÔMIO 29, Vers. 1-13

Este capítulo é a última parte da segunda divisão principal deste livro. Ela começou com o capítulo 12. A primeira seção, 1-11, foi “por que as pessoas deviam obedecer”. Esta segunda seção é sobre “o que eles deviam obedecer”. Possivelmente a maior ajuda para entender os capítulos 27 e 28 é ler o versículo 29 do capítulo de hoje, antes de ler o capítulo. Ele significa simplesmente isto… as coisas “reveladas” são o que Israel devia ter feito, mas não fez; as coisas “secretas” são o que Deus iria fazer apesar da desobediência e completo fracasso deles. Isto é o que é a misericórdia e a graça de Deus! Isto é o que é o evangelho! Isto é o que cada crente deveria entender!

Agora Deus vai fazer outro concerto (acordo) com Israel em Moabe. Por que? Você se lembra de que eles havia rompido o primeiro concerto no Monte Sinai (ou Horebe) logo depois de terem atravessado o Mar Vermelho e entrado no deserto. Eles haviam se voltado à idolatria e adorado um bezerro de ouro. Naquela ocasião eles foram poupados da completa destruição pela intercessão de Moisés. Aquilo deixou bem claro que eles haviam perdido o direito de entrar na terra. Se Deus os tivesse mantido naquele concerto feito no Sinai, Ele não poderia tê-los introduzido na terra depois de suas longas peregrinações no deserto. O que Ele irá fazer? Ele fará outro concerto com eles em Moabe! Portanto esta é uma das coisas “secretas” do versículo 29. Deste modo Ele pode introduzi-los na terra, pois neste acordo Ele introduz a Sua misericórdia! Que Deus!

Dt 29:1-13 Enquanto você estiver lendo estes versículos do concerto, irá notar que trata-se de um acordo muito gentil, nem todo lei, nem todo graça… mas ambos. Deus lembra o povo de Sua bondade desde que deixaram o Egito.

#311

Uma reunião, que não inclua todos os filhos de Deus em seus pensamentos está se privando da plenitude da graça.

Dt 29:14-15 Deus Se preocupa com outros tanto quanto com os que estavam ali. Leia Jo 10:16 e Ef 2:11-13 e 17, para o que pode estar sendo falado neste dois versículos.

Dt 29:16-21 Primeiro Moisés lhes recorda que tinham visto muitas coisas horríveis nas terras por onde haviam passado… adoração a ídolos misturada com todo tipo de impurezas. (A exposição ao mal embota nossa habilidade de discernir o bem e o mal, e logo ficamos como o homem dos versículos 19-21. O Senhor nos assegura que ninguém sairá impune – Leia Hb 10:31).

Dt 29:22-28 Embora esses fossem avisos para Israel, hoje sabemos que devem servir de aviso para nós, conforme nos diz Romanos 15:4. Se Israel se tornasse infiel a Deus, (e eles foram assim) as pessoas no futuro, quando visitassem essa terra escolhida, perguntariam o que tinha acontecido. Eles veriam a terra cheia de enfermidades e em completa ruína, e iriam perguntar por que o Senhor teria feito isso.

Dt 29:25-28 Aqui está a resposta que iriam receber. Nós que somos verdadeiramente nascidos de novo, crentes no Senhor Jesus Cristo, precisamos dar uma olhada em nossa vida. Estamos vivendo para Cristo todos os dias? Estamos seguindo os Seus passos? Quando um incrédulo olha para nós, ele ou ela vê um reflexo de Cristo? Estes versículos são um sério aviso a nós. Leia novamente estes quatro versículos. Este é o mesmo Senhor que está olhando para a sua e a minha vida a cada hora do dia.

#312

Somos em Cristo um herdeiro de glória. Rm 8:17

Cristo é em nós a esperança da glória. Cl 1:27

DEUTERONÔMIO 30

Este capítulo inicia a terceira e última seção deste livro. Ele cobre o futuro de Israel após nós os crentes termos sido levados para a glória. Ontem lemos das “coisas secretas”. Hoje leremos de algumas dessas coisas. Elas nos mostram o coração de Deus. Pois Israel havia perdido todo direito à bênção, tendo falhado em guardar a lei e Deus havia espalhado as tribos até os confins da terra. Todavia iremos ler da bênção futura de Israel.

Dt 30:4-9 Quão descritivos são estes versículos acerca de Israel (todas as 12 tribos) hoje! Pois o povo de Israel está disperso pela face da terra.

Dt 30:4-9 Você encontrará sete vezes dizendo o que Deus fará.

Dt 30:10 Refere-se àqueles que obedecem. Mas veja no versículo 6 o que Deus dará àqueles que crêem… um novo coração!

Dt 30:11-14 Eles não precisarão usar suas mãos ou seus pés para receber as bênçãos mencionadas nos versículos 4-9. Mas eles usam o novo coração que irão receber! Paulo em Rm 10:5-13 usa quase as mesmas palavras de nosso capítulo, para descrever o Evangelho da graça de Deus em nossos dias! Isto ajuda a entender nosso capítulo.

Dt 30:15-20 Quão terno e amável o apelo feito a eles por Deus, para que recebam Suas bênçãos; mas ligado a uma advertência de que aqueles que recusassem este novo coração nunca entrariam na terra prometida, porém iriam morrer (vers. 18).

#313

A heresia é, em princípio, a carne ocupando-se com a verdade; é dividir por partidos aqueles que deveriam ser um.

DEUTERONÔMIO 31, Vers. 1-13

Dt 31:1-6 Alguns de nós serão tocados pelas ternas palavras de Moisés neste último e amável apelo ao povo para que obedeçam e creiam no Senhor. Moisés amava o povo de Deus (leia Êx 32:31-32) e nunca se cansou de rogar a eles para que seguissem adiante pelo Senhor. Moisés e Paulo são semelhantes neste sentido. À medida que estes dois homens chegavam ao fim de suas vidas, escreveram, não sobre suas próprias vidas, mas para que outros seguissem ao Senhor. Repare que aqui no vers. 6 há sete coisas e Paulo em Atos 20:28-35 roga sete vezes ou mais para que se apegassem a Deus e à Palavra de Sua graça.

Dt 31:7-8 É digno de nota que as palavras ditas a toda a congregação nos versículos acima são muito semelhantes àquelas agora faladas ao novo grande líder Josué. Por que? Porque aquilo que o mais humilde e menos importante membro do arraial de mais de 600.000 homens precisava era o mesmo daquele que tinha a maior responsabilidade… ficar assegurado da presença de Deus e do Seu poder.

Dt 31:9-13 Aprendemos que Deus dava muita importância a cada um ouvir a Palavra de Deus. Assim Moisés entregou as palavras aos sacerdotes, a TODOS os anciãos para que lessem para TODO Israel (vers. 11)… homens, mulheres, crianças e estrangeiros (vers. 12). Cada pessoa em particular devia ser colocada em contato direto com a Palavra de Deus.

#314

Uma consciência tocada somente por Deus, coloca Deus em Seu lugar e a nós mesmos em nosso lugar. A fé coloca Deus em Seu lugar, e coloca a mim em meu lugar.

DEUTERONÔMIO 31, Vers. 14-30

Dt 31:14-15 Que experiência para aqueles dois homens foi se encontrarem com o Senhor no tabernáculo, mesmo tendo Ele Se escondido em uma nuvem! Você fala com o Senhor em intimidade? Ele está assim próximo de você, e anseia que estejamos conscientes da Sua presença. “O Senhor” (mencionado 19 vezes neste capítulo) falou diretamente a Moisés e disselhe que logo ele iria morrer. Estava para ocorrer uma mudança oficial na liderança do povo do Senhor em Sua presença no Tabernáculo (os únicos versículos nos quais o Tabernáculo é mencionado neste livro).

Dt 31:16-18 Moisés representava a lei, e ela não podia introduzir Israel na terra da promessa e do descanso. Portanto Moisés está para morrer. A Moisés é revelado que no futuro o povo iria se desviar do Senhor seguindo outros deuses! Depois de tudo o que o Senhor havia feito para eles desde os portões do Egito até esta terra. Repare que “Deus” (não “Senhor”) é usado quando é previsto o castigo.

Dt 31:19-29 Moisés é instruído a escrever duas coisas… uma canção que ajudasse o povo a recordar que o que o Senhor lhes estava dizendo. A outra foi que escrevesse em um livro as palavras que Deus lhe estava dizendo (vers. 26 diz onde Moisés deveria colocar este livro).

Dt 31:23 Apesar de todas as advertências dos problemas que viriam (por causa da desobediência do povo) o Senhor encoraja Josué e promete estar com ele. (Ele faz o mesmo conosco – Hb 13:5).

#315

Onde Deus guia, Ele providencia.

DEUTERONÔMIO 32

Apesar do desejo de Moisés de entrar na terra, (Deus havia dito a ele que não entraria) isto não o impede de falar as palavras desta maravilhosa canção.

Dt 32:1 Nos mostra quão importante era, pois na verdade as palavras saíram da boca de Deus, assim como acontece com cada palavra da Bíblia (como em Ez 3:10, Is 6:8, Jr 28:7). Toda a criação deve ouvir!

Dt 32:1-43 Se você tiver tempo para ler isto bem devagar (para mim levou 8 minutos) verá tanto a majestade, a graça e o amor de Deus de um lado, como você como um pecador rebelde e sem esperança do outro. Conte quantas vezes Moisés alterna entre palavras de como amável e bondoso Deus é (vers. 2-4) e de quão terrivelmente o povo (nós) agiu (5). Mas à medida que você for lendo, terá vislumbres do que Deus irá fazer no final (29, 39, 40 e 43). Repare a Sua graça, vingança e glória!

Dt 32:8 Interessante. Israel é distinguida entre todos os países do mundo.

Dt 32:44-47 Faça da Palavra de Deus o que Moisés fala aqui “Porque esta Palavra… é a vossa vida”.

Dt 32:48-52 A despedida do fiel Moisés (Hb 3:2). Mas lembre-se de Gl 6:7 e veja que um ato de Moisés (vers. 51) custou-lhe muito.

Há dois lados no modo de Deus tratar conosco que somos crentes, (1) em graça, (2Tm 2:13) e (2) em governo (Gl 6:7). Se nos esquecemos da graça, nos tornamos descuidados, e se nos esquecemos do governo e falhamos, ficamos deprimidos.

#316

Fazer o que já sabemos em obediência é uma ótima maneira de conhecermos mais.

DEUTERONÔMIO 33

Deuteronômio sempre fala dos filhos de Israel como “quase” na terra da promessa. Hoje lemos das bênçãos que as diversas tribos iriam receber na terra.

Dt 33:6 Rubem era o primogênito de Jacó. Mas ele perdeu seu direito à bênção da primogenitura por causa do seu pecado (1 Cr 5:1-2) e por isso lemos muito pouco dele aqui.

Dt 33:7 Mas Judá, a tribo real, vem em seguida (apesar de não ter sido o segundo a nascer) porque nesta tribo haveria de nascer o Cristo. Cristo é o Segundo Homem. 1 Co 15:47.

Dt 33:8-11 Outro filho favorecido – Levi. A tribo sacerdotal.

Dt 33:12 Benjamim é o próximo. Jerusalém, a cidade do grande Rei – Cristo – estava situada na tribo de Benjamim.

Dt 33:13-17 José, aquele que herdou as bênçãos de primogênito, e deste modo recebeu bênçãos duplas (2 tribos formadas de seus dois filhos), 1 Cr 5:1-2. Uma figura de Cristo que recebe também a dupla bênção – os Judeus e os Gentios.

Dt 33:18-25 O restante das tribos. Cada uma tem uma bênção.

Dt 33:26-29 Poucas palavras do Antigo Testamento se aproximam da grandeza destas palavras, quando Moisés descreve as maravilhas de Deus.

#317

A vontade de Deus e a nossa nova natureza são uma coisa só.

DEUTERONÔMIO 34

Dt 34:1-5 Um ato de desobediência fez com que Moisés perdesse a chance de entrar na terra da promessa com seu amado povo. Mas é isto o que Deus está nos mostrando neste livro de Deuteronômio. A obediência traz bênção, mas a graça de Deus é tão grande, que Ele eleva Moisés até o cume de uma montanha, e dá a Moisés uma visão celestial da terra do ponto de vista de Deus! Podemos supor que todos os desapontamentos que Moisés possa ter tido por não entrar na terra tenham agora se dissipado enquanto ele acompanha o Deus que amou e serviu tão fielmente nesta maravilhosa vista da terra. Deus sempre dá algo melhor. Assim termina este magnífico livro de Deuteronômio. Que o próprio Deus possa abençoar você com sua leitura.

#318

Pode estar certo que se estivermos perto o suficiente de Deus, não sairemos perdendo por conhecermos a Sua vontade.

1 TESSALONICENSES 1

Você pode conhecer o cenário deste livro lendo Atos 17:1-9. Na primeira carta (Epístola) recebemos um impacto constante do frescor da esperança que esses novos crentes tinham em Cristo. E ao mesmo tempo, eles estavam sendo terrivelmente perseguidos. Será estranho que estas duas coisas, uma alegre esperança e perseguições pudessem ser experimentadas ao mesmo tempo? O próprio Paulo costumava ter ambas, e raramente passava sem elas. Assim ele compartilhava do gozo deles.

1Ts 1:2-4 Fé, amor e esperança. Temos uma vida gloriosa, somos felizes se vivemos nestas coisas.

1Ts 1:5-10 Mas a vida do Cristão não é apenas contemplação… é viver expressando isso! O modo fiel como esses crentes estavam vivendo era conhecido em muitos lugares.

1Ts 1:9-10 Havia ocorrido uma mudança positiva em suas vidas. Há três coisas aqui: (1) eles haviam se desviado dos ídolos para Deus. (2) Eles estavam aguardando pelo Filho de Deus vindo do céu. (3) Ele lhes havia salvado da ira e do juízo de Deus que está para vir sobre este mundo. Será que tudo isso não faz nossas dificuldades e tristezas parecerem bem pequenas?

#319

Para aqueles que se importam o suficiente para perguntar duas vezes, “onde”, será mostrado “onde”. E Ele lhes dirá, “ali”. Lucas 22:9,11,12. “E, indo eles, acharam como lhes havia sido dito.”

1 TESSALONICENSES 2

1Ts 2:1-11 A vida que Paulo vivia era exatamente a mesma que eles eram convidados a levar; uma vida de gozosa esperança e trabalho duro. Ele não estava lhes falando de doutrina, mas assinalando quais os resultados de se ter recebido a doutrina de Cristo. A doutrina que aprendemos nestes dois livros refere-se aos detalhes das duas vindas futuras do Senhor Jesus.

1Ts 2:12 A vida Cristã feliz é uma vida de constante vigilância, embora Deus possa às vezes nos envolver em circunstâncias agradáveis. Mas essas pessoas estavam na maior parte do tempo sofrendo perseguições por causa de sua fé. Às vezes somos criticados por outros crentes quando permanecermos firmes, como fizeram os Tessalonicenses.

1Ts 2:13 Eles não tinham recebido a mensagem como vinda de Paulo, mas como a Palavra de Deus. E repare que diz que ela funciona quando cremos nela! Quanto realmente cremos nela? E nossa vida está mostrando o quanto cremos. A Palavra de Deus é a fonte de toda a nossa confiança.

1Ts 2:14-20 As perseguições, que eram causadas por Satanás impedindo Paulo, significam que ele não podia vê-los face a face. Mas ele aceitava aquilo como sendo permitido por Deus.

1Ts 2:19-20 Mas esse mesmo impedimento o fez pensar de quando todos estariam juntos com Cristo no céu. Repare como os crentes, bem como Cristo, enchiam seu coração de gozo. Com frequência pensamos só em estarmos com Cristo, mas vamos trazer alegria uns para com os outros também.

#320

Vale a pena perder um mundo para ter uma eternidade em intimidade com Cristo.

1 TESSALONICENSES 3

1Ts 3:1-10 Paulo só tinha sido capaz de permanecer por um breve período em Tessalônica porque os Judeus estavam promovendo grandes perseguições – Atos 17. Ele precisou se mudar para Beréia. Mas mesmo ali os Judeus daquela cidade foram trazer problemas a Paulo. Depois disso Paulo escuta de uma grande tempestade de perseguições que se havia iniciado contra os Tessalonicenses. Paulo está muito preocupado que estes crentes não viessem a ser capazes de suportar a perseguição, e enviou Timóteo para descobrir como eles estavam passando. Quando Timóteo voltou, e contou a Paulo as boas novas de que a fé e o amor deles (vers. 6) haviam permanecido firmes, ele foi confortado.

1Ts 3:8 Ele estava tão perto em espírito daqueles crentes que podia dizer “Porque agora vivemos, se estais firmes no Senhor.”

1Ts 3:11 O gozo inundava a alma de Paulo quando pensava em poder vê-los.

1Ts 3:12 Eles com certeza havia demonstrado amor uns para com os outros… ele desejava mais… porque ele próprio tinha um amor assim ardente por eles. O amor divino é eterno… é infinito… é o maior poder já conhecido. O amor no versículo 12 produz a santidade no versículo 13, mas a santidade não produz necessariamente o amor.

#321

Se você procura saber como descobrir a vontade de Deus sem obedecer, você está procurando o mal.

1 TESSALONICENSES 4

1Ts 4:1 Devemos viver de tal maneira que seja agradável a Deus. Lembre-se, Ele nos deu o poder para fazermos isto.

1Ts 4:2-8 Aqui temos um aviso contra a imoralidade, evidentemente apresentado de forma gentil. Os Tessalonicenses tinham vivido uma vida imoral e pagã antes de serem salvos. Era difícil para eles mudarem de repente. Mas o poder da nova vida é mais forte que o poder da velha vida. Quando se vive em obediência à vontade de Deus (vers. 3), este poder é capaz de vencer o poder da velha vida. O Senhor iria punir qualquer um que desrespeitasse a pureza do matrimônio. Um homem que tomasse a mulher de outro não apenas desrespeitava o marido, mas também desrespeitava o corpo como uma habitação do Espírito de Deus. – 1 Co 6:18-20.

1Ts 4:8-12 Ele não precisava lembrá-los de amarem uns aos outros, mas diz que eles deviam amar uns aos outros ainda mais.

1Ts 4:11 Uma das poucas vezes em que a palavra “estudo” é usada nas Escrituras. Repare no que devemos ser por meio do estudo! O coração que descansa em Cristo e em Sua presente posição na glória, está quieto, em paz, e está satisfeito com as circunstâncias da sua vida.

1Ts 4:12 Maravilhosa promessa para a pessoa que vive Cristo diante de seus vizinhos e parentes incrédulos, sem depender deles para suas necessidades.

1Ts 4:13-18 Seis versículos importantes. A menos que você os entenda, não terá a esperança que cada crente necessita diariamente. Nenhum evento deve acontecer no mundo antes que isto aconteça. O Senhor Jesus pode vir a qualquer momento, e levar todos os crentes para o céu. Todo verdadeiro crente escutará Sua voz (não apenas aqueles que estão vigiando, como tem sido ensinado por alguns Cristãos hoje em dia). Todos os outros serão deixados para serem julgados. Não há uma segunda chance para aqueles que já ouviram o evangelho.

#322

A submissão à Palavra de Deus assegura a manutenção da verdade para nós, e assegura que aprendamos mais.

1 TESSALONICENSES 5, Vers. 1-11

1Ts 5:1-11 Estes versículos não estão se referindo à vinda do Senhor da qual lemos ontem. Eles se referem à vinda do Senhor conosco. Não são muitos os crentes que sabem a diferença. O “dia do Senhor” foi profetizado desde o tempo de Enoque (veja Judas 14). Todo o Antigo Testamento menciona apenas a vinda do Senhor que iremos comentar hoje e nunca menciona a vinda do Senhor para nos buscar. Sem dúvida é por isso que Paulo diz que ele não precisava explicar o que estaremos vendo hoje.

Trata-se do dia da maior exaltação do Senhor. A morte de Cristo foi o dia de sua maior humilhação. Irá afetar toda criatura no céu e na terra, e ocasionará uma tremenda mudança na terra… o milênio começará… o reino de Cristo como Rei sobre todo este mundo… o Dia do Senhor. Esta vida do Senhor é mencionada como “a manifestação”, pois todo o mundo irá vê-Lo (como o Sol de Justiça – Ml 4:2… o sol faz as pessoas despertarem). Mas quando Ele vem para nós, é como a estrela da manhã subindo – Ap 22:16 (o mundo dorme quando esta estrela sobe).

1Ts 5:2 O dia da vinda do Senhor é como um ladrão à noite. O dia é como um ladrão, não que o Senhor seja como um ladrão. Ele tirará os que não foram salvos (não os salvos). “Então, estando dois no campo, será levado (incrédulo) um, e deixado o outro (crente)” Mt 24:39-40. Isto está se referindo à “manifestação”.

1Ts 5:8 Estas coisas são importantes para cada crente conhecer.

#323

A alma simples que tem seu coração sincero, não irá errar.

1 TESSALONICENSES 5, Vers. 12-28

1Ts 5:12-28 Instruções para a conduta diária, mas nem por isto sem importância. Aqueles que estavam mais expostos às perseguições e perigos eram os mais protegidos pelo Senhor.

1Ts 5:12-13 Eles deveriam prestar amar e prestar atenção naqueles que haviam levado a nova verdade do Cristianismo. Os Cristãos em geral hoje não querem esta verdade.

1Ts 5:14-15 Instruções mais breves, mas nem por isso menos importantes.

1Ts 5:16 Regozijar nunca precisa terminar para o crente, pois ele não obtém seu gozo de suas circunstâncias.

1Ts 5:16-21 Estas tem a ver conosco pessoalmente.

1Ts 5:21-22 Observe com atenção que Deus diz no primeiro versículo “retende” (segure com firmeza) aquilo que é correto, e no segundo versículo Ele diz “abstende-vos” (fique longe) de toda a iniquidade.

1Ts 5:23 Aqui está o que o Deus de paz, Ele próprio, virá a fazer por você, em seu espírito, alma e corpo!

1Ts 5:24 Mais! O que Deus promete a você, Ele fará!

#324

As artimanhas de Satanás… o remédio absoluto de Deus… nossa responsabilidade de discernir ambas as coisas.

2 TESSALONICENSES 1, Vers. 1-6

A 1a. Epístola corrige um sério erro, que os crentes que tivessem morrido iriam perder o grande privilégio de virem com o Senhor Jesus por ocasião de Sua manifestação. Esta segunda Epístola esclarece o segundo erro… que a tribulação já tinha vindo e que eles estavam passando por ela. Não é assim. Todos os crentes sabiam que o “dia do Senhor” seria introduzido por trevas e acontecimentos terríveis. Isaías capítulos 2 a 4, Joel 2 e 3, Amós 5, Sofonias 1-3. Satanás estava derramando grandes dificuldades e estava usando falsos mestres para dizer a eles que “o dia” tinha chegado.

2Ts 1:1-4 Mas antes de indicar estes erros, ele aquece seus corações. Se você ler os versículos iniciais da primeira Epístola verá mencionada “fé”, “amor” e “esperança”. Mas repare que em nossos versículos está faltando “esperança”. Eles estavam perdendo a esperança da vinda do Senhor para o crente.

2Ts 1:5-10 As perseguições deveriam encorajá-los (não desencorajá-los) a olharem para o alto. Ele lhes diz que deveriam se regozijar mais do que nunca se sofressem aqueles problemas. O Senhor ama os crentes e todavia permite que provas e dores venham sobre eles! Mas que dia está para chegar para os incrédulos quando Deus fará chover fogo e enxofre sobre eles!

#325

Minha condição me leva a cair na armadilha que o inimigo preparou para mim.

2 TESSALONICENSES 1, Vers. 7-12

2Ts 1:7-10 Esta é a Sua manifestação. Quanto pior nossas provações, tristezas, desapontamentos aqui, mais podemos entender que está chegando o dia quando tudo será mudado. Leia Hb 12:2 para encontrar uma palavra para cada um de nós.

2Ts 1:8 Cada pessoa viva que ainda não estiver salva verá o Senhor Jesus deste modo! Se o Senhor voltar hoje, este evento não acontecerá muito tempo depois, após 7 anos ou pouco mais.

2Ts 1:11-12 Paulo ora por eles. Como é bom orarmos uns pelos outros! A entrada da Palavra produz luz em nossa vida. Ore acima de tudo por uma consciência tenra quando estiver lendo a Sua Palavra. Leia estes dois poderosos versículos cuidadosamente.

#326

Não importa quão inteligente você seja nas coisas de Deus, você perderá a mente de Deus se estiver fora de comunhão.

2 TESSALONICENSES 2, Vers. 1-8

2Ts 2:2 “Perto” significa “já tivesse chegado”.

2Ts 2:3 Muitos crentes hoje estão enganados por um ensino ruim, e nem mesmo sabem que estão sendo enganados… o engano é tão habilidoso. Somente a obediência àquilo que já sabemos é o que traz mais inteligência espiritual. “Apostasia” significa uma época quando a grande maioria terá abandonado a crença em Deus e se voltado totalmente à vontade própria. Estamos vendo isto hoje acontecendo em todos os lugares, mas o pior está por vir. Quando o completo desenvolvimento disso (chamado de “apostasia”, que significa ao “abandono da religião”) tiver chegado, então o Anticristo, o agente de Satanás, aparecerá, um homem de verdade nesta terra, (imediatamente após o Senhor haver arrebatado os crentes).

2Ts 2:4 Ele se sentará no lugar de Deus no templo que terá sido construído em Jerusalém. Os Judeus gostariam de começar a construção, mas estão tão ocupados com seus inimigos que não têm tempo ou meios de fazê-lo hoje. Mas eles o farão. Esse homem irá ensinar o que Satanás sugeriu a Eva no Jardim do Éden, “sereis como deuses” – Gn 3:5.

2Ts 2:6 Deus controla tudo, e enquanto os crentes continuam aqui na Terra, e o Espírito Santo em cada um de nós, Deus irá preservá-la do poder de Satanás (um grande conforto sabermos disso).

2Ts 2:7 O mistério dessa maldade e de uma ainda maior, a injustiça, já está operando. Estamos vendo os poderes misteriosos do Espiritismo se espalhando mais a cada dia. Está se tornando cada vez mais difícil distinguir entre a obra de Deus e a obra de Satanás. E estes são sinais de que nos encontramos nos últimos dias.

2Ts 2:8 Uma palavra mais precisa para este homem (“o iníquo”) é “o sem lei”. Isto é pior. O mal é, a princípio, impiedade, mas à medida que ele piora, estabelece-se em oposição contra Deus e então trata-se de injustiça (ou ausência de lei). Quando o Senhor Jesus vier no final da tribulação, Ele destruirá esse iníquo.

#327

Se acontecer de eu me encontrar em dúvidas, ou incerteza, é porque meu olho não é simples. Deus me coloca em determinadas circunstâncias de dificuldade até que eu detecte isto. É possível que eu nunca venha a suspeitar disso por mim mesmo. Até que isto seja colocado de lado, nunca terei certeza do caminho em que estou.

2 TESSALONICENSES 2, Vers. 9-17

2Ts 2:9-12 Aqueles que hoje não crêem no evangelho (durante o dia da graça) e aqueles que escutam o evangelho do reino durante os 7 anos e não o aceitam, são aqueles que estão descritos aqui. Deus fará com que eles creiam em uma mentira, pois não creram na verdade quando a ouviram. Que futuro terrível espera por nossos amados que ainda não estão salvos.

2Ts 2:13-14 O lado de Deus e os feitos de Deus.

2Ts 2:15 Nossa responsabilidade. Ambas normalmente andam juntas nas Escrituras.

2Ts 2:16-17 Que conforto! – Que contraste com o que acabamos de ler… “

“nosso Deus e Pai, que nos amou… console os vossos corações (o lado de Deus)…, e vos confirme em toda a boa palavra e obra (nossa responsabilidade).”

#328

O entendimento é a sabedoria usando o conhecimento de modo correto.

2 TESSALONICENSES 3

Havendo dado estas mensagens, Paulo almeja que eles vivessem deste modo! E podemos ser gratos também por ainda termos a Palavra de Deus para ler e obedecer. De pouco nos vale fazermos a primeira coisa sem a segunda.

2Ts 3:2-6 Eles estavam em perigo de ouvir maus mestres (não pense nestes como homens maus (imorais) pois provavelmente eles eram líderes religiosos altamente respeitados).

2Ts 3:3-5 Eles precisavam ser fortalecidos por receberem esta verdade.

2Ts 3:7-12 Havia então perigos em outra direção. Havia alguns que estavam entusiasmados com todos esses grande eventos que viriam, e achavam que não precisavam trabalhar porque o Senhor estava vindo! Nós também devemos continuar em nosso trabalho diário, mas esperando por Ele para vir a qualquer momento. Repare nas fortes instruções – não quer trabalhar – também não coma.

2Ts 3:13 Que amável contraste – e um encorajamento para nós todos.

2Ts 3:18 Um belo pensamento para terminar.

#329

A inteligência nas coisas divinas vem por meio da consciência, não do intelecto.

2 CORÍNTIOS 1

Existe uma palavra que provavelmente descreveria este livro – “consolo”. Paulo havia escrito de maneira enérgica em sua primeira carta a esta assembléia. Agora ele ouviu dizer que sua carta tivera um bom efeito sobre eles, de modo que escreve sua segunda carta.

2 Co 1:3-4 Não há consolo como aquele que vem do próprio Deus, e o próprio Paulo havia sentido em si mesmo a maravilha que é isso. E agora ele pode consolar outros. Não temamos as provações – mas voltemo-nos ao Senhor para aprender a lição e para o consolo que resulta das provações. E então estaremos melhor capacitados a encorajar outros que estejam passando por provações.

2 Co 1:11 É bom ajudar a obra do Senhor por meio da oração. Quando as almas são salvas, podemos sentir que fazemos parte da obra.

2 Co 1:14-19 Paulo queria visitá-los e por não ter ido até lá, eles o acusavam de haver mudado de idéia.

2 Co 1:20 Deus sempre mantém Suas promessas! Paulo está dizendo que quando ele dizia “sim”, queria dizer “sim”, “sim” (certamente) e “amém” significam “que seja feito”.

2 Co 1:21-22 O Espírito Santo de Deus é dado a cada crente com 3 objetivos principais (1) “ungidos”, para sermos capazes de entender a verdade. (2) “selados”, para termos certeza de que estamos eternamente salvos. (3) “penhor”, por termos o Espírito Santo já morando em nosso corpo, temos a garantia de que cada um de nós é um filho de Deus.

#330

Meu desejo deveria ser nem tanto conhecer a Sua vontade, mas andar com Deus.

2 CORÍNTIOS 2

2 Co 2:1-5 Paulo expõe claramente seu grande coração de amor para esses Coríntios. Era porque ele os amava que escreve de modo tão claro a eles. Ele também sentia a tristeza. Mas também sentia gozo!

2 Co 2:7-8 O culpado, de quem Paulo havia falado na primeira epístola, capítulo 5, agora estava arrependido, portanto Paulo lhes diz para lhe demonstrar amor e para recebê-lo de volta no meio deles.

2 Co 2:11 Existem duas “armadilhas” especiais de Satanás. Um desses perigos é quando um crente continua a seguir em seu pecado pessoal e a assembléia à qual freqüenta não o coloca fora da comunhão com eles; o outro é quando falhamos em perdoar quando existe arrependimento genuíno.

2 Co 2:15-16 Onde quer que Cristo seja pregado, trata-se de “cheiro suave” para Deus. Deus se agrada em escutar o evangelho, e em ouvir de Seu Filho amado sendo apresentado como Salvador. Se a mensagem é aceita, há gozo na presença dos anjos de Deus.

#331

A sabedoria de Deus nos conduz no caminho da vontade de Deus.

2 CORÍNTIOS 3

2 Co 3:1 Se uma pessoa estivesse reunida ao precioso Nome do Senhor em uma cidade, ela estava em uma mesma comunhão com aqueles que estivessem também reunidos ao precioso Nome do Senhor em qualquer outra cidade. E deste modo quando esses crentes viajavam de um lugar para outro, levavam com eles uma carta que os apresentaria àqueles crentes que estivessem em outras cidades. Cada assembléia não era independente das outras. Lemos em Ef 4:3, “procurando guardar a unidade do Espírito”, e esta é uma forma pela qual eles seguiam esta instrução. A Bíblia nunca fala de denominações, mas de um só corpo.

2 Co 3:6 A “letra” é a lei que foi dada por Moisés, e o “espírito” é como a maravilhosa mensagem de graça vinda de Deus, dada por Seu Espírito.

2 Co 3:11 A lei que foi dada por Moisés era gloriosa, mas foi “transitória”. Mas aquilo que é a mensagem de Deus dada por Seu Espírito “permanece”.

2 Co 3:18 É na medida que o Senhor estiver controlando minha vida que vou me tornar mais semelhante a Ele. Um pensamento sério!

#332

Enquanto as coisas em nossa vida permanecerem sem julgamento e sem correção, haverá incerteza em nossa vida.

2 CORÍNTIOS 4

2 Co 4:3-4 O evangelho não estava escondido não por não ser pregado, mas porque as pessoas não queriam aceitá-lo.

2 Co 4:7 O Espírito de Deus está no crente (o tesouro), mas continuamos em nosso corpo terreno (vasos de barro).

2 Co 4:10 Paulo queria ser nada para que Cristo pudesse ser visto em sua vida.

2 Co 4:11 Se não estivermos desejosos de sermos nada, o Senhor saberá como quebrar-nos. Pois não existe nada tão importante em nossa vida quanto mostrar nosso Senhor Jesus em um mundo de trevas.

2 Co 4:17 Paulo chama todo o seu sofrimento para o Senhor (veja o capítulo 11:23-27) de “leve tribulação”! Ele olha adiante para o “peso de glória”. Podemos sofrer por nosso Senhor ao longo do caminho, há uma eternidade de glória à nossa frente.

2 Co 4:18 Tudo que é visto é “temporal” – logo passará. Mas nossas bênçãos espirituais em Cristo não são vistas, pois são celestiais e eternas.

#333

Somente a minha vontade me impede de conhecer a vontade de Deus.

2 CORÍNTIOS 5

2 Co 5:1 Sabemos que quando deixarmos este mundo teremos uma casa não feita por mãos, mas eterna nos céus. Se o crente morre, sua casa terrena (corpo) será mais tarde transformado em um corpo adequado ao céu. Repare nas 3 condições mencionadas aqui nestes 4 primeiros versículos.

“Despido” – a condição de um crente que morreu e está com Cristo, mas que ainda não recebeu seu corpo glorificado.

“Nu” – a condição de um perdido que não tem as vestes da justiça, e permanece culpado e nu diante de Deus.

“Revestido” – essa gloriosa condição quando todos os redimidos do Senhor terão seus novos corpos. Isso acontecerá no momento em que o Senhor vier nos ares para nos levar para o céu.

2 Co 5:6-8 Paulo está sempre perfeitamente confiante, e não somente Paulo, pois ele diz, “estamos…”.

2 Co 5:9 Por causa desta confiança devemos amar agradar ao Senhor.

2 Co 5:10 Todo crente em nosso Senhor Jesus, terá sua vida revista – e irá descobrir que tudo o que foi feito para nosso Senhor em obediência à Sua Palavra será recompensado.

2 Co 5:20 Podemos ser como embaixadores que representam nosso Senhor neste mundo culpado (somente os Apóstolos eram realmente “embaixadores”).

#334

Se estivermos andando humildemente, Deus nos guiará.

2 CORÍNTIOS 6

2 Co 6:1-10 O serviço fiel a nosso Senhor não irá receber honra aqui. Paulo, enquanto estava vivo e ensinava a Palavra de Deus, sofreu muito. E isto é verdade até hoje. Se você quiser ser sincero para com o Senhor Jesus – quiser confessar Seu nome – quiser estar reunido ao Seu Nome de coração – a seguir Sua Palavra, você não vai ser popular. Paulo alegremente continuava a servir o Senhor; ele nos encoraja a fazermos o mesmo hoje.

2 Co 6:14-17 Somos instruídos a não estarmos em jugo desigual (unidos) a incrédulos. Nem no casamento e nem de qualquer outra maneira, nos devemos estar neste jugo desigual. Muitos crentes estão ficando descuidados a este respeito. A Palavra de Deus não pode ser desprezada sem que venha a nos custar algo mais tarde. Ele chama a Si próprio de Deus Todo Poderoso, pois Ele é maior que qualquer um que queira perseguir o crente. E Ele promete fielmente que será um Pai para com os Seus. Sejamos filhos obedientes e seremos cheios de coragem. Quando nos falta coragem é porque somos desobedientes.

#335

O entendimento é a comunhão consciente com os pensamentos de Deus acerca de um assunto.

2 CORÍNTIOS 7

Somos instruídos a nos livrarmos de tudo aquilo que venha a desonrar o Senhor. “Imundícia da carne” – sem dúvida existem maus hábitos que não estariam agradando o Senhor, os quais alegremente abandonaríamos para não entristecê-Lo. E a “imundícia do espírito” serviria para nos lembrar do jugo desigual contra o qual acabamos de ser lembrados.

2 Co 7:6-7 Tito trouxe a Paulo as boas novas que ele esperava, que os Coríntios haviam recebido e agido conforme a mensagem da primeira carta.

2 Co 7:11 Os Coríntios havia se arrependido e lamentado sua falta de cuidado em permitir o mal na assembléia. Na verdade, a assembléia devia ser culpada pela condição descrita em 1 Co 5. Leia o vers. 2. Mas demorou um bom tempo para a assembléia entender isto. Assim havia na verdade dois males. O mal moral no homem, o mal religioso na assembléia. Portanto é bom ver (neste versículo) que tudo tinha um efeito corretivo sobre a assembléia.

2 Co 7:15 Os Coríntios não estavam com medo de Tito, mas tinham um saudável respeito pela Palavra de Deus trazida por Paulo. Eles obedeciam a mensagem enviada pelo Senhor. Possamos também tremer diante da Palavra de Deus, o obedecê-la.

#336

O Senhor me está dizendo, “Conheço as tuas obras, tua ocupação é Me conhecer”.

2 CORÍNTIOS 8

2 Co 8:1-7 Lindo exemplo de generosidade Cristã.

2 Co 8:2 Em meio à aflição e profunda pobreza eles davam tão generosamente. Mas aquilo produzia muito gozo!

2 Co 8:5 Eles primeiro deram a si mesmos ao Senhor, e então deram suas dádivas. O Senhor não quer o seu dinheiro ou suas dádivas tanto quanto Ele quer você antes de mais nada! E aí passa a ser seu privilégio ser generoso para com o necessitado, e Ele manterá um registro completo disso.

2 Co 8:9 O perfeito e maravilhoso padrão de se dar. O Senhor Jesus tornou-Se pobre – Ele deu tudo e então deu-Se a Si mesmo – para que pudéssemos ser ricos. Nunca podemos medir nossas riquezas, pois elas são espirituais e são para sempre. As coisas desta vida, logo deixaremos para trás.

2 Co 8:12 Deus sabe o que precisamos das coisas materiais e não exige 10 porcento (dízimo) de nós.

2 Co 8:20 Paulo agia de um modo que pudesse evitar quaisquer acusações de cobiça ou mexericos.

2 Co 8:21 Vamos agir sempre de modo totalmente honesto diante do Senhor e diante das pessoas. Nossas palavras cairão em ouvidos surdos se outros virem que não somos honestos.

#337

A alma não está completamente restaurada antes que aquilo que tem levado a essas falhas seja julgado no coração. Normalmente será descoberto que é por haver a alma deixado a comunhão com Deus e feito a sua própria vontade.

2 CORÍNTIOS 9

2 Co 9:1-5 Esses crentes eram bem generosos no que davam.

2 Co 9:2 Seu zelo havia encorajado muitos a também serem generosos.

2 Co 9:6 Estamos agora semeando ao usarmos com fidelidade aquilo que o Senhor nos tem dado. E o tempo da colheita chegará quando o Senhor irá rever nossa vida e nos elogiará e recompensará por aquilo que foi feito ou dado a Ele.

2 Co 9:7 “Deus ama ao que dá com alegria”. Quão bom receber uma dádiva de alguém que a deu alegremente por amar você!

2 Co 9:11-12 Esta generosidade trazia “ações de graças a Deus”, o que é mencionado no final de cada versículo. Havia na realidade três benefícios; primeiro os Coríntios que davam tão generosamente iriam receber um galardão; segundo, aqueles que recebiam a dádiva seriam encorajados por ela; terceiro, o Senhor recebia o agradecimento!

2 Co 9:15 Um lembrete da mais maravilhosa e mais generosa dádiva de todas. Deus deu o Seu próprio Filho. Verdadeiramente um dom inefável.

#338

A presença de Deus dá um sentimento daquilo que o pecado é… então a alma reconhece que a vontade-própria tomou o lugar da comunhão com Deus.

2 CORÍNTIOS 10

2 Co 10:1-2 Alguns estavam dizendo que Paulo era “baixo” (ou humilde) quando estava com eles. É verdade que Paulo era dócil e gentio, pois ele era um seguidor do Senhor Jesus. Mas isso não significa que ele fazia vistas grossas para o pecado, ou que deixava passar despercebida a desobediência.

2 Co 10:5 O dócil e gentil apóstolo falando sobre a obediência à Palavra de Deus. Ele avisa com linguagem forte que nunca devemos permitir que nossos pensamentos ou raciocínios questionem a Palavra de Deus. Nos curvamos de boa vontade à Palavra e andamos e obediência a ela, como o próprio Cristo fez.

2 Co 10:6 A desobediência à Palavra de Deus nunca é tratada com leviandade. É completamente condenada, pois o Senhor nos tem dado o poder para obedecer à Sua Palavra.

2 Co 10:10 Repare na maneira rude como alguns dos crentes falavam de Paulo, “a presença do corpo é fraca, e a palavra desprezível.” E todavia ele os amava muito e tentava ajudá-los e pastoreá-los.

2 Co 10:17 Se ele tivesse se gloriado em si mesmo, teria sido ofendido pela zombaria deles, mas em lugar disso ele se gloriava no Senhor.

2 Co 10:18 Sejamos cuidadosos em servirmos e obedecermos em quietude, e deixemos elogie.

#339

Após a restauração existe um grande perigo de uma nova queda se a raiz do mal não tiver sido julgada.

2 CORÍNTIOS 11

2 Co 11:1-3 Paulo amava e desejava a bênção dos Coríntios! Ele queria que aqueles crentes fossem sinceros e fiéis ao seu Senhor. Mas ele sabia que Satanás havia enganado a Eva, de modo que Satanás iria tentar enganá-los.

2 Co 11:4 Falsos mestres já haviam se introduzido, e Paulo avisa para tomarem cuidado com eles.

2 Co 11:13-15 Avisos a respeito desses mestres, e o inimigo que eles representavam. “Ministros de Satanás”. Trata-se de uma linguagem forte mas é necessária. Há muitos hoje que vêm à nossa casa com más doutrinas. Eles agem como “anjos de luz” e carregam uma Bíblia com eles, e falam muito de Deus, mas negam a divindade do Senhor Jesus Cristo; negam que Ele é Deus Filho.

2 Co 11:21-29 Este relato nos deixa envergonhados, pois sentimos que sofremos pouco, se é que sofremos, pelo Senhor. Se permanecermos pela verdade da Palavra de Deus, seremos criticados, às vezes até por outros crentes.

2 Co 11:30 E agora vemos que ele não se gloria naquilo que havia sofrido, mas em suas fraquezas: isso magnificava o poder e a graça de Deus.

#340

Toda a recuperação está baseada no arrependimento.

2 CORÍNTIOS 12

2 Co 12:1-5 Paulo evita se gloriar em si mesmo, portanto fala nestes versículos de “um homem em Cristo”, todavia está se referindo a si próprio. O terceiro céu é a morada eterna de Deus, onde o crente irá viver para sempre. Está além de tudo o que já foi criado! Paulo não podia descrever, em palavras humanas, a experiência que passou ali.

2 Co 12:7 Havia o perigo de Paulo se orgulhar dessa experiência, por isso lhe foi dado uma aflição física, chamada aqui de “espinho na carne”.

2 Co 12:8-9 Paulo pediu a Senhor por 3 vezes que tirasse sua aflição, mas ele recebeu esta resposta. O Senhor disse que daria a Paulo a graça para suportar. Ele não promete remover todas as provas, mas Ele promete nos dar a habilidade de suportar o que Ele permite que passemos.

2 Co 12:9 “O poder de Cristo”. Esta é a única vez que esta expressão é encontrada na Bíblia. Pode ser um grande encorajamento para cada crente quando ele ou ela passar, com a permissão do Senhor, por uma doença ou dificuldade séria. Então, e só então, isto é prometido ser dado, “para que em mim habite o poder de Cristo”. Você está entendendo a mensagem?

2 Co 12:10 Paulo havia aprendido sua lição… “quando estou fraco, então sou forte”. Se confiamos em nossa própria força falhamos, mas se, em nossa fraqueza, nos apoiarmos em nosso Senhor, Ele nos dará a força que precisamos.

2 Co 12:15 Desejemos esse espírito de amor perdoador… não o buscar por amor, mas o demonstrar amor a todos.

#341

Existe entre nós pouco poder para restaurar porque há falta de espiritualidade e daquele amor que se importa com os membros de Cristo.

2 CORÍNTIOS 13

2 Co 13:1-3 Alguns diziam que não criam que ele fosse verdadeiramente um apóstolo.

2 Co 13:3 Eles pediam a Paulo uma prova.

2 Co 13:5 Sua resposta. “Examinai-vos a vós mesmos… estais salvos… por intermédio da pregação de quem fostes salvos?” Evidentemente eles teriam que admitir que havia sido por intermédio da pregação de Paulo, por isso ele diz, “Esta é vossa prova de que Cristo tem falado por meu intermédio”.

2 Co 13:11 Paulo não achou fácil escrever estas 2 cartas. Ele amava muito aqueles crentes, e foi doloroso para ele ter que adverti-los e corrigi-los. Agora que tinha terminado, ele fala de modo tão gentil, “Quanto ao mais, irmãos, regozijai-vos”. Se pertencemos a nosso Senhor Jesus somos verdadeiramente “irmãos” e podemos saudar alegremente uns aos outros deste modo. “Sede perfeitos” – ele não desejava nada menos para eles do que um seguir ao Senhor de modo sincero e fiel. “Sede consolados” – Ele sabia o que era ser consolado na tribulação, e ele queria que eles soubessem disso também. “Sede de um mesmo parecer, vivei em paz”. Desejamos isto?

#342

Se o anúncio de perdão traz gozo, há por que temer que a consciência não tenha sido despertada.

1 PEDRO 1, Vers. 1-8

Deus tem um diferente propósito para cada livro da Bíblia. Cada um é como uma jóia preciosa, com seus matizes próprios de cores vistas sobre um fundo do amor de Deus. Neste livro os crentes haviam sido Judeus, que foram dispersos por outras terras e estavam sofrendo por sua fé no Senhor Jesus. Nestas duas cartas, Pedro não lhes fala da maravilhosa posição celestial do crente, como faz Paulo. Ele lhes diz que eles são estrangeiros e peregrinos que sofrem na terra, e dirige seus pensamentos (e os nossos) para o céu.

1 Pd 1:2 Deus sabia de antemão quem iria crer no Senhor Jesus Cristo. É isso que significa “presciência”. A verdadeira vida Cristã é uma vida de obediência. A “aspersão do sangue de Jesus Cristo” significa que o crente permanece perfeitamente limpo diante de Deus pois foi lavado pelo sangue de Cristo.

1 Pd 1:3 Ele lhes diz que eles têm uma viva esperança baseada na ressurreição de Cristo, em contraste com uma vida sem esperança na terra, o que eles tinham quando eram Judeus não salvos.

1 Pd 1:4-final Eles possuem uma herança que nunca irá perecer, incorruptível, que não se desvanecerá, reservada no céu! E mesmo assim somos atraídos por algumas coisas tolas e passageiras aqui na terra!

1 Pd 1:5 O crente é guardado pelo poder de Deus. Ele possui uma salvação que já está pronta, e aguardando para lhe ser revelada.

1 Pd 1:6 Ele possui algo que o faz regozijar-se grandemente. Mas tem também provas e dificuldades, se precisar delas!

1 Pd 1:7 Estas coisas lhe acontecem para que aquilo que é real nele se transforme em louvor e honra e glória quando todo o mundo vir o Senhor Jesus. (Isso quando o Senhor surgir no final da tribulação e no começo do milênio). Se você se lembra de que Ele está vindo em breve para nós crentes, isto torna mais fácil suportar todas as dificuldades. Isto é, as dificuldades por sermos crentes.

1 Pd 1:8 Não apenas suportaremos, mas triunfaremos com um gozo que não pode ser explicado.

#343

Arrependimento não é salvação… mas não há salvação sem arrependimento.

1 PEDRO 1, Vers. 10-22

1 Pd 1:10-13 Ao longo de todo o Antigo Testamento, homens preocupados tentaram descobrir o segredo do Cristo que havia de vir. Até os profetas liam o que eles próprios haviam escrito, para tentar descobrir o significado das palavras sobre os sofrimentos de Cristo. Eles podiam entender que Aquele que vinha seria grande, mas não podiam entender a parte que falava de Seus sofrimentos. (Leia Lc 24:25 e 26, 44, 46). Até os anjos tentaram descobrir. Não é emocionante!

1 Pd 1:14-16 O crente possui uma nova vida para viver; ele deixa a velha vida para trás.

1 Pd 1:18-19 “Resgatados” significa “comprados de volta”. O Senhor Jesus nos comprou de volta para Deus. O custo foi Seu sangue precioso.

1 Pd 1:22 “Obediência” é mencionada pela terceira vez neste capítulo. Se obedecermos, iremos amar todos os outros crentes, pois eles são filhos de Deus.

#344

Não voltar a fazer é o mais genuíno arrependimento.

1 PEDRO 2, Vers. 1-7

1 Pd 2:1 O que provém de nossa nova vida. “Malícia” significa ter maus pensamentos sobre outros. “Engano” significa enganar ou ser ardiloso. “Fingimentos” significa fingir ser algo que não somos. “Invejas”, querer ser o que não somos. “Murmurações”, palavras ruins. Tudo isso deve sair de nossa vida, se pretendemos estar prontos para o próximo versículo.

1 Pd 2:2 Ter sede, (como têm os recém nascidos) do alimento espiritual, o leite da Palavra de Deus. É o único alimento para nossa nova vida em Cristo.

1 Pd 2:3 Nunca iremos achar a Bíblia atraente, a menos que tenhamos experimentado que o Senhor é bom.

1 Pd 2:4 Cristo é a Pedra viva. Os não salvos O rejeitam, mas Ele é precioso para Deus, e precioso para nós!

1 Pd 2:5 O versículo mais importante. Cada crente é também uma pedra viva. Porém mais que isso, cada crente é agora um sacerdote! Estamos capacitados a oferecer sacrifícios espirituais (não animais mortos como no Antigo Testamento) a Deus. Eles são aceitáveis a Deus por Jesus Cristo. Não precisamos de nenhum outro homem para estar entre Deus e nós (isto é, um sacerdote ou ministro).

1 Pd 2:7 Ele é precioso para você? Para um crente Ele deve ficar cada dia mais precioso.

#345

Com frequência a alma, ao buscar por gozo, não pode encontrá-lo; já que isso não poderia purificar ou abençoá-la; e para abençoar, Deus deve primeiro purificar. Quando esvaziados do eu, e buscando a Deus, encontramos gozo.

1 PEDRO 2, Vers. 8-25

1 Pd 2:8 Cristo é uma pedra sobre a qual aqueles que não crêem tropeçam. A última parte do versículo não significa que os crentes tenham sido escolhidos, mas significa que eles irão tropeçar sobre a Pedra que foi escolhida.

1 Pd 2:9 Se o versículo 7 for verdade a nosso respeito, então estaremos mostrando Sua atração em nossa vida.

1 Pd 2:11 Nossa velha natureza possui paixões egoístas, e aqui somos advertidos de que elas fazem guerra contra nossa alma; não devemos deixá-las nos controlar (Rm 6:11, 12).

1 Pd 2:13-21 Devemos obedecer às leis do governo. Se sofrermos com paciência por sermos crentes, estaremos fazendo bem e seremos recompensados mais tarde. Pois estamos apenas seguindo nas pegadas do Senhor Jesus.

1 Pd 2:21-25 Nossos olhos voltados para Ele como o exemplo perfeito.

#346

O gozo é tão característico do povo de Deus como a ausência dele é a marca dos sistemas humanos.

1 PEDRO 3

O gozo é tão característico do povo de Deus quanto a ausência dele o é dos sistemas humanos.

1 Pd 3:1-6 Estes versículos são particularmente para as esposas crentes cujos maridos não são salvos. “Sede sujeitas” vai além de “obedecer”. Trata-se do resultado de confiar em Deus, e descansar silenciosamente nEle. Então a esposa irá desejar se sujeitar ao seu marido. Se ela estiver desfrutando do Senhor em sua vida, o marido irá “lê-la” ao invés da Bíblia e será ganho para Cristo. Trata-se de uma promessa.

1 Pd 3:7 O marido crente deve demonstrar consideração para com sua esposa crente. São juntamente herdeiros do que Deus lhes dá.

1 Pd 3:8-9 Finalmente, uma mensagem para todos os crentes. Quão perto estamos desse padrão?

1 Pd 3:10-18 Cada capítulo traz alguma coisa sobre sofrimento. Precisamos lembrar que o desfrutar de nossas bênçãos nos chegará mediante a obediência e o sofrimento. E assim como Ele teve gozo, nós também teremos. Quando o sofrimento é mencionado, a recompensa também é.

1 Pd 3:19 O espírito daquelas pessoas que escutaram a pregação de Noé e não creram nele, estão agora em cadeias (aprisionadas e aguardando o juízo).

#347

A intimidade com Cristo manterá minha consciência desperta e meu coração feliz.

1 PEDRO 4

1 Pd 4:1-7 O sofrimento por ser crente é melhor explicado.

1 Pd 4:1 Se eu (minha velha vida, a carne) quero fazer alguma coisa, e vou adiante e a faço, minha velha vida, minha carne, desfruta disso. Mas se não faço, minha carne sofre, mas eu não peco.

1 Pd 4:4 O mundo não pode enxergar a alegria de ser crente. Mas temos um gozo do qual nada sabem.

1 Pd 4:8-19 A maneira como os crentes devem agir uns para com os outros.

1 Pd 4:8 “Amor” é outra palavra para “caridade”. O amor pelos outros crentes nos impede de fazermos coisas (pecados) que de outro modo teríamos feito.

1 Pd 4:11 Quando guiado por Deus, tudo na vida do crente vem de Deus.

1 Pd 4:12-19 Não devemos nos surpreender se nós, como crentes, sofrermos pelo nome de Cristo. Mas devemos associar nossos sofrimentos com aquilo que Ele sofreu quando aqui.

1 Pd 4:13 O pensamento da vinda do Senhor Jesus é o prêmio, e nos dá forças para seguirmos adiante.

1 Pd 4:15 Um crente nunca deveria sofrer como alguém que pratica o mal.

1 Pd 4:17-18 A “casa de Deus” é formada por todos os que “dizem” ser Cristãos, sejam eles crentes ou não. É bem melhor para um incrédulo dizer que ele não é Cristão do que dizer que é. Se já sofremos aqui na Terra, o que será para o incrédulo sofrer no inferno eternamente!

#348

Somos “chamados” a desfrutar do que está acima de nós e a herdar o que está abaixo de nós. A herança inclui todas as coisas criadas.

1 PEDRO 5

1 Pd 5:1-4 Os homens mais velhos deviam ser exemplos de vida Cristã. Pedro havia sido uma testemunha do sofrimento de Cristo, e estava para ser participante da glória vindoura.

1 Pd 5:4 As recompensas estão chegando!

1 Pd 5:7 Uma tradução mais precisa disto é – “Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, etc”. Não a pegue de volta!

1 Pd 5:8-9 Isso mostra o quanto o Senhor nos ama. Satanás nos odeia, e tentará desviar nossos pensamentos do Senhor.

1 Pd 5:10 Deus nos guardará até aquele dia! Quando pensamos nisto, devemos saber o que evitar neste mundo que O odeia.

#349

A única descrição biográfica que Jesus deu de Si próprio foi, “Sou manso e humilde de coração” (Mt 11:29).

2 PEDRO 1, Vers. 1-8

A segunda carta alerta principalmente contra aqueles que tentam fazer os verdadeiros crentes se desviarem de seguir ao Senhor. Hoje há muitos assim.

2 Pd 1:1-4 Isso é o que todo crente tem em Cristo. Leia cuidadosamente.

2 Pd 1:5 Nossa parte. Nossa responsabilidade (não para obtermos as bênçãos, mas porque as temos). O versículo 5 diz “e além disso” no sentido de “pelo mesmo motivo que temos as bênçãos” dos versículos 3 e 4, agora devemos viver nelas. Se não alimentamos a velha vida (a velha natureza) ela fica fraca. O amor (caridade) será uma parte importante de nossa vida.

#350

É o espírito, não a mente que guia uma pessoa para o lugar onde Jesus está. A manifestação celestial é tão grande que todas as outras influências se desvanecem. Lucas 2:8-16.

2 PEDRO 1, Vers. 9-21

2 Pd 1:9 Mas se estas coisas não fazem parte de nossa vida, então não podemos enxergar muito longe nas coisas de Deus. Olhamos para as coisas ao nosso redor.

2 Pd 1:11 Se formos crentes obedientes, então vamos ser felizes e estaremos aguardando para entrar no céu.

2 Pd 1:12-15 Pedro se alegrava em poder lembrá-los dessas coisas, mesmo que eles não as conhecessem. E precisamos ser lembrados disso vez após outra. Nos esquecemos logo.

2 Pd 1:17-18 A transfiguração do Senhor em Mt 17.

2 Pd 1:19 A transfiguração tornou as profecias do Antigo Testamento mais certas para os crentes. A estrela da manhã aparece antes que o dia amanheça. Nas Escrituras, o nascer do sol é o Senhor Jesus vindo em glória no princípio do milênio. Mas a estrela da manhã é o Senhor Jesus vindo para os crentes antes do milênio.

2 Pd 1:20-21 Não podemos tomar apenas uma parte das Escrituras – devemos juntar tudo para obter o significado completo. Nenhuma profecia é explicada por si só. Mas não se esqueça de que toda profecia tem a ver com este mundo.

#351

A manifestação celestial, e não a mente, foi o que moveu os sábios. Mt 2:1-11

2 PEDRO 2

Agora vêm os avisos contra os falsos mestres.

2 Pd 2:1 “O Senhor que os resgatou” não significa que eles sejam pessoas salvas, embora possam parecer que sejam, mas significa que o Senhor pagou o preço na cruz de modo que eles poderiam ser salvos se cressem. Meio confuso? Mt 13:44 e 45 pode ajudar. O Senhor Jesus “comprou” o mundo a fim de poder “redimir” algumas das pessoas que havia no mundo. Muitas pessoas seriam enganadas pelos falsos mestres.

2 Pd 2:3 Mas o castigo iria alcançá-los!

2 Pd 2:4-10 Exemplos de coisas similares no passado. Os anjos que pecaram continuam hoje acorrentados e aguardando pelo juízo. No dilúvio, os ímpios não foram poupados. Depois veio Sodoma e Gomorra. Pode ter parecido na ocasião que aquelas cidades permaneceriam para sempre, mas o juízo veio.

2 Pd 2:9 O Senhor sabe como livrar os Seus! Não precisamos nos preocupar.

2 Pd 2:12-22 Descrição dos homens em posições religiosas e de poder nos dias de hoje.

2 Pd 2:20 Eles não têm desculpa. Pois aqui nos diz que escutaram a verdade por si próprios, e a rejeitaram. Teria sido muito melhor se nunca a tivessem escutado.

2 Pd 2:22 O cão e a porca, animais impuros, mostram que essas pessoas não estão salvas.

#352

Não é por um homem ser letrado que ele é capaz de entrar nos pensamentos de Deus. Seja ele ignorante ou letrado, só existe uma maneira… para o olho enxergar o que se refere a Cristo. Onde quer que Cristo esteja firmemente fixado diante da alma, Ele Se torna a luz para a inteligência espiritual.

2 PEDRO 3

O capítulo de hoje é diferente. Essas pessoas estão olhando ao redor e achando que por tudo continuar parecendo estável e certo, vai ficar assim para sempre. E as pessoas hoje em dia estão dizendo e pensando o mesmo.

2 Pd 3:1-2 Doces sussurros de ternura para nós.

2 Pd 3:3-4 Os zombadores que não eram salvos, por tudo parecer estável, diziam que o Senhor nunca voltaria para mudar todas as coisas.

2 Pd 3:5-7 Deus lembra a eles (e a nós) que se esqueciam do dilúvio!

2 Pd 3:8 Coisas pequenas e grandes são iguais para o Senhor. Um dia é como mil anos para Ele.

2 Pd 3:9 O Senhor não está desatento para a Sua promessa de voltar. Ele aguarda pois não quer que alguém pereça.

2 Pd 3:10 Isto refere-se a vinda do Senhor para tirar os incrédulos. (Exatamente o contrário da primeira vinda).

2 Pd 3:11-18 Considerando que todas essas coisas passarão, que pessoas santas devemos ser!

2 Pd 3:17-18 Precisamos ser muito cuidadosos quanto a quem escutamos. Para crescermos em graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

#353

Aquele que busca conhecimento, com a idéia de escarnecer e censurar, vai encontrar assunto suficiente para seu deboche, mas nada para sua instrução. Um contraste é… “o conhecimento é algo fácil para o inteligente.” Pv 14:6.

JOSUÉ 1

Um lembrete. O Antigo Testamento nos dá figuras dos passos na vida do crente. Primeiro passo… salvação. Então separação do mundo… depois adoração… depois serviço, e agora Josué, guerra. Josué substituiu Moisés como líder. Houve poucas batalhas no deserto, mas agora será uma após a outra “na terra”. Josué estava guiando o povo para conquistar toda a terra. Deus havia prometido dar a eles a terra, portanto agora eles têm que tomar posse dela. Repare cuidadosamente o texto do versículo 3. Não diz “Eu vos darei”. Para nós hoje, a “terra prometida” não é tanto o céu, mas a bênçãos celestiais que já temos enquanto estamos na Terra. O livro de Josué é uma figura, uma ilustração, um tipo do livro de Efésios. Os “lugares celestiais” (Ef 1:3) são a nossa Canaã, na qual entramos quando aceitamos a Cristo como Salvador. À medida que desfrutamos de nossas ricas bênçãos entendemos que elas significam guerra contra Satanás, aqueles que nos priva de nosso gozo se não quisermos resistir a ele. Tg 4:7.

Trata-se de uma batalha! Satanás fará tudo o que estiver ao seu alcance para impedir você de entender isto.

Js 1:1-9 O nome “Josué” significa “Jeová o Salvador”. É o mesmo nome que “Jesus” no Novo Testamento. Cristo é nosso Líder nas batalhas para defesa da verdade. Ef 6:11.

Js 1:10-15 A preparação para as batalhas que virão! “Comida” – versículo 11, fala da comida que eles iriam precisar durante os dias difíceis. (Cristo, através da Palavra de Deus, é a comida para nós Cristãos, – Jo 6:35). “Armados”, no versículo 14, significa que eles deviam seguir “em tropas”, ou de um modo bem ordenado. Veja o final de 1 Co 14:40.

Js 1:16-18 Que respeito tinham por seu líder! Será que nós Cristãos somos reverentes para com Cristo?

#354

Se um homem não tiver uma mente espiritual, não poderá entender coisa alguma; mas a mente é apenas o vaso… não o poder. O poder é o Espírito Santo agindo no vaso e através dele, mas deve ser o próprio Espírito Santo a encher a alma. “Serão todos ensinados por Deus.” Jo 6:45

JOSUÉ 2

Js 2:1-11 Quão parecidos conosco eram aquelas pessoas do Antigo Testamento! A fé de Josué não é forte, por isso ele envia espiões ao invés de simplesmente seguir adiante firmado na certeza da Palavra de Jeová (cap. 1:1-6). Raabe, uma mulher imoral volta-se para Jeová pela fé, (mas ela não é sincera para com seus conterrâneos).

Js 2:12-21 Embora Raabe não tivesse sido tão direita quanto deveria, foi a sua fé pessoal em Deus que fez com que desejasse abandonar seu povo e ajudasse Israel.

Js 2:21 Demonstra que ela imediatamente colocou o “símbolo” ou sinal que demonstrava de que lado ela e sua família estavam. E nós e nossos lares – está claro quanto a que lado estamos?

Js 2:22-24 Foi a fraqueza da fé de Israel que fez com que enviassem os espias. Foi a maravilhosa graça de Jeová que deu aos espias a evidência que buscavam, encorajando-os. Raabe, por sua fé em Deus, mais tarde passou a fazer parte da família de Israel, casou-se com Salmon, e se tornou parte da linhagem real, da qual nasceu Jesus anos mais tarde – Mt 1:5. Ela é também mencionada em Hb 11:31 e Tg 2:25, e nenhuma das passagens esconde o que ela tinha sido antes, mas fala de sua fé e de suas obras.

#355

O gênio da civilização moderna, se deixado livre para seguir seu curso de perfeição, levará a humanidade ao ponto em que terão tudo com que viver, e nada para se viver. Toda forma de conforto material estará ao alcance da mão para satisfazer as necessidades físicas do homem. Mas a sociedade terá perdido sua alma, seu senso de objetivo e o próprio sentido da existência.

JOSUÉ 3

Js 3:1-6 As pessoas comandadas por Josué são obedientes e reverentes para com a arca – (uma figura da presença do Senhor). Deus tinha seu lugar de direito como cabeça, guiando-os. Na assembléia Cristã Cristo é nosso Cabeça.

Js 3:7-17 É prometida a vitória certa. Mais um passo de fé. Os crentes não apenas podem dizer que “Cristo morreu por nós” (cuja figura está nos Israelitas cruzando o Mar Vermelho no livro de Êxodo), mas o crente pode dizer também “Estou crucificado com Cristo” (representado na travessia do rio Jordão).

#356

Sectarismo é o interesse de se ter um pequeno círculo de pessoas em torno de si… que é a praga mais comum do coração humano.

JOSUÉ 4

Js 4:1-11 Um monumento que as pessoas pudessem ver estava na terra seca, e um que eles não podiam ver estava sob as águas do Rio Jordão. Um para recordação deles e outro para a recordação do Senhor.

Js 4:12-18 Todos se moviam apenas quando Josué dava a ordem vinda do Senhor. Como crentes não temos o direito de exercer nossos pensamentos em qualquer medida – 2 Co 10:5. Ao contrário, precisamos prestar atenção aos pensamentos de Deus em Sua Palavra. O Espírito Santo é o Professor! Jo 16:13. Ele ensinará a cada um de nós as mesmas coisas, se desejarmos ser obedientes. Não há lugar para opiniões. 1 Co 1:10.

Js 4:19-24 Gilgal era o lugar desse monumento, que sempre recordaria os Israelitas do poder de Jeová que estava do lado deles. Eles não tinham poder em si mesmos. A mão do Senhor era poderosa. Não foi por qualquer confiança em si próprios que chegaram a Gilgal. Fp 3:3 seria o Gilgal do Cristão (que significa “morte para a carne”).

#357

Uma pessoa que use de sofismas, é um argumentador que usa deliberadamente falácias que ajudem no seu caso.

JOSUÉ 5, Vers. 1-9

Js 5:1-9 Agora tinham que usar facas afiadas em si próprios. Era doloroso, mas muito necessário se quisessem realmente ganhar a terra prometida (veja Gn 17:1-11). Era a outra parte do significado de “Gilgal” para eles. Os Egípcios não eram circuncidados. Deus queria que o Seu povo fosse um povo separado. A circuncisão é uma figura da separação da carne e do mundo. Deus quer que eles sejam cortados de qualquer conexão com o Egito. Será que nós Cristãos já aprendemos o que o apóstolo Paulo disse de si próprio em Rm 7:18? Os incrédulos têm o “eu” como seu único centro. Os Cristãos devem ter a Cristo como o Centro de suas vidas. Sua entrada na terra tinha que passar pelo Jordão, uma figura de nossa morte espiritual com Cristo. Em segundo lugar, a circuncisão é uma figura da morte para a carne. Estas duas figuras formam a verdade fundamental para entrarmos na compreensão e no desfrutar completo de nossa presente posição em Cristo. Leia Ef 2:13-22.

#358

Satanás afeta a mente do homem por meio do ensino… o corpo do homem por meio da cura… a alma do homem por meio da religião pagã.

JOSUÉ 5, Vers. 10-15

Js 5:10-12 O maná era a comida que tiveram vinda de Jeová por todo o deserto. Nas tribulações e nos problemas da vida diária do crente, podemos pensar do Senhor Jesus como o Homem que compreende, Se simpatiza, e Se importa (Jesus, nosso “Maná”). Mas agora Israel não vai mais receber o maná. Ao invés disso, uma nova comida… o fruto da terra. O grão armazenado da colheita do ano anterior. (Um Cristo glorificado voltou para o lugar de onde tinha vindo.) Isto é maravilhosamente tipificado no “fruto da terra”. Cristo estava na glória em uma eternidade passada e agora voltou, mas desta vez como um Homem. Ele é o primeiro Homem a entrar no céu e é a única Pessoa ressuscitada ali no momento, (até o arrebatamento). Esse era o alimento que os tornaria fortes. Haviam batalhas por vir. Os crentes agora descobrem que a oposição começa vinda dos incrédulos e crentes mundanos. Começam as “batalhas”.

Js 5:13-15 Uma lição mais adiantada para Josué, o líder! Ele próprio tinha um “Líder” também.

#359

Questionar só nos torna mais voluntariosos que nunca.

JOSUÉ 6, Vers. 1-14

Js 6:1-5 Jericó era a primeira grande cidade da terra que eles iriam conquistar. É uma figura do mundo que está totalmente contra Deus e sob o controle de Satanás, o deus do mundo (2 Co 4:4). A maneira como a cidade é tomada mostra claramente que o poder para subjugá-la vinha todo de Deus.

Js 6:2 Poderia Josué jamais duvidar que iriam tomar a cidade! Nós crentes hoje podemos ter a mesma confiança que teve Josué quando lemos Ef 1:1-14. Nos foram dadas todas as bênçãos possíveis, no próprio céu. Mas será que estamos desfrutando delas e vivendo essas bênçãos. Josué creu e obedeceu. Ele fez exatamente o que Deus disse a ele para fazer. E lemos dos resultados no final do capítulo. Será que isso é o que acontece em nossa vida?

Js 6:6-14 Não era por ser um exército bom e poderoso, ou por causa de suas habilidades de combate, mas por causa do poder de Deus agindo por eles. Eles agiram em simples obediência.

#360

Com frequência nossas próprias opiniões obscurecem o conselho por palavras sem conhecimento. Jó 38:2

JOSUÉ 6, Vers. 15-23

Js 6:15-16 A palavra “sete” (ou “sétimo”) aparece quatro vezes aqui. Aquele número tinha um significado especial nas Escrituras… significa que algo está completo. Na maioria das vezes algo de bom, mas às vezes algo de mal ou ruim. Aqui está a vitória para Israel, mas morte para as pessoas de Jericó. Foi ordenado aos Israelitas que gritassem. Veja por que.

Js 6:17-19 As palavras “anátema” ou “maldito” são usadas quatro vezes no original (quatro é universal). Jericó é realmente uma figura do mundo todo perdido no pecado e sob a sentença de morte, aguardando pelo castigo (juízo) que cairá sobre ele. As pessoas foram instruídas a não tocarem em qualquer coisa da cidade, exceto que toda a prata, ouro, vasos de bronze e ferro deviam ser colocados no tesouro para o Senhor. Lembre-se disso quando ler o próximo capítulo.

Js 6:20-27 Tudo isso aconteceu! Assim como o Senhor disse que aconteceria, nos versículos 2 e 5. Do mesmo modo o juízo de Deus será lançado sobre todo este mundo ímpio (2 Pd 3:10), MORTE.

Js 6:22-23 Que contraste! Uma mulher tinha uma mensagem maravilhosa a dizer que “qualquer” (2:19) que entrasse em sua casa seria salvo! Tudo isso aconteceu! Assim como o Senhor havia dito que aconteceria! Você não fica emocionado por ser um dos que estavam “dentro”? VIDA.

#361

Nossa mente espiritual possui a capacidade de absorver informação somente quando está pronta a aceitá-la.

JOSUÉ 7, Vers. 1-15

Js 7:1-5 Há alguns Cristãos que dizem que o que os outros crentes fazem não afeta a eles. Que cada um deve cuidar de si mesmo. Mas este capítulo mostra que até nos tempos do Antigo Testamento, o pecado de um homem afetava todo o arraial de Israel (veja 1 Co 5 para ver um capítulo do Novo Testamento que mostra a mesma coisa).

Js 7:6-15 Primeiro é colocada a culpa no Senhor, e a reclamação pelo que perderam. Não tinham visto que neles havia orgulho e auto-piedade! Após terem conquistado uma grande vitória no capítulo anterior, vem agora uma derrota. Repare que não houve um pedido de direção a Deus; tudo parecia fácil… uma pequena cidade a ser conquistada, portanto bastava enviar uma pequena companhia de soldados. Simples. (Não é o que também acontece conosco? Nos esquecemos de nossa completa dependência do Senhor a cada dia, e qual o resultado!) Mas então aparece o segredo de terem sido derrotados.

Js 7:11 Embora neste versículo pareça que todos eles tenham pecado, repare as 5 vezes que uma palavra similar é usada… Você pode encontrá-la?

Js 7:12-15 Deus está nos mostrando que todos os crentes são “um corpo”. (1 Co 12:13). Nosso comportamento individual afeta os outros crentes.

#362

O ataque ao caráter pessoal de algum oponente mais culto é a última defesa de um homem provado de argumentos válidos.

JOSUÉ 7, Vers. 16-26

O modo de Deus era fazer com que cada Israelita sentisse que ele pudesse ser a pessoa culpada (Leia Mt 26:21,22). Só então todos eles podiam se juntar para identificar o culpado. O arraial inteiro é reunido. Imagine o silêncio que se fez quando começou a ser fechado o cerco.

Js 7:18 Um homem.

Js 7:19-20 Repare contra quem ele disse haver pecado.

Js 7:21 Repare nos três passos que ele deu – “Vi”, “Cobicei”, “Tomei”. E então, “Escondi”. Um pecado leva a outro!

Js 7:22 Eles correram para verificar tudo, e ali estava.

Js 7:24-26 Por que tomar toda a família? Porque ele tinha que cavar um grande buraco no solo no meio da tenda deles; todos deviam saber o que o pai estava fazendo ali. Toda a família foi envolvida. Que exemplo terrível para seus filhos seguirem! Que responsabilidade a dele! Que ruína para toda a sua família! Somos cuidadosos na maneira como estamos criando nossos filhos para o Senhor?

#363

O conhecimento intelectual me eleva… o conhecimento do coração me humilha.

JOSUÉ 8

Js 8:1-2 Na leitura de ontem, Josué havia seguido adiante sem a direção do Senhor, e o resultado foi um desastre (cap. 7:2-5). Agora que Josué e o povo foram humilhados quanto a sua condição, e julgaram o mal que havia entre eles, o Senhor os encoraja a tomar Ai pelo Seu poder operando por eles.

Js 8:10 Josué foi cuidadoso também, pois a palavra “escolheu” significa que ele “examinou” todos cedo de manhã.

Js 8:13, 18-19 Várias companhias de Israelitas, com Josué no meio deles, todos guiados pelo Senhor e agindo juntos. Que bela figura do que os Cristãos deveriam ser hoje!

Js 8:24-29 A obediência traz vitória.

Js 8:30-32 A vitória se torna em adoração.

Js 8:33-35 A adoração leva ao anseio de escutar toda a Palavra de Deus.

#364

Se alguém é legalista, ele espera receber algo por seu sofrimento.

JOSUÉ 9

Js 9:1-2 Acaso o final feliz do capítulo 8 leva a uma vida fácil e confortável? Muito pelo contrário, pois Satanás só fica mais furioso e até arranja inimigos para se unirem contra o povo de Deus. Satanás muda suas táticas. O capítulo 7 foi um ataque de Satanás vindo de dentro da congregação, de seus desejos; hoje seu ardil vem de fora. Não é à toa que temos que vigiar de noite e de dia contra Satanás.

Js 9:3-15 Gibeom estava a apenas algumas milhas de Ai e menos que um dia de jornada (53 quilômetros) de Gilgal. Aquelas pessoas eram sorrateiras e procuravam se proteger. Eles não se importavam com o Senhor, apenas usavam o Seu nome no versículo 9 para causar uma boa impressão. Josué e os outros líderes de Israel estavam intranqüilos – versículos 7-8, mas foram induzidos ao erro pela história inventada. A decisão do versículo 15 é uma decisão errada por causa do versículo 14. É esta a causa de muitos dos erros que nós crentes cometemos. Confiança própria e nenhuma oração.

Js 9:16 Bastaria ter aguardado um pouco na presença do Senhor para terem tudo esclarecido.

Js 9:17-21 Os líderes certamente haviam cometido um erro, mas o restante do povo agora aumenta o problema ao apontarem faltas em seus líderes ao invés de entenderem que eles (a congregação) teria agido da mesma forma errada se fossem eles os líderes.

Js 9:27 Repare nas últimas 18 palavras. Agora leia Dt 12:5-13. Nem Moisés nem Josué sabiam onde era aquele lugar ou o que se tornaria… Jerusalém, o lugar permanente de Deus (no Antigo Testamento) onde Ele iria colocar o Seu nome. Deus sempre possui um só centro! Leia 1 Rs 11:36. Continuamos a ser dirigidos para o único Centro de Deus… Cristo. Lembre-se deste versículo, pois o primeiro versículo que iremos ler amanhã, se Deus quiser, tem o mesmo nome daquele lugar, que não seria possuído por Israel nos próximos 400 anos!

#365

As opiniões são nossas, e não deveríamos nos agarrar a elas com muita força. A verdade é divina e por ela vale a pena viver e morrer.

JOSUÉ 10

Js 10:1 Existe o lugar! Agora, pare um minuto para ler 1 Rs 14:21 e veja as mesmas palavras como as lemos no último versículo do capítulo de ontem. Depois leia 2 Sm 5:6, 7 para conhecer os fatos históricos.

Js 10:6 Os homens de Gibeão haviam professado a Deus, portanto agora, quando estão para ser atacados por cinco reis, chamam por Israel para ajudá-los.

Js 10:7-15 Josué obtém conforto, força e certeza diretamente do Senhor. Em graça o Senhor não apenas ganha a batalha por Israel, mas efetua um poderoso milagre com o sol e a lua!

Js 10:16-42 Aqueles que se opõem a Deus, após terem ouvido falar dEle e de Seu poder, devem sofrer as conseqüências cedo ou tarde. Aquelas pessoas, com seus reis, não tinham que ser destruídas (Raabe e os Gibeonitas são um exemplo daqueles que escutaram o aviso de Deus e foram poupados). O mesmo acontece hoje.

Js 10:43 Você se lembra por que este era um bom lugar para o qual deviam voltar? Se não, volte aos capítulos quatro e cinco, lendo os comentários.

#366

O cristianismo torna eloqüente a mente mais pobre.

JOSUÉ 11

Js 11:1-14 Muitas nações escutam agora desse estranho exército invasor com coisas sobre-humanas ocorrendo (como o sol e a lua parando no céu durante todo um dia). Assim um rei persuade a todos para que se unam a fim de se livrarem desse estranho exército. Mas eles não sabiam que o Senhor dirigia aqueles invasores! O Senhor é mencionado quatro vezes. Repare (vers. 12) que eles estão fazendo exatamente o que Moisés havia ordenado que Josué fizesse (Dt 20:17).

Js 11:15 Que coisa grandiosa para se dizer! Estamos nós seguindo fielmente a Palavra de Deus? At 2:42; 2Tm 2:2.

Js 11:16-23 A fidelidade em seguir a direção do Senhor traz vitória após vitória “por muito tempo” – vers. 18, e leva ao descanso da guerra quando os propósitos de Deus estão cumpridos. Nós Cristãos sabemos de Hb 4:9-10 que nosso “descanso” das batalhas espirituais só acontecerá quando formos levados para estar com Cristo no céu.

Js 11:20 Isso porque aqueles estes inimigos não iriam se sujeitar a Deus que é o dono do mundo e de tudo o que nele há. Leia Dn 4:17 e At 17:26. Repare bem na última sequência. Este capítulo é o final da primeira parte do livro inteiro. Josué, até este ponto, tem sido uma figura, para nós crentes, de Cristo conquistando a grande vitória sobre Satanás na cruz e nos introduz em TODAS as bênçãos que nos pertencem. A paz se segue às vitórias. O que depende de Cristo sempre prevalece; o que depende de nós revela a nossa própria fraqueza.

#367

A sabedoria de Deus nos conduz no caminho da vontade de Deus.

JOSUÉ 12

Este capítulo descreve as vitórias que Deus lhes concede, 33 reis e suas possessões foram conquistados. Todos os inimigos foram vencidos.

Js 12:1-6 Descreve os dois no lado Leste (deserto) do Rio Jordão.

Js 12:7-24 O restante do capítulo nos fala dos 31 reis na terra de Canaã (Israel atual), a parte principal “da terra”.

Js 12:8 Seis lugares, como seis experiências na vida do Cristão… a sétima está por vir… com CRISTO no CÉU. Mas enquanto isso, temos que lutar contra a sutil oposição de Satanás (Ef 6:12, 2Tm 3:1-5). Deus, hoje, está permitindo que o engano de Satanás aumente. Possamos ser vencedores, não apenas contra o mal moral, mas (o que é pior) contra o mal e os ensinos errados no que concerne as Escrituras.

#368

Se alguém fala de separação do mal, sem estar humilhado, é melhor que se cuide, ou sua posição se tornará simplesmente algo que em todas as épocas tem dado origem às seitas e gerado heresia doutrinária.

JOSUÉ 13

Js 13:1 Em 11:23 lemos que eles “tomaram” toda a terra. Aqui diz que precisavam “possuí-la”. Podemos conhecer alguma verdade das Escrituras, mas só passamos a vivê-la… quando a “possuímos”.

Js 13:6-7 Assim como nenhuma tribo recebeu toda a terra, agora nenhum crente pode dizer que entenda toda a verdade de Deus. É por isso que Deus deu a nós Cristãos versículo como Romanos 12:3-8, 1 Co 12:4-27, Ef 4:15-16. Você está “possuindo” a verdade? Só “possuímos” alguma verdade das Escrituras quando a estamos VIVENDO. Pare um minuto para ler Lucas 8:18. “Aquele que tem”, significa que só tenho quando estou vivendo aquilo que já sei. Então o Senhor vai me ensinar mais.

Js 13:13 Deus é cuidadoso em nos dizer que Israel não expulsou principalmente duas nações. Cerca de 400 anos mais tarde, o grande rei Davi casou-se com a filha do rei de Gesur (2 Sm 3:3). Quem foi o filho deles? O ímpio Absalão! Deus é misericordioso, mas Ele nos diz que se não nos separamos daquilo que Ele nos avisa para nos separarmos, há um preço a ser pago por isso – Gl 5:7.

Js 13:22 Você se lembra de Balaão? Ele conseguiu fazer com que os Israelitas se casassem com essas pessoas. Nm 31:16. Aqui lemos do seu fim.

Js 13:33 Uma tribo que não podia chamar nenhuma terra como sendo sua, mas isso não era por causa da sua infidelidade, mas era resultado dos anos de fidelidade que haviam tido (Ex 32:25-29, Nm 8:5-19). Repare cuidadosamente Quem era a sua herança! Valorizamos a Cristo acima de todas as coisas desta vida?

#369

Quanto mais separado você estiver do mal, mais irá senti-lo.

JOSUÉ 14

Js 14:1-5 As nove tribos e meia herdam a terra em conformidade com os mandamentos do Senhor. Uma herança é algo separado no futuro para uma pessoa em particular. Os pensamentos de Deus não estavam na parte leste do Jordão, mas no lado oeste do rio. Repare que a palavra “herança” está escrita em itálico em algumas versões, pois foi acrescentada pelos tradutores em 13:15, 24, 29. Elas não se encontram no original.

Js 14:6-15 Um dos homens fiéis de Deus! Por causa do fracasso de Israel, ele teve que andar com eles por metade de sua vida (40 anos no deserto) antes de receber aquilo que lhe foi prometido. Ele seguiu adiante pela fé no Senhor. Aqui ele obtém o “bom testemunho” do qual Deus nos fala em Hebreus 11:1-2, e possui Hebrom (que significa “comunhão”) para si próprio. Calebe e Josué, pela sua fidelidade, são os dois únicos indivíduos que receberam um pedaço pessoal da terra de Israel! (14:13).