Diário do Cristão para a Terça-Feira

Números nas Escrituras: Nº 2

O número dois marca o testemunho adequado. A primeira menção deste número na Bíblia está relacionada com a criação. “E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite” (Gênesis 1:16). 
Estas são as duas grandes testemunhas de Deus nos céus. Duas testemunhas eram necessárias quando haviam acusações, ou em questões de disciplina e administração. “Uma só testemunha não poderá levantar-se contra alguém por causa de qualquer iniquidade, ou por causa de qualquer pecado que cometer; pela boca de duas ou três testemunhas se estabelecerá o fato”, (Deuteronômio 19:15). 
Isto é repetido no Novo Testamento pelo apóstolo Paulo, em relação a assuntos que surgiam e precisavam ser tratados pelos crentes em Corinto: “Pela boca de duas ou três testemunhas toda palavra será estabelecida” (2 Coríntios 13: 1). A palavra de Deus e seu juramento mostram a imutabilidade de Seu conselho. “Pelo que, querendo Deus mostrar mais abundantemente a imutabilidade do seu conselho aos herdeiros da promessa, se interpôs com juramento, para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta” (Hebreus 6:17-18).

Baseado nos textos de Jim Hyland
(este e todos os outros textos e materiais podem ser compartilhados livremente)

Compartilhe...