Diário do Cristão para a Quinta-Feira

A Encarnação — Parte 2

“O Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus” (Lucas 1:35).

Se o Senhor Jesus, o eterno Filho de Deus, não tivesse se feito um homem e vindo a essa terra amaldiçoada pelo pecado, não haveria sacrifício sem pecado para pagar a pena de morte pelos pecados que separam o homem de Deus. Não haveria ressurreição após a morte para a gloriosa presença de Deus.

Porque Ele veio, temos acesso ao Pai através do Filho. A punição por nossos pecados foi paga pelo Único qualificado para fazê-lo. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).

Lembre-se também que, porque Ele veio, temos também um modelo pelo qual viver. “De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz” (Filipenses 2:5-8).

Compartilhe...