Conforto das Escrituras para o Sábado

“Ao Senhor, nosso Deus, pertencem a misericórdia, e o perdão; pois nos rebelamos contra ele” [1]

Quão grandiosas são as ternas misericórdias de nosso Deus. “Misericordioso e piedoso é o Senhor; longânimo e grande em benignidade” [2]. Quão diferente de nós é Ele. Nós, em nossas relações uns com os outros, somos propensos a ser indelicados, rápidos em irar-nos, e de pouca misericórdia. Mas Ele nos chama, a nós que O conhecemos, para manifestar Seu caráter. “Sede, pois, misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso” [3]. A Ele “pertencem a misericórdia, e o perdão” [1]. Assim, “sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; e andai em amor” [4]. Que não seja dito de nós: “Não se lembraram da multidão das tuas misericórdias” [5], mas sim: “Não te desamparem a benignidade e a fidelidade; ata-as ao teu pescoço; escreve-as na tábua do teu coração” [6]. Que a segurança de Suas ternas misericórdias conforte nossos corações. Ele “te coroa de benignidade e de misericórdia… Não nos tratou segundo os nossos pecados, nem nos recompensou segundo as nossas iniquidades. Pois assim como o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem” [7, 8].

Misericordioso e gracioso, cheio de compaixão,
E também justo e santo é nosso Deus,
Tratando conosco em ternura e bondade,
Nunca esquecendo Sua graça e Seu amor.

[1] Daniel 9:9; [2] Salmo 103:8; [3] Lucas 6:36; [4] Efésios 5:1‑2; [5] Salmo 106:7; [6] Provérbios 3:3; [7] Salmo 103:4; [8] Salmo 103:10-11

Compartilhe...