Conforto das Escrituras para o Domingo

“Guarda com toda a diligência o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida” [1]

Aquilo que de nossas vidas resulta vem de nossos corações, pois “do que há em abundância no coração, disso fala a boca. O homem bom, do seu bom tesouro tira coisas boas, e o homem mau do mau tesouro tira coisas más” [2]. Quanto à nossa salvação, somos “pelo poder de Deus… guardados, mediante a fé, para a salvação que está preparada para se revelar no último tempo” [3], e somos “guardados (preservados) em Jesus Cristo” [4]. Mas somos pessoalmente responsáveis por guardar nossas vidas diárias, e por guardar as ações de nossas almas. Assim nos é dito: “Guarda com toda a diligência o teu coração” [1] e “conservai-vos no amor de Deus” [5]. Além disso, nos é dito: “Guarda a tua língua do mal, e os teus lábios de falarem dolosamente” [6] e “Conserva-te a ti mesmo puro” [7]. E mais ainda, “guarda o bom depósito com o auxílio do Espírito Santo, que habita em nós” [8], pois somente o Espírito Santo pode nos capacitar a manter e guardar todas essas coisas das quais a Palavra de Deus nos fala, pois é guardando a Palavra que somos assim capacitados. “Bem-aventurados os que ouvem a palavra de Deus, e a observam” [9]. “Pela palavra dos teus lábios eu me tenho guardado dos caminhos do homem violento” [10]. “Os que sofrem segundo a vontade de Deus confiem as suas almas ao fiel Criador, praticando o bem” [11].

Guarda teus lábios e teus pés a cada dia,
Guarde-os para a glória de Deus,
Que é fiel para cingir e guiar,
Pelas promessas de Sua Palavra.

[1] Provérbios 4:23; [2] Mateus 12:34-35; [3] 1 Pedro 1:5; [4] Judas 1; [5] Judas 21; [6] Salmo 34:13; [7] 1 Timóteo 5:22; [8] 2 Timóteo 1:14; [9] Lucas 11:28; [10] Salmo 17:4; [11] 1 Pedro 4:19

Compartilhe...