Conforto das Escrituras para a Segunda-Feira

“Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína” [1]

“Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores” [2]. “Quem amar o dinheiro jamais dele se fartará; e quem amar a abundância nunca se fartará da renda; também isto é vaidade” [3]. Uma das marcas dos “últimos dias” com seus “tempos trabalhosos” é que “haverá homens… avarentos” [4], isto é, amantes da dinheiro. Deus alerta Seus filhos contra tal avareza e amor à renda. “Se as vossas riquezas aumentam, não ponhais nelas o coração” [5]. “Não te fatigues para seres rico; dá de mão à tua própria sabedoria: Fitando tu os olhos nas riquezas, elas se vão; pois fazem para si asas, como a águia, voam para o céu” [6]. “Era isto ocasião para receberes prata e roupa?” [7] Pois “o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus, permanece para sempre” [8]. “Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas” [9].

As coisas da terra não satisfazem;
Apenas pedem por mais e mais,
E aquele que tem somente tais coisas
É de todos os homens o mais pobre.

[1] 1 Timóteo 6:9; [2] 1 Timóteo 6:10; [3] Eclesiastes 5:10; [4] 2 Timóteo 3: 1-2; [5] Salmos 62:10; [6] Provérbios 23:4-5; [7] 2 Reis 5:26; [8] 1 João 2:17; [9] 1 Timóteo 6:11

Compartilhe...