Conforto das Escrituras para a Quinta-Feira

“Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.” [1]

Está claro em nosso texto que “os frutos de justiça… são por Jesus Cristo” [1], e por Ele somente. Ele disse: “Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer” [2]. Deve haver comunhão contínua com Ele se quisermos gerar “o fruto do Espírito [que] é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança” [3]. E esse deleite no Senhor que traz frutos em nossas vidas vem de nosso deleite em Sua Palavra. “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará” [4]. Pois “bendito o homem que confia no Senhor, e cuja confiança é o Senhor. Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor… nem deixa de dar fruto” [5].

Quero dar fruto para Sua glória;
Quero andar com Ele dia a dia;
Quero sempre anunciar Seu louvor,
Para aqueles que o Senhor coloca em meu caminho.

[1] Filipenses 1:11; [2] João 15:5; [3] Gálatas 5:22‑23; [4] Salmo 1:1‑3; [5] Jeremias 17:7‑8

Compartilhe...