Gênesis 5:1-20

(recomendamos que leia esse trecho em sua Bíblia antes de prosseguir)

Após o fracasso da descendência de Caim, é como se Deus começasse novamente a história do homem desde o início (versículos 1 e 2). Temos aqui a série de nomes que formam o que tem sido chamado ao longo dos tempos de “o fio de ouro da fé”, que levará ao Messias, a “semente da mulher” prometida após a queda.
 
Nesta família não se vê muita atividade como na de Caim. Os passos do homem de Deus sobre a terra dificilmente deixam um rastro. Ele não contribui muito para o progresso do mundo e a história não tem muito a dizer sobre ele. Ele nasce, vive, tem filhos e morre. Sim, a morte está lá, consequência do pecado, e o pequeno resumo da longa vida de cada um desses patriarcas termina com as implacáveis palavras, “e morreu”.
 
Satanás, o mentiroso, declarou em Gênesis 3:4, “Certamente não morrereis”, mas Deus ordenou, “em pó te tornarás” (Gênesis 3:19). O capítulo 5 nos traz a solene confirmação disso. No entanto, Adão e seus primeiros descendentes atingiram idades extraordinárias. Deus permitiu isso para que, antes da existência das Escrituras, a verdade fosse transmitida oralmente por alguns poucos intermediários tanto quanto possível. Havia apenas sete entre Adão e Moisés.
 
Compare o versículo 1 do nosso capítulo com com Mateus 1:1. Gênesis 5 é um registro dos descendentes caídos do primeiro Adão, enquanto Mateus nos apresenta o livro das gerações de Jesus Cristo. Adão e Cristo são as duas cabeças. Nascemos na descendência da primeira; mas precisamos nascer de novo (João 3:7) na segunda. Por intermédio de Adão nós morremos, por intermédio de Cristo somos trazidos à vida (Romanos 5:21). A qual família você pertence?

Por oito vezes neste capítulo lemos, “e morreu”. Mas há um homem que nunca morreu. O que é falado a seu respeito? Um dia destes o Senhor Jesus voltará nos ares, e chamará cada crente para fora deste mundo. Todo aquele que não crê será deixado aqui. Enoque é uma figura de todos os crentes que serão arrebatados para encontrar o Senhor nos ares sem terem morrido (1 Tessalonicenses 4:16-18).

Texto baseado em diversos autores que se reuniam apenas ao Nome do Senhor no século XIX e XX

Compartilhe...