Diário do Cristão para a Terça-Feira

Roubado

Quando eu era adolescente, minha carteira foi roubada. Vários de nós, jovens, fomos ao mar nadar em uma tarde de verão. Sem pensar, deixamos nossas roupas, com nossas carteiras nos bolsos, no banco da van que estávamos dirigindo. Mais tarde voltamos e vimos que alguém tinha jogado uma pedra na janela do passageiro, destravado o veículo e levado nossos objetos de valor.

Alguns dias depois, recebi o seguinte cartão pelo correio de um de meus primos:

Se eu fui roubado, que eu seja grato —

– 1º, porque eu nunca tinha sido roubado antes.

– 2º, porque embora eles tenham levado minha carteira, não levaram minha vida.

– 3º, porque apesar de terem levado tudo, não era muito.

– 4º, porque fui eu que fui roubado, não quem roubou.

No final do cartão, havia o seguinte versículo: “Dando sempre graças por tudo” (Efésios 5:20).

Jim Hyland

Compartilhe...