Êxodo 10:24-29; 11:1-10

 
(recomendamos que leia esse trecho em sua Bíblia antes de prosseguir)
 
 
Uma após outra, nove pragas caíram na terra do Egito. Resta ainda uma décima, mais terrível que todas as anteriores, cujo significado veremos. Este é o último pedido e o último aviso do Senhor antes que venha castigo final. É possível que cada uma destas pragas condenasse um diferente deus falso dos Egípcios. Mas ela é precedida por uma nova proposta de Faraó: “Ide, servi ao SENHOR; somente fiquem vossas ovelhas e vossas vacas” (versículo 24). Era para impedir que o povo oferecesse seus sacrifícios e holocaustos. Vemos nesta proposta os esforços de Satanás para privar-nos daquele que foi o Sacrifício perfeito. Ele faz tudo para impedir o nosso gozo de Cristo, em particular quando nos reunimos em adoração para apresentá-lo ao Pai – (para nós, o partimento do pão). Infelizmente, muitas vezes ele consegue. O resultado para nós é perda, mas pior que isso, Deus é privado da oferta preciosa que Ele espera de Seus filhos redimidos. De uma maneira mais geral, a resposta de Moisés nos lembra que Deus tem direitos não somente sobre nós, mas sobre tudo o que possuímos. 
 
“Para que saibais que o SENHOR fez diferença entre os egípcios e os israelitas” (Versículo 7), nos fala outra vez do quanto o Senhor Se agrada em Seu povo e pode mostrar Seu poder a eles. A porta a esta graça está para ser fechada para sempre. No Egito (uma figura deste mundo) o castigo de Deus estava para cair. 
 
Moisés “saiu de Faraó em ardor de ira” (versículo 8). Veremos que em várias ocasiões este homem de Deus estava sujeito à ira, mas ele era “mui manso, mais do que todos os homens que havia sobre a terra” (Números 12:3: ver Êxodo 16:20 e 32:19, Levítico 10:16, Números 16:15 e 31:14). Mas, neste momento, tratava-se da glória de Deus e do bem de Seu povo. Nossa ira sempre tem uma causa tão justa? 
 
Em Êxodo 10:28, Faraó diz a Moisés: “Vai-te de mim”. Em Lucas 8:37, uma multidão pediu isso para Jesus – E toda a multidão da terra dos gadarenos ao redor lhe rogou que se retirasse deles. E Jesus os deixou imediatamente. Isso nos faz meditar, o quanto desejamos ficar na presença do Senhor e ou desejamos Ele fora para não “atrapalhar” nossa criação de porcos. 
 
*Apenas para lembrar: Êxodo 11:8 se refere ao mesmo tempo que Êxodo 
10:28-29, de modo que Êxodo 11:1 até o meio de Êxodo 11:8 ocorreu antes de Êxodo 10:28-29. (L. M. Grant) 
Texto baseado em diversos autores que se reuniam apenas ao Nome do Senhor no século XIX e XX.
Compartilhe...