O brado

“Porque o mesmo Senhor descerá do céu com grande brado” (1 Tessalonicenses 4:16).

Geralmente, quando pensamos em um brado ou grito, isso ocorre no contexto de algo surpreendente ou assustador ou de algum sentido argumentativo.

No entanto, quero lhe contar uma coisa muito interessante sobre essa palavra “brado” no contexto do versículo de hoje. Os estudiosos do idioma grego nos dizem que este é o único lugar no Novo Testamento onde a palavra grega aqui traduzida como “brado” (ou alarido em outras versões) ocorre, não significa um brado de terror ou de surpresa. Não, é uma palavra que tem o sentido de encorajamento. É a palavra usada nos tempos antigos para incentivar os remadores a manejar os remos nas galés. É o brado de encorajamento para o povo de Deus, a palavra que os chama, em um momento, num piscar de olhos.

Quando esse grande brado for dado, Aquele que nos ama, que fez e faz tanto por nós, estará lá no limiar da casa do Pai e nos acolherá. Que cena será essa! Talvez possamos ouvir esse maravilhoso e esperado brado hoje… você está ouvindo?

*Na verdade, na verdade vos digo que quem OUVE a minha palavra e  CRÊ naquele que me enviou TEM a vida eterna e NÃO ENTRARÁ em condenação, mas PASSOU da morte para a vida.
OUVE > CRÊ > TEM > NÃO ENTRARÁ > PASSOU… e aguarda esse grande brado.

Baseado nos textos de Jim Hyland

Compartilhe...