Carregado

“E, quando a encontrou, a colocou sobre seus ombros, cheio de júbilo; e, chegando à sua casa, convoca os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida” (Lucas 15:5-6)

Um pastor escreveu: Caminhando pelo meu campo em uma manhã de inverno, encontrei um cordeirinho que pensei que estava morto, mas, ao pegá-lo, apesar de muito fraco, ainda estava vivo; sua mãe quase o deixou morrer de fome. Coloquei-o em meus braços e trouxe-o para minha casa. Lá eu esfreguei seus membros famintos, aqueci-o à beira da lareira e o alimentei com leite morno. Logo reviveu. Primeiro, ele me temeu, mas depois me amou completamente. Eu o alimentei com minha própria mão, por isso me seguia onde quer que fosse, balindo atrás de mim sempre que me via, e sempre ficava feliz quando podia ficar ao meu redor, mas nunca ficava tão satisfeito como quando eu o carregava em meus braços.

Jesus é um Pastor, o Pastor das almas, Dele é dito: “Apascentará o seu rebanho; entre os braços, recolherá os cordeirinhos e os levará no seu regaço; as que amamentam, ele as guiará mansamente” (Isaías 40:11).

Baseado nos escritos de Jim Hyland

Compartilhe...