Diário do Cristão para o Sábado

Jesus é Suficiente

“Unicamente a Jesus” (Mateus 17:8).

Em um grande hospital havia um jovem de quinze anos. Seu corpo estava desnutrido e fraco. Seu rosto estava branco e triste, e ele imediatamente despertou a compaixão de uma senhora missionária que visitava a ala em que se encontrava! Ganhando sua confiança, ela logo o encontrou disposto, e até mesmo ansioso, para ouvir a história do Salvador dos pecadores. Quando ele despertou a um certo senso de sua própria condição perdida, ele começou a considerar seriamente como poderia ser salvo. Ele começou a falar de penitência e do confessionário, de sacramentos e da igreja — mas nunca deixando totalmente de fora Cristo e Sua obra expiatória. No dia seguinte, a senhora encontrou seu rosto brilhando com uma alegria recém-descoberta. Quando ela perguntou o motivo, ele respondeu com segurança: “Eu sempre soube que Jesus era necessário; mas eu nunca soube, até ontem, que Ele era suficiente”.

Sim, Jesus é suficiente! Muitos creem que Jesus é necessário; todo o tecido da Cristandade é construído encima disso. Mas quão poucos percebem que Ele é suficiente! Não é Cristo e as boas obras, nem Cristo e a igreja, que salvam.

“Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou” (Tito 3:5).

Compartilhe...