Diário do Cristão para a Quarta-Feira

Proteção – Parte 2

“Em ti, SENHOR, confio; nunca me deixes confundido. Livra-me pela tua justiça. Inclina para mim os teus ouvidos, livra-me depressa; sê a minha firme rocha, uma casa fortíssima que me salve” (Salmo 31:1-2).

Como dissemos ontem, Davi, neste momento de sua vida, estava em uma posição muito vulnerável. Seu coração estava partido. Seus inimigos o perseguiam e seus amigos o haviam decepcionado. Mas ele não estava indefeso. Ele sabia que Deus é a melhor fonte possível de segurança e que um relacionamento correto com Ele é a melhor estratégia de defesa. Foi aí que ele encontrou sua segurança e proteção.

Assim como uma criança encontra confiança para clamar por seu irmão mais velho e mais forte quando ameaçada por um agressor, Davi invoca o nome do Senhor. Por estar vivendo em comunhão com Ele, ele se escondeu na segurança d’Aquele que o havia ajudado muitas vezes antes, e que o amava com um amor infalível.

Somos tão rápidos em buscar essa mesma segurança? Deus é confiável! Ele era um esconderijo seguro para Davi e também é Aquele a quem devemos nos agarrar para nossa proteção. Lembre-se de que a segurança não é encontrada na ausência de perigo, mas na presença de Deus.

Jim Hyland

Compartilhe...