Conforto das Escrituras para o Domingo

“E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito” [1]

Deus deseja que Seu povo seja cheio, não com o ego, mas com Ele próprio, estando “cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus” [2], e então “cheios do conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual; para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus” [3]. Estar “cheio do Espírito” [1] significa ser controlado pelo Espírito, estando sujeito ao Seu direcionamento em todas as coisas. E Ele sempre nos direciona pela Palavra, não por nossos sentidos, fazendo com que “sejamos corroborados (fortalecidos) com poder pelo seu Espírito no homem interior; para que Cristo habite pela fé nos vossos corações… para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus” [4]. Quando estamos “cheios do Espírito”, o resultado é que estaremos “falando entre vós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais… dando sempre graças” [5]. E os mesmos resultados são vistos ao nos enchermos da Palavra. “Sede agradecidos. A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração” [6]. Assim, de modo a estarmos “cheios do Espírito” [1], “a palavra de Cristo habite em vós abundantemente” [6].

Você vai “encher-se do Espírito”,
Para conhecer e fazer a vontade de Deus?
“A Palavra… habite em vós abundantemente”;
Assim Sua luz o guiará.

[1] Efésios 5:18; [2] Filipenses 1:11; [3] Colossenses 1:9-10; [4] Efésios 3:16-19; [5] Efésios 5:19-20; [6] Colossenses 3:15-16

Compartilhe...