Conforto das Escrituras para a Terça-Feira

“Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados para a comunhão de seu Filho Jesus Cristo nosso Senhor” [1]

Quão maravilhoso é pensar na fidelidade de Deus! Como isso refresca nossos corações e nos faz tirar os olhos de nossa própria infidelidade e da infidelidade dos homens, e nos faz lembrar que existe Um que é absolutamente fiel. Certamente, nós que conhecemos o Senhor somos chamados à fidelidade, e “requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel” [2]. Mas nossa fidelidade é relativa; a dEle é absoluta. Não há possibilidade de que essa fidelidade possa falhar. “Se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo” [3]. Pois “fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar” [4]. Ele é o “fiel sumo sacerdote” [5], pois “fiel é o que prometeu” [6]. Portanto, “também os que padecem segundo a vontade de Deus encomendem-lhe as suas almas, como ao fiel Criador, fazendo o bem” [7]. “Fiel é o que vos chama, o qual também o fará” [8].

Fiel a todas as Suas promessas,
Encontradas em Sua preciosa Palavra,
Fiel para ensinar e disciplinar,
Fiel e maravilhoso Senhor.

[1] 1 Coríntios 1:9; [2] 1 Coríntios 4:2; [3] 2 Timóteo 2:13; [4] 1 Coríntios 10:13; [5] Hebreus 2:17; [6] Hebreus 10:23; [7] 1 Pedro 4:19; [8] 1 Tessalonicenses 5:24

Compartilhe...