Conforto das Escrituras para a Terça-Feira

“Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.” [1]

Haverá uma recompensa especial no tribunal de Cristo para “todos os que amarem a sua vinda” [1]. É querido ao coração do Senhor quando Seu povo “ama a sua vinda”. Ele quer que entendamos “qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos” [2]. Ele quer que entendamos o que significará quando Sua oração for respondida: “Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver, também eles estejam comigo, para que vejam a minha glória que me deste” [3]. Essa recompensa especial para “todos os que amarem a sua vinda” é chamada de “coroa da justiça” [1], pois a esperança da vinda do Senhor no coração produz justiça na vida do crente. “Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também ele é puro” [4]. “A noite é passada, e o dia é chegado. Rejeitemos, pois, as obras das trevas, e vistamo-nos das armas da luz” [5].

Como será quando Ele vier,
E olharmos em Seu rosto resplandescente?
Estaremos nós esperando ansiosamente
Por Aquele que por graça nos salvou?

[1] 2 Timóteo 4:8; [2] Efésios 1:18; [3] João 17:24; [4] 1 João 3:2‑3; [5] Romanos 13:12

Compartilhe...