Conforto das Escrituras para a Segunda-Feira

“Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor” [1]

Quando Deus olha para Seu povo redimido, Ele não procura por sucesso, ou riqueza, ou fama, ou popularidade com os homens. Em vez disso, Ele procura pela semelhança a Cristo em nossas vidas, aquela semelhança a Cristo em vida e caráter que conseguimos quando olhamos para Cristo como Ele é revelado na Palavra de Deus, “olhando para a glória do Senhor, com o rosto descoberto” [1, JND]. O propósito final de Deus para os salvos é que eles possam ser “conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos” [2], e “sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos” [3], “e, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial” [4]. Assim, em nossa vida agora, Deus deseja nos transmitir a “mansidão e benignidade de Cristo” [5], que é “manso e humilde de coração” [6]. “Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo” [7], permitindo-nos “anunciar as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” [8].

Chamados para refletir o Senhor Jesus,
E chamados para anunciar Seu louvor,
Chamados para contemplá-lo em Sua Palavra,
E andar com Ele todos os nossos dias.

[1] 2 Coríntios 3:18; [2] Romanos 8:29; [3] 1 João 3:2; [4] 1 Coríntios 15:49; [5] 2 Coríntios 10:1; [6] Mateus 11:29; [7] 2 Coríntios 4:6; [8] 1 Pedro 2:9

Compartilhe...