Conforto das Escrituras para a Quinta-Feira

“Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa” [1]

“Ninguém vos domine a seu bel-prazer com pretexto de humildade e culto dos anjos, envolvendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão” [2]. “Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganho, antes recebamos o inteiro galardão” [3]. Esses avisos ao povo de Deus têm a ver com nossas recompensas (galardões), não com nossa salvação. No que diz respeito à nossa salvação, nosso Senhor disse: “E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai” [4]. Mas, quando o Senhor Jesus vier para os que são Seus, o que talvez seja hoje, nós crentes “todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal” [5], e nosso Senhor disse que “qualquer que vos der a beber um copo de água em meu nome, porque sois discípulos de Cristo… não perderá o seu galardão” [6]. “Correi de tal maneira que o alcanceis” [7], quando “cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus” [8].

O Senhor disse: “Venho sem demora”,
“E o meu galardão está comigo”,
“Para dar a cada um” seu salário,
“Segundo” o que deve receber.

[1] Apocalipse 3:11; [2] Colossenses 2:18; [3] 2 João 8; [4] João 10:28‑29; [5] 2 Coríntios 5:10; [6] Marcos 9:41; [7] 1 Coríntios 9:24; [8] Romanos 14:12

Compartilhe...