Conforto das Escrituras para a Quarta-Feira

“Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade” [1]

“O Deus de paz, que pelo sangue da aliança eterna tornou a trazer dos mortos a nosso Senhor Jesus Cristo, grande pastor das ovelhas, vos aperfeiçoe em toda a boa obra, para fazerdes a sua vontade, operando em vós o que perante ele é agradável por Cristo Jesus” [2]. “Por isso também damos, sem cessar, graças a Deus, pois, havendo recebido de nós a palavra da pregação de Deus, a recebestes, não como palavra de homens, mas (segundo é, na verdade), como palavra de Deus, a qual também opera em vós, os que crestes” [3]. “E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um” [4]. “Pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus, que está comigo” [5]. “Não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus” [6].

Deus opera nos corações dos que são Seus
Para causar-lhes vontade para fazer
Aquilo que honrará o Salvador,
E refrescará com orvalho celestial.

[1] Filipenses 2:13; [2] Hebreus 13:20-21; [3] 1 Tessalonicenses 2:13; [4] Romanos 12:2‑3; [5] 1 Coríntios 15:10; [6] 2 Coríntios 3:5

Compartilhe...