Conforto das Escrituras para a Quarta-Feira

“Retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus agradavelmente (de maneira aceitável), com reverência e piedade” [1]

Não apenas somos salvos pela graça — “pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus” [2] — como devemos também viver, amar e trabalhar pela graça capacitadora de Deus. Apenas assim podemos “servir a Deus agradavelmente” [1]. E a graça de Deus é fornecida para cada possível circunstância e situação que possamos enfrentar em nossas vidas. “E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra” [3]. Paulo testifica que “pela graça de Deus sou o que sou… trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus, que está comigo” [4]. Assim, a Palavra de Deus nos encoraja: “Fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus” [5]. Fracos e necessitados como somos, não tendo nada a oferecer para Deus a não ser nós mesmos como sacrifícios vivos, nós O ouvimos nos dizer: “A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza” [6]. Sejamos, portanto, “fortes na graça que há em Cristo Jesus” [5].

Graça para trabalhar, graça para sofrer,
Graça para quebrar as cadeias do pecado,
Graça abundante, em toda a suficiência,
Dando paz e alegria interior.

[1] Hebreus 12:28; [2] Efésios 2:8; [3] 2 Coríntios 9:8; [4] 1 Coríntios 15:10; [5] 2 Timóteo 2:1; [6] 2 Coríntios 12:9

Compartilhe...