Conforto das Escrituras para a Terça-Feira

“Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó.” [1]

É algo bendito saber que “Ele conhece” tudo sobre nós: nossos desejos, nossos motivos, nossas esperanças, nossas falhas, nossas tentações, nossas lágrimas, TUDO. “O Senhor conhece o caminho dos justos” [2]. “O Senhor conhece os dias dos retos, e a sua herança permanecerá para sempre” [3]. Quando as provas nos oprimem pesadamente, não nos esqueçamos que “ele sabe que andas por este grande deserto” [4], e podemos dizer juntamente com Jó: “Ele sabe o meu caminho; provando-me ele, sairei como o ouro” [5]. E Ele não somente conhece todas as coisas, como também “lembra-se de que somos pó” [1]. Ele conhece nossas limitações, e “ainda que entristeça a alguém, usará de compaixão, segundo a grandeza das suas misericórdias” [6]. Ele nos diz: “Não contenderei para sempre, nem continuamente me indignarei; porque o espírito perante a minha face se desfaleceria, e as almas que eu fiz” [7]. “Lembrou-se da sua benignidade e da sua verdade” [8]. Assim, “lembra-te, Senhor, das tuas misericórdias e das tuas benignidades, porque são desde a eternidade” [9].

“Ele conhece o caminho” de Seus santos,
E nunca os abandonará;
O mundo e todas as suas seduções
Não podem dEle nos separar.

[1] Salmo 103:14; [2] Salmos 1:6; [3] Salmos 37:18; [4] Deuteronômio 2:7; [5] Jó 23:10; [6] Lamentações 3:32; [7] Isaías 57:16; [8] Salmo 98:3; [9] Salmo 25:6

Compartilhe...