Números 1:22-37

 

(para maior proveito, ore, leia na Bíblia os versículos indicados e medite nos comentários)

 

Todo homem de cada tribo é cuidadosamente questionado quanto aos ancestrais de sua família. 

Esperamos que você seja capaz de dizer “Pertenço à família de Deus”. 

Somos introduzidos em uma nova família, e nos alegramos de ler que somos agora “da família de Deus”. Efésios 2:19 (nossa própria jornada no “deserto” começa quando nascemos de novo).

Em alguns países, Vinte anos ainda é hoje a idade em que os jovens são chamados para o serviço militar. Reconhecido como capaz de carregar armas, o recruta tem uma obrigação para com o seu país. Assim que é chamado, ele renuncia a sua independência para se submeter a serviços coletivos; ele aprende o respeito a seus superiores, o significado da disciplina, do dever e da honra; ele é treinado em combate… (Lucas 7:8). 

Este “prestar o serviço militar” certamente tem uma aplicação espiritual para cada jovem cristão. Desde o dia da sua conversão, “um bebê em Cristo” é imediatamente “capaz de sair à guerra”. 

A família de Deus é composta de “filhinhos”, de “jovens” e de “pais” (1 João 2:13…). E, como em toda família em que há crianças em diferentes idades, a família de Deus, embora unida pela mesma vida e por direitos idênticos, inclui diversos níveis de capacidade e responsabilidade. Mas deve haver crescimento (compare Lucas 2:40 e 52). Chega um momento em que a pequena criança deve se tornar um jovem no sentido espiritual, forte, com experiência de vencer o inimigo (1 João 2:14) até a maioridade segundo Hebreus 5:14. 

Já chegamos a este ponto? Ou fizemos pouco progresso desde nossa conversão?

Texto baseado em diversos autores que se reuniam apenas ao Nome do Senhor nos séculos XIX e XX.

Compartilhe...