Gênesis 37:18-36

(recomendamos que leia esse trecho em sua Bíblia antes de prosseguir)

O longo caminho seguido por José para buscar seus irmãos nos lembra do caminho do Filho de Deus para buscar e salvar aqueles que estavam perdidos. Foi, em primeiro lugar, o caminho de despojamento: sendo Deus, foi feito homem. Seguindo o caminho de Sua humilhação, até a morte, morte da cruz (Filipenses 2:7-8).

O crime que lemos em detalhes nos fala da cruz de Cristo; eles conspiram para matar aquele que veio para servi-los (Salmo 109:5, Jeremias 11:19 e João 11:53). “Eles se ajuntam contra a alma do justo, e condenam o sangue inocente” (Salmo 94:21). Tiraram sua veste (Salmo 22:18) e lançaram-no na cova, uma figura da morte. Nosso Salvador sofreu plenamente todas essas coisas.

Por fim, vendem José por vinte peças de prata como escravo para estrangeiros. O ato é consumado. José se foi. Ao menos no que diz respeito a seus irmãos, se foi para sempre. Sua túnica é mergulhada no sangue de um animal morto e levada a seu pai. Este mundo pensa que quando Jesus morreu na cruz aquilo foi o Seu fim (Mateus 27:62-66).

Aquele que é ainda maior do que José, foi vendido por trinta peças, um “bom preço” estimado por eles (Zacarias 11:13), e entregue pelos judeus a Pilatos. Que grande aflição e desemparo José deve ter sentido! E quão maior a angústia Daquele de quem José é apenas um fraco reflexo, quando Ele passou por todos esses sofrimentos, dores, pela própria morte e abandono de Deus… porque Ele amou você e eu.

Texto baseado em diversos autores que se reuniam apenas ao Nome do Senhor no século XIX e XX.

Compartilhe...