Ressuscitado e Elevado

“Deus Pai, que o ressuscitou de entre os mortos” (Gálatas 1:1 – Darby).

Toda a Divindade estava envolvida na ressurreição de nosso Senhor Jesus Cristo, mas esse versículo menciona especificamente Deus, o Pai. Ao ressuscitar Cristo dos mortos, o Pai declarou de forma clara que a obra de Seu Filho foi aceitável em todos os detalhes: suficiente, completa e vitoriosa; nunca seria repetida. De fato, a ressurreição de Cristo foi o “Amém” de Deus Pai para a obra do Calvário.

Não só Deus O ressuscitou de entre ao mortos, mas também lemos: “Que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da Glória… o ressuscitou de entre os mortos e O pôs à sua direita nos lugares celestiais” ( Efésios 1:17, 20).

Ressuscitado e elevado! Sentado no céu! Que verdade gloriosa! Nos regozijamos no que Ele realizou e louvamos a Deus por um tão grande Salvador e Senhor triunfante, glorificado e ressuscitado.

.

Nada pode ser adicionado ou subtraído da Sua obra realizada. Deus está satisfeito e somos beneficiários satisfeitos de Sua morte e ressurreição. “Aleluia! Que Salvador!”

Baseado nos escritos de Jim Hyland

Compartilhe...