Que amor!

“Eu te amei, diz o Senhor” (Malaquias 1:2).

“Com amor eterno te amei” (Jeremias 31:3).

“Cristo nos amou e se entregou a si mesmo por nós” (Efésios 5:2).

Que amor! Vamos entender isso por completo?
Não, “o amor de Cristo, que excede todo entendimento” (Efésios 3:19).

Que hoje, ao meditarmos em Seu maravilhoso amor, possamos, como resposta, abrir nossos corações para amá-lo mais. Isso também nos fará louvar e agradecer mais a Ele, e fazer eco às palavras do apóstolo João, quando escreveu: “Àquele que nos ama, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados, e nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai, a ele, glória e poder para todo o sempre. Amém!” (Apocalipse 1:5-6).

Quem nos separará do amor de Cristo?” (Romanos 8:5). Ninguém… nada!
Deixe Seu hoje amor encher seu coração e colocar uma canção em seus lábios.

Caro cristão de todas as idades…

Aqui estão algumas escrituras que devem ser a resposta de nossos corações à luz da meditação anterior:

“Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu poder” (Deuteronômio 6:5).

“Ame o SENHOR, teu Deus, que andes nos seus caminhos e que guardes os seus mandamentos, e os seus estatutos, e os seus juízos” (Deuteronômio 30:16).

“Eu amo o Senhor” (Salmos 116:1).

No cristianismo nos foi dada a capacidade e o dom de amar o Senhor. Quanto mais estamos ocupados com o Seu amor, mais o amamos. Não seremos capazes de nos ajudar. Não desanime com nossa falta de amor ou inutilidade de afeição por Ele. Ocupe-se com Seu imutável amor divino por nós, e inconscientemente você O amará mais, mesmo sem perceber.

Comece a semana com um novo sentido do Seu amor. E lembre-se sempre: “Nós O amamos porque Ele nos amou primeiro” (1 João 4:19).

Baseado nos escritos de Jim Hyland

Compartilhe...