Casa do Pão – Reunião para Jovens

Limeira, julho de 2010 – Lemão

A primeira leitura será no livro de Rute: “E sucedeu que, nos dias em que os juízes julgavam, houve uma fome na terra: pelo que um homem de Belém de Judá saiu a peregrinar nos campos de Moabe, ele e sua mulher, e seus dois filhos. E era o nome deste homem Elimeleque, e o nome de sua mulher Noemi, e os nomes de seus filhos Malom e Quiliom , efrateus, de Belém de Judá: e vieram aos campos de Moabe , e ficaram ali. E morreu Elimeleque , marido de Noemi; e ficou ela com seus dois filhos…” (Rute 1:1-3)Elimeleque pegou a esposa e os filhos e saiu da cidade que morava, Belém de Judá, que era a sua cidade. Por que ele saiu de lá? Eles foram embora porque “houve uma fome na terra” e resolveu pegar a sua família e sair de lá para buscar um lugar onde pudessem encontrar comida. Só que Elimeleque cometeu um erro muito grave, que você lerá adiante.

Você já ouviu a palavra Betel? Abraão ergueu um altar em Betel, sacrificou ao Senhor e O adorou nesse lugar. Betel que dizer casa de Deus. E Belém, você sabe o que quer dizer? Casa do pão. Elimeleque estava saindo da ‘casa do pão’ para buscar comida em outro lugar. Por que Deus, Jeová, o Deus de Israel permitiu que houvesse fome na casa do pão (Belém)? Para prová-los, agora era a hora de provação.

Belém, como já diz o próprio nome, era um local onde Deus tinha os seus propósitos, e realmente era de onde iria surgir toda a bênção, o local onde nasceria o Senhor Jesus, o Verdadeiro Pão. E Elimeleque saiu de lá. Saiu da casa do pão porque entendeu que ali não haveria comida, preferindo se aventurar nas terras de Moabe. No fim da história, ele morre e morrem também os filhos, até que, mais tarde, voltam para lá Noemi e Rute, sua nora. E elas voltam para Belém, pois Noemi sabia que lá seria o local onde Deus iria abençoá-las.

O que isso quer dizer para nós? Belém era onde o Senhor abençoava. Hoje nós temos a Assembleia, onde Deus nos dá o alimento. Nós temos, graças ao Senhor, o privilégio de estudarmos a Palavra em nossas casas, recebermos do Senhor nosso manancial de cada dia e termos esse gozo. Mas nós entendemos que a Assembleia, onde o povo de Deus se reúne, é um local especial, que seria mais ou menos como a casa do pão, que é onde recebemos o “Pão”, que é o próprio Senhor Jesus, do Qual tudo provém.
Como Ele próprio disse: “Eu sou o pão que desceu do céu” (João 6:41). Só que, às vezes, nós somos provados. Às vezes nós passamos fome nesse lugar. Por quê? Por causa da nossa dureza. Às vezes isso acontece também por descontentamento de nossos irmãos, talvez por querermos outras coisas ou por acreditar que o mundo nos oferecerá muito mais do que Deus tem para nós.

No Evangelho de Lucas capítulo 10 também tem algo a nos dizer sobre isso: “E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos de salteadores, os quais o despojaram, e, espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto. E ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e vendo-o, passou de largo. E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e vendo-o, passou de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele, e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão: E, aproximando-se, atou-lhes as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem, e cuido dele. E, partindo ao outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei  quando voltar. Qual, pois, destes três  te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores? E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira.” (Lucas 10:30-37)
Essa pessoa saiu de Jerusalém, local onde Deus havia escolhido para o Seu nome habitar. Essa pessoa estava lá, tinha o lugar de adoração, tinha tudo para ele, pois lá era a casa de Deus, mas ele saiu para ir para Jericó. Se você conhece a história de Jericó você sabe que esse foi um lugar de maldição. Jericó é um péssimo lugar construído à custa do sacrifício dos seus filhos, como foi predito por Deus que a reedificação dos muros de Jericó seria feita à custa dos seus filhos. E esta pessoa estava saindo justamente do lugar de bênção para ir a Jericó. Muitas vezes nós achamos que esse lugar não está bom, devido a certas controvérsias, desconfortos ou mesmo por esquecermos que “a aparência desse mundo passa”. Às vezes nós achamos que a alegria desse mundo vai ser muito mais confortante para nós do que as coisas do Senhor. E dizemos: ‘Ah, estou cansado. Tantas vezes que já ouvi essas coisas’, principalmente os que são jovens, e eu sei que é difícil. O mundo está apertando de uma forma tal para que vocês desistam do caminho do Senhor. E isso ele vai fazer sorrateiramente. Ele não vai jogar escancarado.

Outro exemplo que temos é a parábola do filho pródigo. Ele pegou tudo o que tinha, pensando nos direitos que tinha, e foi embora pensando que viveria uma vida maravilhosa. Rico, estava uma maravilha, vivendo dissolutamente em uma terra longínqua e cheio de amigos. E é assim na nossa vida também, quando você está rico, tem muitos amigos. Quando você cai na pobreza pode até ligar que eles não vão atender. E isso eu falo literalmente. E foi isso o que aconteceu com ele. Veio fome na terra que ele estava, começou a passar necessidades e foi se agregar aos fazendeiros que o mandaram tratar de porcos. Mas foi aí que ele começou a cair em si. “E, tornando em si, disse: Quantos jornaleiros de meu pai tem abundância de pão, e eu aqui pereço de fome! Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti; já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me como uns dos teus jornaleiros. E, levantando-se , foi para o seu pai: e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão, e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou. E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e perante ti, e já não sou digno de ser chamado teu filho.” (Lucas 15:17-21) Mas, ele não disse: “pai, trata-me como um dos seus servos”, porque ele viu que ele era filho, aquela era a sua casa. Ele não poderia achar que ele era um empregado, porque ele sempre vai ser o filho.
E o pai estava esperando, e de longe ele o viu. Assim também é Deus para conosco, Ele nos ama. E seja qual for a circunstância, Ele está esperando. O que aconteceu com aquela pessoa que saiu de Jerusalém é o mesmo que aconteceu com o filho pródigo. E essas são circunstâncias que Deus promove para que nós não cheguemos ao destino onde pensávamos que poderíamos chegar.

Providência de Deus

Veja na parábola do bom Samaritano que os salteadores malvados não permitiram que ele continuasse o seu caminho, mas isso nada mais foi do que providência de Deus. Apesar de tudo, foi provisão do Senhor para que ele não chegasse aonde ele queria. Como aconteceu na história de Jonas também. Então, tudo isso é misericórdia de Deus cruzando o nosso caminho para que não façamos aquilo que é do nosso querer. Isso é providência de Deus e misericórdia. Porque nós muitas vezes saímos de um lugar de bênção, como da casa do pão, para buscar comida aonde?! Se lá não tem pão, aonde vai ter? Se o Senhor não está sendo o suficiente para mim, o que será suficiente então?
Aqui nós vemos o Senhor intervindo por meio do Samaritano para salvar esse homem. E essa é uma figura do Senhor. O levita o viu e passou para o outro lado, bem como o sacerdote. Quem seriam o levita e o sacerdote para nós?A religião misturada com obras, e estamos cansados de saber que esses dois elementos não irão nos ajudar. Agora, o Samaritano, homem desprezado pelos Judeus foi lá e tratou das feridas desse homem. Esse é o Senhor. Ele vai atrás, Ele cura, Ele cuida, Ele faz tudo por nós.
Então irmãos, na hora que vier a fome, não desanime, olha para Ele e ore a Ele. Por que, Senhor? Por que eu estou com fome? Eu sei que o problema sempre vai ser meu. Por isso, não procure lançar culpa nos irmãos, colocar culpa nisso ou naquilo, nós somos culpados. Aquele jovem de Lucas 15, que é o filho ‘gastão’, significado de “pródigo”, falou: “[eu pequei] pequei contra o céu e perante ti”. Ele ficou lá sentado se lamentando? Não, ele se levantou e voltou ao lugar de onde tinha saído. E foi o que também aconteceu com esse homem o qual o Samaritano ajudou, foi o que aconteceu com Noemi, embora tenha perdido seu marido e filhos, e também com Jonas.

Não existe bênção fora de Cristo. Muitas vezes nos enganamos com o pensamento de que podemos ter algo fora de Cristo. Deus está dando o testemunho de que não há nada fora de Cristo. E Ele sempre vai trabalhar para mover os nossos corações para entender isso. E Ele é capaz. Nós vemos isso muitas vezes acerca do próprio evangelho, quando pensamos: ‘Nem vou falar nada para essa pessoa porque ela não vai acreditar’. E não é assim, aqueles que muitas vezes são escarnecedores, fazem isso justamente porque não têm paz. Teve uma ocasião em que um irmão estava distribuindo folheto abordou uma pessoa que picou todo o folheto evangelístico que recebeu e jogou os pedaços na sua cabeça, colocou a mão no bolso e foi embora. Depois essa pessoa foi atrás do irmão e, desesperada, porque quando ele colocou a mão no bolso ficou um pedacinho de papel grudado na mão dele, perguntou: ‘Olha, você me desculpa, mas: O que Jesus disse?’ O papel que estava grudado em sua mão continha apenas a frase: “E Jesus disse”, que lhe aguçou a curiosidade. E, a partir desse acontecimento, o irmão pregou o evangelho a ele.  Então, não tem limites para misericórdia do Senhor alcançar uma pessoa.

Então, quando vem a provação nós não devemos tentar preencher nossas vidas com algo que só Ele pode preencher. Nós estamos cansados de saber que o Senhor é sempre o suficiente para nós.  E aquele vazio que nós sentimos somente Cristo pode preencher e nada mais. Que essas poucas palavras sirvam de ânimo, porque o caminho muitas vezes fica duro, às vezes vem a prova, vem a fome, mas não podemos esquecer de que o Senhor está sempre ao nosso lado a cada dia.
Quando se levantar de manhã, lembre-se de que o Senhor está do seu lado aonde quer que vá. Aí também temos duas outras questões: primeiramente veja aonde você vai levar o Senhor e depois lembre-se de que você pode falar com Ele. Esse bendito Salvador que nos amou tanto está do nosso lado, fale com Ele que Ele irá responder.


Editado.

Link áudio:http://www.conferenciasbiblicas.com.br/conferencias/Limeira%202010/Limeira%202010%20-%20Prega%C3%A7%C3%A3o%20aos%20Jovens%20-%20Fome%20-%20Lem%C3%A3o.mp3

Compartilhe...