Diário do Jovem Cristão para o Sábado

Enraizado no mundo

Lord Kenneth Clark, conhecido por sua série de televisão Civilization, viveu e morreu sem fé em Jesus Cristo, aparentemente. Em sua autobiografia, ele escreveu sobre uma experiência religiosa avassaladora que viveu quando visitava uma igreja.

“Todo o meu ser foi irradiado (iluminado) por uma espécie de alegria celestial muito mais intensa do que qualquer coisa que eu tenha conhecido antes”. Infelizmente “o dilúvio de graça”, como ele descreveu, criou um problema para ele. Se ele se permitisse ser influenciado por essa “vivência”, sabia que teria que mudar. Sua família poderia pensar que ele era maluco, ou talvez a alegria intensa provasse ser apenas uma ilusão. Então ele concluiu: “Eu estava tão profundamente enraizado no mundo para mudar de rumo”.

Que trágico! Deus pode permitir que qualquer um de nós mude, não importa quão profundamente possamos estar enraizados no mundo. Ele pode nos salvar e nos transformar completamente em busca de bênção eterna. Paulo era um homem profundamente enraizado no mundo, depois de convertido ele escreveu: “Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo. E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas e as considero como esterco” (Filipenses 3:7-8).

E mais especificamente a respeito da sua conversão, eis o que Paulo disse: “A graça de nosso Senhor superabundou com a fé e o amor que há em Jesus Cristo. Esta é uma palavra fiel e digna de toda aceitação: que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal” (1 Timóteo 1: 14-15).

Compartilhe...