Diário do Jovem Cristão para o Domingo

A Maldição

“E a Adão disse:… maldita é a terra por causa de ti” (Gênesis 3:17).
“Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição” (Gálatas 3:10).
“Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro” (Gálatas 3:13).

A lei do Antigo Testamento só podia condenar e mostrar quão longe a raça humana chegou do padrão de santidade de Deus. A última palavra do Antigo Testamento é “maldição” (Malaquias 4:6).

Contudo, Cristo, na cruz, carregou a maldição do pecado para que nunca tivéssemos que suportá-la. “Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados” (1 Pedro 2:24). Agora, em vez de uma maldição, temos as bênçãos. “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo” (Efésios 1:3). Assim, o Novo Testamento termina com “a graça de nosso Senhor Jesus Cristo” (Apocalipse 22:21).

Compartilhe...