Diário do Cristão para o Domingo

O Homem Celestial

• Os dois na estrada de Emaús disseram ao Senhor: “És tu só peregrino em Jerusalém?” (Lucas 24:18).

• Os discípulos “pensavam que viam algum espírito” (Lucas 24:37).

• De Maria Madalena, lemos: “Ela, cuidando que era o hortelão (jardineiro)…” (João 20:15).

Cada um estava erroneamente certo.

Em primeiro lugar, o Senhor era um peregrino, um estrangeiro. Um peregrino em Jerusalém e um peregrino neste mundo. Foi escrito sobre Ele profeticamente: “Tenho-me tornado um estranho para com meus irmãos” (Salmo 69:8).

Os apóstolos pensaram que Ele fosse um espírito. “Deus é Espírito” (João 4:24). No entanto, Ele podia dizer: “Apalpai-me e vede, pois um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que eu tenho” (Lucas 24:39). Ele era um Homem glorificado.

Maria pensou que Ele fosse o jardineiro. Ele havia dito anteriormente: “Se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto” (João 12:24). No lugar onde foi crucificado, havia um jardim, e no jardim uma tumba. Lá Ele morreu e ressuscitou, e que fruto tem dado esse Grão de Trigo Celestial, essa nossa Semente Frutífera!

Jim Hyland

Compartilhe...