Diário do Cristão para a Quarta-Feira

As Lâmpadas Congeladas

Um evangelista, anos atrás, contou a seguinte história de sua própria experiência:

“Ao voltar para casa em um domingo à noite, após a pregação do evangelho, o caminho que eu peguei me levou a uma estrada escura. À medida que eu me aproximava da cidade em que vivia, vi as lâmpadas emitindo seus convidativos raios de luz. Essas luzes pareciam representar os crentes dos quais lemos em Filipenses 2:15: “Resplandeceis como luminares no mundo”. Lá estavam elas, em meio à noite escura de inverno, brilhando intensamente, mostrando o caminho ao viajante. Mas, ao me aproximar mais, vi que várias daquelas lâmpadas não emitiam luz alguma, e depois fiquei sabendo que elas estavam congeladas. A mesma energia elétrica alimentava todas as lâmpadas, mas umas brilhavam e outras não.

Essa é uma figura dos crentes, pois, enquanto alguns estão brilhando intensamente pelo poder do Espírito Santo, muitos estão congelados devido a influências mundanas. Lembre-se: “Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus” (Mateus 5:14-16).

Jim Hyland

Compartilhe...