Conforto das Escrituras para o Sábado

“Para que ninguém se comova por estas tribulações; porque vós mesmos sabeis que para isto fomos ordenados, pois, estando ainda convosco, vos predizíamos que havíamos de ser afligidos, como sucedeu, e vós o sabeis.” [1]

Que o cristão que anda com o Senhor neste mundo, que rejeitou a Cristo, pense que escapará de seu desprezo e reprovação, “porque a vós vos foi concedido, em relação a Cristo, não somente crer nele, como também padecer por ele” [2], e “por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus” [3]. “Porque, como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também é abundante a nossa consolação por meio de Cristo” [4], “por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia” [5]. “Porque é coisa agradável, que alguém, por causa da consciência para com Deus, sofra agravos, padecendo injustamente. Porque, que glória será essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas se, fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus. Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas” [6], “para que não confiássemos em nós, mas em Deus, que ressuscita os mortos” [7], e “que nos consola em toda a nossa tribulação” [8].

Quão curto é nosso tempo na Terra
Para sofrer por Ele vitupérios
Aquele que, embora nos cerquem os problemas,
Até o fim nos sustenta.

[1] 1 Tessalonicenses 3:3‑4; [2] Filipenses 1:29; [3] Atos 14:22; [4] 2 Coríntios 1:5; [5] 2 Coríntios 4:16; [6] 1 Pedro 2:19‑21; [7] 2 Coríntios 1:9; [8] 2 Coríntios 1:4

Compartilhe...