Conforto das Escrituras para o Sábado

“Quem é como o Senhor nosso Deus, que habita nas alturas? O qual se inclina, para ver o que está nos céus e na terra!” [1]

“O Senhor está no seu santo templo, o trono do Senhor está nos céus; os seus olhos estão atentos, e as suas pálpebras provam os filhos dos homens” [2], e “ainda que o Senhor é excelso, atenta todavia para o humilde; mas ao soberbo conhece-o de longe” [3]. “Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade, e cujo nome é Santo: Num alto e santo lugar habito; como também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos, e para vivificar o coração dos contritos” [4], pois “certamente ele escarnecerá dos escarnecedores, mas dará graça aos mansos” [5]. Está escrito de Manassés que “ele, angustiado, orou deveras ao Senhor seu Deus, e humilhou-se muito perante o Deus de seus pais; e fez-lhe oração, e Deus se aplacou para com ele, e ouviu a sua súplica” [6]. “Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado, e salva os contritos de espírito” [7], pois “os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus” [8]. Ele diz que “para esse olharei, para o pobre e abatido de espírito, e que treme da minha palavra” [9].

“O Senhor nosso Deus… habita nas alturas”;
Seu trono está na glória;
“Seus olhos contemplam as coisas… na terra”;
Ele considera a triste história do homem.

[1] Salmo 113:5-6; [2] Salmo 11:4; [3] Salmo 138:6; [4] Isaías 57:15; [5] Provérbios 3:34; [6] 2 Crônicas 33:12-13; [7] Salmo 34:18; [8] Salmo 51:17; [9] Isaías 66:2

Compartilhe...