Conforto das Escrituras para o Sábado

“E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.” [1]

“Jesus” é o nome de nosso Senhor como um homem, o nome que Ele tomou quando se fez carne. E tendo entregue Sua vida por nós, para que pudesse voltar a tomá-la, e tendo subido de volta ao Pai, Ele agora leva esse nome em glória, como um homem glorificado. “Vemos, porém, coroado de glória e de honra aquele Jesus que fora feito um pouco menor do que os anjos, por causa da paixão da morte, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos” [2]. Ele está lá em glória como o homem glorificado, e nos é dito para estarmos “olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus” [3]. Porque Ele, “achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome;  para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai” [4]. “E esperar dos céus o seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura” [5].

Humildemente nos curvamos diante dEle,
Jesus, o Filho de Deus,
Que levou nossos pecados no Calvário,
Suportando por nós a vara de Deus.

[1] Mateus 1:21; [2] Hebreus 2:9; [3] Hebreus 12:2; [4] Filipenses 2:8-11; [5] 1 Tessalonicenses 1:10

Compartilhe...