Conforto das Escrituras para a Segunda-Feira

“Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor” [1]

“Suportar” significa “aguentar”, e aqui, nós que conhecemos o Senhor, somos instruídos a “aguentarmos uns aos outros”, e isto “com toda a humildade e mansidão, com longanimidade”. Alguém que é organizado e sistemático em seu trabalho e com o seu tempo deve “aguentar” aquele que é descuidado e desorganizado. O que está limpo deve “suportar” o que está sujo, o quieto deve “suportar” o conversador. “Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus” [2], e não devemos tentar moldar cada um da nossa própria maneira. “Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos” [3], e “levar as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo” [4]. Devemos sofrer uns pelos outros, suportarmos uns aos outros, tolerarmos uns aos outros, “suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também” [5]. “Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós, antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo” [6].

Podemos ver as falhas dos outros,
Mas as nossas próprias não vemos;
Prestemos, então, atenção em nós mesmos,
Para que longânimos possamos ser.

[1] Efésios 4:2; [2] Romanos 14:12; [3] Romanos 15:1; [4] Gálatas 6:2; [5] Colossenses 3:13; [6] Efésios 4:31-32

Compartilhe...