Conforto das Escrituras para o Domingo

“Há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem” [1]

Há um Homem em glória, que permanece entre Deus e os homens, e que “esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens” [2], “porque, na verdade… tomou a descendência de Abraão” [3]. “Por isso convinha que em tudo fosse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote naquilo que é de Deus” [4], e assim “não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado” [5]. Antes de Ele ter vindo ao mundo, o anjo disse: “Chamarás o seu nome Jesus; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados” [6]. Jesus é Seu nome como Homem, e “vemos coroado de glória e de honra aquele Jesus… para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos” [7]. Enquanto subia de volta para o céu, os mensageiros angelicais disseram que “esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir” [8], e nós crentes “esperamos dos céus o seu Filho… a saber, Jesus” [8]. “E será aquele homem como um esconderijo contra o vento, e um refúgio contra a tempestade, como ribeiros de águas em lugares secos, e como a sombra de uma grande rocha em terra sedenta.” [9]

Lá está, em glória,
Do Pai, à destra,
O Filho do Pai,
O bendito e glorificado Homem.

[1] 1 Timóteo 2:5; [2] Filipenses 2:7; [3] Hebreus 2:16,17; [4] Hebreus 4:15; [5] Mateus 1:21; [6] Hebreus 2:9; [7] Atos 1:11; [8] 1 Tessalonicenses 1:10; [9] Isaías 32:2

Compartilhe...