Conforto das Escrituras para o Domingo

“Conhecendo o tempo, que já é hora de despertarmos do sono; porque a nossa salvação está agora mais perto de nós do que quando aceitamos a fé.” [1]

Todo aquele que conhece a Cristo foi salvo da condenação (pena) do pecado e “tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida” [2]. Além disso, nosso Senhor disse: “Eu rogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que Me deste, porque são Teus” [3], e assim também somos, no tempo presente, salvos do poder do pecado. E aguardamos o tempo da salvação completada, quando seremos salvos da presença do pecado, “e assim estaremos sempre com o Senhor” [4]. Embora possuamos uma completa salvação, não temos ainda uma salvação completada. Por esta nós esperamos, e é por isso que “nossa salvação está agora mais perto de nós do que quando aceitamos a fé” [1]. Desde já, “a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas” [5]. “Nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo” [6]. Aguardamos pela “salvação, já prestes para se revelar no último tempo, em que vós grandemente vos alegrais, ainda que agora importa, sendo necessário, que estejais por um pouco contristados com várias tentações” [7].

Um dia, Ele virá para os que são Seus,
Levando-nos para o lar em glória;
Cantaremos Seus louvores para sempre,
A doce história da redenção.

[1] Romanos 13:11; [2] João 5:24; [3] João 17: 9; [4] 1 Tessalonicenses 4:17; [5] Filipenses 3:20-21; [6] Romanos 8:23; [7] 1 Pedro 1:5-6

Compartilhe...