Conforto das Escrituras para o Domingo

“E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos” [1]

Deus deseja para Seus filhos que “a paz de Deus… domine em vossos corações” [1]. A palavra “dominar” significa “agir como árbitro” ou “arbitrar”, isto é, tomar as decisões: dirigir e controlar nossas vidas. Muitos de nós sabemos que quaisquer decisões feitas quando nossos corações não estavam cheios com a paz de Deus foram decisões erradas e prejudiciais. Precisamos continuamente da “paz de Deus” em nossos corações. “Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus” [2]. Pois “o Senhor dará força ao seu povo; o Senhor abençoará o seu povo com paz” [3]. “Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz” [4]. “Senhor, tu nos darás a paz, porque tu és o que fizeste em nós todas as nossas obras” [5]. “Bem-aventurado o homem que acha sabedoria… Os seus caminhos são caminhos de delícias, e todas as suas veredas de paz” [6, 7]. “Tu conservarás em [perfeita] paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti” [8]. “E o Deus de paz seja com todos vós. Amém” [9].

“Tu conservarás em perfeita paz,
Aquele cuja mente está firme em Ti”;
Em todos os meandros da vida,
A paz será sua porção.

[1] Colossenses 3:15; [2] Filipenses 4:6-7; [3] Salmo 29:11; [4] Romanos 8:6; [5] Isaías 26:12; [6] Provérbios 3:13; [7] Provérbios 3:17; [8] Isaías 26:3; [9] Romanos 15:33

Compartilhe...