Conforto das Escrituras para a Terça-Feira

“O que responde antes de ouvir comete estultícia que é para vergonha sua.” [1]

Quantas vezes nós cristãos somos culpados de responder sobre um assunto antes de ouvir. Ouvimos apenas um lado sobre o problema ou controvérsia e já formamos uma opinião ou chegamos a uma conclusão sem antes conhecer os fatos. Muitas vezes, chegamos a conclusões a partir de boatos, quando Deus diz que “por boca de duas ou três testemunhas será confirmada toda a palavra” [2], e faremos bem em obedecer à palavra de Deus que diz para sermos “prontos para ouvir, tardios para falar” [3], até que conheçamos os fatos. “Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo. Porque está escrito: Como eu vivo, diz o Senhor, que todo o joelho se dobrará a mim, e toda a língua confessará a Deus. De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus. Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão” [4]. Assim, é “estultícia que é para vergonha sua” quem “responde antes de ouvir” [1]. Em vez disso, “inquirirás e investigarás, e com diligência perguntarás” [5], e “não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça” [6]. Portanto, não seja alguém que “responde antes de ouvir” todos os lados. E, mesmo assim, lembre-se de que “o amor cobre todos os pecados” [7].

“Seja pronto para ouvir, tardio para falar” [8]
O que quer que chegue aos seus ouvidos;
Um amigo fiel encobre as transgressões [9]
Daqueles que para nós são queridos.

[1] Provérbios 18:13; [2] 2 Coríntios 13:1; [3] Tiago 1:19; [4] Romanos 14:10-13; [5] Deuteronômio 13:4; [6] João 7:24; [7] Provérbios 10:12; [8] Tiago 1:19; [9] Provérbios 17:9

Compartilhe...