Conforto das Escrituras para a Sexta-Feira

“Ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois porventura carnais, e não andais segundo os homens?” [1]

Alguns acreditam que não há tal coisa como um cristão carnal, mas que uma pessoa ou é inteiramente dedicada a Deus ou não é nem mesmo salva. A Palavra de Deus, no entanto, contradiz tal ensinamento. Paulo disse aos crentes de Corinto, “aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos” [2], que “eu, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a meninos em Cristo. Com leite vos criei, e não com carne, porque ainda não podíeis, nem tampouco ainda agora podeis” [3]. É um triste fato que entre o povo redimido de Deus há aqueles que, por causa da ignorância em relação à Palavra de Deus, ou por causa de sua própria indiferença e negligência ao Senhor, têm falhado em “crescer na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo” [4]. Considerando o “tempo” desde a salvação deles, “devendo já ser mestres pelo tempo, ainda necessitais de que se vos torne a ensinar quais sejam os primeiros rudimentos das palavras de Deus; e vos haveis feito tais que necessitais de leite, e não de sólido mantimento” [5]. Um cristão carnal não é necessariamente de caráter mundano, embora isso certamente esteja incluído na designação. Pode ser alguém que permaneceu um “bebê em Cristo” por não ter “prosseguido em conhecer ao Senhor” [6] de todo o coração.

Carnal, pecaminoso e estéril
E vivendo como os homens que estão perdidos;
Querido cristão, observe e escute;
Seja espiritual a todo o custo.

[1] 1 Coríntios 3:3; [2] 1 Coríntios 1:2; [3] 1 Coríntios 3:1‑2; [4] 2 Pedro 3:18; [5] Hebreus 5:12; [6] Oseias 6:3

Compartilhe...