Conforto das Escrituras para a Segunda-Feira

“E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados” [1]

Tão importante quanto a morte substitutiva de Cristo é a Sua ressurreição, pois a mensagem do evangelho, pela qual somos salvos, é: “Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, e… foi sepultado, e… ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras” [2]. Não seria terrível para nós, crentes, constatarmos que “ainda permanecemos em nossos pecados” [1]? Mas nós “por ele cremos em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos, e lhe deu glória, para que a [nossa] fé e esperança [estejam] em Deus” [3]. Pois Ele “por nossos pecados foi entregue, e ressuscitou para nossa justificação” [4]. E Sua ressurreição não apenas assegura nossa salvação, como também nos concede força para viver para Sua glória, pois quando confiamos em Cristo como Salvador, fomos pelo Espírito Santo “batizados na sua morte… para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição” [5], “para conhecê-lo, e à virtude [poder] da sua ressurreição” [6].

Compartilhamos de Sua morte e de Sua vida,
Jesus, nosso Salvador e Senhor;
Ele nos dá a força para Ele vivermos,
Força pelo Espírito e pela Palavra.

[1] 1 Coríntios 15:17; [2] 1 Coríntios 15:3‑4; [3] 1 Pedro 1:21; [4] Romanos 4:25; [5] Romanos 6:3‑5; [6] Filipenses 3:10

Compartilhe...