Conforto das Escrituras para a Quinta-Feira

“Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo” [1]

Pedro escreveu sua primeira epístola àqueles “eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo” [2], e portanto para todos nós que “obedecemos ao evangelho de Deus” [3] e que somos “em seu sangue lavados dos nossos pecados” [4]. E ele nos diz que somos “edificados… [um] sacerdócio santo” [1]. Todo cristão, como sacerdote, tem o direito de se achegar diretamente à presença de Deus. Não precisamos de qualquer mediador terreno, nenhum outro sacerdote, “porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem” [5]. Nós que O conhecemos “somos a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” [6]. E quando estivermos com Ele em glória, cantaremos “um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue nos compraste para Deus de toda a tribo, e língua, e povo, e nação; e para o nosso Deus nos fizeste reis e sacerdotes; e reinaremos sobre a terra” [7].

Possuo o direito de ir a Ele,
Por mais indigno que seja,
Pois Deus me convidou para vir a Ele,
Através daquEle que morreu por mim.

[1] 1 Pedro 2:5; [2] 2 Pedro 1:2; [3] 1 Pedro 4:17; [4] Apocalipse 1:5; [5] 1 Timóteo 2:5; [6] 1 Pedro 2:9; [7] Apocalipse 5:9-10

Compartilhe...