Conforto das Escrituras para a Quinta-Feira

“Nenhum soldado em serviço se embaraça (fica emaranhado, enredado) com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra” [1]

O crente está em uma guerra contínua; ele nunca é um soldado de licença ou participando de um desfile. Somos chamados a “pelejar a boa peleja da fé” [2], a sermos “sóbrios, vigiarmos. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé” [3]. Lembremo-nos sempre que “não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, conta os príncipes do mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniquidade nas regiões celestes” [4]. Devemos estar sempre alertas, “para que Satanás não leve vantagem sobre nós; porque não ignoramos as suas maquinações (ardis)” [5]. Portanto, se devemos resistir a Satanás e agradar nosso Senhor “que nos alistou” [1], não devemos nos embaraçar (emaranhar, enredar) “com negócios desta vida” [1]. Há uma diferença entre estar envolvido “com os negócios desta vida” e estar embaraçado, emaranhado com eles. Mesmo nas coisas corretas e legítimas devemos tomar cautela para que “os cuidados do mundo, a sedução das riquezas e a cobiça doutras coisas, entrando, sufocam a palavra, e ela fica infrutífera” [6] na vida, pois “não podeis servir a Deus e a Mamom (as riquezas)” [7].

Estamos todos em uma guerra contra o diabo,
Mas a vitória está do nosso lado,
Pois não confiamos em armas carnais,
Mas confiamos n’Aquele que foi crucificado.

[1] 2 Timóteo 2:4; [2] 1 Timóteo 6:12; [3] 1 Pedro 5:8-9; [4] Efésios 6:12; [5] 2 Coríntios 2:11; [6] Marcos 4:19; [7] Mateus 6:24

*Todas as passagens são da versão Almeida Atualizada.

Compartilhe...