Conforto das Escrituras para a Quinta-Feira

“Os teus olhos verão o rei na sua formosura” [1]

Nosso Senhor veio à terra a cerca de 2000 anos atrás, “Deus se manifestou em carne” [2], e ofereceu a Si mesmo ao Seu povo de Israel como seu Rei. Mas “veio para o que era seu, e os seus não o receberam” [3]. A eles, então, “não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos” [4]. Mas o dia rapidamente se aproxima, após a verdadeira igreja ser levada para o lar em glória, e então, após ter terminado o período da tribulação, o “tempo de angústia para Jacó” [5], aquele remanescente crente de Israel “verá o rei na sua formosura” [1] quando Ele retornar à terra em poder e glória. Mas nós, que O conhecemos agora, e tendo sido “resgatados… com o precioso sangue de Cristo” [6], também “veremos o rei na sua formosura” [1], embora para nós Ele seja também o noivo. “Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos” [7]. Bendita perspectiva, de fato, de que “verão o seu rosto, e nas suas testas estará o seu nome” [8]. “Porque, quão grande é a sua bondade! E quão grande é a sua formosura!” [9], “a qual a seu tempo mostrará o bem-aventurado, e único poderoso Senhor, Rei dos reis e Senhor dos senhores” [10].

Ele é “Rei dos reis e Senhor dos senhores”;
Nós vamos “encontrar o Senhor nos ares”;
Para a casa do Pai nós iremos
“Com o Senhor”, para sempre ali.

[1] Isaías 33:17; [2] 1 Timóteo 3:16; [3] João 1:11; [4] Isaías 53:2; [5] Jeremias 30:7; [6] 1 Pedro 1:18-19; [7] 1 João 3:2; [8] Apocalipse 22:4; [9] Zacarias 9:17; [10] 1 Timóteo 6:15

Compartilhe...