Conforto das Escrituras para a Quarta-Feira

“Escolhendo antes ser maltratado com o povo de Deus, do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado”. [1]

Deus não força Seus filhos redimidos a andar com Ele; a escolha é deixada para nós. Ele nos diz quais serão as consequências se vivermos para Sua glória, e quais serão se não o fizermos. Ele nos diz claramente que “somos devedores, não à carne para viver segundo a carne. Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis” [2], e, por outro lado, Ele nos diz para deixar que “a palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração. E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai” [3]. “Escolhei hoje a quem sirvais” [4]. Podemos “temer ao Senhor, e servi-lo com sinceridade e com verdade” [4], lembrando-nos de Suas palavras: “Se alguém me servir, meu Pai o honrará” [5], e também lembrando que “se nós nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados. Mas, quando somos julgados, somos repreendidos pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo” [6]. Assim, “como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai nele” [7].

Podemos andar com o Senhor a cada dia,
Ou seguir a direção do ego;
Podemos conhecer Sua própria paz e alegria,
Ou delas podemos ficar desolados.

[1] Hebreus 11:25; [2] Romanos 8:12-13; [3] Colossenses 3:16-17; [4] Josué 24:14-15; [5] João 12:26; [6] 1 Coríntios 11:31-32; [7] Colossenses 2:6

Compartilhe...